Ban

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Pregão da Segup vira caso de polícia: acusada de irregularidades em vários pontos do país, Delta Construções poderá faturar até R$ 83 milhões dos cofres públicos paraenses.



Jatene descobre o caminho da Delta: até R$ 83 milhões em carros de polícia (foto: Agência Pará)


A Delta Construções poderá faturar quase R$ 83 milhões com a locação de veículos aos órgãos que integram o Sistema de Segurança Pública do Pará.

Pelo menos é esse o valor anual de aluguel dos lotes de veículos adjudicados à Delta no Pregão 003/2011, realizado em 11 de maio deste ano, pela Secretaria Estadual de Segurança Pública, em Sistema de Registro de Preços (SRP).
 
O Pregão, que já rendeu à empresa contratos acima de R$ 22 milhões por ano, previu a locação de uma impressionante quantidade de veículos, a um custo assustador: 2.645 automóveis de vários tipos, com aluguel mensal superior a R$ 8 milhões, ou quase R$ 96,7 milhões anuais.

Desse total, 2.100 veículos foram adjudicados à Delta, a um custo superior a R$ 6,9 milhões por mês, ou quase R$ 83 milhões por ano.

A Delta Construções é acusada de uma profusão de irregularidades, em vários pontos do país.

Em agosto do ano passado, um dos diretores da empresa chegou a ser preso pela Polícia Federal em Belém, por suspeita de participação em fraudes licitatórias, num esquema que envolveria corrupção, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, entre outros crimes, em obras rodoviárias no estado do Ceará.

Leia as matérias já publicadas pelo blog sobre o Pregão da Segup:

E confira aqui o aviso do Pregão, publicado no Diário Oficial do Estado de 26 de abril, caderno 2, página 7, que prevê o aluguel de carros para todos os órgãos do Sistema de Segurança Pública, incluindo Detran e Corpo de Bombeiros, cujos contratos, se já existem, o blog ainda não conseguiu localizar:



Veja aqui a Homologação desse Pregão, publicada no Diário Oficial do Estado de 24 de maio, caderno 2, página 1:





O resultado por fornecedor, em valores mensais, está arquivado no site Comprasnet (http://www.comprasnet.gov.br/ ). Clique em “acesso”, “consultas”, “atas de pregões/anexos”; coloque a UF e o número do Pregão (032011), clique em “ok”, localize a Segup na listagem e escolha a informação que quer acessar. O resultado resumido é este aqui:

DELTA CONSTRUCOES: R$ 6.900.586,00
BRASIL RENT A CAR: R$ 329.898,00
CONSTRAN: R$ 369.657,80
A H T DOS SANTOS-ME: R$ 67.495,00
LOCAVEL SERVICOS LTDA: R$ 351.650,00
R. DA COSTA TEIXEIRA SERVICOS: R$ 38.225,00

Valor Global da Ata:  R$ 8.057.511,8000

Nos preços de locação desses carros estariam incluídos custos diretos e indiretos, como, por exemplo, tributos, manutenção, peças de reposição, pneus, lubrificantes, lavagem, licenciamento, encargos trabalhistas, seguro total.

Abaixo você confere a tabela preparada pela Perereca, a partir de informações do Comprasnet, acerca dos lotes licitados, quantidades de veículos, custo unitário e custo mensal de locação:






A Perereca também localizou no Diário Oficial de 28 de setembro, caderno 4, página 5, prorrogação contratual entre o Instituto de Perícia Científica Renato Chaves e a empresa AHT dos Santos, para o aluguel de veículos.

O contrato foi prorrogado por mais quatro meses, “ou até que os veículos provenientes do Registro de Preços da Segup (Pregão Eletrônico SRP número 003/2011-Segup) sejam entregues”.

Detalhe: como você viu nas matérias anteriores, o contrato entre a Delta e o Renato Chaves, no valor de R$ 2,3 milhões, foi assinado em 12 de agosto.

Quer dizer: ao que parece, também ao Renato Chaves, assim como aconteceu com a Polícia Militar, a Delta  não entregou de imediato os veículos previstos no Pregão da Segup.

