Ban

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Bomba! Bomba! Promotor pede afastamento dos dirigentes da Fundação Carlos Gomes. Só o prejuízo detectado pela AGE chega a mais de meio milhão.



O 3 º promotor de Justiça de Direitos Constitucionais e Patrimônio Público, Nélson Medrado, ajuizou, ontem, Ação Civil Pública por improbidade administrativa contra 17 servidores e ex-servidores da Fundação Carlos Gomes, entre eles o superintendente Paulo José Campos de Melo.

As ilegalidades que eles teriam cometido entre os anos de 2003 e 2006, durante o primeiro governo do tucano Simão Jatene, teriam provocado um prejuízo aos cofres públicos superior a meio milhão de reais, apenas no que foi quantificado pela AGE.

No entanto, auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE) também teriam descoberto pagamentos ilegais realizados sem registro no SIAFEM, nos anos de 2005 e 2006, que chegam a mais de R$ 1 milhão.

Na maioria, esses servidores e ex-servidores ocupavam cargos de chefia e alguns já até retornaram ao comando da instituição no novo governo de Simão Jatene.

Segundo Medrado, as ações desses dirigentes feriram os princípios da moralidade, legalidade e impessoalidade da administração pública e resultaram em enriquecimento ilícito – a forma mais grave de improbidade.

Afastamento, bloqueio de bens e pagamento até pelo Balanço

O promotor pede liminarmente o afastamento provisório dos ex-diretores reconduzidos aos cargos neste novo governo e o bloqueio dos bens de todos os envolvidos.

Afirma que as “graves irregularidades” detectadas na instituição, nos anos de 2005 e 2006, abrangem pagamentos ilegais por serviços inerentes às funções desempenhadas; gratificações por participação em grupos de trabalho; despesas não comprovadas e fora das finalidades da instituição; pagamentos retroativos de adicionais por tempo de serviço.

E cita exemplos impressionantes: segundo ele, a Auditoria Geral do Estado (AGE) comprovou que alguns desses servidores receberam gratificações “extra-folha” até para a confecção do Balanço de 2005 da Fundação Carlos Gomes, e até para integrarem o grupo de trabalho que elaborou o Plano de Cargos e Salários da instituição.   

A AGE decidiu passar o pente-fino na Fundação em fevereiro de 2007, após as denúncias de um ex-funcionário acerca de pagamentos irregulares de materiais e serviços e de gratificações.

A AGE realizou uma análise por amostragem dos processos de pagamento dos anos de 2005 e 2006. E teria constatado, afirma o Medrado, não apenas a veracidade das denúncias do ex-funcionário, mas, também, “um verdadeiro estado de absurdez e descalabro na gestão da Fundação, evidenciado pelo desvio de verbas públicas e obtenção de vantagem pecuniária indevida”.

Entre outras coisas, essas pessoas teriam recebido dinheiro, “ilegalmente e fora do sistema de controle do Estado”, pelo desempenho de tarefas que já faziam parte de suas atribuições funcionais.

A soma das ilegalidades detectadas pela AGE teria resultado num prejuízo de exatos R$ 561.754,45 aos cofres públicos.  

Escreveu o promotor: “Agrava a conduta e revela a intenção deliberada de obter vantagem ilícita e locupletar-se criminosamente de valores sob a sua gestão, o fato de que a maioria dos demandados exercia cargos de direção da Fundação Carlos Gomes, não titubeando em colocar de lado os princípios que norteiam a administração pública para atingir seus desideratos para auferir vantagem ilícita”.

Segundo ele, restou comprovado que essas pessoas “pagavam e facilitavam o pagamento a eles próprios de vantagens ilegais, possibilitando que outros servidores também recebessem ilegalmente dos cofres públicos”.

O listão dos denunciados

Os servidores e ex-servidores da Fundação Carlos Gomes ontem denunciados são:

Paulo José Campos de Melo, na época, superintendente da Fundação Carlos Gomes e recentemente reconduzido ao cargo pelo governador Simão Jatene;

Antonia Renilde Pereira da Silva, então diretora administrativo-financeira;

Anamaria Catarina Nobre Peixoto, então diretora técnica;

Jorge Santos Souza, na época, diretor de interiorização;

Raimundo Sérgio de Jesus Santa Brígida, na época, coordenador financeiro;

Lélio Fernando Amorim Barreto, então coordenador de Recursos Humanos;

Henrique Noeding Junior, na época, chefe de Gabinete;

Carlos Alberto Anunciação da Silva, na época, secretário-geral do Instituto de Educação Carlos Gomes (IECG);

Estela Lúcia Saldanha Morgado, então, assessora;

Waldir Miranda de Moraes, na época, coordenador de Apoio Administrativo;

Silas Borges da Silva, assessor;

Maria Cristina Monteiro Barbosa, então, contratada pela Fundação;

Paulo Emílio Campos de Melo, então, contratado pela Fundação;

Ana Maria Adade da Silva, na época, coordenadora de Ensino da IECG;

Paulo Sérgio Nogueira Silva, contratado;

Francistela Torres Caldas, então, assessora jurídica da Fundação;

Lucivaldo José Soares de Souza, na época, motorista da Superintendência.

Além deles, também foi denunciado Joaquim Augusto de Souza Menezes, que nem sequer era funcionário da instituição, mas que recebeu dinheiro para participar da organização do XIX Festival de Música da Carlos Gomes, em 2006 – e sem justificativas documentais desse pagamento.

Medrado diz, ainda, que outros servidores da instituição, além daqueles denunciados na ACP, também receberam pagamentos irregulares.

Mas eram quase todos temporários ou prestadores de serviços, sem cargos diretivos: auxiliares administrativos, agentes de portaria, motoristas, cujas gratificações foram bastante inferiores às dos dirigentes.  

Clique no quadro abaixo e veja os valores que teriam sido recebidos ilegalmente pelos denunciados, conforme levantamento da AGE: 


Pagamentos sem registro no SIAFEM

Além da AGE, também o Tribunal de Contas do Estado (TCE) investigou as denúncias do ex-funcionário da Fundação Carlos Gomes.

Na inspeção, o TCE teria detectado vários pagamentos sem licitação a uma empresa, em valores acima do permitido pela 8.666/93 – a Lei das Licitações.

E teria também constatado pagamentos a servidores que não eram inseridos no Sistema Integrado de Administração Financeira – SIAFEM.

Com a descoberta da ilegalidade e a fiscalização específica, os auditores do TCE teriam detectado: pagamentos sem previsão legal; contratação de serviços e compra de equipamentos à margem da Lei das Licitações; pagamentos extras a servidores para atividades da área fim da instituição – apesar de receberem salário; auto-remuneração de dirigentes para participação em eventos – e apesar da remuneração dos cargos que ocupavam já incluir tal participação.

