Ban

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

MP vai investigar desapropriação da Maternidade do Bebê. Processo custou cerca de R$ 40 milhões aos cofres públicos


O promotor Nelson Medrado, que coordena as Promotorias de Justiça dos Direitos Constitucionais e Patrimônio Público, afirmou há pouco à Perereca que o Ministério Público Estadual vai abrir procedimento administrativo para investigar possíveis irregularidades na desapropriação da Maternidade do Bebê, para a criação do hospital público Jean Bittar.
Leia a matéria abaixo.
A Perereca volta daqui a pouco com novas informações.

7 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns Perereca! Você e alguns blogueiros são indispensáveis para a democracia e a transparência da gestão pública.

Thomaz disse...

Perereca, privatizar o lixo de Belém é algo muito mais sério e não teve atenção dada por sua parte. O que você acha dessa prática do Dudu?

Anônimo disse...

Boa, Perereca!

Anônimo disse...

Pererequinha, vc voltou melhor ainda...tava fazendo uma falta...

Agora, só um detalhe: se esse Medrado não for o multihomem, ele não vai fazer absolutamente nada, por falta de espaço....ele tem que investigar esse governo campeão de corrupção, mais a alepa, mais...
Esse promotor vai infartar desse jeito

Anônimo disse...

Excelente noticia. Não questiono a necessidade de mais um hospital público já que há carência de leitos hospitalares no SUS, porém é necessario averiguar como chegaram nesse valor de compra e ainda se esses leitos estão cadastrados no SUS para que o Min. da Saúde possa repassar ao municipio o valor das AIHs.A rapidez e o valor espantam!

Anônimo disse...

Vc é muito boa no que faz. parabens.
isso é que é democracia:acesso a informação

Anônimo disse...

É a mesma formula do passado, milhões gastos sem licitação para desapropriar hospitais de amigos, vide o Regional de Marabá no primeiro governo do Lorota Jatene, mais milhões em propraganda enganosa, um marketeiro que não poupa esforços pra vender o Pará como a Suiça Brasileira, uma imprenssa vendida à custa de milhões recebidos do dinheiro público, e bingo, estamos num estado maravilhoso! Marailhoso pra eles, bem dizer, vide apartamentos milionarios dos familiares do governador. E o Pará novamente caiu nas garras desse bando, pobre Pará!!