Ban

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

pensando, pensando

O Escorpião



Toda vez que digo que sou de escorpião, as pessoas torcem o nariz. Porque, para todo mundo, esse é um signo cruel.
Não nego que possuímos imensa capacidade de destruição. Até porque, para nós, destruição não significa fim, mas, renascimento.
É a capacidade de atravessar desertos e desertos, a cheirar no grão de areia a promessa da flor.
Talvez por isso todo escorpiano pareça meio amalucado.
Não há tempo ruim. Porque a gente sempre consegue encontrar aquele fiozinho de esperança.
Essa é, aliás, a característica de quem se acostumou a “brotar das pedras”.
A sobreviver, teimosamente, mesmo onde todos “insistem” em morrer.
É isso... Para nós, escorpianos, a morte é uma incompreensível insistência. Porque o normal é sobreviver – de qualquer forma, de qualquer jeito. E o resto logo se verá...
Um escorpiano é uma incerteza permanente para si e para os outros.
Talvez, um perigo público. Mas, antes, um perigo para si mesmo.
Porque é capaz das manobras mais arriscadas. E mais seguras, também.
Como o sujeito que se lança de um avião, a sei- lá-quantos mil pés. Mas sabendo, de si para si, que possui escondidos trezentos pára-quedas. E que mesmo se todos falharem, ainda assim seguirá em frente, mesmo que todo arrebentado.
A arrastar-se, a esconder-se debaixo da primeira pedra. E ali ficar. Até que o tempo e o meio lhe permitam caçar de novo.
Por isso, um escorpiano parece um bicho esquisito, sem a capacidade de criar os laços que todos os bichos criam.
Com a “manada”, a família, o meio.
É só aparente. Escorpiano cria laços, sim. E bem mais profundos que a maioria dos animais.
Cria laços com as pedras, o sol, o deserto, a areia.
Cria laços até com o animal que o ajudou a atravessar o rio...
Mas jamais deixará de ser, sobretudo, um sobrevivente...

3 comentários:

Anônimo disse...

Entendi...
Obrigado, já é um bom começo.
Ou recomeço...

Luciane disse...

Ótimo texto. Sou escorpiana com ascendente em libra, uma briga só... srsrsrsrssr Achei perfeita a definição do signo, pois me sinto exatamente assim. Só uma escorpiana como vc terá coragem de falar as verdades que a maioria cala. Incomoda muito, incomoda demais. Por conta disso, inevitavelmente, passa por situações difíceis, ouve cada "coisa"... Porém, como a fênix, sabe como ninguém resurgir mais linda, poderosa e vitoriosa do que nunca. Parabéns pelas postagens, tenho acompanhado. Lu.

Leila Costa disse...

Sou taurina de ascendente em escorpião (espiritualidade e materialismo digladiando-se constantemente...) e achei que o texto foi, simplesmente, perfeito.
O escorpião é um inseto extremamente vísceral,livre e desprendido de tudo aquilo que possa restringir sua liberdade, porém, isso não quer dizer que nunca se prende. O escorpião é incompreendido, visto como traidor por saber aguardar o momento certo de sair de sua toca e revidar. Na verdade, ao contrário de traidor ele é um amante da vida, da justiça e da liberdade acima de qualquer coisa. Ele vive, ele segue em frente com cicatrizes que o fazem mais forte do que antes. Leila.