Ban

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Conselho penitenciário: inspeção encontra total falta de estrutura no Presídio Metropolitano do Pará, em Marituba. Superlotação, ratos, lixo espalhado e esgoto a céu aberto até dentro da cozinha foram alguns dos problemas detectados.









O Conselho Penitenciário do Pará fez inspeção surpresa hoje no Presídio Estadual Metropolitano, em Marituba, região metropolitana de Belém.
 
A cadeia, com 360 vagas, abriga 629 presos, alguns em contêineres, mas todos em situação de extrema precariedade.

“A estrutura é totalmente inadequada com esgoto a céu aberto por toda parte, até na cozinha. Os presos não tem condições para trabalhar e o calor nos contêineres é insuportável”, relata a procuradora da República Maria Clara Noleto, representante do MPF no Conselho que participou da vistoria.

Além das condições de saúde, o Conselho está preocupado com a falta de atendimento médico e assistência jurídica regular e suficiente para os internos. 

A vistoria ocorreu hoje, um dia depois de um detento ter sido assassinado dentro do presídio.

O clima era de tensão e os conselheiros querem saber porque o detento que confessou o assassinato ainda não foi transferido.

As informações colhidas hoje darão origem a um relatório. 

O Conselho também pode fazer recomendações ao Sistema Penal para solução dos problemas do Presídio Metropolitano.

Veja aqui as fotos da vistoria: http://www.facebook.com/media/set/?set=a.301477679956717.60725.187808217990331&type=3

(Fonte: Ascom/MPF/PA)

25 comentários:

Anônimo disse...

Perereca sugere ao MPF inspeção nas Delegacias do Interior os presos estão morrendo de fome. Intervenção já, isso é genocídio.

Anônimo disse...

Perereca, se este pessoal está com pena desta gente que tal eles levarem estes cidadões para suas casas?

Anônimo disse...

Espero que logo venham em tucurui para verem a sujeira , imundice e superlotaçao no presidio.

Anônimo disse...

11:51, o teu cérebro está consumido por algo estranho, só pode. Vai estudar, conhecer a Constituiçao e depois, muito depois tá, dá a tua opiniãozinha. Cuidado com essa raiva enrustida, Freud disse que esse comportamento repulsivo muito forte, sugere proximidade. Também se ele não disse, deveria ter dito.

Anônimo disse...

Esse é o retrato do desgoverno do jatene. Os caras só querem saber de roubar.

Anônimo disse...

E eu que acreditei no discurso do Jatene. Errei feio.

Anônimo disse...

Isso não é roubo é SAQUE ,até o GTI dos Servidores do Estado foi saqueado, sem falar que esse até Governo em 2 anos cortou em 40 por cento o custeio do Estado , os DAS que tanto bandeiraram na campanha, banana pra eles, será foi só a campanha municipal.

Anônimo disse...

Enquanto isso, a Coodenadora do Propaz, Isabela Jatene, está na Austria, comendo e bebendo com o nosso dinheiro. Eita tucanalha!

Anônimo disse...

A esculhambação saiu para o anônimo errado. E em nem fumo mais nada. hahaha Vai aí 8:07

Anônimo disse...

Dona Perereca,
Sei que precisam de outro tratamento, mas os que estão lá achavam que quando fossem condenados iriam cumprir a pena no Hilton?
Parasafreando Chico Anysio: Tá com pena? Leva pra você.

Anônimo disse...

É uma pena ver o sistema penitenciário neste estado de coisa, bons tempos erá do Dr. Alyrio Sabá, esse revolucionou o sistema: cumprimento de pena com dignidade, servidores satisfeitos, sistema regionalizado, nessa época o sistema erá produtivo, preso ocupado com atividades laborativas, educacional e religiosa. hoje é uma pena, no governo da Ana foi uma lastima destruíram tudo, agora foi entregue só para amador administrar: Bernardes, Barbas, André só milico com a metodologia da lei e da ordem.

Anônimo disse...

ESSE É O RETRATO DO ABANDONO, SABE O QUE É ISSO FALTA PESSOAS CAPACITADAS PARA GERENCIAR A COISA PÚBLICA. O SISTEMA PENAL FAZ PARTE DO SISTEMA DE SEGURANÇA PÚBLICA,QUE TEM A FRENTE ESSE POBRE GESTOR "LUIZ FERNADES", QUE TÁ CERCADO DE PESSOAS DESPREPARADAS. É JATENE TE CUIDA QUE O TEMPO PASSA, E ESTAS SENDO MAL AVALIADO PELA POPULAÇÃO PARAENSE.

Anônimo disse...