Tais pagamentos teriam totalizado mais de R$ 310,8 mil, em 2005, e atingido quase R$ 790 mil, em 2006.

“Portanto, conclui-se pela ocorrência de atos de improbidade administrativa, além de outras condutas criminosas que atentam contra os princípios norteadores da administração pública e que também deverão ser apuradas nas outras esferas competentes”, sustenta Medrado.

Sumiço até de processos

Ao pedir o afastamento dos dirigentes da Carlos Gomes, o promotor observa que a medida pode ser adotada não apenas para garantir a instrução processual, mas, também, em benefício da moralidade pública, “quando há indícios de que o agente (público) voltará a repetir a conduta reprovável (...)”.

E salienta as recentes nomeações, novamente para cargos de chefia na Fundação Carlos Gomes, de alguns dos denunciados na ACP: Paulo José Campos de Melo, novamente superintendente; Raimundo Sérgio de Jesus Santa Brígida, antes coordenador financeiro, agora nomeado para diretor administrativo-financeiro; Jorge Santos Souza, novamente nomeado diretor de Interiorização; Francistela Torres Caldas, ex-assessora jurídica, agora nomeada para a Chefia de Gabinete; Lucivaldo José Soares de Souza, ex-motorista da Superintendência, agora nomeado coordenador de Apoio.

“Não resta dúvida que a volta desses requeridos às funções diretivas da Fundação Carlos Gomes irá recrudescer a calamitosa administração daquela fundação pública, colocando em risco a sua higidez, com inegáveis prejuízos para toda a coletividade (periculum in mora), bem como irá dificultar a instrução processual, pois, conforme consta da inspeção do TCE, na administração anterior desses demandados houve a sonegação de documentos e extravio dos autos de procedimento administrativo – sindicância, o que revela a temeridade de se permitir que continuem a administrar a fundação”, assinalou Medrado.  

O promotor pede a condenação de todos eles, com a decorrente perda de funções públicas, ressarcimento do erário, suspensão de direitos políticos por um prazo de cinco a oito anos, perda de valores acrescidos ao patrimônio, multa, proibição de contratar com o Poder Público ou receber incentivos fiscais, ainda que indiretamente, por um prazo de dez anos.

A íntegra da ACP de Nelson Medrado está aqui:

81 comentários:

Anônimo disse...

TA TUDO DOMINADO

Tu ta querendo me enganar né ou estais fazendo o meu dia nascer feliz

Perereca maldito serão teus inimigos, agora pelo seus poderes sobrenaturais voce saberia dizer quando chegara a ver do Paulo Chaves de cadeia?

eu te garanto que pode até tardar mas que vai acontecer , isso vai pois tem tanta gente atras do rabo dele que não havera escapatoria

TA TUDO DOMINADO

Anônimo disse...

Abençoada Ana Célia, enquanto existir pessoas como vc , o que é raro, nada ficará debaixo do tapete doa a quem doer.Engraçado o atual governador que segundo matéria publicada responde por improbidade administrativa no seu inicio de governo procurou dar uma de honeto querendo demonstrar para a sociedade que é o paladino da moral, quando ele e seus assescla procura denegrir a imagem do governo anterior.É um sujo falando do mal lavado. As obras no governo do jatene , como estação da docas , onze janelas entre outras como o Hangar alcançaram valores de dariam para construir varios hospitais ou escolas que beneficiarem a maior parte da sociedade constituidas por pessoas pobres que não tem condições de frequentar aqueles ambientes e sofrem na porta dos hospitis públicos.Pelo que se sabe alguns secretários do atual governo respondem por improbidade administrativa, não tendo portanto o governador faicar denegrindo a imagem do govern anterior.Ressalte-se que hoje quem tem muita força no govern com cinco secretárias importantes além de vários orgãos é o Jader Barbalho que todos conhecem muito bem e sem coment´rios o governador aliou-se ao não menos famoso e condenado Ademir Andrade. Estimada Célia imagino como devem estar no tumulos os companheiros João Batista, Paulo Fonteles e tantos outros que tiveram suas vidas ceeifadas em busca de uma sociedade mais justa , qundo s sabe que os que infelizmente não mereram são um bando de mentirosos e corruptos. Felizmente ainda temos uns poucos abnegados como vc que não se intimida diante desses criminosos e tem coragem de publicar as mazelas desses bandidos. Que Deus a Proteja.

Anônimo disse...

INFORMAÇÃO DO BLOG DO BARATA:
O Blog do Bacana, de Marcelo Marques, colunista do Diário do Pará, com 32, 2% das preferências, e o Blog do Barata, com 27,6 %, são os dois blogs mais acessados em Belém, segundo revela pesquisa do Instituto Acertar (http://www.acertarcoop.com.br/). De acordo com a pesquisa – que estará no site do Acertar a partir desta próxima quarta-feira, 19 -, seguem no ranking dos mais lidos, em empate técnico, os blogs dos jornalistas Franssinete Florenzano e Paulo Bemerguy, este editor de O Liberal, o Espaço Aberto, com 15,08%. Registra-se também um empate técnico entre os blogs das jornalistas Ana Célia Pinheiro, a Ana Cascão, A Perereca da Vizinha, e de Rita Soares, repórter especial do Diário do Pará, o Blog da Repórter, com 11,8%. O Paraense, o blog assinado pelo jornalista Ronaldo Brasiliense, notório pena de aluguel a serviço da tucanalha, registra 1,3% das preferências e é o último colocado no ranking dos mais acessados.

Anônimo disse...

Esse vai ser o governo cai,cai. O próximo pode ser o proprio Jatene.

Anônimo disse...

Perereca, toda esta calamidade não poderá resultar também na cassação do Jatene, afinal, ele era o Governador na época e, como tal tinha o dever de zelar pelo erário do Estado que foi surrupiado por esta quadrilha de ladrões, nomeado poe ele Governador? Tudo leva a crer que Simão Jatene foi conivente com este crime, portanto se enquadra por crime de improb9idade administrativa

Anônimo disse...

como pode senhor governador acontecer tanto escandalo na famosa FCG. e as mesmas pessoas continuarem no poder.Ou o senhor nada sabe ou tudo vai continuar sem punição alguma,pelo contrário são premiados os corruptos e nós pobres mortais pagamos tudo e isso é Pará....

Anônimo disse...

KKKK isso é só o começo , no antigo Governo Jatene os instrumentos de controle interno e externo implementados pelo Governo Lula , ainda estavam amadurecendo. Daí essa farra toda. Hoje o TCU e a CGU são capazes de avaliar a aplicação de recursos públicos oriundos de repasses ou convênios no decorrer do Projeto, evitando assim sua malservação.

