Ban

quinta-feira, 18 de março de 2010

Máfia da malária e cobaias humanas






Tem de tudo nesta nossa Amazônia - até máfia da malária, contrabando de mosquito e cobaias humanas.



Diz matéria da Agência Amazônia, que vi no blog do Espalha Brasa (http://zezoferreira.blogspot.com/2010/03/amazonia_17.html ):





Capturados na Amazônia, anofelinos são biopirateados por pesquisadores brasileiros e estrangeiros




CHICO ARAÚJO





BRASÍLIA — Centenas de espécimes do mosquito transmissor da malária, coletadas com o uso de cobaias humanas em várias partes da Amazônia, estão sendo enviados para os Estados Unidos onde são estudados em laboratórios.



O responsável pelos freqüentes envios dos mosquitos seria Allan Kardec Ribeiro Gallardo, biólogo e pesquisador brasileiro da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).



A denúncia é da Associação Brasileira de Proteção aos Sujeitos da Pesquisa Clínica (Abraspec) que há meses investiga as conexões de uma suposta máfia de malária em atuação na Amazônia. A quadrilha contaria com o aval de autoridades brasileiras da área de saúde.



Há também indícios de que o National Institute of Health, dos Estados Unidos, investiu ilicitamente nos últimos anos mais de US$ 20 milhões na Amazônia na busca do mosquito transmissor da malária.



As ações, segundo a Abraspec, contariam com a ajuda direta de vários pesquisadores e autoridades brasileiras.



“Há provas de que foram pagos mais de US$ 925 mil só por aquele estudo realizado no Amapá (Heterogeneidade de Vetores e Malária no Brasil) fora todos os outros que ainda estão em andamento em solo brasileiro”, assegura o presidente da Abraspec, o advogado Jardson Bezerra. O advogado é especialista em Biodireito”.




Não deixe de ler a íntegra dessa impressionante reportagem. Aqui:
http://www.agenciaamazonia.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=711:mosquito-da-amazonia-e-biopirateado-para-os-eua-&catid=1:noticias&Itemid=704



Nenhum comentário: