Ban

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Médica que é DAS na Sespa e trabalha na Maternidade do Bebê é filiada ao PPS, o mesmo partido do secretário de Saúde. Desapropriação da maternidade vai ser investigada pelo MP


 
A médica Neila Maria Dahás Jorge Rocha é filiada ao Partido Popular Socialista (PPS), a mesma legenda do secretário estadual de Saúde, Hélio Franco.

Neila, que é professora da Uepa e foi cedida para a Sespa em fevereiro deste ano, tem sobrenome muito parecido ao da pediatra Maria do Perpétuo Socorro Dahás Jorge de Souza, uma das proprietárias da Maternidade do Bebê, cuja desapropriação, que custou cerca de R$ 40 milhões ao Estado, será investigada pelo Ministério Público (leia as matérias anteriores).

Neila também trabalha na Clínica do Bebê localizada na rua dos Mundurucus. A clínica era a filial da Maternidade do Bebê, que foi desapropriada para dar lugar ao hospital público Jean Bittar.

Segundo o Diário Oficial do Estado de 30 de junho de 2009, caderno 9, página 6 (http://ioepa.dominiotemporario.com/2009/06/30/30.06.EXECUTIVO.09.pdf ), Neila é filiada ao PPS desde 16 de maio de 1997.

No site do partido (http://portal.pps.org.br/ ) consta que permanece filiada até hoje, embora esteja com seus dados cadastrais desatualizados. Veja abaixo:


A informação, que foi checada pela Perereca, foi encaminhada ao blog por um anônimo, que postou comentário na caixinha da postagem “MP vai investigar desapropriação da Maternidade do Bebê. Processo custou aos cofres públicos cerca de R$ 40 milhões”.

A Perereca volta daqui a pouco.

33 comentários:

Anônimo disse...

- São irmãs.
Ela, Neila, hoje é Diretora Assistencial da FSCMPA.
Ditadora nata.
Fora Neila,
Fora Lilia Godinho
Fora Rose Guedes.

Que saudade do Mauricio Bezerra

Anônimo disse...

Vai fundo Perereca que esse angú tem osso QUE ACABA EM FUNDO PARTIDÁRIO.

Anônimo disse...

Todos Ficha Limpa ne Jordy? Tao limpa como ficou a conta bancaria do Estado depois dessa desapropriacao. E o "Dr" Helenilson Pontes onde entra nessa historia?

Anônimo disse...

Egua!!! Encardiu a ficha do Jordy. Foi so se juntar com a turma do Jatene. Leno, manu, ate tu?

Anônimo disse...

Parabens!!! Voce e Jornalista, com J. E pensar que queriam ver teu diploma, pra que? Qual jornalista diplomado faz isso?

Anônimo disse...

É triste dizer mas será que adianta denunciar algo ao MP contra o governo Jatene???

Fico muito triste em ter esta impressão...

Anônimo disse...

jordy e seus 38 assessores em marituba no governo bertoldo couto o garoto propaganda que brinca com o principic da impessoalidade erir da justiça´inclusive da eleitoral

Ana Célia Pinheiro disse...

Não tenho diploma, mas tenho registro profissional, já que comecei no Jornalismo há quase 32 anos, anônimo das 5:33.

Agora, acho que há, sim, muitos meninos e meninas que estão começando no Jornalismo que têm muito talento, um enorme potencial.

Ninguém nasce feito: são os anos, as experiências que vão burilando a gente.

Eu mesma, quando releio uma matéria que fiz há dez anos, sinto uma ânsia danada de copidescá-la.

E, provavelmente, sentirei o mesmo daqui a dez anos, quando reler tudo o que ando, agora, a escrever.

O tempo facilita o trabalho: vai lapidando o texto e a técnica de apuração, além de aprimorar as nossas defesas contra os vendedores de banha de cobra que volteiam o jornalista, a tentar direcionar a confecção da notícia.

O tempo ensina a raciocinar em cima da informação e a buscar aquela consistência que não pode ser encontrada em simples declarações.

Mas da mesma forma que ninguém nasce pronto, ninguém vira, também, um produto acabado. E quem possuir um mínimo de sabedoria cuidará de aprender a toda hora, todo santo dia, até o túmulo.

Penso que o problema é que essa meninada que começa agora na profissão, especialmente, em estados como o Pará, com um mercado de comunicação altamente concentrado, encontra enorme dificuldade para exercitar o bom Jornalismo.

As redações se transformaram em verdadeiras máquinas de triturar repórteres. E aqueles que, apesar disso, se destacam, são logo guindados a uma Editoria, sem que possuam, muitas vezes, nem maturidade para tanto. Ou, ainda, acabam indo embora para alguma assessoria, porque os salários das redações são, em geral, uma bela porcaria.

Quando comecei no Jornalismo, em abril de 1980 (tô velhinha, não tô?), havia um pouco mais de espaço para a produção jornalística.

Aqueles que comandavam as redações tinham cacife para resguardá-las minimamente das interferências, por vezes insana, dos patrões.

