Ban

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

PV e UGT ingressam na Justiça contra o BRT de Duciomar Costa. Processo quer obrigar o prefeito a permitir o acesso à documentação do projeto, que seria “uma tragédia anunciada”: é possível que piore ainda mais o trânsito na Almirante Barroso. E deve vir por aí uma Ação Civil Pública contra o BRT de Dudu.

BRT de Dudu: um mundo de confusões num projeto mais caro que o de Manaus


O Partido Verde e a União Geral dos Trabalhadores (UGT) protocolaram há pouco Ação de Exibição de Documentos, com pedido de liminar, para obrigar a Prefeitura de Belém a liberar o acesso à documentação do projeto de BRT – Bus Rapid Transit, ou ônibus rápido – previsto para se estender de São Braz a Icoaraci.

Envolta em denúncias de irregularidades, a licitação para o BRT aconteceu em janeiro deste ano e as obras foram iniciadas pouco depois.

No entanto, o PV e a UGT alegam que toda a documentação permanece trancada a sete chaves pela Prefeitura, impossibilitando esclarecer vários pontos obscuros do projeto, como, por exemplo, a  possível incompatibilidade com o BRT proposto pelo Governo do Estado, que ligará o centro de Belém à Marituba e integra o projeto Ação Metrópole.

Além disso, observam, a licença de instalação do projeto foi concedida sem prévio e rigoroso estudo de impacto ambiental.

Outro problema, lembra o presidente regional do PV, Zé Carlos Lima, é a retirada da ciclovia da Almirante Barrroso, com prejuízos à segurança dos dez mil ciclistas que a utilizam diariamente.
O processo ajuizado pelo PV e pela UGT é preparatório para uma futura Ação Civil Pública, para garantir que a implantação do BRT da Prefeitura seja realizada dentro da legalidade.
O PV e a UGT classificam o projeto da Prefeitura como “uma tragédia anunciada”, que poderá piorar ainda mais o já caótico trânsito na Almirante Barroso. 
Clique no link abaixo para ler a íntegra da ação:

E veja abaixo as reportagens publicadas pelo blog sobre o BRT de Duciomar:
http://pererecadavizinha.blogspot.com/2012/01/observatorio-social-quer-paralisar-brt.html


...................


Atualizado às 15:47

Falta a página 10 da Ação do PV e UGT no link acima.
Ela está abaixo. Nela, o PV e a UGT pedem a paralisação das obras do BRT de Dudu e elencam os documentos a que querem ter acesso. Clique em cima dela para ampliar:


2 comentários:

Mike disse...

Dada a situação de DESESPERO do trânsito de Belém, vcs poderiam deixar o projeto ser completado e só então entrar com ações contra.

Esses embargos só vão contar contra quem propôs quando chegarem as eleições.

Se querem tornar o Prefeito popular e vítima, estão no caminho certo.

Anônimo disse...

PV = JOSÉ CARLOS LIMA = CREDIBILIDADE ABAIXO DE ZERO = PERDA DE TEMPO NO EMBARGO!