Anônimo disse...

O Paulo Chaves. Não é aquele gestor em cuja administração sumiu um muiraquitã raro ???? Não é o gestor-mor das obras tucanas aí em Belém ???

Anônimo disse...

Cara Perereca, parabéns. Você é de mais.

Anônimo disse...

O que mais sairá da lavra firme do Promotor Medrado? Este ano promete fortes e felizes emoções.

Anônimo disse...

Perereca saiu em comentario de post do parsifal q paulo chaves ja nomeou a prima como adjunta a mulher, a ex mulher, o filho mais velho e o mais novo....so vc p confirmar. Parabens p trabalho.

Anônimo disse...

Eras, mano, esses "causos" estavam dormindo o sono dos (in)justos em alguma gaveta? O bicho vai pegar.

Anônimo disse...

Incrível!!! como é que este Paulo José tem coragem de assumir a FCG. Ou ele que sumir com toda as provas, mas de nada adianta, pois o Ministério público tem cópia de tudo, ou realmente é a certeza da impunidade.
Acho que nós artistas deveríamos fazer uma faixa para colocar na Frente da Fundação dizendo Fora! Fora! não queremos nossa música na lama,em que chafurdam esta gente.

Anônimo disse...

Perereca, depois desta noticia da Fundação Carlos Gomes meu dia clareou, chego a conclusão e atribuo uma frase a esta gestão "PEGA FOGO CABARÉÉÉ " do porteiro ao diretor tudo safado, e vc minha perereca amada, não passe nem na frente desta lagoa maldita, senão corremos o risco de ficarmos sem perereca para sempre. (Tuca)

Anônimo disse...

Pobre Fundação,fundada pela honrada e competente Gloria Caputo que muito trabalhou pela música,foi exonerada pelo então governador Almir Gabriel e traida vergonhosamente pelo Paulo José que se dizia amiiiigo...
Depois disso é só escândalos nesta instituição que afunda à olhos vistos .E agora que a esperança volta aos músicos do Pará eis que surge novamente Paulo Jose para abocanhar mais um pouquinho.E o governador,porque nada faz,porque esta caladinho e se fazendo de mudo,sabendo de tudo.
P

Anônimo disse...

Ei Francistela eu sempre te disse que um dia a casa cai.Égua tem mesmo o DNA da família hem menina.

Anônimo disse...

Querido anonimo das 11:56PM, sua ideia da faicha FORA FORA FORA, poderiaser dada desde a gestão ´passada.

A musica (dirigentes) ja se encontra na lama a pelo ao menos 3 anos.

Meus pesames à musica (Dirigentes)

Anônimo disse...

Nossa música nunca foi tão mal...Pessoas dignas,grandes músicos ficam da lado pois é sempre uma panelinha e seus puxa sacos que comandam tudo.Quem quer trabalhar bem e não entra em esquemas esta literalmente fora.Pode ter mil Diplomas,medalhas e honrarias que nada adianta.Agora é Paulo José e seus peões que comandam tudo apesar de tantos processos comprovados.Isto é o Pará,terra conhecida lá fora pela corrupção,nepotismo e sem integridade de seus manda chuvas.

Anônimo disse...

Sou professora de escola pública e estou muito triste. Ao ler esta noticia e alguns comentários de baixo nível aqui colocados, pelo que tudo indica, por professores do Conservatório, morre uma crença que descobri ser uma grande ilusão:eu acreditava que numa escola de educação musical tão respeitada,os valores fossem mais elevados. Parece que nem a intimidade com coisas belas foi suficiente para que o respeito a coisa publica acontecesse. E o interessante é que, no lugar de defesas, vem ataques a outros! Parece que o objetivo é espalhar a lama por todo canto. Preocupo-me: com professores desse tipo, o que será de nossas crianças e jovens? O que será de nosso Estado, Sr. Governador? O Sr esta diante de uma bela oportunidade: produzir educação aos servidores públicos ou dizer que toda essa lama pode continuar com seu aval.

Anônimo disse...

Interessante,
Todas as prestações de contas da Fundação Carlos Gomes, foram aprovadas com Louvor pelos referidos orgãos de fiscalização do Estado, diga-se Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Auditoria Geral do Estado AGE). Se ambos, julgaram, deram parecer favorável e encontraram dentro das normalidades exigidas, quem sou eu ou muito menos um ex-funcionário (Rildo Aranha), tecnicamente irresponsável para o cargo a qual exercia, vir por em duvida o julgamento de tão conceituadas Instituições?
Em suma, essa tese defendida pelo ex-superintendentes Antonio Carlos Martins Braga e Daniel Araujo, podemos citar que ambos, também recebiam valores, inerentes ao cargo que ocupavam, Antonio Carlos Braga (professor de violão da FCG/IECG) participou do Grupo de trabalho de reestruturação funcional desta Fundação, recebendo valores que giravam em torno de R$ 500,00 (Quinhentos Reais), diárias e auxilio-transporte, sem ao menos comparecer nas reuniões do referido grupo, como consta na lista de freqüência assinada pelos integrantes da mesma. Nesse ínterim, devemos lembrar, se houve alguma ilegalidade, o mesmo Prof. Antonio Carlos, apropriou-se de valores do erário público, o qual também já está sendo apurado, bem como da sua participação como Coordenador quando da realização dos Festivais Internacionais de Música do Pará nos anos de 2004 a 2006, pagamentos estes, comprovados pelo SIAFEM.
Devemos lembrar que no Regimento Jurídico Único do Estado do Pará, a um caput que permite sim, pagamento de honorários aos servidores, quando este mesmos compõem grupos de trabalho ou comissões.
Quanto a Daniel Araujo, ressalte-se que o mesmo teve seus estudos custeados pelo Estado do Pará na University Of Missouri (EUA), com uma bolsa ao custo mensal de R$ 1.800,00 (Um Mil e Oitocentos Reais Mensais) e mais as 04 passagens aéreas anuais, fornecidas pela FCG, enquanto da duração de seu curso, curso esse que durou 04 anos.
No Festival de Internacional de Música do Pará do ano de 2006, Daniel Araujo, então professor de canto (sem ter formado até os dias de hoje um único aluno) recebeu a quantia de R$ 9.000,00 (Nove Mil Reais), foi um dos maiores cachês pagos a epoca a ele, pois sempre participou dos festivais de música desde 1996. Oras, se ele alega, que funcionários não podem receber, ele como professor tão menos deveria ter recebido, assim como na sua administração em que a ex-diretora técnica e professora de percussão Claudia Oliveira recebia valores em cada uma de suas apresentações, farra com diárias e passagens aéreas, viagens de 1ª classe para Europa (Paris, Viena) passeios a Brasília, Manaus, Rio de Janeiro, férias em Salvador, contratos, convênios e pagamentos ilegais, tudo custeado pelo nosso erário publico com a anuência da Dra. Patricia Passos (Diretora Adm e Financeira – tem que ser investigada, acumulo de cargos), Vanessa Santos (Coordenadora de Rec. Humanos) e Lena Mousinho (Psicóloga).
Há muita coisa da gestão do Sr. Daniel Araujo, que estão sendo descobertas, não adiantou dar sumiço em documentos, perseguir funcionários, até o presente a herança maldita deixada por esses irresponsáveis já somam um rombo de R$ 970.364.25 (Novecentos e Setenta Mil, Trezentos e Sessenta e Quatro Reais e Vinte e Cinco Centavos) contabilizados pela atua gestão e muito mais ainda está por vir.
Se há alguma coisa a ser investigada, V.Excia. Sr. Promotor Nelson Medrado, é a gestão dos Srs. Antonio Carlos Braga e principalmente do Sr. Dr. Daniel Araujo, pois, esses sim, danificaram e destruirão uma instituição de reconhecida reputação nacional e internacional.

