Ban

domingo, 9 de setembro de 2012

De bicheiro a connaisseur: Mário Couto torra verba indenizatória do Senado em verdadeiros banquetes nos restaurantes mais chics de Belém. Comilança chega a custar mais de R$ 600,00. Dinheiro público banca até o sorvetinho e a tapioquinha do senador.





Simão Jatene e Mário Couto, a dupla dinâmica: café a R$ 63,00 e tapioquinha paga pelo contribuinte.



Pelo menos desde janeiro do ano passado, o senador Mário Couto Filho, do PSDB, vem realizando um verdadeiro tour gastronômico pelos melhores e mais caros restaurantes de Belém.
 

Uma extraordinária dolce vita, um dolce far niente, ao qual não falta nem o sorvetinho da Cairu. Ou uma arretada tapioquinha. 
 

Em 16 de abril do ano passado, um sábado, Mário Couto esteve na Forneria Santa Genoveva, na Antonio Barreto, um restaurante chiquérrimo, que, apesar de caro, tem até fila de espera. E, pelo valor da conta, o rangão deve ter sido bem bacana: R$ 152,45.

Em 20 de julho de 2011, uma quarta-feira, foi a vez do Dom Giuseppe, na Conselheiro Furtado, talvez o melhor restaurante de comida italiana de Belém. A julgar pela fatura, a mesa deve ter sido adubada: R$ 265,00.

Em 24 de julho de 2011, um domingo, quem sabe por andar enfastiado de tanta massa, o senador resolveu visitar o Remanso do Peixe, talvez a peixaria mais cara da cidade. Deve ter comido feito um bárbaro: a conta ficou em R$ 292,38.

E, como ninguém é de ferro, em 06 de agosto daquele ano, um sabadão, Mário Couto decidiu amenizar o calorão de Belém com os deliciosos sorvetes da Cairu. E ponha sorvete nisso: o senador pagou à Cairu nada menos que R$ 63,12.

Pagou - vírgula. Porque quem pagou tudo isso foi você, caro leitor.

Todos esses banquetes, e vários outros saboreados por Mário Couto ao longo do ano passado e deste ano, foram pagos pelo Senado Federal, através da verba indenizatória que se destina a cobrir os gastos das Vossas Excelências com a atividade parlamentar.

Funciona assim: além dos R$ 26,7 mil que recebem de salário, da cobertura de despesas de saúde e de telefone; de apartamento funcional em Brasília ou auxílio-moradia de até R$ 3.800,00, os senadores ainda dispõem de uma quantia financeira para o exercício da atividade parlamentar.

O “cotão”, como é mais conhecido, inclui uma parte destinada aos gastos com passagens aéreas, que varia em função do custo da viagem entre cada estado e Brasília (no caso do Pará, ela é de R$ 25.426,20 por mês; só a do Amazonas é maior).

A outra parte do “cotão” é igual para todos os senadores: são R$ 15 mil mensais de verba indenizatória, para as demais despesas oriundas do mandato – gastos com alimentação e combustíveis; aluguel e material de consumo do escritório político no estado de origem; contratação de consultorias, divulgação, por exemplo.

E é justamente a verba indenizatória que tem custeado a orgia gastronômica de Mário Couto, mediante a apresentação, ao Senado, dos recibos de banquetes em restaurantes caríssimos e dos pagamentos a hotéis de Brasília, Belém e Salinas. Nada escapa: nem mesmo a notinha do dinheiro gasto com o sorvete e a tapioca que ele consome em Belém, a cidade onde mora. 

Morto de chic desde os tempos em que era porta-voz da inusitada Associação dos Banqueiros e Bicheiros do Estado do Pará (Aqui: http://pererecadavizinha..blogspot.com.br/2012/03/nos-tempos-da-bicharia.html  E aqui: http://pererecadavizinha.blogspot.com.br/2012/05/fotos-historicas-do-senador-mario-couto.html ) Mário Couto regalou-se com o dinheiro do contribuinte no melhor circuito gourmet e, por que não dizer, connaisseur.

