Ban

terça-feira, 19 de abril de 2011

Promotores e polícia apreendem processos licitatórios da Assembléia Legislativa no gabinete de diretor do Detran

Quatro processos licitatórios antigos da Assembléia Legislativa do Estado foram apreendidos, na manhã de hoje, no gabinete do diretor geral do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Sérgio Duboc, que é ligado ao senador tucano Mário Couto. Duboc foi, inclusive, diretor-financeiro da Assembléia na época em que Couto presidiu a Casa.
A apreensão desses processos foi realizada durante a operação desencadeada na manhã de hoje pelo Ministério Público Estadual e polícia civil para apurar supostas fraudes na Assembléia Legislativa.
Doze mandados de busca e apreensão foram cumpridos, um deles no Detran e outro na casa de Sérgio Duboc. Os processos apreendidos estavam numa gaveta da mesa dele, que foi aberta com a ajuda de um chaveiro.
Três servidores da AL estão detidos e há uma quarta pessoa foragida, de nome “Lene”, que trabalhava junto com Mônica Pinto, exonerada da AL no início deste ano por suposto envolvimento em fraudes de contracheques, para a obtenção de empréstimos consignados.  
Documentos apreendidos pelo Ministério Público Estadual e polícia civil, agora de manhã, além de gravações e outros documentos obtidos durante as investigações indicariam a existência de “fraude generalizada” na Assembléia Legislativa do Estado.
O escândalo incluiria a engorda artificial de salários, turbinados de R$ 700,00 para até R$ 14 mil ou R$ 15 mil, além de servidores fantasmas. Contracheques de servidores fantasmas já se encontrariam nas mãos dos promotores.
Não são verdadeiras, porém, as informações correntes na cidade de que haveria doze deputados e doze assessores envolvidos nessas supostas fraudes – coisa que, aliás, a Perereca chegou a noticiar na postagem abaixo. E é possível que tal boato tenha surgido devido ao número de mandados de busca e apreensão cumpridos na manhã de hoje.
Entre os locais visados pela busca e apreensão estavam a residência do ex-deputado estadual e ex-presidente da AL, Domingos Juvenil (onde não teria sido encontrado nada); a casa de um sobrinho dele, Edmilson Campos, onde foi apreendido um computador e farta documentação; e as casas dos três servidores detidos na manhã de hoje: Jorge Moisés Caddah, Semmel Charone e Daura Irene Xavier Hage.
Na casa de Edmilson, a polícia e o MP encontraram carros abertos, sapatos espalhados pelo chão e três quartos trancados – e chegaram a pensar que não houvesse ninguém em casa. Mas quando conseguiram abrir um dos quartos, com a ajuda de um chaveiro, encontram a mulher de Edmilson escondida debaixo da cama e ele trancado no banheiro. Apesar do anúncio, feito uma hora antes, de que se tratava da chegada do MP e da polícia, o casal teria alegado que pensou se tratar “de bandidos”.
Na AL, o MP e a polícia copiaram folhas de pagamento relativas a vários anos anteriores, desde 1994. Mas não se sabe ainda até onde as supostas fraudes remontariam. Há informações, no entanto, que servidores já teriam começado a dizer que agiram de forma irregular “por ordem superior”.
A Perereca volta já

4 comentários:

Observador disse...

Será um tsunami ou uma marolinha em Belém, Dona Perereca?

Anônimo disse...

Quando simão jatene assumiu o governo falou que não iria tolerar corrupção,chegando ao ponto de suspender a indicação do comandante dos bombeiros,quando descobriu que o mesmo respondia processos na justiça.
E agora com esse escândalo de sergio duboc diretor do detran,e olha que duboc chegou botando banca no detran,tachando todos servidores de corruptos,colocando policiais militares para vigiar os colegas examinadores,queremos esse corrupto fora do detran,e olha que ele se escondeu quando a policia foi atras dele no detran,fora coruupto.
Ele e o diretor da DUR.

Anônimo disse...

Essa história de dizer que estava cumprindo órdens superiores não cola, crime é crime e Servidor Público quando recebe órdns ilegais deve se recusar a cumprir e levar o fato para o MPE. Se não, como é o lado mais fraco, tá Fu...

Anônimo disse...

Conversa fiada, essa de que o Simão Jatene, não iria tolerar corrupção. Todos, sabem, que no Governo Jatene, está cheio de Corrupto, ou esse diretor do Detran, é de um orgão de outro planeta.
João Costa