reforçando que os valores aqui descritos foram verificados atraves de processos de tramitação e posterior empenho e pagamento pelo SIAFEM.

Anônimo disse...

O que nao faz o desespero, hein?!!! Quando deveriam ficar calados e envergonhados, saem atirando inverdades pra todo lado...hueeuh Pior que ser cocorrupto, é ser corrupto e sem vergonha na cara! Tchau Paulo José e sua quadrilha!!! Deixem as pessoas honestas, como Antonio Carlos e Daniel fora da sua lama e e tratem de baixar a cabeça diante de tamanha vergonha!!!!!!!

Anônimo disse...

Olha Joel, cuidado com a calúnia e difamação... Tem muita gente que sabe que és tu e os outros membros da Quadrilha FCG que estão postando inverdades pra desviar a atenção desse ESCÂDALO!!!!!!!!!!!!! Vocês deveriam é pegar seus instrumentos e ir tocar noutro lugar, quem sabe no Maranhão, tua terra natal... por aqui, os parauaras já estão cheios desse tipo de gente! Se voces tivessem um pingo de dignidade já teriam entregado seus cargos, mas isso passa longe de vocês, e como vc mesmo escreve... errado... "talvés" tenha que ser o Governador mesmo pra dar esse pé na b.... de vocês! Tchau Quadrilha!

Anônimo disse...

heuheueh... eles estão desesperados, será que fizeram conta pensando no salário que iriam receber.... que vergonha!!! A comunidade musical de Belém exige a imediata saída desses desonestos dos cargos ue ocupam! Sr. Governador, faça alguma coisa. Isso é uma vergonha!

Anônimo disse...

Acompanhando o desenrolar deste "affair" percebo a manifestação de opiniões, idéias, críticas e entendo o anonimato. O que não posso entender e aceitar é acusar pessoas e escolher o anonimato.

Anônimo disse...

Carissima Professora 1:54PM

Sou Prof tb e estou tão indignado quanto voce, mas minha colega, não generalize! A cordialidade, a gentileza e a educação são pilares da Conservatório, acredite.

Vms separar as coisas. Como disse alguém, o mal é q são sempre os mesmo escolhidos, ñ dando chance a novas ideias, novos rumos que poderiam ser tomados.

Até mais colega!

Anônimo disse...

Bem como dá para notar a Fundação Carlos Gomes precisa de uma assepsia urgente, tirando todos os que lá estão inclusive a Diretora Lúcia Azevedo que até pouco tempo era Assessorade de Confiança do PT, e agora volta a ser Tucana, tudo pelo poder, a Dione que ficou no PT os quatro anos do Teatro da Paz , quase deixou o Teatro ruir de tanto Cupim agora já está na Fundação Carlos Gomes como coordenadora do Bacharelado. Jateeeene!!!! por favor meu querido Governador , põe esta gente pra fora, procura pessoas que realmente queiram fazer alguma coisa pela Música do Pará.Esta gente só quer saber do bolso deles, e ficam nesta dança das cadeiras.
FORA TODOS ESTES QUE AÍ ESTÃO , OU QUE AÍ ESTIVERAM

Anônimo disse...

Depois de ler a reportagem e as opiniões sobre o fato resolvi colocar também uma opinião neste espaço.

1) Acho constrangedor saber pelo que li , que não passaram pela fundação pessoas honestas independente dos governos!
2) Saber que inspiração para compor na fundação, deixou de ser para criar musica e passou a ser para criar quadrilha.
3) Absorver quem tem talento e morreu sem estourar no universo musical como no caso do Vicente do Cavaco o melhor sete cordas do Brasil servidor de cafezinho no Interpa e morador quando vivo em casa de madeira no Jurunas.
4) Ter certeza que nem com um musico no comando do estado a fundação soube desempenhar corretamente a função para qual foi criada
5) Reconhecer que na fundação o que ensinam bem não é musica e sim representação teatral, formando ótimos atores porem capazes apenas de atuar no papel de bandido.
6) Justificar que a pirataria no formato de CD por incrível que pareça divulga mais o talento de um artista que a fundação, opinião justificada pelo sucesso de Joelma e Chimbinha .
7) Ter um a consciência pesada por ter adquirido meu piano Frances da marca Henri Herz em um leilão publico feito pelo estado onde são leiloados os bens tidos como inservíveis pela irrisória quantia de R$ 100,00 mais 10% de comissão no total de R$ 110,00 reais, ele apenas desafinado foi dado como inservível pela fundação e colocado no leilão pela Sead.
8) Que a pior coisa ainda pode acontecer dada as ações irracionais de pessoas lotadas na fundação, ela não sobreviver a tal sangria.

O que acontece na Fundação Carlos Gomes acontece na casa da linguagem embora em menor escala, e talvez , digo talvez no Curro Velho.

Não seria o caso de ser criada uma corregedoria formada por TCE, MP , OAB e ALEPA que todo mês checasse um local onde o estado nomeasse o gestor , verificando suas ações e com isso impedindo longevidade na maquiagem dos atos praticados os quais só aparecem quando o calor de interesses derrete o disfarce.

Contudo nunca acontecera tal corregedoria porque não existe 100% de interesse em nem um dos citados para compor tal corregedoria , porem essa ínfima parte de desinteressados basta para obstruir dado o corporativismo existente!

Plagiando o primeiro comentário “ TA TUDO DOMINADO” realmente essa frase diz tudo!

Agora a única verdade é que nos últimos 16 anos não passaram inocentes pela fundação , tempo que talvez se alongue para 20 anos pela chave de sol!