Em 20 de janeiro do ano passado, uma quinta-feira, ele esteve no requintado restaurante Benjamin, no centro de Belém, cujo proprietário é o secretário especial Sérgio Leão, braço direito do governador Simão Jatene. Lá, Couto consumiu R$ 274,56.

Em 07 de fevereiro deste ano, uma terça-feira, visitou o très chic Le Vin Bistrô, em Brasília, especializado em comida francesa e famoso, também, pela carta de vinhos. Preço da comilança: R$ 187,72.

Mas as orgias mais impressionantes – de acordo com o portal da Transparência do Senado Federal – ocorreram nos restaurantes Fortunata, no Lago Sul, em Brasília, e no La Madre, na travessa Rui Barbosa, em Belém.

O recibo que consta no portal da Transparência do Senado, e que está datado de 01 de dezembro de 2011, aponta um gasto de R$ 777,48 no Fortunata.

No La Madre, a data do recibo é de 15 de abril de 2012, um domingo, e o valor é de R$ 601,15.

Outro recibo do La Madre, de 09 de março deste ano, tem o valor de R$ 397,27.

Depois do Fortunata e do La Madre, vêm os gastos no Spazzio Verdi da Estação das Docas (R$ 375,00, em documento datado de 06 de março de 2011, um domingo); no restaurante Picanha e Companhia da Pedro Álvares Cabral (recibo de R$ 367,25, de 06 de fevereiro de 2011, um domingo); e na Tratoria San Genaro, na Almirante Wandenkolk, também em Belém.

Na Tratoria, o recibo de 20 de julho deste ano tem o valor de R$ 320,00. Outro recibo, de 08 de março do ano passado, é de R$ 308,40.

São quantias tão impressionantes que colocam, de cara, dois problemas.

O primeiro é o fato de o Senado bancar essa gastança na cidade em que mora o senador. 

Sim, porque se Mário Couto tivesse gastado R$ 100,00 de alimentação em Faro ou Jacareacanga, isso até que poderia ser explicado como despesa decorrente da atividade parlamentar. Mas, em Belém, e ainda por cima num domingão?

O segundo problema é a impossibilidade de, mesmo num restaurante caro, alguém gastar sozinho todo esse dinheiro, em uma única refeição e sem consumir bebidas alcoólicas.

Ou seja, se cada um desses recibos corresponder, de fato, a apenas uma ida a esses restaurantes, das duas, uma: ou Mário Couto consumiu bebidas alcoólicas, ou custeou as refeições de outras pessoas. 

Em qualquer dos casos, sempre com dinheiro público.

Veja-se o exemplo da Picanha e Companhia, na Pedro Álvares Cabral. 

Lá, diz por telefone uma funcionária, o rodízio custava, no ano passado, R$ 53,00, já incluído o antepasto. 

Neste ano, o rodízio deixou de incluir o antepasto e o preço caiu para R$ 47,90. Mas a comilança continua irretocável: 19 tipos de carne, seis pratos quentes, 20 tipos de salada, além de outros acompanhamentos.

Então, como é possível que o senador tenha consumido R$ 367,25 naquele restaurante?

Outro exemplo: o La Madre, do qual, segundo o portal da Transparência do Senado, há um recibo de R$ 601,15, e outro de R$ 397,27.

Naquele restaurante, informa um funcionário, o preço médio de um prato de filé é R$ 52,00 -  e o prato mais caro, à base de bacalhau, custa R$ 83,00.

Mais um exemplo: o badaladíssimo Armazém Belém, no shopping Doca Boulevard, do qual há um recibo de R$ 240,20, datado de 11 de maio deste ano. 

Lá, o prato mais caro (o bacalhau com batatas a murro e risoto de parmesão) custa R$ 77,00 e dá para duas pessoas. E o antepasto mais caro, a marinada de bacalhau, sai a R$ 120,00 – o quilo.

Outro exemplo: o Remanso do Peixe, talvez a melhor e mais cara peixaria de Belém, do qual consta um recibo de R$ 292,38, datado de 24 de julho do ano passado, um domingo. 

No Remanso, os pratos mais caros, a caldeirada e a paella, custam em torno de R$ 140,00 e dão para duas ou três pessoas.

