Ban

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Tapioca na parada. Agora, só falta o café.

Os processos licitatórios apreendidos na sede do Detran, na operação realizada na última terça-feira pelo Ministério Público, para investigar supostas fraudes na Assembléia Legislativa, podem ressuscitar o  “escândalo da Tapioca” ou “Tapiocouto”.
Dos quatro processos licitatórios, três teriam sido vencidos pelo dono da empresa envolvida naquele escândalo.
Os processos, todos da Assembléia Legislativa, foram encontrados na gaveta do diretor do Detran, Sérgio Duboc, ex-assessor de Mário Couto no Senado, ex-diretor financeiro da AL, quando Couto presidiu a Casa, e ainda indicado para o Detran, segundo se diz, pelo mesmíssimo senador.
No  “Tapicouto”, a  AL teria comprado mais de R$ 2 milhões em material elétrico de uma empresa que comercializava  farinha de tapioca. Tudo na gestão do tucano.

Secom nega exoneração de Duboc

A Secretaria de Comunicação do Governo do Estado negou, há pouco, a exoneração do diretor do Detran, Sérgio Duboc, suspeito de envolvimento nas supostas  fraudes na Assembléia Legislativa.
Fonte do blog revelou, porém, que Jatene e Duboc teriam conversado sobre as investigações na AL, na manhã de hoje.
Não se sabe o resultado da conversa, mas, segundo a fonte, “é claro que causa desconforto ao Governo ter um dirigente do Estado supostamente envolvido nisso”.
Há muita boataria sobre a queda de Duboc. A Perereca está toda enrolada com o processo do desembargador XXXXXX, mas vai tentar obter mais informações.

Mônica é reinquirida 

Mônica Pinto está sendo reinquirida pelo Ministério Público. O depoimento começou às 17 horas. Os promotores querem que ela esclareça informações que forneceu à repórter Enize Vidigal, na entrevista publicada pelo O Liberal de domingo. A dúvida é principalmente quanto aos funcionários fantasmas que existiriam na AL.

Vai falta Q-Boa...

Entidades vão lavar as escadarias da AL, em protesto contra as supostas fraudes. Aqui, no blog do Zé Carlos: http://zecarlosdopv.blogspot.com/2011/04/lavando-corrupcao.html


.............................
Atualizado às 20h45: 
                  
No portal do DOL:
“Sindicalistas protestam contra corrupção na terça
Um grupo de entidades sindicais e sindicalistas encabeçadas pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública no Estado do Pará (Sintepp) e Sintprevs-PA (Sindicato dos Trabalhadores em Previdência, Saúde, Trabalho e Assistência Soial no Estado do Pará) realizam, a partir das 9h desta terça-feira (25), um ato público em defesa da instalação da CPI para apurar as denúncias de irregularidades na Assembléia Legislativa do Estado do Pará.
Os manifestantes estão sendo mobilizados para fazer a concentração em frente ao prédio da Alepa, de onde devem sair para percorrer os gabinetes dos deputados em busca das assinaturas necessárias para a instalação da CPI. (DOL com informações da coordenação do movimento sindical)”.

8 comentários:

Anônimo disse...

É UMA GRANDE FALTA DE VERGONHA NA CARA E UM TAPA NA CARA DE QUEM VOTOU EM JATENE,SE ELE DEIXAR ESSE CORRUPTO NA DIREÇÃO GERAL DO Detran.

Anônimo disse...

Por que Jatene tenta protejer e passara a mão na cabeça desse Duboc?O que Jatene teme?Se deixar ele no detran,é o inicio da desmoralização de seu governo.u

Anônimo disse...

Esse movimento deveria se estender em todo estado,afinal de contas aquela casa (ALEPA)é do povo do Pará.E o povo tem que participar para saber que tem direito de repudiar essas canalhices,em rede nacional.É muito vergonhoso,ver tantas crianças morrendo em nosso estado por falta de remédio,é lamentavel,ver esta corrupção,tão discaradamente.

Anônimo disse...

Como diria minha avó: Quem com porcos andam farelos comem! Esses caras são especialistas nesse mister: roubar o erário e esconder as pistas! O problema é que nenhum crime é perfeito e sempre tem uma mulher traída pra derrubar todo mundo..

Marcelo Medeiros disse...

O Pará inteiro precisa que apareça algum Elliot Ness para extinguir toda essa sujeira na política corporativa que grassa em todo o Estado.
A nossa CASA DE LEIS, a Assembleia Legislativa, tem que ser passada a limpo, doa a quem doer, sem ligar para os interesses de quem quer que seja.
O Ministério Público tem a obrigação constitucional de APURAR TUDO e o povo precisa estar informado e BEM INFORMADO.

Anônimo disse...

Esse movimento deveria abarcar os atos de nepotismo cruzado envolvendo o executivo e os demais poderes do estado.

Querer restringir a corrupção ao poder legislativo é tapar o sol com a peneira. O Pará precisa ser passado a limpo.

Augusto

Anônimo disse...

Vamos estabelecer um roteiro, primeiro a Alepa, depois o TJE, o TCE, TCM, Palácio dos Despachos.

Carlos

FRANCISCO ACAPU disse...

Muito oportuno e esclarecedor todo seu levantamento pilantral dos envolvidos, lhe parabenizo pela qualidade da pesquisa, continue assim, ganhou mais um defensor do Estado. abaixo a patifaria política.