Ban

terça-feira, 15 de março de 2011

OAB ingressa na justiça para demissão imediata dos assessores especiais. Governo do Estado nega irregularidades e critica OAB.

A seccional paraense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) ingressou na Justiça para obrigar o Governo do Estado a exonerar os assessores especiais já nomeados, e impedir novas nomeações.
A OAB aponta indícios de nepotismo cruzado nas cerca de 450 nomeações já realizadas pelo governador Simão Jatene, em apenas dois meses: entre os contemplados com esses cargos existiriam parentes de desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado (TJE), de conselheiros dos tribunais de contas e de deputados estaduais.
Além disso, a OAB acentua outro problema tão ou mais grave: as assessorias especiais nem sequer existiriam legalmente, havendo, portanto, a necessidade de uma lei específica para regularizá-las.
A Ação Civil Pública foi protocolada ontem, 14/03, no Tribunal Regional Federal da 1 Região e foi anunciada durante coletiva à imprensa, concedida à tarde pelo presidente da OAB/PA, Jarbas Vasconcelos.
Na ACP, também é pedida a concessão de liminar, para a nulidade dessas nomeações e exoneração imediata de todos os assessores especiais, inclusive os nomeados nos governos anteriores.
A íntegra está aqui:
É a segunda medida adotada pela OAB/PA para tentar impedir a continuidade da chamada “farra das assessorias especiais” – a primeira foi um pedido de sindicância ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o órgão de controle da Magistratura brasileira, protocolado pela manhã.
Na noite de ontem, a Secretaria de Comunicação do Governo do Estado distribuiu nota à imprensa na qual nega a existência de nepotismo cruzado; sustenta a necessidade dessas nomeações, vez que o corpo diretivo de estruturas como a Casa Civil, Cerimonial e Consultoria Geral do Estado seria composto, basicamente, por assessores especiais; e critica a OAB do Pará por não haver se manifestado em relação a tais assessorias, no governo anterior, quando o número de assessores especiais teria chegado a mais de dois mil.
A Perereca também publica na íntegra, abaixo, a nota do Governo, já que o assunto tem tido destaque no blog:

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ
SECRETARIA DE ESTADO DE COMUNICAÇÃO

Ao tomar conhecimento do pedido de sindicância proposto pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Pará, em que o Governo é citado por conta da nomeação de assessores especiais, a Secretaria de Comunicação do Governo do Estado do Pará esclarece:
1. Não existe nepotismo cruzado praticado pelo Governo do Estado. O que caracteriza o nepotismo cruzado é a reciprocidade. É preciso que uma autoridade nomeie o parente da outra autoridade em troca da nomeação do seu parente, de acordo com a Súmula editada em agosto de 2008 pelo Supremo Tribunal Federal.
2. A nomeação de assessores especiais é fundamentada na Lei 5.810, de janeiro de 1994. Os assessores desenvolvem atividades pertinentes à funcionalidade do Estado, por conta da insuficiência, e muitas vezes inexistência, de cargos de direção e assessoramento nas secretarias e demais órgãos da administração direta e indireta. Os salários dos assessores especiais variam de R$ 545,00 a R$ 4.070,00.
3. Na Casa Civil, todos os cargos de diretoria são ocupados por assessores especiais. Do mesmo problema padecem a Casa Militar, o Cerimonial e a Consultoria Geral do Estado, em que todos os cargos são compostos por assessores especiais.
4. Programas importantes para o Governo e para a população paraense também são atingidos pela falta de estrutura organizacional do Estado. O Banco do Cidadão, programa de microcrédito, tem sua estrutura gerencial toda composta por assessores especiais.
5. A estrutura do Estado necessita de reformas para modernização da gestão. Tanto que o Governo do Pará está firmando uma parceria com o Movimento Brasil Competitivo para viabilizar esse processo.
6. Causa surpresa a diligência da OAB-PA, apenas neste momento, uma vez que até o ano passado o Governo do Estado tinha mais de 2.000 assessores especiais em seu quadro, fato amplamente divulgado pela imprensa, sem que a Ordem dos Advogados tenha se manifestado a respeito.   
Secretaria de Estado de Comunicação 

59 comentários:

Anônimo disse...

Para quem não sabe, há uma explicação bacana para o Jarbinha ter tapado os olhos, os ouvidos e a boca para o período do Governo Ana Júlia. É que o próprio JV doou, eu disse doou, R$ 100 mil para a campanha da companheira. Vejam só ele fez isso quando já estava na condição também de presidente da OAB, daí estar mais do que explicado a razão de tanto esforço do nosso "King" para atacar o Jatene. E tem mais, muito mais: o outro advogado que subscreveu a ação que a Ordem ingressou na Justiça Federal é o também amigo do peito da governadora: Jader Kahwage foi nomeado assessor especial(II) a partir de 1 de junho de 2008, de acordo com o Diário Oficial de 03 de junho do mesmo ano, com lotação na governadoria. Como pode só agora o mesmo vir assinar uma ação condenando o uso dessa função que ele mesmo se beneficou durante 2 anos e meio. Só sendo mesmo muito cara de pau. E isso é que não falta pra esse pessoal. Tanto que o próprio Jader Kahwage exercia também a advocacia no Estado através de seu escritório: recebia uma dinheirama da Joana Pessoa no hangar, com quem se reunia diariamente, usufruindo de um almoço muito especial que era servido todos os dias na sala especial da poderosa Joana. Tudo as custas do erário e ninguém dizia nada, absolutamente nada. Mas agora tá hora de se jogar pra fora toda essa patifaria que o reino da dinamarca vivia.