Entre as notas fiscais apresentadas por Mário Couto para ressarcimento pelo Senado, há gastos, também, em lanchonetes e restaurantes mais baratos, como o China in Box, Subway, Spolleto, McDonald’s e Habib’s. 

Mas a farra com dinheiro público é tão impressionante que até mesmo desses estabelecimentos há notas fiscais que chamam a atenção.

Exemplo: a Tapioquinha do Mosqueiro, na rua dos Pariquis, considerada a melhor tapiocaria de Belém, da qual há um recibo de R$ 39,00, datado de 14 de julho deste ano, um sábado. 

O problema é que na Tapioquinha do Mosqueiro o café com leite custa R$ 2,30, e as tapiocas mais caras, a base de carne e queijo cuia ou provolone, custam R$ 5,00.

O mesmo se pode dizer do recibo referente a uma despesa, em 3 de março deste ano, de R$ 54,40 na lanchonete Subway da Senador Lemos (CNPJ 07.918.379/0001-62, nome empresarial MA Carvalho de Bastos). 

Na Subway, os sanduíches mais caros (o de rosbife e o Melt, com 30 centímetros) custam R$ 18,25.

Idem para o recibo datado de 26 de fevereiro deste ano, referente a um gasto de R$ 67,30 no restaurante Habib’s da Praça Justo Chermont (CNPJ 04.993.401/0001-40; nome empresarial Delvaux & Sampaio Ltda). 

No Habib’s, o prato mais caro, o Primavera, custa R$ 15,50. A pizza mais cara, a de quatro queijos, grande, com 8 fatias, sai a R$ 16,90. Uma coca-cola  de dois litros fica em R$ 6,30. E a sobremesa mais cara, a taça Habib’s, com quatro bolas de sorvete, sai a R$ 9,80. 

Em reportagens de março deste ano, sobre as despesas do Senado com a multiplicação dos assessores parlamentares, que incluem até fantasmas e parlamentares cassados (Aqui: http://oglobo.globo.com/pais/senadores-cargos-comissionados-multiplicam-em-ate-cinco-vezes-4285005 Aqui: http://oglobo.globo.com/pais/senadores-empregam-fantasmas-ate-parlamentares-cassados-4279654 E aqui: http://oglobo.globo.com/pais/lista-de-senadores-que-empregam-fantasmas-parentes-ou-investigados-4279623 ), o jornal O Globo informa que os funcionários do Senado, efetivos ou não, têm direito a um vale-refeição de R$ 638,00 por mês.

Apesar disso, há informações, na internet, de que os senadores podem utilizar a verba indenizatória também para o pagamento das refeições dos funcionários de seus gabinetes.

No entanto, ainda que os felizes contemplados por esses banquetes sejam servidores do Senado e que tudo esteja nos conformes à luz da legislação urdida pelas Vossas Excelências, fica a imoralidade dessa gastança de dinheiro público em restaurantes caríssimos, e até em domingões  e feriadões.

E ainda a falta de senso, para dizer o mínimo, de um senador da República, que, apesar de receber quase R$ 27 mil por mês só de salário, ainda tem a coragem de pedir reembolso do Senado até dos R$ 11,00 que gastou em uma sorveteria, na cidade onde mora.

É uma situação tão impressionante que só encontra paralelo naquele superfaturado café da manhã no Hangar, que custou - pelo menos - R$ 63,00 por pessoa, num estado de população miserável, como é o caso do Pará (Leia aqui: http://pererecadavizinha.blogspot.com.br/2012/08/so-ponta-do-iceberg-mp-pede-informacoes_30.html ).


Confira nos quadrinhos abaixo, extraídos do portal da Transparência do Senado, alguns dos banquetes de Mário Couto bancados com o dinheiro do contribuinte.