MCB

Anônimo disse...

Inocentes na Fundação não existe mesmo.É mesmo uma panelinha que nunca sai e nada muda.O ensino parou nos anos 1950,e os professôres se calam porque romper a rotina da mediocridade é difícil então aceitam o lema"fingo que trabalho e os dirigentes fingem que pagam" enquanto esso acontece o SAM está 1000 anos luz na frente quer no ensino ou na capacitação dos professôres.
Nunca vi tanta incompetência em uma escola e os orgãos do gov~erno nada fazem.
A quadrilha vai bem,obrigado e o NEPOTISMO é pura verdade.Ai meu Pará...

Anônimo disse...

Grande pianista afinado com o Governo do Estado e com a corrupção. Não sei como o nosso tradicional povo ordeiro e honesto pode optar por um Governo desse e ainda não completamos nem as três primeiras semanas e já explodem as bombas na SEEL e na Fundação Carlos Gomes... e vem mais

Anônimo disse...

Além de familiares do senador Mario Couto na gestão do Detran, agora um primor de indicação técnica.Para a Diretoria de Unidades Regionalizadas( trata entre outras tantas coisas, de habilitações,veículos, agencias e regionais em todo o Estado ).Trata-se de Fernando Antonio Lobato Tavares, ex- prefeito de Santa Cruz do Ararí, municipio situado, no arquipélago do Marajó.Com certeza a indicação foi fundamentada no grande conhecimento do ex-prefeito em trânsito, adquirido durante a sua gestão na prefeitura, no complicado e congestionado na sede do municipio.Tudo de acordo com os preceitos anunciados pelo governador Jatene,para nomeação de gestores.Além disso, em rápidas pinceladas no Trinunal de Contas do Estado consta acórdão 47.582.condenando-o por contas irregulares durante sua passagem pela prefeitura.Consta ainda o processo de n.2006/5068-1.No Tribunal de Contas da União rapidamente visualizamos 3 processos contra o novo diretor.Falta ainda observar o TCM.

Felipe Ericeira disse...

Desenvolvimento Integrado

Nesta sexta-feira tem início os Seminários Regionais para o Desenvolvimento Integrado que a Famep realizará nas doze regiões de integração de nosso Estado.

O primeiro deles acontece em Belém, na UFPA.

Participe!

Anônimo disse...

MCB

Meu filho estuda nessa instituição e graças a Deus está conseguindo trilhar um bom caminho se apresentando em festivais pelo Brasil, então fiquei chateada qnd vc fala:
"fundação o que ensinam bem não é musica e sim representação teatral, formando ótimos atores porem capazes apenas de atuar no papel de bandido"

Apoio o anonimo das 8:58 qnd diz " não generalize! A cordialidade, a gentileza e a educação são pilares da Conservatório" e testemunho esse tratamento dos professores e afuncionarios a muitos anos.

Procurei me informar quem são essas pessoas e pouquissimo desses imcopetentes são professores dá pra conferir em uma mão sobrando dedo: Paulo José e Daniel Araujo, apenas esses ja foram professores da casa e sem nenhuma representação, pois nem formar UMZINHO, formaram.

É isso queridos, critiquem os dirigentes, mas ñ envolva essa casa centenária e prestigiada, se ñ me engano a terceira mais antiga do Brasil.

Meu filho assim como muuuuitos outro, juntamente com os professores é q fazem aquela casa.

TRM

Anônimo disse...

A pergunta final: Por quê esta notícia não repercurtiu na grande imprensa e em outros blogs?
Com a palavra a mediadora.

Anônimo disse...

Nos outros blogs eu não sei, mas já saiu no reporter 70 duas vezes. Uma no jornal de domingo passado e outra no jornal de quarta. Da uma conferida. Mas pode ver tudo tbm na pagina do Ministário público. Link: https://www2.mp.pa.gov.br/sistemas/gcsubsites/index.php?action=Destaque.show&id=325&oOrgao=64 ..... É só conferir! E juntar-se ao hall dos indignados! Vamos lá Governador, o povo quer respostas e atitudes!!!!

Anônimo disse...

Não vejo a hora desse pessoal ficar na cadeia!!!!Vai ser show!!!!Concordo com o anônimo anterior...nem o Diário deu nada sobre isso...uma pena!

Anônimo disse...

Respondendo ao anônimo das 8:28
Até temos vontade de denunciar, nós funcionários corretos e que fazemos de fato o trabalho da repartição, porém nosso emprego irá pelo ralo, atrás de nós, vem família, muitas vezes nossa idosa mãe, enfim... se o MP não pode com um governo desse, faça idéia nós, pobres mortais. Te coloca no lugar da gente, que trabalha batendo ponto de semana a semana, ganhado uma miséria, sabendo e fazendo o trabalho da repartição e tendo que assistir “calado” gestão após gestão a distribuição de cargos pra gente que não sabe nem pra que lado a banda toca, quanto mais o que toca. Pedindo a Nossa Senhora de Nazaré que permita que o próximo gestor, veja o nosso vigoroso e profissional trabalho e pelo menos nos mantenha no emprego. Se queixar pra quem? Pro Bispo? Belém ainda é dos coronéis mano, há muito que mudar, e nós, funcionários corretos, precisamos alimentar boquinhas que estão a nossa espera em casa. Há muito funcionário público honesto, competente e trabalhador. Inocentes na Fundação não existe mesmo, mas gente honesta ainda se acha por lá, gente que entra pelo currículo e não pelo político, pela força de trabalho sem qualquer indicação. Essa fala da Presidenta Dilma de nomear os técnicos, nada mais é que isso; uma tentativa de fazer o país caminhar.

Anônimo disse...

Muito legal,no Federal são 30% de DAS's ocupados por servidores de carreira, a tendência é que esse percentual aumente, e no Estado, só ficamos vendo o festival de nomeações, quando isso vai mudar!
Socoooooooooorro, será que alguem vai ouvir?

Anônimo disse...

Foi Shakespeare quem escreveu, aquele Willian. Vejam, parece que foi hoje que ele teve esta inspiração!

Farto de tudo clamo a paz da morte
Ao ver quem de valor penar em vida
E os mais inúteis com riqueza e sorte
E a fé mais pura triste ao ser traída
E altas honras a quem vale nada
E a virtude virginal prostituída
E a plena perfeição caluniada
E a força, vacilante, enfraquecida
E o déspota calar a voz da arte
E o néscio, feito um sábio, decidindo
E o todo, simples, tido como parte
E o bom a mau patrão servindo
Farto de tudo, penso, parto sem dor
Mas se partir, deixo só o meu amor

Mestre Chico Barão disse...

