ban

Busque no Google sem sair daqui!

Custom Search

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Ao Deputado Vic Pires Franco

Já que o senhor quer fazer críticas públicas, então, vamos lá.


São exatamente 13h40 de sexta-feira.


Há uns 15 minutos consegui, finalmente, postar a entrevista com o Parsifal Pontes no seu blog.


Mas, não consegui falar com o senhor.


Porque o senhor não atende meus telefonemas. E, como diz em seu blog, cansou de esperar e foi para o Doca Speto, jogar conversa fora com o Orly.


Bom para o senhor, que está aí, comendo bacana, enquanto que eu estou aqui, tendo de escrever esta postagem, com a barriga doendo de fome.


Sei que prometi entregar a matéria ao meio-dia, mas, não deu.


Infelizmente, deputado, sou humana: cago, mijo, como, tomo banho e também me canso de trabalhar, como, aliás, todo e qualquer ser humano.


Saí da entrevista com o Parsifal já no começo da noite de quarta-feira, depois de ter trabalhado desde às oito da manhã.


Passei no supermercado, para levar comida para casa. Porque, infelizmente, deputado, além de trabalhar fora, também administro uma casa. Não tenho empregada, nem dinheiro para pagar empregada, capitchi?


E talvez o seu grande erro seja este: querer medir todo mundo pelas condições materiais que o senhor possui. E por essa sua eletricidade, que não lhe deixa nem dormir direito.


Quando cheguei em casa, na quarta-feira, já era tarde e eu estava cansada, porque, como já disse, infelizmente, sou humana.


Ontem, às 8 da manhã, comecei a trabalhar, novamente, para ajudar com materiais para o blog.


E aí, quando estava a fazer isso, veio o pessoal de O Liberal pedir esclarecimentos seus para a matéria de domingo.


E eu – como o senhor sabe muito bem – tive de parar para ver isso. Só depois, por volta das 10 da manhã, tive condições de começar a decupar a entrevista. E à tarde, quando o senhor chegou de Brasília e conseguiu as informações solicitadas, ainda tive de parar novamente, para produzir aquela nota, para O Liberal.


Mesmo assim, acabei o serviço ontem mesmo – quando já era mais de meia-noite.


Fui dormir – porque os seres humanos, sabe deputado, têm de dormir...


Mas, hoje, às 8 da manhã, estava no batente, buscando notícias de jornal, para colocar no seu blog.


Às 9, o senhor me ligou e disse que não interessavam mais tais notícias. Voltei-me, então, para o entrevistão-tão-tão-tão com o Parsifal.


Tinha mais ou menos 50 mil toques. Consegui reduzir para 35 mil, o equivalente, mais ou menos, a três páginas de jornal.


Fui, então, postar a matéria, por volta, como já disse, das 13h10m. Por três vezes não consegui entrar no infernal administrador do blog. E já me preparava para lhe mandar o material por e-mail, quando, finalmente, consegui concluir essa tarefa hercúlea.


Para minha surpresa, dei com o seu post, que considerei simplesmente LAMENTÁVEL, dado o meu esforço.


Não reclamo de trabalho, deputado. Quem me conhece sabe que sou pé de boi.


Mas, não acho justo o senhor ficar me criticando assim, publicamente, como se eu estivesse a brincar de trabalhar.


Viro a noite trabalhando – já fiz isso inúmeras vezes. E até estou velha, neurótica e gorda por causa disso.


Posso até valer por duas. Mas, sinceramente, não posso valer por três ou quatro.


Acho que o senhor foi de uma indelicadeza enorme em relação a mim.


Até porque, como ambos chegamos à mesmíssima conclusão, no final deste mês eu vou-me embora; vou fazer outro trabalho – e o senhor poderá, então, quem sabe, encontrar alguém que corresponda às suas expectativas.


Mas, creio, sinceramente, que até lá podemos ter uma relação minimamente civilizada, não é?


O que implica dizer NÃO FICARMOS NOS ESTAPEANDO PUBLICAMENTE.


Agora, se o senhor me der licença, vou tomar um banho e comer alguma coisa, para fazer o outro entrevistão-tão-tão-tão-tão, que o senhor marcou para às 16 horas desta sexta-feira – o que me obrigará a trabalhar, certamente, o sábado inteiro a fim de que possa ser postado na segunda-feira de manhã.


