Ban

sábado, 7 de outubro de 2006

Dominum

Um excelente Círio a todos vocês!



A Perereca, em clima de Círio, presta homenagem à Divindade. E se curva, como todos devem fazer, enfim.

Mais, ainda, porque já passou pela experiência de quase morte. E sentiu a mão Dele, a resguardá-la.

Aliás, antes daquele acidente, eu nem acreditava em Deus. Depois, soube, constatei, que, de fato, Ele existe.

Este é, enfim, o tributo necessário Aquele que me protegeu na hora mais difícil da minha vida.

E que decidiu me conceder mais alguns anos de vida.

Não sei bem o porquê. Mas Ele sabe, não é mesmo?


Adeste Fideles

Adeste, fideles, laeti triumphantes;
Venite, venite in Bethlehem.
Natum videte Regem angelorum.

Venite adoremus, venite adoremus,
Venite adoremus, Dominum.


Salmo 91

Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.

Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nEle confiarei.

Porque Ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.

Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas estarás seguro: a sua verdade é escudo e broquel.

Não temerás espanto noturno, nem seta que voe de dia, nem peste que ande na escuridão,

nem mortandade que assole ao meio dia.

Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas tu não serás atingido.

Somente com os teus olhos olharás, e verás a recompensa dos ímpios.

Porque tu, ó Senhor, és o meu refúgio, o Altíssimo é a tua habitação.

Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará a tua tenda.

Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.

Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.

Pisarás o leão e o áspide, calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.

Pois quem tão encarecidamente me amou, também Eu o livrarei.

Pô-lo-ei num alto retiro, porque conheceu o meu nome.

Ele me invocará, e Eu lhe responderei.

Estarei com ele na angústia, livra-lo-ei e o glorificarei.

Dar-lhe-ei abundância de dias, e lhe mostrarei a minha salvação.

Um comentário:

Anônimo disse...

Por que será que você trabalha tão pouco? Além do seu blog ser um enchimento de saco, fica a mesma baboseira por dias e dias. É falta de assunto ou é pregiça da perereca?
Pode ser também que o salário que o jader lhe paga esteja atrasado.
Pode ser tudo, enfim, até nada.
Vai trabalhar vapereca...