Ban

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Laços de família: Sérgio Duboc foi assessor de Mário Couto no Senado Federal. Diretor do Detran é suspeito de envolvimento nas supostas fraudes da Assembléia Legislativa.



São consistentes e antigos os laços entre o senador tucano Mário Couto e o diretor do Detran, Sérgio Duboc Moreira, suspeito de envolvimento nas supostas fraudes da Assembléia Legislativa do Estado do Pará.

Duboc foi, como se sabe, diretor financeiro da Assembléia Legislativa a partir da gestão de Mário Couto, que presidiu a Casa entre 2003 e 2006. 

Mas Duboc foi, também, secretário parlamentar de Mário Couto, no Senado Federal.

E, quando deixou o gabinete do senador, no final de janeiro deste ano, quem ficou no lugar dele foi um  cidadão chamado Sérgio Duboc Moreira Filho – possivelmente, filho do atual diretor do Detran.

A nomeação de Duboc (o pai) para o gabinete de Mário Couto está no Diário Oficial da União de 7 de julho de 2010, Seção 2, página 50. 

Aqui:

A exoneração  dele e a nomeação de Sérgio Duboc Moreira Filho está no DOU de 24 de janeiro deste ano, Seção 2, página 36.

Aqui (na segunda coluna, embaixo; e na terceira coluna, em cima):
Nos dois quadros abaixo confira a permanência de Sérgio Duboc Moreira Filho no gabinete do senador – aliás, no “escritório de apoio” do tucano (é o último da lista, no segundo quadro):


O fato de Duboc ter sido assessor de Mário Couto foi, aliás, omitido por Jatene, aquando do anúncio do ex-diretor financeiro da AL para dirigir o Detran.

Na informação que foi distribuída à imprensa, em dezembro do ano passado, consta apenas que Duboc era, então, “assessor técnico” do Senado.

Aqui, no portal das ORM:

Aqui, no portal do Diário do Pará:



Há, ainda, um detalhe interessantíssimo.

Nos dois quadros mais acima, que mostram os funcionários do escritório de apoio de Mário Couto, figura uma funcionária de nome Ana Maria Tenreiro Aranha Moreira.

E o curioso é que, num processo na Justiça do Trabalho de Belém, há uma cidadã com esse mesmíssimo nome (Ana Maria Tenreiro Aranha Moreira) junto com um rapaz de nome Bruno Aranha Duboc Moreira. Os dois, aliás, até residiriam, na época, no mesmíssimo endereço.
  
Para assumir o Detran, Sérgio Duboc Moreira teve de ser liberado pelo Ministério do Planejamento, já que é analista do Banco Central.

Aqui, a liberação dele, no DOU de 8 de fevereiro de 2011, Seção 2, página 49:


E aqui, a nomeação dele para o Detran:

Também é fato, como afirmou o blog de Cláudio Puty (http://claudioputy.blogspot.com/ ) que Duboc contribuiu para a campanha eleitoral de Mário Couto em 2006.

Está aqui, no site do TSE:


Mas Duboc também contribuiu para a campanha de Cilene Couto, filha de Mário Couto. Ela se elegeu deputada estadual no ano passado.

Aqui:


Duboc foi exonerado da diretoria financeira da AL em maio do ano passado. Aqui, no Diário Oficial do Estado de 7 de maio de 2010, página 6 do caderno 5:



Mesmo assim, na última terça-feira, o Ministério Público encontrou quatro processos licitatórios da Assembléia Legislativa trancados na gaveta de Duboc, no Detran. Foi preciso, aliás, até recorrer a um chaveiro para abrir a gaveta.

Os processos, que são de 2007 e 2008 (leia as postagens anteriores), foram encontrados durante a operação do MP e polícia civil que resultou na prisão de quatro funcionários da Assembléia Legislativa.

Pelos cálculos do MP, as fraudes na AL teriam atingido o pico em 2008 e 2009, quando chegaram a movimentar de R$ 800 mil a R$ 1 milhão por mês.

..........

A Perereca só “vorta” na segunda. Boa Páscoa pra vocês!

33 comentários:

Anônimo disse...

Pereca,esse Duboc chegou botando a maior banca e honesto no detra,taxando indiretamente os funcionários de corruptos,para vc ter ma idéia,ele mandou que policiais militares fiquem de plantão o dia inteiro na area de exame para ficar vigiando os colegas examinadores,o que é uma afronta a relação patrão empregado.
Onde já se viu vc esta trabalhando e policia ta te vigiando.
Que moral esse duboc tem para cobrar seriedade de auguem?É um tremendo cara de pau.