DEPOIS DE ALYRIO SABÁ, JÁ PASSARAM 4 POLICIAIS NA GESTÃO DA SUSIPE: SANDOVAL BITENCURT, JUSTINIANO ALVES (GOVERNO ANA JULIA), FRANCISCO BERNADES, MAURO BARBAS E ANDRÉ CUNHA (GOVERNO JATENE), SENDO 4 OFICIAIS POLICIAIS MILITARES E UM DELEGADO, NENHUM SOUBE GERENCIAR O SISTEMA, QUE DIGA-SE DE PASSAGEM TÃO DEIXANDO UM VERDADEIRO CAOS. HOJE O SISTEMA VIVE DE MORTE, REBELIÃO, FUGAS, MAUS TRATOS, GREVE DE FOME, INSATISFAÇÃO DE PRESOS E SERVIDORES E PELAS FOTOS MOSTRADAS EM TOTAL ABANDONO, OU FALTA RECURSOS OU É MESMO INCOMPETÊNCIA DESSES GESTORES ATUAIS.

Anônimo disse...

Se a bandidagem sabe que os presídios são da forma como aparecem nas fotos, porque continuam nessa vida? Reclamar de quê? Tem muita família que vive honestamente em localidades sem a mínima condição e ninguém diz nada em favor deles. Se os bandidos querem melhores condições que larguem a vida bandida e vão trabalhar.

Anônimo disse...

Os cidadoes do atual governo precisam aprender a escrever para se tornarem cidadaos eta governinho

Anônimo disse...

As unidades penitenciárias do Pará estão apodrecidas. É o reflexo da exclusão social e do descaso de um governo irresponsável e demagogo.
Nelas há vários casos de doenças e até de tuberculose devido à insalubridade e alimentação que nem cachorro come. Pardieiros que só pioram as condições marginais dos condenados, transformando-os em monstros sociopátas.
Nesses infernos pipocam corrupção, estupros, tráfico, motins e mortes. Ontem aconteceu mais uma rebelião, que, se a imprensa mostrou foi de forma tímida e limitada, para não comprometer seus interesses econômicos com o governador de plantão.
A edição da tv liberal de hoje sentiu-se obrigada a mostrar parte da imundice da penitenciária metropolitana denunciadas pelo conselho penitenciário e MPF. Rapidamente mostrou o superintendente do sistema penal, um coronel truculento e incompetente, ao estilo PSDB, que na maior cara de pau enrolou, enrolou, enrolou e tentou tirar o seu da reta. Engraçado é que nesse governo, à beira da falência ( se é que já faliu) está impregnado dessa espécie de aspones.
Governo mentiroso que gasta, proporcionalmente, mais em propaganda enganosa que em educação, cinicamente, diz que a violência diminuiu em 16%. Pô! Aonde! Quando! Como!
Hoje passei a mão rapidamente no caderno de violência do chechelento diário do Pará e conferi meia dúzia de pessoas assassinada. Em Belém todo o santo dia, morrem assassinados 8, 10, 12 pessoas. Ai vem um burocrata demagogo da SEGUP com um relatório feito sabe lá aonde com essa baboseira! Vai enganar outro pateta!
Em Belém, assim como em Icoaraci, tem esquadrão da morte, milícias agindo, impunemente,dia e noite matando marginais e pessoas de bem. Em seguida a imprensa diz que foi o tráfico. Acredite se quiser.
A Polícia, sucateada e com salários ridículos, não inspira confiança. Hoje não se sabe de quem ter mais medo ou acreditar. E pelo jeito, não vai demorar que aconteça, com esses policiais, o que está acorrendo em São Paulo.
É uma pena que, além da imprensa que se omite e não ajuda (atrapalha) às necessárias transformações sociais, as “oposições de esquerda” ou setores progressitas estão num estado catatônico. Desorganizadas, sem novas lideranças e até sem moral política. Seu métodos, igualam-se cada vez mais aos velhos partidos da direita. Não conseguem mobilizar e, muito menos, organizar os movimentos sociais, Grêmios estudantis e sindicatos, esses últimos impregnados de pelegos vendidos aos patrões.
O Povo do Pará, em especial o de Belém, cada vez mais perde sua moral e identidade histórica principalmente ao legado Cabano. Perdeu a capacidade de se indignar. Hoje o que vemos é uma sociedade sem orgulho próprio, mesquinha e ignorante.
Submetida como gado nas igrejas pra sustentar os privilégios de falsos profetas e sanguessugas que se escondem por detrás da bíblia e dos santos. Votam em pedófilos, traficantes, bicheiros e ladrões do dinheiro da saúde e da merenda escolar. Quando não, vão às festas de aparelhagens, encher a cara de álcool e drogas pra esquecer a sua condição de subserviência.
O povo, principalmente da classe média, vive o analfabetismo político. Vive atolado na lama do consumismo,da bajulação e do assistencialismo barato.
Esse povo elegeu para a prefeitura de Belém a um filhote da ditadura e das elites reacionárias e corruptas da cidade. Se isso ocorre na capital, imaginem como será no interior do estado.
Implantação de indústrias, educação transformadora, formação de mão de obra de qualidade e geração de empregos descentes tão cedo não acontecerão, pois não há políticas sérias e consequentes. Por enquanto restam trabalhos, tipo: vendedor bombons nos ônibus, comerciantes de unha e suco em bicicletas, nas bancas de camelôs ou no tráfico de drogas.
Diante dessa barbárie, como se pode pensar numa sociedade em paz? Só se for a paz dos cemitérios.
Agora vou assistir o meu Papão subir pra serie B.