Aqui, a gastança mais impressionante: R$ 777,48 no restaurante Fortunata, no Lago Sul, em Brasília, em dezembro do ano passado. Nove linhas acima, no quadrinho, a conta na empresa MDR Restaurante, que é o Hikari Sushi, na Serzedelo Correa, em Belém: R$ 244,70:


A segunda maior gastança gastronômica do senador: R$ 601,15, em abril deste ano, no restaurante La Madre, na Rui Barbosa, em Belém. Confira:



A conta na Tapioquinha do Mosqueiro (o nome está escrito errado, mas o CNPJ confere): R$ 39,00 num sabadão, em plenas férias de julho – e apesar de a tapioca mais cara custar R$ 5,00. Na última linha do quadrinho, a despesa de R$ 320,00, numa sexta-feira, na empresa AAP da Cruz Filho, que é a Tratoria San Genaro:



O Bom Paladar Alimentos, que é o restaurante Spazzio Verdi da Estação das Docas: documento fiscal de R$ 375,00. Note, ainda, a primeira empresa do quadrinho: na AAP da Cruz Filho, que é a Tratoria San Genaro, a conta foi de R$ 308,40:


O Conde Restaurante, ou melhor, a Picanha e Companhia da Pedro Álvares Cabral: conta de R$ 367,25:


O Remanso do Peixe: conta de R$ 292,38. Note na primeira linha do quadrinho a despesa no Dom Giuseppe: R$ 265,00.



No restaurante La Madre, em março deste ano, a fatura ficou em R$ 397,27. Seis linhas acima, o gasto de R$ 275,00 na empresa Braga&Maués, que é o Sushi Ruy Barbosa:


A conta de R$ 63,12 na sorveteria Cairu, em agosto do ano passado, quando um sorvete custava uns R$ 3,20. Note, também, a despesa de R$ 196,00 na empresa Sbrama&Sbrama, que é o restaurante La Traviata:



No sempre lotado Armazém Belém, no shopping Doca Boulevard, a despesa, em maio deste ano, ficou em R$ 240,20:


A requintada e concorrida Forneria Santa Genoveva (nome empresarial R&S Comércio de Alimentos): conta de R$ 160,85. Cinco linhas acima, a despesa, na sorveteria Cairu, de apenas R$ 11,91, da qual Mário Couto também pediu ressarcimento ao Senado. Na primeira linha do quadrinho, mais uma conta do Remanso do Peixe: R$ 235,62

 
O chiquérrimo Le Vin Bistrô, em Brasília, especializado em comida francesa e famoso, também, pela carta de vinhos: conta de R$ 187,72. Na primeira linha do quadrinho, o gasto de R$ 157,52 na empresa MDR Restaurante, que é o Hikari Sushi da Serzedelo Correa, em Belém.14 linhas abaixo do Le Vin, a despesa de R$ 171,00 na empresa Rodízios do Pará, que é a churrascaria Rodeio da Augusto Montenegro, na qual o rodízio custa R$ 45,00 e, o bufê a quilo, R$ 35,90:  



E confira agora a listagem com  os gastos de Mário Couto, apenas em 2011 e neste ano, com restaurantes, docerias, sorveterias e hotéis, tudo bancado com a verba indenizatória do Senado Federal.

 
Depois de extraídos os dados do Portal da Transparência do Senado, os CNPJs foram checados no site da Receita Federal.

A lista não contempla todos os gastos, mas apenas os mais significativos e, especialmente, em Belém. 

Das lanchonetes e restaurantes mais baratos foram mantidos apenas o McDonald’s, devido à frequência; e as docerias, sorveteria e tapiocaria, por emblemáticas. 


Hotéis


1) CNPJ 11.350.464/0001-44: Hotel Paraíso do Atlântico, no Atalaia, em Salinópolis. Data: 22/10/2011, um sábado. Valor: R$ 110,22

2) CNPJ 83.579.664/0001-84: Hotel Clube Prive do Atalaia, na estrada do Atalaia, em Salinópolis. Data: 07/10/2011, uma sexta-feira. Valor:  R$ 111,10

3) CNPJ 26.418.749/0001-47: Paulo Octavio Hoteis e Turismo Ltda, na Asa Norte, em Brasília. Datas: em 05/10/2011, uma quarta-feira, R$ 169,95; em 05/08/2011, uma sexta-feira, R$ 89,65.

4) CNPJ 00.314.971/0001-06: Byblos Hotel Ltda, na Asa Norte, em Brasília. Datas: em  06/10/2011, uma quinta-feira, R$  360,00; em 28/09/2011, uma quarta-feira, R$ 180,00; em 17/08/2011, uma quarta-feira, R$ 186,00; em 27/06/2011, uma segunda-feira, R$ R$ 327,00.