Anônimo disse...

E o SINDETRAN que até agora não deu um píu a respeito desse escândalo do diretor gera SERGIO DUBOC,alias,depois que se reuniram com a equipe do governador ,os membros do sindetran ficaram mudo,mudo,porque???
Agora tou entendendo por que a atuante e competente colega ELIZABETH,se desligou do sindetran,ela não iria trais os seus principios.

MILITANTE REVOLTADO disse...

Ei Perereca,

Com a palavra o Exmº Srº Governador do Estado e o Exmº Srº.s Senadores, tanto o do açai como o ex-bicheiro(que diz que nunca foi).

Anônimo disse...

Esperamos ansiosos vc divulgar o mais novo Jornal Pessoal do Lúcio Flávio Pinto.
Os podres intestinos da "justiça" paraense lá estão, fedendo muito!!

Anônimo disse...

Caramba bona Prereca, a senhora arrebentou. A esposa do Sérjão é/foi assessora do Mário Couto desde que el presidiu a ALEPRA. O jovem Bruno, também filho do casal, está na chefia da Consultoria da Casa.
Parabéns, a senhora foi ao âmago da questão. Estão tentando dizer que APENAS o Juvenil é corrupto. Que tal heim?

Anônimo disse...

Boa Páscoa pra você também! Deus te proteja e te abençoe sempre!!


Marabá-P

Ana Maria disse...

Parabens pelo detalhamento. Excelence.
O problema é a morosidade vc sabe de quem, que tem impedido o país de se livrar dos corruptos.

Anônimo disse...

Toda essa podridao tucana so agora esta aparecendo porque antigamente, nos primeiros tres governos deles, nao existiam os blogs e nem o Portal transparencia, que foi inaugurado pelo governo da Ana Julia, agora com todos os atos disponibilizados quase que imediatamente, muita sujeira ainda vai aparecer, infeliz esse Estado que novamente esta sendo governado pelos corruptos tucanos.

Anônimo disse...

Hospital Regional de Tucuruí, desrespeito para com a população e fábrica de escândalos.

O desrespeito dos “responsáveis” pelo Hospital Regional para com a população de Tucuruí e região não tem limite.

Agora, além do péssimo atendimento médico, estão humilhando os cidadãos que precisam da cópia do Prontuário Médico para receber o seguro DPVAT.

As pessoas acidentadas ou os familiares são maltratados pelos funcionários no HRT e recebidos com risadas, chacotas, gozações, brincadeiras de mau gosto e ainda não são atendidas.

Uma hora dizem que o HRT não tem funcionário disponível para atender o paciente, ou então que o documento não está lá, e outras desculpas esfarrapadas. E o cidadão tem que voltar lá ( Apesar de muitas vezes mal ter condições nem de andar), por semanas a fio para receber o documento, isso quando recebe.

Se no Pará tivesse governo e governador, seria o caso de denunciar, mas o problema é que parece que não tem. O governador está se lixando para a saúde púbica e para com o sofrimento da população e portanto nem adianta denunciar, ele tem dinheiro e plano de saúde, então o pobre que se exploda. Enquanto isso as mordomias e vantagens para os marajás do Regional são concedidas sem problemas, no entanto quem realmente trabalha não é valorizado.

Só restou a Tucuruí um único deputado para nos representar. O Deputado Parsifal poderia fazer alguma coisa, mas parece que ele não está nem ai e suas ações em defesa do povo se resume a simples comentários em seu Blog, só que isso não ameniza o sofrimento da população carente que precisa da saúde pública em Tucuruí e região.

Ou será que o deputado não tem tempo de se preocupar com o povo e com a saúde pública na região, pois está muito ocupado defendendo este governo omisso e incompetente?

E agora? Sancler (PPS) acabou com a saúde municipal, e o Jatene (PSDB) terminou o "serviço" que o prefeito havia começado no governo anterior, acabando com a saúde do Estado, o HRT nunca esteve nesta situação... O que será do povo de Tucuruí e região??

Ninguém imaginava que fosse possível um governo estadual pior que o governo petista, no entanto o Governador Jatene (PSDB) provou que isso não só é possível como infelizmente está acontecendo.

Os cidadãos estão se reunindo e se organizando, e vão ao MPE para denunciar a direção do H. Regional, pois estão sendo prejudicados pela incompetência e pelos desmandos da atual “direção”.

O paciente tem direito à cópia do seu prontuário e não tem culpa da incompetência e da irresponsabilidade do Governo do Estado.