E aquilo que se tentava vender ao distinto público, ainda que aos trancos e barrancos, era mesmo a informação – e não essa coisa pasteurizada que serve apenas para tapar os buracos deixados pela propaganda, eis que os jornais se transformaram em meros encartes publicitários.

E este talvez seja o problema principal: nas empresas de jornalismo, a informação virou apêndice, adereço.

Daí, talvez, essa pujança crescente dos blogs jornalísticos, que tentam oferecer ao leitor aquilo que ele de fato procura: informação.

Até porque encartes publicitários da Yamada, da Visão ou do Governo do Estado, esses são oferecidos de graça.

Então, por que o distinto público ainda se disporia a pagar pelos arremedos de encartes publicitários em que se transformaram os jornalões?

Mas estou divagando. Volte sempre e obrigada pela participação.

Ana Célia Pinheiro.

Anônimo disse...

Perereca, até agora da nobre jornalista, nada da ALEPA, o que aconteceu ou está acontecendo?

Anônimo disse...

Neila Dahas hoje diretora assistencial na Santa Casa ,velha seguidora do Jordy e do secretario tem parte nesse negocio? huummm....

Anônimo disse...

É, deve ser bem melhor passar quatro anos construindo lajes do que comprar um hospital pronto pra atender a população.

Anônimo disse...

O que você não perdeu ao longo do tempo foi a capaciudade de inventar. A matéria do desembargador Milton Nobre que o diga: ou aquilo que vocÊ ASSINOU É MENTIRA?

Anônimo disse...

Dentro deste seu comentário Ana, lembro de jornalistas que trabalharam na década 80/90 na Tv Liberal e faziam valer o seu valor em apenas minutos, como é o caso do Nélio, Clívia, Océlio, Edir, Ronaldo, Samuel, Vianey, Edvan, Albanir, Regina, Gilson, Fátima e ainda Leni e Layse (que ainda continuam). Nunca mais o jornalismo da tv liberal vai conseguir montar uma equipe como essa, que fazia acontecer. Hoje essa tv tenta fazer um jornalismo que não sabe a que diz.

Anônimo disse...

Se o jornalismo investigativo e isento foi tirado da "grande imprensa", os jornalistas tem hoje as midias alternativas e os seus leitores continuam buscando com eles, onde estiverem, a informação verídica e isenta.Parabéns Ana Célia você faz parte dos resistentes e conta com o respeito e admiração de seus leitores.

Anônimo disse...

Neyla Dahas tem padrinhos fortes em Hélio Franco e Arnaldo Jordy,com isso se garante em cargos DASS para os quais não tem preparo cientifico suficiente e abusa do poder para ofender e humilhar seus subordinados.Aqui na Santa Casa ela detona o ambiente de trabalho pela falta de respeito conosco e seu desconhecimento de gestão.

Point disse...

Ao tucano das 10:04
A Ana Julia nos 4 anos que passou investiu mais em Saude que o teu governador Lorota. Ela construiu, equipou, inaugurou tres hospitais regionais, nenhum custando nem perto desse roubo de 42 milhões, e estou falando de equipamentos caríssimos como ressonancia, tomógrafos e maquinas de hemodiálise, que não tem neste descalabro do Jean Bitar. Tres hospitais que juntos, não custaram nem perto de 42 milhões em construção, e olha que não foi reforma, como o Jatene fez em Marabá, foi hospitais novos, e vc ainda quer mesmo falar em lajes da Santa Casa. E quantas lajes na S. Casa vcs fizeram em 12 anos? Vcs gastaram 55 milhões em um borboletario com ar condicionado, 115 milhões e nao conseguiram acabar no Hangar, 35 milhões em uma reforma no regional de Marabá, fora equipamentos, e vc ainda quer mesmo falar de investimentos em saúde? Fique caladinho e aproveite seu DAS que é melhor pra vc e pra sua familia!

Anônimo disse...

A TV Liberal é na verdade a a TV Abobrinha, não passa nada que preste. Dias desses fui saber quem era o editor dos jornais na Revista Troppo e pasmem é um rapazola de 21 anos que faz a programação, ou seja, só futilidade. O Bom dia Pará, passa, por exemplo, um capítulo só falando de Remo e Paisandu, um time de série C e um sem divisão. O resto do programa é pra falar do tempo e dos engarrafamentos que todos sabem que có e saltiado que existem.

Parabéns Perereca, isso sim é jornalismo!!!

Anônimo disse...

Perereca, todo mundo comenta que o concurso da PGE/PA (como todos os outros anteriores) foram fraudados. Tu não queres investigar isso? Seria de grande ajuda à democracia parauara.

Anônimo disse...

Point, nos 12 anos que antecederam ao gov de Ana Júlia a Sta. Casa era referência, hoje vive as consequências da "excelente" administração do PT.

Em pouco menos de um ano de novo governo, já é possivel ver de fato melhora no atendimento a saúde, que precisa ainda, de fato, melhorar muito, já que os quatros anos anteriores não ajudaram em nada.

Anônimo disse...