Anônimo disse...

Jamais o governo vai admitir a prática do nepotismo.
Parabéns à OAB pela iniciativa. Está mais do que na hora de justificar sua existência.

Anônimo disse...

Esse negócio de dizer que causa surpresa é bossa velha.

Pior é prosseguir com o que antes era considerado ilegal.

Coisa nojenta desse e do outro governo.

Causa espécie e nojo e ver que ainda existe nepotismo.

O que tem que acabar são os cargos em comissão, que somente privilegiam os apaniguados, os puxa-sacos e os que não tiveram a capacidade de ingressar no serviço público por meio de concurso.

Anônimo disse...

SENHOR GOVERNADOR: É SIMPLES.

FAÇA CONCURSO PÚBLICO E DEMITA OS TEMPORÁRIOS E ASSESSORES ESPECIAIS, QUE NÃO SERVEM PRA NADA.

Anônimo disse...

VIVA A OAB!!!!!

VIVA A OAB!!!!

VIVA A OAB!!!!

Anônimo disse...

TOMARA QUE O JUDICIÁRIO CUMPRA BEM A SUA PARTE.

SE NÃO, CNJ NELES!!!!!!!

Anônimo disse...

SENHOR GOVERNADOR:

SIGA O EXEMPLO DO TCE DO AMAPÁ,
QUE ESTÁ REALIZANDO CONCURSO PÚBLICO PARA PROCURADOR JUNTO AO SEU TRIBUNAL DE CONTAS, CARGOS QUE, POR AQUI, É PREENCHIDO POR MEIO DE QI.
COISA NOJENTA!

P.S: NÃO REALIZE CONCURSOS SÓ PARA CARGOS CHECHELENTOS, DE BAIXOS SALÁRIOS!

Andre disse...

Me engana que eu Gosto!!!
450 Ass.especiais, para o banco do Cidadão?? Quantos gerentes precisa um órgão desse??
Brincadeira, não é pq antes faziam que eu vou fazer tbm

Governador,Acorda Pará!!!!

Anônimo disse...

Perereca, perereca... quem te viu (apenas meio ano atrás) e quem te vê.

Anônimo disse...

terça-feira, 15 de março de 2011

Advogado assessor de Ana Júlia assina ação contra nomeações de Jatene

Ronaldo Brasiliense


O advogado Jader Kahwage David, que subscreve a ação pelo qual a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seção Pará, requer a anulação dos decretos pelo qual o governador Simão Jatene (PSDB) nomeou mais de 400 assessores especiais para a Governadoria do Estado, paradoxalmente era assessor especial, lotado na mesma Governadoria, no governo de Ana Júlia Carepa (PT).

Jader Kahwage foi nomeado assessor especial II no dia três de junho de 2008, recebendo salários superior a R$ 4 mil por mês. Agora, no outro lado do balcão, o mesmo Kahwage investe contra as nomeações de assessores especiais no atual governo. É muita cara de pau!

VEJA O DECRETO DE NOMEAÇÃO DE JADER KAHWAGE DAVID
DOE 03/06/2008 (fls. 8)
DECRETO
A GOVERNADORA DO ESTADO RESOLVE:
nomear, de acordo com o art. 6º, inciso II, da Lei n.º 5.810, de 24 de janeiro de 1994, JADER KAHWAGE DAVID para exercer o cargo em comissão de Assessor Especial II, com lotação na Governadoria do Estado, a contar de 1º de junho de 2008.
PALÁCIO DO GOVERNO, 2 DE JUNHO DE 2008.
ANA JÚLIA CAREPA
Governadora do Estado

Anônimo disse...

Esse Jarbas Vasconcelos e o Jader Kauwage não têm moral pra criticar ninguém. Eles são compadres da Ana Júlia, um financiou a campanha dela com R$ 100 mil, o que, convenhamos, não é pouca grana; e o outro foi Assessor Especial por 2 anos e meio ganhando quase R$ 150 mil. E ainda era advogado, no paralelo, do Hangar e da Cohab. Como é que isso pode acontecer e ninguém falar nada, muito menos a OAB toda pura do Pará?
Agora quero ver o Jarbas explicar essa prática de nepotismo, de favorecimento aos parentes dele pelo irmão Jardel, prefeito de Monte Alegre. Uma vergonha

Anônimo disse...

perereca se aprofunde no brejo podre do TCE PARÁ. QUEM VIVER VERÁ .