ISSO É UMA VERGONHA!!!
Postado por Folha de Tucuruí

Anônimo disse...

Esse sim pode ser considerado a fonte de informação democrática dos paraenses.
E não aqueles dois papeis de enrolar peixe.

Anônimo disse...

Perereca, adivinhe quem era a auditora-chefe da Assembléia até 2010? Isso mesmo: Cilene Couto. Para ficar tudo em família, quando se desencompatibilizou do cargo para concorrer a deputada estadual, deixou o maninho Mário Couto Filho no seu lugar.

Anônimo disse...

Célia

O jornal Pessoal do Lucio desta quinzena esta denunciando por envolvimento para acobertar roubo de carro de vários desembarcadores,juízes, advogados, oficiais de justiça até o atual presidente da OAB!

Ta um jogo de gato e rato o Lucio abastece as bancas e os cara vão e compram tudo o Lucio abastece de novo e novamente os cara compram o estoque!


Carlos Pinheiro Rosado

Anônimo disse...

E, perereca, tem filho do Juvenil, oficial de justiça do TJE (George Nunes de Sousa), lotado em Muaná, cedido para o TCM, com ônus para o TJE. O que é isso ?? O cara não tem nada a ver com o TCM.

Moral só para outros ???

Investiga isso e vais te surpreender, afora as faraas de viagens que Juvenil promovia para família inteira e agregados. A ALEPA sabe disso. Ia até papagaio, cachorro, piriquito.

Eita, quando vão dar jeito nesse bRasil ??

Juvenil está em BElém, todos sabem, em seu rico condomínio fechado.

Anônimo disse...

Perereca, a senhora é danada!!!!!
kkkkkkkkkk
Ainda nomeia o doc do Word de "Um enrolado...". Só que a gente nao sabe o nome todo do arquivo. kkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Caraca, a família toda está aboletada no suvaco do senador Couto? Jesus, então tá tudo dominado.

Anônimo disse...

A familia toda, nao so do Duboc, como tambem do proprio Mario Couto, vide a filha ate ano passado na Auditoria Geral , e agora o outro filho, substituindo a irmã, é o típico caso de colocar as raposas para tomarem conta do galinheiro, pior é que, quem paga pelas galinhas somos nos, a população paraense.

Anônimo disse...

Lúcio Flávio, vais ficar rico vendendo esta edição do JP, aproveita e reedita tudo de novo, na próxima quinzena! Os caras enlouqueceram de medo do que está escrito. Finalmente!

Anônimo disse...

Mas eu não acredito no Ministério Público do Pará; seria feito de outro produto diferente dos demais, nesta terra aonde a lei é potoca? La´só tem hérois e desprendidos pelo bem do povo desta terra? Será que ninguém tem o rabo preso? Conte outra Perereca!

Anônimo disse...

Tem um rebento do clã Couto estrategicamente colocado na coordenadoria logística, por onde passam os milionários contratos do DETRAN

Anônimo disse...

Cara Ana Celia, o Jatene, numa demonstração de desrespeito com a população da área de Tailandia, simplesmente ordenou o fechamento do Hospital Regional de Tailandia, que estava funcionandonquando a Ana terminou seu governo totalmente equipado e pronto, simplesmente porque foi a Ana Julia quem construiu e equipou. Isso é uma vergonha descarada.

Anônimo disse...

Perereca eu quero é maaaiiiiiisssssss. Quero saber sim, de toda Podridão daqueles que não perdem em sair em uma coluna social, heheheheheh

Anônimo disse...

A Monica Pinto deu entrevista pro Liberal e entregou todo o esquema da Assembleia que é exatamente o mesmo da Câmara Municipal de Belém: quadrilhas de funcionarios utilizados pelos vereadores para as mais diversas irregularidades; emprestimos altissimos; nepotismo de todo tipo; toneladas de assessores recebendo salarios com destinação pra lá de suspeita (não é de hoje que se diz abertamente nos corredores que muitos vereadores racham o salario dos assessores); vale alimentação milionário pros vereadores; vale combustível pros vereadores; vereador agiota "trabalhando" dentro da Câmara pra trocar os vales; vereador botando os empregados das suas empresas pra receber na folha da Câmara; vereador alugando predio para a Prefeitura de Belem; vereador fornecedor da Câmara etc etc e bota etc nisso.
A maioria dessas irregularidades, como as dos vales, passa longe da Receita Federal. Aliás, o objetivo é esse mesmo: burlar a Receita.No dia que a Receita se juntar ao MPF, MPT, MPE, Policia federal,Geproc,Policia Civil e CGU pra dar uma batida na Câmara de Belém teremos mais um capitulo emocionante da série A Casa Caiu.