Ao Anônimo da 3:08 TRM

(To Ruminando Mestre )

Sempre sonhando acordada
Continue minha querida
Se a carapuça lhe serve
Faça bom uso da dita

Nunca eu ouvi falar
Que inocente precise de defesa
Ou que umzinho fumar
Tire o talento de quem tem para dar

Porem um fato complica
Essa sua indignação
Como você explica
Ser correta essa ação

De quem se apossa do alheio
E nem fica da cor do sezão
Queres separar arroz de centeio
Sabendo que toda regra tem exceção

Brancura não traz inocência
Malandro se veste do mais branco linho
Tenha santa paciência
Deixe de ser mamãe do filinho

Sei que hoje não podes parir
Pois onde tu tomas não gera
Me faça parar de rir
Deixando de ser uma megera

Respeite a memória
De um humilde talento
Que desse mundo partiu
Acabe com essa istoria
Sem o menor fundamento
E vá para a rima

MCB Mestre Chico Barão
Compositor,PHD em Armco Staco , Artista Plástico , Instrutor de Mergulho Dive Master, Poeta, Mestre em Pavimentação Ecologicamente Correta, Escritor. Empresário , com muito orgulho parceiro do Nego Magê do Ver o Peso e amigo do Seu Boneco da feira da 25

OBS: Quando assino MCB na net (Maneira como dou autógrafos) é porque a conta Google não esta entrando!

Anônimo disse...

Égua Pererequinha, tu estais D + mana. Até esse tar de Xeiquespi te visita. Agora é verdade mana, paresque que ele escreveu isso hoje!Isso dá um desalento saber que essa bandalheira tem tanto tempo. Credo!

Anônimo disse...

MCB,

Grandes merda...

Anônimo disse...

Caro MCB

Sua composição no minimo é de gosto duvido, mas perdestes o respeito e fostes muito deselegante no seu titulo e em especial nesse medíocre verso:

"Sei que hoje não podes parir
Pois onde tu tomas não gera
Me faça parar de rir
Deixando de ser uma megera"

Agora chega e fale só.

Nunca deram tanta tr[ela pra ti

Anônimo disse...

o DANIEL ganhou esse cache de 9 mil...
Mas ele e a Caludia queriam que os musicos tocassem no festival de graça.. pagaram apenas 300,00 por cada apresentaçao e ainda criaram um edital proibindo os grupos de participarem de mais de dois eventos no festival..
isso é uma vergonha, explorando todos os musicos e enchendo os bolsos com o dinheiro publico.

Anônimo disse...

Os orgaos referentes a musica neste Estado está um caos.
Vejam a OSTP com salarios atrasados, o décimo até agora não foi pago e outros problemas financeiros que se arrastam e nao são resolvidos.
Perereca, investigue que vai aparecer as broncas, deviam abrir um CPI na famigerada ATP- associção dos amigos do teatro da paz para saber para onde foi o dinheiro dos salarios do musicos.

Anônimo disse...

Esse promotor deve botar quente lá na OSTP, tem diretor que já foi denunciado ao ministério público,e ninguém sabe dizer onde vai o dinheiro dos salários (sempre atrasados) dos músicos.
Precisa abrir a caixa preta da ATP com urgência.

Anônimo disse...

Gente do jeito que as Escolas de Músicas vivem de panelinha, poderiam até me explicar se existe hereditariedade na música, duvido se alguém pode me dizer qual o professor destas instituições que não tem filho dentro?????

Anônimo disse...

Gente este pessoal precisa estar na cadeia, o ministério que é um mistério precisa agir, parece até que isto é novidade,isto não é adivinhação é FATO!!!!! todos sabem e fingem que não...CHEGA de tanta falcatrua e corporativismo, são quadrilhas que estão regendo a administração desta Escola!!!!

Anônimo disse...

Anonimo das 7:53PM

Ñ é direção da escola, ñ confunda FUNDAÇÃO CARLOS GOMES com CONSERVATORIO CARLOS GOMES

Anônimo disse...

Da tudo no mesmo. A diretora da escola e mulher do diretor técnico, que e genro da coordenadora.... Todos fazem parte do mesmo clã... E pra quem não sabe esses cargos são escolhidos pelo superintendente, entao escola e setor administrativo são a mesma coisa!

Anônimo disse...

Repara Perereca, toda vez que tem essa fala sobre dinheiro... e de músico... Já se sabe quem é: Joel, o magoado! Ele sofre de mau humor crônico, trata as pessoas com grosserias o tempo todo e quer ser gestor. Qual é o Governo que vai entregar nas mãos de uma pessoa com este estado de ânimo a gestão de uma Instituição?! Já imaginou quantos votos perdidos?
Ah... e traduzindo:
Cache = cachê / Caludia = Cláudia / musicos = músicos / publico = público

“o DANIEL ganhou esse cache de 9 mil...
Mas ele e a Caludia queriam que os musicos tocassem no festival de graça.. pagaram apenas 300,00 por cada apresentaçao e ainda criaram um edital proibindo os grupos de participarem de mais de dois eventos no festival..
isso é uma vergonha, explorando todos os musicos e enchendo os bolsos com o dinheiro publico.”

Volta pro mar oferenda!

Anônimo disse...

oncordo com o Anonimo das 10:20PM Uma coisa é Conservatório com seus alunos e seus professores q fazem dessa casa centenária um lugar de harmonia, outra coisa é a Fundação, lugar q nos ultimos anos tem se revelado um verdadeiro ninho de cobras

Pelo o q meus colegas falavam, a ex-direção da Fundação só faltou acabar com o Conservatorio e que eles exaltam 4 pessoas: A Diretora Lucia, a Coordenadora Doris com sua liderança através do carinho, a Coordenadora do Bacharelado q deve estar com divida ate hj e o Prof Joel q sempre animou, uniu e mobilizou os professores fazem abaixo assinado derrubando ate membros de alto escalão e amigo (hummmmmmmmmmmmmmm) do superintendente.

Lee

Anônimo disse...

Gente, vocês ficam perdendo tempo falando de gente honesta.... O assunto aqui e a quadrilha! Governador a quadrilha ainda esta no mesmo lugar.... Fora com essa quadrilha! Deveriam andar de cabeça baixa! Mas vê-se que são uns desavergonhados mesmo! Abaixo a impunidade! Fora Paulo, Joel, Lucia e seus afilhados!

Anônimo disse...

O Joel já ocupou cargo de confiança na Fundação com o Careca Brega; nada fez a não ser namorar a diretora do conservatório.
Deixou o cargo que ocupou na gestão do PT e foi tocar cello pra campanha do Jateve.
O que esperar dele que dança conforme a música? quer dizer com seus interesses, quer é mamar e trairar.