Anônimo disse...

Veja que coincidência:

um dos que subscreveram a ação contra o Governo por conta das nomeações de Assessores Especiais foi durante mais de dois anos Assessor Especial da Ana Júlia. E o pior: era o próprio que advogava para a Via Amazônia. Tanto que foi com ele que a Joana se apresentava nas primeiras negociações com o Estado para repassar o Hangar. E foi escoltada pelo Jader Kahwage que Joana Pessoa deixou o Hangar rumando para o Hilton Hotel no dia das despedidas.
Jader, que também é conselheiro da Ordem, aparece em várias ações, assim como Jarbas, como advogado da Ana Júlia.

PS: Jarbas doou 100 mil reais para a campanha de Ana Júlia. Nada contra a doação, só que ele já era presidente da Ordem. Que moral o Jarbinha, como carinhosamente é chamado por Ana Júlia, tem para criticar o atual Governo que derrotou quem ele patrocinou. Não é estranho?
Veja a comprovação da doação: http://spce2010.tse.jus.br/spceweb.con sulta.receitasdespesas2010/resumoReceitasByCandidato.action?filtro=N&sqCandidato=140000000610&sgUe=PA&nomeVice=null



DOE 03/06/2008 (fls. 8)

DECRETO

A GOVERNADORA DO ESTADO RESOLVE:

nomear, de acordo com o art. 6º, inciso II, da Lei n.º 5.810, de

24 de janeiro de 1994, JADER KAHWAGE DAVID para exercer

o cargo em comissão de Assessor Especial II, com lotação na

Governadoria do Estado, a contar de 1º de junho de 2008.

PALÁCIO DO GOVERNO, 2 DE JUNHO DE 2008.

ANA JÚLIA CAREPA

Governadora do Estado

Anônimo disse...

A OAB com essa ação prova ser partidária, ridícula e omissa. Partidária quando não fez absolutamente nada no governo passado, ridícula quando entra com uma ação alegando que o Governador não pode nomear 450 assessores, e omissa quando a Ana Julia nomeou quase 3 mil assessorer e o presidente da ordem fingia que não via...vergonha OAB, VERGONHA!

Anônimo disse...

Veja que coincidência: um dos que subscreveram a ação contra o Governo por conta das nomeações de Assessores Especiais foi durante mais de dois anos Assessor Especial da Ana Júlia. E o pior: era o próprio que advogava para a Via Amazônia. Tanto que foi com ele que a Joana se apresentava nas primeiras negociações com o Estado para repassar o Hangar. E foi escoltada pelo Jader Kahwage que Joana Pessoa deixou o Hangar rumando para o Hilton Hotel no dia das despedidas.
Jader, que também é conselheiro da Ordem, aparece em várias ações, assim como Jarbas, como advogado da Ana Júlia.

PS: Jarbas doou 100 mil reais para a campanha de Ana Júlia. Nada contra a doação, só que ele já era presidente da Ordem. Que moral o Jarbinha, como carinhosamente é chamado por Ana Júlia, tem para criticar o atual Governo que derrotou quem ele patrocinou. Não é estranho?

Veja a comprovação da doação: http://spce2010.tse.jus.br/spceweb.con sulta.receitasdespesas2010/resumoReceitasByCandidato.action?filtro=N&sqCandidato=140000000610&sgUe=PA&nomeVice=null



DOE 03/06/2008 (fls. 8)

DECRETO

A GOVERNADORA DO ESTADO RESOLVE:

nomear, de acordo com o art. 6º, inciso II, da Lei n.º 5.810, de

24 de janeiro de 1994, JADER KAHWAGE DAVID para exercer

o cargo em comissão de Assessor Especial II, com lotação na

Governadoria do Estado, a contar de 1º de junho de 2008.

PALÁCIO DO GOVERNO, 2 DE JUNHO DE 2008.

ANA JÚLIA CAREPA

Governadora do Estado

Anônimo disse...

Perereca, só quero ver a posição do Ofirzinho neste caso. A irmã dele é desembargadora do TRT e o pai deles é sé secretário do governo Jatene.

Anônimo disse...

Levantamento do Congresso em Foco mostra que dos 40 deputados federais mais jovens, nada menos que 32 são parentes de outros políticos. Ou seja: são herdeiros dos votos de seus pais, avós ou tios, e não sobrenomes novos na política

Anônimo disse...

Pereca, por que será que o paladino da justiça federal Ophir tá caladinho?aos Será por motivos semelhantes do paladino estadual Jarbinha???????

Anônimo disse...

Pereca, por que será que o paladino da justiça federal Ophir tá caladinho?aos Será por motivos semelhantes do paladino estadual Jarbinha???????

Anônimo disse...

Ué mas não era isso que o jatene tanto criticava no governo petista? os cargos pra "cumpanherada"? E agora no governo jatene que colocar toa a high-society paraense no bem bom né?