Anônimo disse...

Pelo que a Monica Pinto diz na entrevista do Liberal o rombo de um milhão por mês é só da folha de pagamento. Não inclui os vales alimentação, que ela garante que eram comprados pelo menos 10 vezes mais do que o necessário pra repassar para os funcionários. Ou seja, todo o excedente ficava com os deputados e segundo ela, TODOS OS DEPUTADOS RECEBIAM VALES. Era uma compra milionária de vales por mês. Igual na Câmara de Vereadores de Belém onde cada um vereador recebe 14 mil de vales por mês e a Casa gasta mais de meio milhão de reais mensais só com os vales para os vereadores.
Então, na Alepa o rombo de um milhão realmente é só a ponta do iceberg. E pelo andar da carruagem, na Câmara, é tudo igualzinho. São Jorge Guerreiro venha nos valer!!!

Anônimo disse...

Ah! Dona Perereca, a ALEPA nos últimos anos tem sido o nepotismo puro, a família couto está nos cargos mais elevados da Assembléia Legislativa, há um revezamento de dois em dois anos, agora então a Cilene Couto como trapezista de Deputada não tem pra ninguém, o Mário é Auditor Geral (agora veja), o Bruno, Coordenador da Consultoria e por aí vai, e os salários é dar inveja a qualquer mortal, enquanto isso, os funcionários efetivos ganhando uma merreca, por sinal, os últimos concursados estão migrando pra outros órgãos, através de concurso, pois tiveram a maior decepção quando submeteram ao concurso da ALEPA, quando foram admitidos com salário mínimo, pois não tem apadrinhamento político para terem gratificações e gratificações e ainda são preteridos por deputados, que na sua maioria, não gostam dos efetivos e não razão para isso.

Anônimo disse...

A PONTA DO ICEBERG DA ASSEMBLÉIA )
“Mateus primeiro os meus” _ “Farinha pouca, meu pirão primeiro”, e, ”Quem parte e reparte e não fica com a melhor parte ou é tolo ou não tem arte”. Os ditos populares para perdurarem através dos tempos somente em razão das assertivas que trazem em seus conteúdos sublimados ratificados em centenárias gerações. Aparentemente a sabedoria de criá-los é do povo, mas, não resta duvida que a inspiração foi divina.


No recente escândalo eclodido na Assembléia Legislativa encontramos perfeitamente encaixado os ditames de aludidos “ditos populares”. Equivocam-se aqueles que imaginam que repousa apenas naquela casa de leis. Respeitando-se as proporções, e, a moeda circulante, basta termos um pouco de acuidade para o detectarmos pulverizados em quase todos os setores dos Poderes Constituídos.


Nossa Constituição determina o preenchimento de vagas no serviço publico mediante concurso. Todos os aprovados em específicos concursos, a principio são possuidores das qualidades técnicas profissionais, e, morais de ocuparem e exercitarem suas funções, e, em razão da dedicação educacional que buscaram para seus intelectos objetivando o crescimento pessoal, e, o embasamento para o êxito em específicos concursos projeta aspirações funcionais de crescimento dentro da empresa, o que, raramente ocorre em relação ao ápice na gestão de seu setor. Rotineiros impedimentos desmotivam, e, empobrecem o servidor e a execução do serviço.


O ocorrido na Assembléia Legislativa, onde o preenchimento das principais funções deu-se em razão de apadrinhamento políticos é espelho de conduta generalizada. Logicamente que estas pessoas caídas de pára-quedas no serviço jamais possuirão querência pelo lugar que ocupam sabem ser passageiro, logo, seu estatuto será a cartilha de seu padrinho. Governos entram, e,saem,os servidores concursados ficam passando a carregar a imagem criada pelos oportunistas de passagem que agora seguem seus senhores deixando para trás,terra arrasada.


Cota partidária, nepotismo cruzado, recompensa política são moedas sim, iguais as subtraídas do povo no esquema da Assembléia, apenas encontram-se sublimadas na justificativa da pretensa governabilidade, mas, no final o dinheiro continua sendo o nosso, a pagar os não concursados apadrinhados com mimos de toda ordem.