Anônimo disse...

O problema da OSTP é sério, a diretora do TP, a cheia dos colares, passou todos os quatro anos junto com o secretário Edilson e não fizeram nada em benefício da OSTP nem do teatro.
Os problemas continuam, a ATP é caso pra uma CPI como falaram aí em cima.E urgente.
Bastou trocar de governo e partido que todos se ajeitam de novo neste ciclo fechadinho, vejam a ex- diretora do TP já é a coordenadora do bacharelado, a diretora do Conservatorio continua a mesma do governo anterior, é tão rápido que mudam de lugar, de partidos politícos, de convicções que querem saber é apenas de seus bolsos e a classe de músicos que se lixem.
È só a panelinha deles, só pensam neles, uma tristeza tudo isso.

Anônimo disse...

A ex- diretora do TP deixou o teto do teatro da paz desabar ..e a ostp também..

Anônimo disse...

Choooooooooooooooooora cambada.

Quem é sério trabalha em qualquer governo!!!!

Afinal, se pende tanto o ñ revanchismo e vejam vcs...

Chooooooooooooooora cambada!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

quem ta certo ou ta errado ñ se sabe.se nem a nossa justiça que ñ vale nada toma uma atitude,o jeito é os artistas que são os prejudicados por esses atos irem pra rua fazer briga.
jatene va vesturia,pois a administração do carlos gomes esta com uma bancada de familia e isso se chama nepotismo.
escute paulo Jose seja bem as pessoas que vc coloca.pois vc so esta ai na fundação por causa do jatene,e vc tem que pensar que daqui a quatro anos tem votação de novo e o jatene precisa se reeleger........

Anônimo disse...

Mas siiiiimmmmmm Perereca, fizestes barulho, bombou os comentários, mas e aí???? Ja moveram alguma palha mana??? em q pé está?????

Anônimo disse...

Sou aluno do Bacharelado e quando retornei para fazer matrícula fiquei sabendo que nossa coordenadora,uma pessoa digna,honrada,amiga e que dava tudo pelo curso tinha sido exonerada em favòr da famosa Dione que acabou com a OTP e o teatro .Gente doeu...Paulo Chaves pelo amor da dignidade como pode acontecer isso.Ficamos desolados pois perdemos nosso Porto Seguro.Eu não posso dizer quem sou temendo represálias pois preciso de trabalhar mais quero agradecer muito o trabalho de nossa querida Pf.Maria Luiza.Deus lhe guie pois pessoas como a senhora realmente não existem nesta terra injusta.

Anônimo disse...

Concordo com vc amigo(a), a Profa. Maria Luiza é uma das pessoas mais dignas que eu conheço. É lamentável que ela não esteja mais no bacharelado! Por outro lado, ela não iria mesmo conseguir trabalhar ao lado das pessoas desonestas que estão por lá agora. Ela é muito digna pra aceitar algum convite de permanecer no Bacharelado, subordinada à quadrilha do Paulo José... Pra aceitar isso, só mesmo a Dione Colares. Que pena!! O Pará nuca vai sair do buraco assim!

Anônimo disse...

A pf.Maria Luiza,transformou o Curso de Bacharelado.Eu, que estudei antes dela ser coordenadora posso dizer com conhecimento de causa.Ela só pensava no curso,não tinha hora para descansar,fazia tudo pelos alunos,colocou um quadro de professôres de alto nível como o André,David,Renato,Claudio trindade,Amilcar entre outros.Qualquer coisa que faltava ela cobria com o seu própio dinheiro para não deixar o curso na mão e nós ajudar.Vivia correndo na UEPA para consequir concursos de monitoria para nós e qualificação dos professores que pela Fundação ganham uma miséria.Basta dizer que sempre foi homenageada pelos alunos desde que assumiu o Curso.Ela com certeza incomodou a mediocridade que permanece naquela Casa de Ensino.Acima de tudo ela era uma pessoa boa e amiga.Nós é que vamos sentir muito sua falta.Boa sorte querida mestra com M maiusculo.Lhe telefonarei breve.

Anônimo disse...

Meus caros colegas do bacharelado, Charabelado ou para os mais intimo Sheila.

Fico até surpreso com essas manifestações pela Prof. Maria Luiza, q merece respeito, mas babá ovo é demais.

Ela joga pra torcida, e vcs são a torcida.

Sabe aquela historia de q dá com uma mão e pega com outra? Aplica-se

Agora vcs dizem q ela conseguio André,David,Renato,Claudio trindade,Amilcar entre outros, entãoé fato q conseguio o Enaldo, Mariana, Guaracy, assim como perdeu Emmerson de Biaggi, Ayrton Benck, Del Claro, Dilson Florenso, Silverio Maia, Jacob Cantão, Carlos Pires,m entre muitos.

Meus amigos, quanto as bolsas, peguem os editais dos outros cursos, o nosso de musica era o q tinha menos vagas e diga-se, ñ era ela q arranjava né...?

Meus caros, onde estão projetos de extensão, grupos de perquisas, seminarios e congresso? Pois é?

Adoro a Prof Maria Luiza, ela ja ate pagou lanche pra mim, mas meus colegas, menos né...

Anônimo disse...

Nossa, eu fui aluno bo Bacharelado e atravessei dois governos e posso afirmar que a Profa. Maria Luiza foi a melhor coisa que poderia ter acontecido ali, inclusive sei que os professores de fora do Estado que saíram, o fizeram por razões pessoais, nada relacionado ao trabalho da Profa. Maria Luiza, pelo contrário. Fico surpreso com esse comentário do Joel Costa, afinal todos sabemos que é ele... basta ver os erros de português e o despeito, porque ninguém tem nada de bom a falar sobre ele ou seu pouco talento. É uma pena que esse sujeito ainda esteja no quadro do Conservatório! Afinal ele divide suas horas de trabalho entre o chafariz da escola e o bar da loja de conveniencias. Francamente,Joel... Acho que esse espaço democrático dos blogs deva ser mais bem utilizado, com debates de conteúdo, como por exemplo... Por que será que o Sr. Gov. mantém uma quadrilha na chefia de um órgão PÚBLICO? Por que, mesmo diante de todas as denúncias feitas e comprovadas nesse blog, qué é um espaço sério de debate, o Jatene ainda não fez nada? Teria ele alguma amizade com essas pessoas para protegê-las? Ou teria ele recebido algum dinheiro nos desvios da quadrilha? Vamos debater o que realmente importa! E enquanto isso, a quadrilha ainda está sendo paga com o dinheiro do POVO PARAENSE! Sr. Governador, o povo pede providências!

Anônimo disse...