Anônimo disse...

Se a turma da Gestapo e da SS nazista estivessem vivos, viriam á Belém trocar experiências com esse governo de merda.

Anônimo disse...

Aos que se espantam com isso sugiro que venham visitar a Santa Casa (sem aviso prévio) para verem gestantes e bebes nas cadeiras porque não tem leito, e o estado das instalações. Se até quem acabou de parir e nascer é tratado desse jeito, imagina os bandidos.E por falar nisso de que serve o Hospital do Bebê comprado supervalorizado? Esse é o retrato do governo Jatene real.

Anônimo disse...

O governo do Jatene trata a exclusão social como caso de polícia, já que no seu governo não há políticas sociais verdadeiras e consequentes pra juventude. Há ações pontuais e assistencialistas promovidas pelo que eles chamam de “propaz”, um programa que serve para assistir os pobres e miseráveis com bondades midiáticas, tipo: doação de óculos e dentaduras, além de pavimentar a ambição política de Izabela Jatene, filha do governador pescador.
A questão é social visto que são meninos que não optaram, ao acaso, trilhar pelo mundo do crime. Já que poderiam trilhar pela pelas artes, cultura e ensino de qualidade em escolas estruturadas ou nas universidades públicas.
Na realidade, não tem escolha senão o de viver sem perspectiva de futuro, na ociosidade e na fronteira com o crime, lotando as carceragens imundas como presos provisórios ou os cemitérios.
Como falar em futuro para jovens que foram violentados em seus direitos pelo sistema e pela própria família desestruturada?
Como acreditar num governo que não cuida do seu povo, tratando-o como gado eleitoral ou como feras presas em jaulas?
Como acreditar num governo que tem apoio de impunes pedófilos, traficantes, contraventores e ladrões dos recursos da saúde e da educação?
Como se vê o caos social só crescerá como um tumor que só poderá ser extirpado com o surgimento de políticas sérias, com controle social, administradas por políticos sérios e fiscalizadas por órgãos de controle.

Anônimo disse...

Governo de farsantes e dissimulados!

Anônimo disse...

O jatene recebeu e receberá mais de 440 milhões da Rede Celpa e Vale. Ainda tem os 2 bilhões de empréstimos e mais os royalties do petróleo que será mais de 300 milhões que o Pará terá direito. Mas mesmo assim cortou e reduziu em 50% a mísera gratificação de tempo integral (GTI) dos lascados servidores estaduais. Esperou só terminar as eleições pra baixar o pacote de maldades e ainda teve servidor abestado que votou no zenaldo. E podem esperar que ainda virão muitos ataques aos servidores públicos. Também, o que esperar de um governo demagogo que tem raiva de servidor e prefere privatizar o bem público?

Anônimo disse...

TÃO COM PENA? LEVA PRA CASA! Pena é a situação dos professores da UEPA! Estão tendo que tirar R$ do bolso para passagens e diárias quando precisam viajar para participarem de banca de TCC nos interiores. Chequem esta informação e verão que muitos professores estão passando por esta situação! As diárias são publicadas na IOEPA, porém ressarcimento que é bom, NADA! Só queria perguntar pro Governador pescador, onde está o R$ dos professores da UEPA? Será que o Zenaldo sabe?

Anônimo disse...

Em 2010 o Governo Ana Julia conseguiu junto ao Ministério da Justiça 12 milhões para construir uma muralha de 8 metros de altura cercando todo o complexo de Americano. Pasmem, esta semana passei por lá e em vez da muralha estão levantando mais uma cerquinha .Assim não fá Jatene.

Anônimo disse...

A solucao para o presidio do Para é prendendo o Mario Couto, assim, ele mesmo reforma o presidio, cria um time de futebol, dando emprego para seus colegas detentos, constroi um restaurante de qualidade, etc.

Anônimo disse...

O "Curuné" André custa aos cofres públicos a bagatela de mais de R$26.000,00( somando seu salário de PM) TRUCULENTO E INCOMPETENTE, trata seus funcionários igual aos bandidos, cadê o concurso pra agente? a Susipe é o maior cabide de empregos deste governo.E a colônia agrícola que ia ser referência para o Brasil? os presos continuam saindo a hora que querem!O coronel na época da menor encontrada nas dependências da colônia era coordenador geral e não sabia de nada.Acham que ele quer mudar alguma coisa??