Enquanto os gestores maiores não tomarem vergonha na cara corrigindo rumos, e, liberando o serviço publico nas mãos dos servidores concursados, os setores eminentemente técnicos permanecerão politizados com divergentes cores, e, a população continuara sofrendo em decorrência da ineficácia das cúpulas dirigentes servidoras de senhores colocadas em tais funções provavelmente por serem profundos conhecedores e seguidores dos ditos populares acima.Enquanto isto,só nos resta agradecer ao MP,e,seu escudeiro Gilberto Martins,por terem a tempera de intervir esperando que sigam sempre em frente para felicidade de todos,e,a minha em especial,pois,somente assim poderemos depurar setores públicos pulverizados por política partidarizada a servir senhores.

Anônimo disse...

Dona perereca já chega, se acorde mulé, tome tento e venha trabalhá. nois carece de informação, visse?

Anônimo disse...

De que adiantou fazeres onda com os desembargadores? Os parentes deles continuam DAS e tu continuarás lisa, f..., pegando corda de leitores que também estão bem de vida. Agora, te metes com o Mario Couto, certamente atendendo a pauta do teu guru Jader barbalho. Pelo menos ve se pegas um bom dinheirinho pra custear tuas farras.

Anônimo disse...

Ana, seu blog é muito bem informado e além disso voce é isenta. Ninguem pode te acusar de ser antiPSDB pois voce há muito tempo já se declarou tucana e com muito orgulho, por isso mais um motivo para seu blog ter credibilidade. Por falar nisso, quero te dizer que uma amiga da ALEPA me confidenciou ano passado (2010) que a diretora de administração da ALEPA (Maria Genuina de Oliveira (Geni) foi vista trocando o equivalente a 40.000 reais em Vale Alimentação por dinheiro, num grande supermercado localizado em São Brás. E ela disse ainda que todo mes a Geni fazia essa mesma peregrinação. Se ela ficava com todo o dinheiro ou se dividia com outra pessoa, só investigando. Manda essa para o MP.
Abrs
Sueli

Anônimo disse...

Quem são os Deputados que não querem a CPI?Vamos fazer a lista.É só listar os que não assinaram e somar.Nós temos 41 Deputados.Vamos publicar...

Anônimo disse...

Dona perereca por acaso a senhora tem conhecimento de como andam os temporarios do TJ, e o concurso de 2009 será que vai ser prorrogado.

Anônimo disse...

Dona perereca a senhoran orn acaso tem noticias a respeito da saida dos temporarios do TJPA, por favor se tiver, nós cacere noticias agradedicida.

Anônimo disse...

ACABA DE SE CONFIRMAR,SIMÃO JATENE EXONEROU AGORA A POUCO O DIRETOR GERAL DO DETRAN,SERGIO DUBOC,MÁS TEM QUE EXONERAR TAMBÉM FERNANDO LOBATO DIRETOR DA DUR,O NÚMERO UM DE DUBOC..

Anônimo disse...

Lamentável ser servidor concursado de uma Autarquia tão importante para a formação do CIDADÃO, pois é o sonho de todos ter sua habilitação, sem ter que pagar propina, passar na moral, o que muitas das vezes deparamos com corrupção(250,00), para aprovação.Sonhamos com um trânsito seguro, o que muitas das vezes envolve convênios fraudulento do MUNICÍPIO com o DETRAN, atraves de verba do DENATRAN, que tem dinheiro para isso, faz a rubrica, mas o dinheiro nunca chega na via, com placas de sinalização, sinais de transito modernos, pintura de vias.Teoricamente, temos uma infra estrutura perfeita atraves de profissionais concursados pelo C-100, que assumiram e contam com sua estabilidade. No entanto, o DETRAN virou infelizmente apartir de 2005, moeda política, passando pelo orgão cinco partidos políticos e uma igreja, o que gerou um grande numerro de funcionários DAS-INCOMPETENTES, e que perderam o controle e cada uma equipe que chegava acomodava os seus e não tirava os existentes, o que gera o valor da folha alta em valor e sem qualidade, pois nunca tivemos um diretor TÉCNICO, com conhecimento em transito, muito pelo contrario foi até agora somente político e o que é o pior com ramificação em todo o Estado atraves da DUR-DIRETORIA REGIONAL, que nada mas é que um cabide de emprego para cabo eleitoral e investimento para as próximas eleições municipais.Os pareceres jurídicos da PROJUR-Procuradoria Jurídica, são manipulados pelos DIRETORES,ao bel prazer da conveniencia do cargo de quem manda, e o procurador tem de obedecer, caso contrário volta a determinação da ida do mesmo para o interior, processo o qual aguarda julgamento na CORREGEDORIA, com vistas ao DG.