Os professõres que o Curso perdeu não tem nada com à Pfra. Luiza.Muitos sairam por problemas relacionados as suas Universidades ou compromissos particulares ou até mesmo por não estarem satisfeitos com o rumo que a FCG. estava tomando.Creio pelo que eu vi,ela lamentava muito as perdas e tentava de tõdas as maneiras consequir professores do mesmo nível o que nem sempre foi possível devido ao orçamento da FCG, e as limitações do Curso.Peço sòmente mais respeito de sua parte colega e não fique com gracejos.Ela trabalhou muito por nós.

Anônimo disse...

Os professõres que o Curso perdeu não tem nada com à Pfra. Luiza.Muitos sairam por problemas relacionados as suas Universidades ou compromissos particulares ou até mesmo por não estarem satisfeitos com o rumo que a FCG. estava tomando.Creio pelo que eu vi,ela lamentava muito as perdas e tentava de tõdas as maneiras consequir professores do mesmo nível o que nem sempre foi possível devido ao orçamento da FCG, e as limitações do Curso.Peço sòmente mais respeito de sua parte colega e não fique com gracejos.Ela trabalhou muito por nós.

Anônimo disse...

Ok, se ocara passa em concurso ela consegue se o cara pede demissão ñ é ela q perde,

Ah tá... explicou

Anônimo disse...

O nível educacional do bacharelado e do carlos gomes tá caindo cada vez mais..
vejam que no bacharelado os alunos se recusaram a ter aulas com o ex-maestro da Ostp, o Enaldo Oliveira pois o mesmo não sabe nada, é muito fraco,
e os alunos do bacharelado fizeram abaixo assinado pra tirar ele da Uepa.

Anônimo disse...

Pois é caro colega... O Enaldo foi a M. Luiza q conseguio...

Anônimo disse...

O Dr.Enaldo veio para a orquestra e para o bacharelado pelas maõs da ÈDione e Lucia Couceiro e foi substituido logo pelo Pf, Amilcar que é excelente.O Dr.Enaldo tem um belo currículo e é concursado da UEPA.Quem fala que não sabe sequer escrever será que chega a seus pés ou está mordidinho porque nada sabe ,nada toca e só é puxa saco ignorante e despeitado.Seus dias estão contados tb.tem olhos o outro lado da moeda seu safado.

Anônimo disse...

gente,por favor deixem a vida dos outros em paz,orem,orem muito,vão da Assembleia de Deus caros colegas que é melhor do que fazer juizodas pessoas de bem quem tudo sabe nada sabe Deus era Humilde e bom por favor vamos estudar que é bom e deixar de falar da pobre Fundação que tem só gente de bem.

Anônimo disse...

Mais minha gente,o ensino do Conservatório parou em 1950.O SAM já está na frente à muito tempo.O ensino desta Instituiçao se chama tartaruga e os professôres vivem caladinhos senão vão para o olho da rua mesmo.É uma tal de vingança que ninguem imagina e a diretora é só fachada. Onde está o concurso e o plano de cargos e salários deixado pela honrada Pf. Gloria Caputo,coitada se matou para acabar tudo do jeito que está.

Anônimo disse...

é minha gente,caros colegas e agora como está o bacharelado falta aula de tudo as mais importantes e a assessora nada resolve,nada sabe,de música não entende porra alguma e só fica uns momentos por lá.Em pensar que eramos felizes e não sabiamos.Falem de quem deu seu tempo total para lá...é o castigo vem a galope,e depois lá vem a Dione uma figurinha bem odiada pelos músicos,o Pf. Gilbertinho do teatro que o diga,como ela deixou a casaúma merda só.Ha,ha,haaaaa......

Anônimo disse...

È, não dá pra entender, como a Dione afundou o TP e a OSTP, agora é nomeada coordenadora do bacharelado?
como pode?

Anônimo disse...

TODOS OS MUSICOS SABEM que o dr. Enaldo fez um concurso mentiroso pra dar aulas na UEPA, foi um escândalo pq foi tudo arranjado por uma professora e o resultado foi que os alunos do bacharelado se recusaram a ter aulas com ele.
E como maestro toda a OSTP sabe do calote que ele deu aos musicos que ficaram sem receber seus cachês.

Anônimo disse...

Agradecimentos à Dione que através de troca troca de cantar lá,trouxe o Enaldo para cá.E se não fosse por ela isso nunca teria acontecido.Agradecimentos sem cessar a cantora de meia tijela,ultrapassada e vingativa.O marcos Goes que o diga...Haaaa.Leiam a coluna dele.

Anônimo disse...

È agora estão vendo o nepotismo no governo do Jatene.É de doer de cabo a rabo tem muito mais e a FCG.é demais e ninguem fala naaada.Tudo é parentes ,aderentes,genros ,sogra velhotinha,amados,sobrinhas, genros,pajelancia e tudo mais .A Fundação para que serve afinal,deveria acabar e ser só o CENTUR,e a escola passar novamente para a SEDUC,e o Bacharelado a UEPA asumir que é o desejo dos alunos e professores que teriam uma carreira digna e não ser capachos do Paulo José e sua gangue de incompetentes e mui amigos.Paulo Chaves,SOCOOOORRO.

Anônimo disse...

ei Daniel, te conforma, homem"

Anônimo disse...

caros colegas do bacharelado em música,tiraram a Pf. Maria Luiza e deixaram o curso a deriva.Tem uma assessora prepotente,grossa,que nada sabe de música,falta que sò vendo e nada,nada resolve a não ser com mentiras.E a Dione, onde está gente.O curso vai de mal a pior e a UEPA que disse.....nada de nada e o Paulo,tb.nãoestá nem ai...só pensando no festival com seu capanga Joelito dos Prazeres cujo maior prazer é infernar a vida dos pobres músicos do Pará,ja que ele é parente do Sarney.Jaaaaateeeeneeee.....

Anônimo disse...

Sinto muita saudade do tempo da pf.Luiza.Ela tratava todos bem e com muita atenção e carinho.Agora...e como o curso ficasse à deriva.nada tem nada pode e é só talvez,pois nada sabem.Quem dirige agora é burra que só vendo.

Anônimo disse...

A pf. Maonfa Luiza nunca será esquecida,ela era competente,educada,trabalhadora,amadapor todos e pela UEPA muito mais ,consequia tudo para o curso e foi a maior injustiça que fizeram.Acho que ela estava fazendo sombra para muita gente e encomodou.Nós d bacharelado sentimos demais sua falta.O curso está uma droga,socorro UEPA,socorro Lucia Valério,socorro Reitora que é a mais brilhante que a UEPA já elegeu....

Anônimo disse...

Fundação tá uma merda depois que colocaram uma diretora mercenaria, grossa e mal carater