Eu já disse jatene não é político ele é ilusionista, só isso explica como ele consegue enganar tanta gente por tanto tempo.

Parabéns OAB.

PS.
Espero que nessa ACP a OAB tenha requerido a devolução aos cofres públicos dos valores ilicitamente recebebidos, afinal, meu dinheiro não é capim e eu exijo respeito pelos impostos que pago com o dinheirinho ganho com o suor do meu rosto! Chega! O dinheiro dos impostos tem que ser usado com moderação e responsabilidade, não quero meu dinheiro pagando salário de madame, playboy, patricinha e nem mauricinho, se for pra pagar servidor concursado, aqueles com cargo criado em lei e ocupador por quem ralou pra se submeter ao concurso tudo bem.

Movimento quero respeito pelos impostos que pago

Anônimo disse...

Égua, eu na pele da Karla e da Kamille já teria pedido exoneração, sem mesmo pisar no prédio público (se é que elas pisaram. Ainda diria assim "Papai pague um bom cursinho para mim, pois quero fazer concurso público, pois já não aguento mais todo mundo me olhando e zoando de mim, e além do mais o Sr. ganha bem e pode me pagar esta ninharia de 4.000,00 reais heheheheheheh

Anônimo disse...

Perereca, que moral tem quem assina esta petição da OAB se o mesmo no Governo da Ana Julia, aquela dos 2800 DAS era um dos DAS da Ana Julia?

Anônimo disse...

É no mínimo curioso q o Jarbas Vasconcelos, Presidente da OAB, só condenar nomeações de assessores do governo nesse governo.Porque não fez isso contra o governo passado cuja candidata a reeleiçõa, inclusive, foi beneficiada por uma doação sua no valor de 100 mil reais???
Estranho esse subito interesse pela "legalidade" na existência das assessorias especiais justamente no governo que botou pra correr do poder estadual os padrinhos, amigos, clientes, parceiros, compadres e sem mais lá o que do presidente Ordem.
Agora engraçado mesmo é a cara de pau do tal Jader Kahwage. Se lambusou, se refastelou todo durante 2 anos e meio como ASSESSOR ESPECIAL II no governo da aloprada da Ana Júlia e agora quer posar de bom moço e censurar as nomeações das assessorias só pq são do governo Jatene?
O nome disso é jogadinha política barata. Essa ação está muito longe de ser uma coisa séria.

Anônimo disse...

A coisa está pegando fogo lá pros lados da OAB-PA. O advogado Mauro Santos, conselheiro da Ordem, entrou com petição para participar da ação proposta pela OAB-PA que pede a anulação das nomeações para cargos de assessoramento no Governo do Estado. A ação foi distribuída para a 5a. Vara da Justiça Federal do Pará.
Na petição, Mauro Santos afirma que o presidente da Ordem, Jarbas Vasconcelos, agiu de forma arbitrária ao propor a ação porque discumpriu o que determina o Regimento Geral do Estatuto da Advocacia e da OAB.
De acordo com o Regimento o ajuizamento de ação civil pública só pode ser feito após aprovação pelo Conselho Seccional da Ordem ou, em caso de urgência ou recesso do Conselho, pela Diretoria Regional.
O Conselho Mauro Santos alega na petição que o presidente da OAB/PA ignorou a regulamentação e, sem a deliberação do Conselho Seccional e tampouco da Diretoria, propôs a ação civil pública.
Sem o aval do órgão competente (não consta nos documentos anexos da ação qualquer ata de deliberação do Conselho ou da Diretoria) para provocar a ação, Santos afirma que não se pode reconhecer legitimidade do Presidente Jarbas Vasconcelos para atuar em nome da OAB do Pará.
No pedido encaminhado para a Justiça Federal, o conselheiro Mauro Santos solicita que o Conselho Seccional da OAB/PA seja ouvido para esclarecer se foi ou não consultado sobre o ajuizamento da Ação Civil Pública.
Se o Conselho não tiver aprovado o ingresso com a ação, Mauro Santos pede, ainda, que ela seja extinta uma vez que Jarbas Vasconcelos teria descumprido o Regulamento Geral e agido sem prévia consulta ao órgão competente.
Mais um forte indício de que o senhor Jarbas Vasconcelos transformou a OAB/PA em um aparelho partidário do PT. Pobre OAB/PA, que teve agora seu prestígio arrastado para a lama por um presidente que seleciona ao sabor de suas conveniências políticas aqueles aos quais deve recair os rigores da lei.

Anônimo disse...

Essa Secretaria de Comunicação é hilária, quer dizer que porque o governo anterior nomeou 2000 ASSESSORES parasitas, eles podem também????Eitaaaaaaa Paráaaa Paidéguaaaaa.
Depois desse lamaçal de denúncias, ainda acho que não vai dar em nada.

Anônimo disse...

E dai? O Paulo Chaves atual responsável pelo Hangar não contratou um advogado também? das 2:48 por que não cits o nome dele também? querido a vida é assim mesmo o mundo roda. O infortúnio de uns pode ser a glória de outro. Entendeu?