Leia aqui: 


Tão ou mais preocupante é que o aluguel desses carros pode estar saindo mais caro do que a aquisição de veículos idênticos, pela mesmíssima Segup. 

Mas isso é o tema da próxima reportagem.

11 comentários:

Anônimo disse...

Enquanto isso o Secretario da Segup, nomeia a namorada do filho , para chefia da Assessoria Juridica da Segup, nomeação no diario Oficial de hj 29/11. com efeito do dia 21/11, obs. a mesma não tem experiencia em serviço Publico e é recenformada. isso é um vergonha

Anônimo disse...

Minha nossa!!!! Eu pensei ter votado na mudança. Mas essa mudança está saindo bem pior. Pobre de nós paraenses.

Anônimo disse...

Enquanto isso a OAB/PA que no primeiro semestre foi lider da sociedade, puxando a marcha DOS VINTE MIL contra os corruptos da Alepa, ESTÁ CALADA, CALADINHA, A MANDO DE QUEM ESTÁ CALADA, SERIA DO CHEFE DA INTERVENÇÃO - OPHIR JR????

A Sociedade quer saber porque a ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SECCIONAL DO PARÁ CALOU, CALOU PORQUÊ?

Com a palavra o interventor do ditador....

Anônimo disse...

Celia , esta mais caro , quase o dobro, em uma regra de 3 voce vera um custo de 50 mil para aluguel de veiculos que custam 28 mil para compra

Anônimo disse...

Eita! O governo do Simão virou a República da Delta.

Anônimo disse...

A OAB/PA, continua calada, quando ela tinha voz no primeiro semestre os corruptos tremiam, agora eles vibram, parabéns ao Ophir Jr, aos seus interventores e demais aliados, bela porcaria que fizeram heim, estão calados e perdidos - fora!!!

Anônimo disse...

Égua, esse Secretario da segup, é tarado por DAS. O cara, já arrumou DAS, para toda familia. Esa é a mudança, prometida pelos Tucanos.

Carlos Prestes

Anônimo disse...

Gente, ou o Jatene, derruba esse Secretario da Insegurança Pública, ou será derrubado pelo mesmo. Quem avisa eleitor é.
Antonio Carlos

Professor Walber Wolgrand disse...

Ana Célia, não sei se você lembra, mas publicou no Diário do Pará que o Pífio MP teria ingressado com uma Ação Popular contra o contrato da DELTA - PMPA, nos últimos meses do ano passado. Publiquei a matéria no meu vídeoblog "WOLGRAND FALA".

Um abraço do Major Wolgrand.

Anônimo disse...

Não só por ele mas tambem por Hélio Franco na SESPA e Nilson Pinto na SEDUC.o GOVERNO jATENE COM ESSE TRIO NEFASTO NEM PRECISA DE OPOSIÇÃO.Pobre Pará.

Anônimo disse...

Perereca jápedimos ajuda ao pessoal da Asconpa mas resolvemos pedir a você também minha Cherosa.

Temos dúvidas, eu e grupo que fomos aprovados, no Processo Simplifiacado para contração de temporários do IBGE 2011 cargo APM no Pará.

A questão ´que o IBGE está fazendo a chamda dos aprovados por telefone, sem nenhum comunicado por escrito, sem edital, nadinha de nada, só uma ligação pra casa do aprovado e dando 24 horas pro cabolo se apresentar ou desistir, assim na bucha. O IBGE previuque as convocações seriam a partir de 24/11/11, porém, o mesmo edital avisa que as vagas daquele que vagas novas no decorrer do concurso seriam fetias por escrito e enviadas ao endereço do assinante, porém os aprovados recebem um telefone com prazo de 72 horas pra se apresentar? Isso é legal? A convocação não deveria ser por escrito? São algumas centenas de cargos em jogo e o IBGE precisa esclarecer a legalidade dessa convocação por telefone, pois acho que na administração pública não dá pra acontecer assim.

Nos ajude pois estamos dependendo disso pro peru de natal. Você poderia tirar essas dúvidas juntoao IBGE ou ao MPF sobre alegalidade dessa convocação?



Abraços

OS e mais 6 concursados aprovados