Ban

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Dois pesos e duas medidas: Jatene não tem dinheiro para pagar o piso dos professores, mas distribui adubadas assessorias a parentes e aderentes.

O governador Simão Jatene alega que recebeu o Pará na maior pindaíba e que não tem dinheiro nem para pagar de imediato o piso nacional aos professores estaduais. No entanto, dinheiro não falta para pendurar na máquina pública a parentada de tucanos & afins.

Agora quem foi nomeado assessor especial do governador é o irmão do secretário Junior Hage, do Trabalho, Emprego e Renda, filho da conselheira do TCM, Rosa Hage.

Está tudo no blog do antenadíssimo repórter Jeso Carneiro, da nossa extraordinária Santarém. Aqui: http://www.jesocarneiro.com.br/politica/irmao-de-secretario-vira-assessor-especial.html#.TtZB7lZUn9Q

4 comentários:

Anônimo disse...

Adam Smith ainda no século 18,já dizia que o caráter das pessoas é fundamental para aconstrução de uma sociedade próspera. Autor de obras de economia até hoje referencias na área,creio que se aplicado seu pensamento ao Pará, que está nessa de dividir com justificativa de crescer, concluiria que o problema do estado não é tamanho mas o caráter de suas lideranças políticas.

Anônimo disse...

Quem viu a OAB/PA PEDINDO PUNIÇÃO SEVERA PARA ROSA HAGE, no primeiro semestre, deve estar se perguntando: será que a OAB/PA MORREU, sim pois anda tão calada quanto os mortos, fora interventores inconsequentes!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Enquanto nós dormimos, êles Hagem! kkkkkkkkkkkkkkkkk!

Anônimo disse...

Parabéns Perereca

O clientelismo provinciano do governo tucanalha é realmente absurdo. O Pará é um estado maravilhoso, do ponto de vista, natural e humano, porém nunca foi gerido com competência e respeito pela coisa pública. Isto precisa acabar.

Teu blog é um importante espaço de resistência.