Anônimo disse...

Perereca, pereca. Tu és malina, malina. Aqui pelo sul do Pará, a opinião pública começa ficar em estado de alerta.

Anônimo disse...

Olha, no TCM,o filho do Juvenil que nem aparece para trabalhar. Todos sabem. Houve troca com pessoal do TJE, Desembargadora Nazaré Gouveia que, por sua vez, é sobrinha de Juvenil,e, em seu gabinnete, abriga a neta do Juvenil. Ele é Oficial de Justiça.

Igualdade e moralidade a todosssss.

Anônimo disse...

Perereca, na lista falta o irmão do ex-presidente do TJE, Des. Rômulo Nunes, que está na Casa Civil, a enteada do Procurador Geral de Justiça, Geraldo Rocha, que está no TJE e o genro do Procurador Geral de Justiça, Geraldo Rocha que está na ALEPA, além de oooooooooutros de QI elevado.

Anônimo disse...

Esse Jarbas Vasconcelos só se elegeu por causa do apoio da Ana Judas. Tá justificado somente agora ele dá uma de ético. Não que esteja certo a quantidade de Assessores Especiais para compor articulações. Nem nesse governo, nem no anterior. O que causa espécie é o Jarbas se manifestar somente agora?

Anônimo disse...

Meu Deus..
que o Jarbbas desconhece o CPC (Código de Processo Civil) isso eu já sabbia, agora, até o o advogado que impetrou a ação também...
A ação é uma vergonha, falta os requisitos mínimos para que o juiz possa prolatar o 1° despacho, sem contar que a ação indica que a justiça comum é a competente para julgar a suposta querela.
Enfim Jarbinha, fique certo de uma coisa: o Magistrado que pegar a ação vai ficar na dúvida se manda emendar a inicial para nomear a parte passiva, ou se encaminha para justiça comum, ou ainda se manda logo arquivar.
A ação, demosntra ser compilada de outra, sobre outro caso.
É uma vergonha para o mundo jurídico...

Anônimo disse...

INCRÍVEL!!!!
Tô bobo de ler tanta asneira junta. Deixo apenas para reflexão de todos...Quem é que é bem atendido por um servidor público concursado??? Qual servidor concursado que realmente cumpre com seus deveres ao invés de só cobrar do poder público os seus direitos??? Que trabalha pela causa pública e bem da comunidade???aaaahhh peralá vamos acordar para uma realidade, mas do dia a dia. Deixem de lero lero, de churumelas hipócritas. Não sou concursado, e nem sou servidor público, mas confiar só nos efetivos, faça-me um favor. Só LOUCO mesmo!!!!

Point disse...

Cara Sra.
Será que esses Tucanos que tentam defender essa prática que esta vigorando hoje não sabe a diferença de hoje pra quatro anos atrás? Quando o Pt ganhou o governo, o Estado não tinha nehum concursado para ser chamado, afinal foram 12 anos sem concurso público. Hoje a situação e bem diferente, existem milhares de concursados esperando para serem chamados e esse desgoverno dos riquinhos simplesmente ignora isso e nomeia centenas de filhinhos de papai, de ricos e desocupados que alem de tudo, com certeza nem trabalhar vão, apenas receber e dar uma banana para a população.

Anônimo disse...

Acorda Jatene: Empreguismo e Dispensas de Licitações desenfreadas vão destruir seu governo. Pode anotar. Outro erro estrategico e abandonar a militância para se aliar aos traidores da Ana Júlia. tem muito petista nesse governo. Acorda Jatene!!!!

Santiago fernandes (Acadêmico de Direito) disse...

Então querem nos enfiar goela abaixo que a nomeação dessa farra de ASPONES está correta só porque em governos anteriores também acontecia, Ora, se entendermos que erramos no passado e por este motivo temos que continuar errando, então fica complicado e, depois, o governo chora dos cofres vazios deixados pelo PT e me vem com esta cangalha de gente que não produz e nem vai produzir nada. Sem falar que se vc procurar por estes ASPONES, a maioria nem nem pisa no palácio do governo, até porque ficaria ´congestionado de tanta gente sem fazer nada. PARABENS A OAB por querer corrigir este desvio de dinheiro público e, aos assessores que realmente trabalham ficam o meu sincero respeito.

Andre disse...

O Governo alega que "precisa" desses Assessores e que esta contratando uma consultoria para modernizar o Estado.
Ora, Excelentíssimo Governador, não gaste dinheiro desnecessario,que esta faltando na saúde,educação...,pois:
1º Na SEAD/SEPOF/SEFA existem pessoas capacitadas para tal tarefa.
2ª Se são órgãos que fazem parte da estrutura do Governo, pq ainda não foi feito Concurso público? Enão diga que o Senhor assumiu agora, pq vc deixou isso lá.
3ª Abra Concurso Público e mande para ALEPA um PL que limite o numero de Assessores Especias. Será que o Senhor tem Coragem???
4º Mande os pobres filinhos de Desembargadores, Juízes, Conselheiros e de outros asseclas fazerem o concurso.Ou melhor, pague a inscrição deles, pq talvez não tenham condições para tal e vamos ver quantos desses "Super Especiais Capacitados" passarão.

Estou decepcionado Dr.Jatene!!!

Luiz disse...

Sra. Blogueira, porque a senhora não postou meu comentário a cerca do também nepotismo cruzado entre o Governo do Estado e o TCE. A esposa do Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Luis Cunha Teixeira, ocupa no Executivo cargo de Direção da Assipag DAS-06, o nome dela é Rosimary Teixeira.

Anônimo disse...

Parabéns, Ana Célia, vc é uma grande jornalista e sinta-se também responsável por esta vitória contra os mandos e desmandos dos governadores da elite porque certamente suas reportagens colaboraram para isso.
Aguardamos, com certeza, a derrocada de Jatene, e que sirva de exemplo para os demais políticos que acham que podem fazer o que bem entendem com o dinheiro público. Não podemos mais aceitar esse tipo de coisa aqui no Pará e no Brasil. Moralização já! Fora Jatene, fora Jatene, fora Jatene, já!

Anônimo disse...

Égua, a Perereca esta sumida, será que andaram ameaçando nossa reporter denunciativa???????Graças a este Blog parei de ler os dois jornais imbecis de nossa terrinha.

Anônimo disse...

Tanto no anterior como no atual governo o nepotismo correu e corre no frouxo. É muito difícil acreditar nessa nota divulgada pelo mauricinho ney messias, que já deve ter loteado vários DAS com seu brotters maluquetes . Assim também como será remota que essa ação vá surtir efeitos. A única solução seria concursos públicos e o CNJ e STF intervirem no governo governo

Anônimo disse...

Perereca, nçao vais ver a troca de favores entre Juvenil e Desa. Nazaré Gouveia; ela é sobrinha dele. E o filho dele cedido ao TCM com ônus para o Tribunal !!!! QUE absurdooo !!!

Anônimo disse...

VIVA A BOA!!!!

VIVA A BOA!!!!

VIVA A BOA!!!!

VIVA A BOA!!!!

Anônimo disse...

Pará Terra de Escândalos

Ex-servidores de deputado condenados por estelionato

Por Dudimar Paxiuba

Funcionários do hoje secretário de Educação do Pará, Nilson Pinto, quando ele era deputado foram condenados pela Justiça por estelionato
Eduardo Militão

Ex-funcionários ligados ao secretário de Educação do Pará e deputado licenciado Nilson Pinto (PSDB-PA) foram condenados pela Justiça de Brasília pelo crime de estelionato e crime continuado. Eles promoveram um golpe contra bancos que ofereciam crédito consignado a servidores da Câmara, fraudando contracheques e documentos do departamento de Recursos Humanos da Casa.


As Inofrmações são do Congresso em
Foco e do Blog Hiroshi Bogéa

http://congressoemfoco.uol.com.br/noticia.asp?cod_canal=21&cod_publicacao=36373

http://www.hiroshibogea.com.br/?p=6452

Anônimo disse...

Oi Ana olha só o que saiu hoje no Congresso em foco sobre o Secretário de Educação Nilson Pinto.
Nós eleitores esperamos agora que o nosso governador tome uma providência. Ou será que ele vai querer mais escândalos.
Riara Soares
Professora de Sociologia
http://congressoemfoco.uol.com.br/noticia.asp?cod_canal=21&cod_publicacao=36373

FLAVIO VIDAL disse...

Olhe vamos flar sério de deixar da empurrar a culpa pra cima do outro. Não é porque fizeram no passado que agoram tem o mesmo direito de faezr. o que passou passou agorar é corrigir o errado e o Jatene está errado sim. Independente de lado parabén para a OAB. e para a perereca também

Anônimo disse...

Concordo com o Anonimo de 2:40

Enquanto que o Jarbas está Ligado ao partido da "estrelinha" e todo mundo sabe disso a milhares de anos.

o Dr. Ofir está ligado ao partido dos "passarinhos" a outro milhares de anos e todo mundo sabe disso!
O Exemplo mais recente foi o exame no ENEM que alguns funcionarios da grafica vazaram a prova e o Dr. Ofir foi pros meios de comunicação pedir a extinção do exame junto com toda ala dos demotucanos.
Entretanto, como o mundo dá volta, e o fato dele ser de uma cidade do tamanho do ovo de codorna, voltou rapido demais, em menos de 3 semanas a PF pega os milhares de provas da OAB q vazaram! graças a quem? Não disseram, pq dessa vez não foi culpa da grafica e nem da organizadora do concurso. Mas foi do terceiro sujeito q toca nas provas, a é mesmo OAB! E não ouvi uma palavrinha sobre acabar com o exame ou fazer ficar mais sério.

A agora como fica a ética e respeito da OAB?
Recortado essa palavra lá de dentro, só se usa quando é conveniente!

OAB é um verme que deveria ser extinta da Republica Brasileira.

Anônimo disse...

Célia, com todo respeito.

Se o intuito é acabar com "nepostismo" esquece.

Vivemos em uma terra minuscula, sempre alguem vai ser parente de alguem, não interessa onde, vai acontecer.

Principalmente dentro dos entes publicos, pq são controlados por velhas familias oligarquicas que tem nojo de pertencer a população paraense, sempre arranjam um jeitinho de "se destarcar na multidão.

O que deveria-se cobrar é mais concursos publicos e menos cargos em comissão, de maneira geral, e não apenas ficar olhando parente de quem ta sendo nomeado como assessor.
Isso vai ser uma luta sem fim. Profissional competente nessa terra é artigo de luxo raro, goste ou não, verdade tem q ser dita, a grande maioria dos bons profissionais são de familia rica, pq tiveram acesso a educação melhor que 95% da populaçao.

Enquanto, não se garantir o concurso publico como seleção e educação de qualidade pra todos, essas noticias de nepotismo vao continuar sendo rotina até cair na mesmisse e ninguem mais dar atenção.

Isso é um ciclo vicioso!

Parabens pela reportagem, mas.... é a terra que vivemos! Se continuar tudo do mesmo jeito e achar que só se resolve com exoneração, semana que vem acontece denovo com outro e ser parente de autoridade vai ser sinonimo de incompetente, irresponsável e indigno de ser indicado pra exercer cargo publico comissionado.

Anônimo disse...

Sendo esse um dos melhores blogs que já li e que conheço, gostaria de saber se não poderia dar enfoque em um dos grande problemas que está acontecendo no Pará que é a previsão de orçamento destinado exclusivamente para CONTRATAÇÃO DE NOVOS DEFENSORES PÚBLICOS e que não está acontecendo (sabe-se lá por qual motivo).

O blog do deputado parsifal faz essa denúncia no título de hoje: "Que se nomeiem defensores públicos"

É bom lembrar que a defensoria publica é o SUS do acesso à justiça.

Anônimo disse...

Perereca...Descubra qual foi o parecer do MPE sobre este pedido de cassação do politico que deu origem em 2006, as maracutaias dos Projetos fraudulentos da SEMA. E o mesmo teve suas contas rejeitadas pelo TCE e sua esposa pelo TCM.

PROCESSO:RP Nº 319985 UF:PA TRE
Nº ÚNICO:319985.2010.614.0000
MUNICÍPIO:BELÉM - PA N.° Origem:
PROTOCOLO:232752010 - 09/12/2010 12:08
REPRESENTANTE(S):MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL
ASSUNTO:REPRESENTAÇÃO - CAPTAÇÃO ILÍCITA DE SUFRÁGIO - DEPUTADO ESTADUAL - PEDIDO DE CASSAÇÃO DE DIPLOMA - PEDIDO DE CASSAÇÃO DE REGISTRO
LOCALIZAÇÃO: CPRO-COORDENADORIA DE PROCESSAMENTO
FASE ATUAL:17/03/2011 10:11-Enviado para AJM. Conclusos a(o) Juiz(a) Relator(a)

birasblog disse...

é isso aí cara!

Anônimo disse...

Perereca, tem muito DAS frequentando o seu blog...que bom, já que eles não leem IstoÉ e nem diário oficial a partir de janeiro 2011....muito menos o portal da transparência, que o baluarte da moralidade Ney Messias fez questão de esconder...
A gente não poderia esperar nada diferente dessa nova-velha corja do Governo.

Franssinete Florenzano disse...

Parabéns, Ana Célia, seu blog está cada vez melhor.

Em atenção ao comentário de Luiz, devo informar que a Sra. Rosymary Teixeira, esposa do conselheiro do TCE-PA, Luis Cunha, é servidora concursada do Estado, como professora da Seduc e também servidora concursada do TJE-PA, como a Constituição permite.

Está atualmente exercendo a presidência da Asipag. Já foi, por duas vezes, no governo Simão Jatene anterior e depois no governo de Ana Júlia Carepa, superintendente do Detran-PA, e, ainda, superintendente da FUNASA, além de outras funções de direção superior.

É qualificada, com cinco cursos de nível superior, e no gabinete do Conselheiro Luis Cunha não existe qualquer funcionário oriundo do Poder Executivo ou indicado pelo governador.

Trata-se de uma infâmia tentar enxovalhar sua honra insinuando ser caso de nepotismo.

Peço-lhe que faça o devido reparo.

Anônimo disse...

Engraçado é que os governos criam assessores especiais em diversas secretárias e órgãos do governos, mais mesmo tendo dinheiro para nomearem defensores públicos não o fazem.

Deu no blog do Parsifal:

17 de março de 2011
Que se nomeiem defensores públicos


A Defensoria Pública informa que inaugura hoje, as “novas instalações da Defensoria Pública de Altamira.”.