Hoje é sexta-feira e vou encher a cara, como todo ser humano deveria fazer, aliás.


E vou aproveitar para falar muito mal do senhor.


FUUUUIIIIIIII!!!!!!!

25 comentários:

Anônimo disse...

boa, perereca, muito boa.
tava na hora do deputado ouvir poucas e boas, na classe.
sim, porque vc não desce do salto nem quando diz palavrão, sinal de sua competentíssimima habilidade de jornalista ligada aos príncipios éticos.
o melhor de td foi saber que vc vai parar de trabalhar com este senhor.
eca, ninguém merece!!!

lere, lere..... jornalista passa por cada uma...
e curta a sexta-feira plenamente.

Anônimo disse...

Ei perereca...nem te bate!
vai trabalhar com o Charles Alcantara, que além de ser uma pessoa legal deve ter muita munição contra este desgoverninho de merda.
Mas no final das contas...acho que por hora deves é encher a cara, que é o que vou fazer daqui a 5 minutinhos...e tentar me curar da ressaca deste governicho de 5a categoria.
Ass: ex militante PT e ex DAS (por "falta" de opção)

Anônimo disse...

Ana Célia gostaria de te dizer q vc não existe!!acho que ao ler as suas postagens,me deparo com um ser irreal tal a sua maneira de colocar as palavras.Parabéns pela ética,transparencia e sobretudo dignidade!!Vc é 10!!Não 1000!!!!!
Ass:Um fã..

Val-André Mutran disse...

Olhe pra frente e siga.

Estou solidário ao respeito que uma profissional como você merece e é exigido de cada um.

Não somos pano de chão nem escada para satisfazer o ego de ninguem.

Val-André

Anônimo disse...

Célia, você é 10! Mas... não me leve a mal: será que não está faltando um macho na tua cama prá te acalmar? estás muito revoltada com o mundo, e isso normalmalmente é falta de ... ih,ih,ih,

Anônimo disse...

Ei Célia, voltei. É que esqueci de ligar uma coisa à outra sobre o meu comentário acima: ESSA TUA PERERECA ANDA CARENTE. OU NÃO?

Oswaldo Chaves disse...

Ana nossos blogs ficam mais naturais e gostosos com sua contribuição... Quanto ao Vic, TENHA A SANTA PACIÊNCIA!!!! Só muita necessidade mesmo para trabalhar para essa figura. Olha que precisamos conviver com o antagonismo, mas neste caso é ANTÔNIMO, CONTRÁRIO ETC...

Anônimo disse...

Ana,

Não sou militante de nenhum partido porque não vejo nenhuma corrente política, hoje, no Brasil, que represente. Mas o único partido legalmente constituído "NEFTE PAÍF" que ainda me anima a ver tremular a bandeira é o DEM. Não este do Pará. Certamente mais próximo do DF. Lá, eles falam que o povo não pode pagar a conta de crise nenhuma. E cortam gordura para poder usar em eventuais crises. E trabalham, ao contrário desse "jornalista" daqui do Pará.

Todo jornalista que se prese sabe que a notícia que mais vale é aquela que sai por último. Todo jornalista que se prese sabe que a notícia boa é aquela que pode dar pano pra manga por mais de uma semana, porque o nome que vigora é o dele. Tome-se por exemplo o caso relatado por um jornalista brasileiro, que comentou o show da F1 dis destes. Ele foi destaque mundial na imprensa. Afinal, ele captou o detalhe na matéria! O mesmo deveria fazer o Vic, afinal foi jornalista também.

Mas todos sabemos que não é bem assim. Principalmente hoje em dia, quando tudo se inverte: Desde os papéis dos homens da República, juntamente com o do presidente e dos ministros de Estado do judiciário. Depois, com os direitos dos cidadãos de bem deste país, cada dia mais massacrados pelo governo. Depois pelas trapalhadas do nosso dinheiro, jogado pelo ralo a cada mandato eletivo. Até o dia em que nos encontremos sem opção se não entrar em uma guerra de todos contra todos...

Só precisamos mesmo é de um pouco mais de lucidez, franquesa (faz muito tempo que não aceito mais mentiras), ética, coragem. O Grupo de Jáder? Chega. O Grupo do PT? Chega! O grupo do Almir? Chega! O grupo do DUDU? CHEGA! Precisamos de idéias novas. Gente nova. O Almir pode ser um norte no sentido da modernização das idéias, mas só deveria ir até ai.

Só sei dizer que tudo o que já vimos aqui já está ultrapassado. Antiquado. Demodé!

Ah, eu conheçouma frase que poderias usar para fazer uma afronta ao VIC: "Vic, só Vaporub"

Anônimo disse...

Estimada e Respeitada Perereca:
Gosto muito de você e lhe admiro.
Pela sua competência, sua seriedade, seu profissionalismo e sua coragem.
Não conheço pessoalmente esse Vic, mas muita gente fala dele.
E a maioria fala mal.
Que é semi-analfabeto, desonesto, grosseiro e arrogante.
Lendo o blog dele cheguei a pensar que ele era diferente.
Mas agora vejo que esse cara é um moleque, pior do que dizem.
Minha amiga, mande esse cara pra PQP.
Ele que precisa de você.
Sem você o blog dele vai ser um fiasco, pois nem escrever ele sabe.
Vá em frente, estimada Perereca.
Desejo-lhe saúde e muito sucesso.

Anônimo disse...

Boa,Perereca.Gostei do desabafo.O tempo da escravidão já passou. Vc deixar logo esse explorador de pessoas e continuar com o se blog, que é muito bom.

Anônimo disse...

Decisão e coragem não é todo mundo que tem.Pois não? A perereca tem. Parabéns Ana. Aliás,sei que sabes, mas o nome do que o Vic fez contigo é assédio moral.

Anônimo disse...

Célia, cadê meu comentário? por que ele foi censurado? aguardo resposta. Me tenha como amigo. Ora bolas, só porque dei meu ponto de vista sobre teu mau humor e te dei a receita que acho que está te faltando prá te equilibrar, tú me deletou? assim não dá. Cadê a democracia que tanto apregoas? beijos...

Ivan Santana disse...

Vem trabalhar comigo. Rsrsrsrs

Anônimo disse...

Cara Ana Célia, assim como não conheci o Juca não lhe conheço, mas lhe parabenizo pela sua competencia, pela sua honradez e muito mais pela sua coragem. Cara Perereca só as pessoas de seu porte e que vulgarmente dizendo ¨peitam¨o seu chefe, o dono, o responsavel e por fim de onde ganhamos o nosso dinheiro para nós manter. Perereca, pessoas como voce, como o nosso Lucio Flavio por serem sérios, honestos, competentes e trabalhadores sempre terão uma barreira pela frente dáquelas pessoas incompetentes e que tem outros motivos para viver. Ana Célia, mas uma vez parabens por tudo e muitas felicidades a voce e que consiga um bom trabalho, pois competencia voce tem de sobra.

Anônimo disse...

Êba Ana! Evoé, alvíssaras, valeu, larga de vez esse elemento prá lá, vê se não aceita nenhuma passagem dele, mesmo que seja para Paris. E aí, encheste a cara na sexta? Só não acho bom ficar lembrando dessa figura durante um porre, porque uma ressaca da braba é certa. Vamos falar mal dele na cara dura. Falando nisso, isso já devolveu ao erário o dinheiro das passagens? Será que ele vai ser preso nesse fim de semana junto com a velória, o sefer, o jáder, o flexa, o tapiocouto, o dudu, o minorana, o orly e o etcétera?
Será que alguns desses aí vão se suicidar durante essa semana?
Beijos do Fernando

Anônimo disse...

Crônica da morte anunciada.

Anônimo disse...

Mas Perereca você queria o quê mesmo todo mundo tá careca de saber como é que o deputado Vic Pieres Franco age, você foi apenas mais uma vítima dessa rapaz que de bonzinho não tem nada basta procurar saber quem é que ele tem mesmo de amigos ele quer mesmo é sempre se dar bem e tirar proveito das pessoas.

Anônimo disse...

Demorô

Anônimo disse...

Bem feito, quem mandou se meter com os demos-tucanos...

Anônimo disse...

Ana, Ana, Ana!

Essa coisa do Vick... até que tava durando... mas... 'xapralá... e seja bem vinda novamente!

Edson Pantoja...

Anônimo disse...

que merda isso tudo.......

Anônimo disse...

Ja pensastes o Vic de patrão no liberal?

Anônimo disse...