Perereca, Socorro e Neyla são irmãs, toda a classe médica sabe disso. E sabe também que têm parentada delas aboletada no MP e em uma associação do MP. A pressão vai ser grande e a investigação vai dar em nada.

Anônimo disse...

Tem gente no PPS, o partido da decência, que se elegeu com o titulo de "ficha limpa".Idêntico ao todo "crmininalizado" governador do Distrito Federal Agnelo Queiróz ( PT), que para vencer as eleições, foi necessário na "marra" inviabilizar a candidatura de Joaquim Roriz.O ficha limpa daquí, está igualzinho a papel higiênico, quando não está enrolado está em bundas.

Anônimo disse...

Fizeram o aparelhamento da SESPA,ali as assessoras do secretario fazem o que querem ,a adjunta quer mais ficar garantindo os DASS de parentes e a saude publica que piore, afinal esse povo quer o que? MUITO ocupados em obedecer Jordy e garantir recursos para o PPS gastar para elege-lo prefeito, o secretario e suas Heli-etes fazem esse estrago em acordo co Jatene.Assim se fazem essas compras,e eles celebram nossa apatia.

Anônimo disse...

Há parecer do CONSELHO ESTADUAL DE SAÚDE sobre essa compra? Lembro que o SUS tem regulamentos específicos de ampliação de serviços e que após aprovação do Conselho ainda vai para a BIPARTIDE para aprovação. Havia disponibilidade orçamentária para essa compra?Esses leitos que eram privados, já são cadastrados no SUS ou a SESPA vai custear? Há muitas incógnitas nesse negócio que o governo/SESPA precisa esclarecer antes de podermos parabenizar por essa compra. Como quem não deve não teme,seria bom que fosse logo esclarecido.

Anônimo disse...

Pererequinha, quando você vai nos dizer o nome dos Deputados que estão envolvido nas falcatruas, roubos e patifarias na ALEPA? Estamos aguardando ansiosos pela bomba

Anônimo disse...

se transformar a Santa Casa em hospital AMIGO DA CRIANÇA e revolucionar aquela maternidade é não ter preparo científico, então eu não sei mais o que é!!

Anônimo disse...

a ana julia investiu tanto que houveram escandalos por mortes de bebês fora o estado DEPLORÁVEL que deixou a santa casa pro próximo governo

Point disse...

Chequem os numeros por favor, os anos de 2004, 2005 e 2006, foram os anos com maior numeros de bebês mortos na historia da Santa Casa e o ano de menor numero foi o de 2010. Imprensa comprada tem esse problema, forma uma geração de ignorantes, esses numeros são da propria Santa Casa, não são numeros de PT ou PSDB, então considerando que entre 2004 e 2006 o Governador era o Jatene e no ano de 2010 a Governadora era a Ana Julia, podemos concluir quem fez melhor pela instituição!! O resto, é propaganda enganosa, e isso vcs tucanos são mestres, nisso vcs são os maiorais!! Ela sónão entregou o predio novo da Santa Casa porque os deputados tucanos e pmdebistas nao deixaram, bloquearam o dinheiro na Alepa nao se preocupando em saber o que seria melhor para a população, mas em quatro anos o PT fez mais pela Santa Casa que vcs tucanos fizeram em 12.

Anônimo disse...

Deixem a Dra Neyla na Santa Casa. Os servidores da URE agradecem penhoradamente terem ficado livres da mesma ,com seu característico descontrole emocional e autoritarismo.

Anônimo disse...

Em relação à venda, não tenho conhecimento para opinar, mas em relação ao caráter e competência da Dra Neila, quem realmente gosta de trabalho e principalmente do que faz, sabe que ela apenas cobra seriedade e compromisso dos profissionais à ela subordinos, para com a saúde das pessoas que procuram pelo serviço público.

Anônimo disse...

Aos que elogiam a Dra Neila,é coisa de gosto ou de protegida.A URE melhorou com sua saída para a Santa Casa e esperamos que não retorne com seu descontrole e demagogia.

Anônimo disse...

Importante uma ressalva. Neila e Socorro são irmãs sim, e tem uma família grande que ocupa cargos em diversas esferas da administração, saude segurança. Uma família de pessoas estudiosas, aprovadas em concurso público, com competência técnia comprovada para aquilo que se propõe a fazer. Neila, a frente da Maternidade implantou o parto humanizado, capacitou residentes e médicos e cansou de entrar na sala de cirurgia até mesmo de madrugada, para ajudar , com seu conhecimento e competência seus colegas.

Anônimo disse...

Quem trabalhou com essa senhora sabe o quanto se comporta de forma descontrolada e anti etica.Hoje na Santa Casa por causa do Helio e Jordy, continua causando danos para a saude publica.Parou no tempo,mas combina com o secretario .

Anônimo disse...

No que diz respeito a Dra. Neila, ela é uma das melhores obstetras de Belém. Atende suas pacientes com atenção e tem na sua competência um de seus principais pontos fortes. Depois de ser consultada por duas obstetras, encontrei na dra. Neila a segurança, o conhecimento, o carisma e a cordialidade que falta em muitos médicos dessa cidade.