Revela que as “novas instalações contam com uma ampla sala de atendimento, totalmente climatizada e com toda infraestrutura para receber seus assistidos; guichês de atendimento e informação; copa; depósito para material de limpeza e expediente; banheiros adaptados para os portadores de necessidades especiais; sete gabinetes, incluindo a coordenação; mobiliárias novas e padronizadas; garagem; sistema de fonia e equipamentos de informática.”.

Sem dúvida, um predicado elogiável do órgão: boa estrutura física é elemento significativo para boa prestação de serviço.

Observo, todavia, que mais da metade das comarcas do Pará não tem Defensor Público, elemento imprescindível na elaboração do processo e, por conseguinte, na prestação de serviços jurídicos à população de baixa renda que demanda Justiça.

A Defensoria Pública tem um estoque de advogados que fizeram concurso público, foram aprovados, e aguardam nomeação, desde o ano passado para o mês que vem.

A Assembleia Legislativa do Pará destinou recursos orçamentários específicos para a nomeação dos aprovados no concurso.

O Estado está, religiosamente, desde janeiro deste ano, repassando o valor financeiro correspondente.

Há necessidade urgente de defensores públicos nas comarcas. Há dotação orçamentária para nomear os aprovados no concurso. Há o repasse financeiro para prover a folha de pagamentos.

O que falta, afinal, para a nomeação de tantos aprovados quanto for o recurso correspondente, já sendo repassado, para remunera-los?

Hernanes disse...

nobre amiga,
o GOVERNO SURTOU MESMO
IMAGINE O JATENE COMO TÁ MAL MESMO !
NOMEOU O EX-PREFEITO DE PORTEL-ELQUIAS NUNES DA SILVA MONTEIRO - PARA SUA ASSESSORIA - O CARA RESPONDE ROBUSTAMENTE POR 60 PROCESSOS, INCLUSIVE TRANSITADA E JULGADA ......
SANTO DEUS SALVE O PARA -

Andre disse...

Hernanes,

E me diga onde esse cidadão vai trabalhar(se é q trabalha)???
Banco do Cidadão ( )
Consultoria Geral ( )
Cerimonial ( )
Em sua Casa ( )

vamos começar a enquete!!! E tudo isso com o nosso dinheiro
QUERO RESPEITO AO MEU DINHEIRO!!!!

Anônimo disse...

Anônimo ds 12:16,

Não fique com ódio da OAB.
Estude que você passa.

Pior é a Assembléia Legislativa, que fiscaliza o Executivo, não fazer nada.

Tem que acabar é com essa porcaria de imoralidade de nomeações sem concurso, que só dá lugar aos puxa-sacos, malandros, pilantras, despreparados e perdularios do dinheiro público.

Anônimo disse...

Conforme abaixo saido no DO de hj já estão colocando os ASPONES para trabalhar. Só imagino como os que nem moram no Estado vão marcar presença, só se for pela internete. Estamos inventado o "servidor lota do a distância"!


PORTARIA N° 040/2011-SCCG, DE 15 DE MARÇO DE 2011.

A SUBCHEFE DA CASA CIVIL DA GOVERNADORIA DO ESTADO, no uso das atribuições que lhe foram delegadas pela Portaria nº 0914/2008-CCG, de 24 de abril de 2008, e.

CONSIDERANDO : o processo nº 89509/2011-PG, datado de 15 de março de 2011.

R E S O L V E:

Designar, a servidora MARLIA MARIA DE ANDRADE FERRARI, Assessor Especial I, matricula funcional nº 54185456/4, na qualidade de Homologadora e Coordenadora, e os servidores MOYSES BENDAHAN, Assessor Especial II, matricula funcional nº 5766761/3, e ABSALOM MASCARENHAS SANTOS, Assessor Especializado, matricula funcional nº 57235128/1, na qualidade Coordenadores, responsáveis pela aquisição de bens ou serviços de pequeno valor através do Sistema de Cotação Eletrônica de Preços.

DÊ-SE CIÊNCIA, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE,

SUBCHEFIA DA CASA CIVIL DA GOVERNADORIA,15 de março de 2011.

SOFIA FEIO COSTA
Suchefe da Casa Civil da Governadoria do Estado

Anônimo disse...

Tem gente confundindo. O petismo vive de uma pobreza extrema e precisa que gente sacrifiquue até o seu pão de cada dia para ajudar em eleição. O que torna justo, uma vez ganhando, que se arrume, e foram só coisa poucas no governo Ana, um carginho de assessor. O imoral é o cara ganhar para fazer campanha e depois mais ainda com cargo no governo.

Anônimo disse...

EI PERERECA!
NEPOTISMO É O DE MENOS...
ME DIGA QUAL ASSESSORIA O SR. ROMULO MAIORANA VAI PRESTAR AO GOVERNADOR SIMAO JATENE? AH ELE FOI NOMEADO COMO ASSESSOR ESPECIAL DO GABINETE. É SÓ CONFERIR NO IOEPA DE 30/01/2011.
VAMOS Á FESTA!!!!!!!!!!!!