Ana publica essa no blog:
Veja a matéria publicada no Jornal O Impacto de Santarém sobre o segurança da Ana Kits Carepa nos EUA:

Escândalo - Governadora nomeia oficial PM acusado de tráfico
- Por: Carlos Cruz

Mais um entre tantos escândalos envolvendo a governadora Ana Júlia Carepa, veio à tona esta semana. A nomeação do Tenente Coronel Dilson Barbosa Soares Júnior, para o cargo de Sub-chefe da Casa Militar da Governadoria do Estado, em Decreto que foi divulgado na edição número 31.288, do Diário Oficial do Estado, assinado em 31 de outubro, e publicado no dia 03 de novembro, segunda feira, serviu para reacender um fato até então “esquecido” pela opinião pública e quem sabe, ignorado pela Governadora. È que no ano 2000, quando o oficial PM Dilson Barbosa era Sub-comandante do 15º Batalhão da PM, sediado no município de Itaituba, no Oeste do Estado, e segundo testemunha, seria o mentor intelectual de uma suposta quadrilha que mantinha conexão inclusive com as Farcs (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), que exerce forte influência não apenas no tráfico de drogas, como no terrorismo prático, inclusive praticando atentados que matam centenas de pessoas, muitas delas inocentes. Além do oficial, vários soldados também foram denunciados, por fazerem parte do esquema criminoso, que ficou conhecido depois que o mecânico José Ribamar Pinto “Senhor X”, delatou o Sub-Comandante da PM de Itaituba e outros membros da suposta quadrilha, entre eles soldados PM que serviam no Batalhão de Itaituba. Na ocasião, a Polícia Federal preparou uma grande operação na região, que resultou na prisão de várias pessoas, entre elas, políticos influentes na região O envolvimento do oficial da Polícia Militar paraense, Dilson Barbosa, com o narcotráfico, foi denunciado à época (ano 2000) por vários jornais impressos e até televisivos, inclusive pelo jornal Folha de São Paulo, fato que a Governadora por certo deve desconhecer, do contrário, não assinaria tal nomeação, de uma pessoa envolvida em um escândalo com o esse para cargo de confiança Militar em seu governo, segundo ela que capricha para parecer sério e transparente aos olhos da opinião pública. O envolvimento do oficial PM Dilson Barbosa, na época capitão do 15º BPM, sediado no município de Itaituba, veio à tona depois das denúncias feitas por um mecânico que na época, “morava” no Comando Militar, depois que obteve guarita, nos anos de 96 e 98, por estar com a vida em risco, após haver presenciado um duplo homicídio. “Senhor X”, como o mecânico ficou conhecido na época, relatou que “por duas vezes chegou a ajudar a descarregar as mercadorias dos aviões”, que faziam pouco na pista do Zezão, às proximidades do Batalhão Militar de Itaituba. O caso rendeu CPI e afastamento do cargo para o oficial. As tais mercadorias (drogas), que vinham do Suriname e faziam o trajeto Atibaia-Belém-Itaituba, eram pagas com armas que serviam para abastecer as Farcs, braço armado mais violento entre os grupos de guerrilha colombianos. Se os fatos relatados nesta edição do Impacto, não advertirem a Governadora e seus assessores, basta consultar as edições de jornais da época, inclusive a Folha de São Paulo, em sua edição de 12 de abril do ano de 2000, onde os fatos estão relatados com riqueza de detalhes. Até então, causa surpresa na opinião pública o fato de um oficial PM, tenente Coronel Dilson Barbosa Soares Júnior, ser nomeado Sub-chefe da Casa Civil da Governadoria do Estado, mesmo estando envolvido em um esquema pesado na região Oeste do Pará.

Anônimo disse...

Ana Célia, inicialmente quero te PARABENIZAR pelo teu brilhante trabalho profissiobal tanto na blogsfera como no jornalismo. Estranhei quando tomei conhecimento que passarias a trabalhar no blog do Vic, você merece coisa muito melhor. Quem conhece o "nobre" deputado sabe do que estou falando.
Finalizo te PARABENIZANDO novamente, agora por teres deixado de trabalhar naquilo que todos pensamos que seria um blog de verdade, mas que não deixa de ser o maior espaço de fofocas e mexericos, de péssimo mau gosto da blogsfera mundial.

Anônimo disse...

É isso aí !!!! Perereca que se preza não salta de banda. Pula é de frente, bem alto, e não engole sapo.Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk!