Ban

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Incrível! Tem dispensa de licitação até pra escritório de contabilidade.


  
Do blog do Wolgrand, Juvico e Cacá:

“Dispensando a moralidade (ou "A emergência contábil")
O presidente do fundo de Saúde da PMPA, coronel Walci Luiz Travassos Queiroz, contratou os serviços do escritório de contabilidade “Anaisse Contabilidade S/S LTDA”, com DISPENSA DE LICITAÇÃO, nos termos das publicações abaixo.
O “competente” administrador público fundamentou a sua decisão no inciso IV do art 24 da Lei 8.666/93, que possui a seguinte redação:
"IV - nos casos de emergência ou de calamidade pública, quando caracterizada urgência de atendimento de situação que possa ocasionar prejuízo ou comprometer a segurança de pessoas, obras, serviços, equipamentos e outros bens, públicos ou particulares, e somente para os bens necessários ao atendimento da situação emergencial ou calamitosa e para as parcelas de obras e serviços que possam ser concluídas no prazo máximo de 180 (cento e oitenta) dias consecutivos e ininterruptos, contados da ocorrência da emergência ou calamidade, vedada a prorrogação dos respectivos contratos;"
Qual terá sido a urgência ou calamidade pública ocorrida no Estado do Pará que motivou o presidente do Fundo de Saúde da PMPA a contratar um escritório de contabilidade com dispensa de licitação?”
................
PS: A Perereca vai tentar dar uma conferida nessa história, pra relatar ao distinto público todos os detalhes sórdidos.

Um comentário:

Anônimo disse...

Perereca da vizinha vc que clama acertadamente por moralidade e justiça nestas terras do "Grão Pará"
pelo amor de seu povo, clame:

"VOLTA MANA, QUE A BANDIDAGEM TÁ SOLTA E CERPASEANDO OUTRA VEZ,"