5) CNPJ 45.441.787/0001-40: Norte Hotelaria SA. É o Hotel Regente, na Governador José Malcher, 485, em Belém. Data: 12/02/2011, um sábado. Valor: R$ 82,94 mais R$ 5,50.

6) CNPJ 02.223.966/0058-59: Atlantica Hotels Internacional Brasil Ltda. É o Metropolitan Flat, na Asa Norte, em Brasília. Em 09/07/2012, uma segunda-feira, R$ 217,35.



 Restaurantes e lanchonetes em Belém:


1) CNPJ 06.127.738/0001-09:AAP da Cruz Filho Restaurante. É a Tratoria San Genaro, na Almirante Wandenkolk, 666. Datas:

Em 21/01/2011, uma sexta-feira, R$ 202,40.
Em 08/03/2011, uma terça-feira, R$ 308,40
Em 29/05/2011, um domingo, R$ 7,28
Em 10/07/2011, um domingo, R$ 140,90
Em 03/07/2011, um domingo, R$ 140,90
Em 12/08/2011, uma sexta-feira, R$ 51,50
Em 04/09/2011, um domingo, R$ 135,30
Em 18/09/2011, um domingo, R$ 143,40
Em 13/11/2011, um domingo, R$ 150,00
Em 25/04/2012, uma quarta-feira, R$ 104,40
Em 14/04/2012, um sábado, R$ 80,00
Em 11/05/2012, uma sexta-feira, R$ 56,00
Em  20/07/2012, uma sexta-feira, R$ 320,00

2) CNPJ 04.636.942/0001-11: Romasi Comércio de Alimentos Ltda. É o restaurante Mister Fuji Grill, na Almirante Wandenkolk, 373. Datas:

Em 16/01/2011, um domingo, R$ 208,78
Em 01/10/2011, um sábado, R$ 135,19
Em 10/04/2011, um domingo, R$ 189,20
Em 11/03/2012, um domingo, R$ 104,00
Em 01/05/2012, uma terça-feira e feriado, R$ 127,70

3) CNPJ 01.434.292/0001-33: Messias e Messias Ltda-EPP. É o La Madre Ristorante, na travessa Rui Barbosa, 1440. Datas:

Em 22/01/2011, um sábado, R$ 148,50
Em 12/03/2011, um sábado, R$ 224,18
Em 23/10/2011, um domingo, R$ 195,32
Em 27/01/2012, uma sexta-feira, R$ 197,36
Em 19/02/2012, um domingo, R$ 90,24
Em 03/03/2012, um sábado, R$ 120,29
Em 09/03/2012, uma sexta-feira, R$ 397,27
Em 15/04/2012 , um domingo, R$ 601,15
Em  06/05/2012, um domingo, R$ 117,92
Em 07/06/2012, uma quinta-feira, R$ 169,40

4) CNPJ 04.065.703/0001-59: É o badalado Xícara da Silva, café e pizzaria, na Doca de Souza Franco, em Belém. Datas:

Em 19/01/2011, uma quarta-feira, R$ 191,00
Em 30/01/2012, uma segunda-feira, R$ 49,00

5) CNPJ 04.920.682/0001-01: Restaurante Avenida, na avenida Nazaré, 1086. Data:

Em 01/01/2011, em sábado (e feriado), R$ 120,00

6) CNPJ 11.125.555/0001-86: S. L. Restaurante & Buffet Ltda. É o restaurante Benjamin, na Benjamin Constant, 1361. É um dos mais caros de Belém e pertence ao secretário especial Sérgio Leão, braço direito do governador Simão Jatene. Data:

Em 20/01/2011, uma quinta-feira, R$ 274,56

7) CNPJ 83.765.289/0001-67: Sbrama & Sbrama Ltda. É o restaurante La Traviata, na avenida Visconde de Souza Franco, 1454, em Belém. Datas:

Em 02/01/2011, um domingo, R$ 149,60
Em 24/08/2011, uma quarta-feira, R$ 196,00
Em 26/02/2012, um domingo, R$ 81,40
Em 01/05/2012, uma terça-feira e feriado, R$ 113,00
Em 14/07/2012, um sábado, R$ 197,30

8) CNPJ 04.100.916/0001-74: Cristiane R. Salomão –ME. É o restaurante Beto Grill, na travessa Doutor Moraes, 581. Datas:

Em  09/01/2011, um domingo, R$ 223,17
Em 13/03/2011, um domingo, R$ 128,48
Em 01/03/2012, uma quinta-feira, R$ 55,55
Em 24/06/2012, um domingo, R$ 90,35

9) CNPJ 08.329.352/0001-05: T de O Leal Martins Restaurante-ME. É o Lá em Casa, que fica na Estação das Docas. Datas:

Em  24/02/2011, uma quinta-feira,  R$ 213,00.
Em  20/03/2011, um domingo, R$ 29,80
Em  06/03/2011, um domingo, R$ 194,80

10) CNPJ 12.720.996/0001-99:  Conde Restaurante Ltda. É o Picanha&Cia Class e Eventos, na avenida Pedro Álvares Cabral, 307. Datas:

Em  06/02/2011, um domingo, R$ 367,25
Em  04/03/2012, um domingo, R$ 126,32

11) CNPJ 03.072.197/0001-62 : M B B Conde – ME. É a churrascaria Picanha&Cia da rua Bernal do Couto, 260. Datas:

Em 19/06/2011, um domingo, R$ 136,99
Em 25/09/2011,  um domingo, R$ 68,90
Em 12/10/2011, uma quarta-feira, R$ 162,36
Em 08/12/2011, uma quinta-feira, R$ 108,90
Em 19/06/2011, um domingo, R$ 136,99
Em 19/02/2012, um domingo, R$ 112,53
Em 08/07/2012, um domingo, R$ 69,40

12) CNPJ 03.676.504/0001-14 : Farias Cardoso Restaurante Ltda. É o restaurante Divina Comida, na avenida Serzedelo Correa, 168. Datas:

Em 20/02/2011, um domingo,  R$ 120,00
Em 27/03/2011,um domingo,  R$ 93,76
Em 03/04/2011, um domingo, R$ 128,87
Em 01/05/2011, um domingo, R$ 116,93
Em 16/07/2012, uma segunda-feira, R$ 80,31

13) CNPJ 03.841.372/0001-39: É o Capone Ristorante, na Estação das Docas. Datas:

Em  10/02/2011, uma quinta-feira, R$ 172,70
Em  20/03/2011, um domingo, R$ 139,00

14) CNPJ  02.402.182/0001-52: É a Doceria Nega Maluca, na rua Domingos Marreiros, 325. Datas:

Em 26/02/2011, um sábado, R$ 74,40
Em 25/07/2011, uma segunda-feira, R$ 51,30
Em 14/01/2012, um sábado, R$ 47,80

15) CNPJ 09.644.120/0002-87: Braga & Maués Ltda. É o restaurante Sushi Ruy Barbosa, na Travessa Rui Barbosa, 1816. Datas:

Em  07/03/2011, uma segunda-feira, R$ 257,40
Em 05/03/2011, um sábado, R$ 116,60
Em 01/10/2011, um sábado, R$ 140,80
Em 11/03/2012, um domingo, R$ 275,00
Em 11/06/2012, uma segunda-feira, R$ 121,00

16) CNPJ 09.644.120/0001-04: Braga&Maués Ltda. É o restaurante Hai Temaki, na travessa Quintino Bocaiuva, 1696. Datas:

Em 14/12/2011,  uma quarta-feira, R$ 112,50
Em 29/04/2012, um domingo, R$ 96,25
Em 18/05/2012, uma sexta-feira, R$ 23,00
Em 03/07/2012, uma terça-feira, R$ 40,87

17) CNPJ 07.941.605/0003-98 :  L. N. M. E Silva Serviços de Alimentação. É o restaurante Treviso Metropolitan, na rua dos Mundurucus, 3100, no elegante edifício Metropolitan Tower. Datas:

Em  09/03/2011, uma quarta-feira, R$ 118,00
Em 26/02/2012, um domingo, R$ 54,47
Em 13/05/2012, um domingo, R$ 214,88

18) CNPJ 34.642.579/0001-08:  É o restaurante Dom Giuseppe, na Conselheiro Furtado, 1420. Datas:

Em  05/03/2011, um sábado, R$ 87,30
Em 20/07/2011, uma quarta-feira, R$ 265,00
Em 31/03/2012, um sábado, R$ 117,00
Em 22/04/2012, um domingo, R$ 153,50

19) CNPJ 83.755.207/0001-01: Pães e Sorvetes Cairu Ltda. É a sorveteria Cairu da avenida Governador José Malcher, 1895. Datas:

Em 09/03/2011, uma quarta-feira, R$ 25,21
Em 02/07/2011, um sábado, R$ 54,72
Em 06/08/2011, um sábado, R$ 63,12
Em 10/09/2011, um sábado, R$ 11,91
Em 02/11/2011, uma quarta-feira, R$ 53,76
Em 04/03/2012, um domingo, R$ 43,73
Em 10/06/2012, um domingo, R$ 14,79

20) CNPJ  63.855.910/0001-76:  P & A Comercial Ltda. É o Boteco das Onze,  na Praça Frei Caetano Brandão, na Cidade Velha. Data:

Em  26/03/2011, um sábado, R$ 186,78

21) CNPJ 10.761.213/0001-90:  R & S Comércio de Alimentos Ltda. É a Forneria Santa Genoveva, na rua Antonio Barreto, 948. Datas:

Em 16/04/2011, um sábado, R$ 152,45
Em  07/09/2011, uma quarta-feira (feriado), R$ 160,85

22) CNPJ  03.751.209/0001-85:   Bom Paladar Alimentos Ltda. É o restaurante Spazzio Verdi da Estação das Docas. Data:

Em  06/03/2011,  um domingo, R$ 375,00

23) CNPJ 22.960.900/0001-13: É o Spazzio Verdi da rodovia Augusto Montenegro, 4300, segundo andar, loja 2006, no Parque Verde. Datas:

Em 29/02/2012, uma quarta-feira, R$ 47,30
Em 27/02/2012, uma segunda-feira, R$ 44,36

24) CNPJ 05.015.854/0001-65: Movie Bar e Restaurante Ltda. Não consta nome de fantasia na Receita Federal, mas o endereço é do Roxy Bar, na rua Senador Lemos, 231. Data:

Em 03/04/2011,  um domingo, R$ 124,00

25) CNPJ 04.904.311/0001-36:  Celta Alimentos Ltda. É o restaurante Família Tratoria, na travessa Benjamin Constant, 1415. Datas:

Em  30/07/2011, um sábado, R$ 108,35
Em 14/09/2011, uma quarta-feira, R$ 107,91

26) CNPJ 11.140.987/0001-66 : É o badaladíssimo (e caro) Armazém Belém, que fica na avenida Visconde de Souza Franco, 776, ou seja, no Shopping Doca Boulevard, o mais luxuoso de Belém. Datas:

Em  09/04/2011, um sábado, R$ 51,86
Em  29/04/2012, um domingo, R$ 91,85
Em 11/05/2012, uma sexta-feira, R$ 240,20
Em  26/05/2012, um sábado, R$ 229,35
Em  01/06/2012, uma sexta-feira, R$ 80,85  
Em 12/06/2012, uma terça-feira, R$ 91,00
Em 13/07/2012,  uma sexta-feira, R$ 92,79

27) CNPJ 01.092.367/0001-45: W. S. R. Martins&Martins Serviços de Alimentos Ltda. Na Receita Federal, não consta nome de fantasia, mas o endereço é o do restaurante Pomme D’Or da Generalíssimo Deodoro, 1513. Datas:

Em 07/03/2011, uma segunda-feira, R$ 73,63
Em 25/08/2011, uma quinta-feira, R$ 58,06
Em 18/09/2011, um domingo, R$ 58,36
Em  23/02/2012, uma quinta-feira, R$ 51,93
Em 08/04/2012, um domingo, R$ 32,41 mais R$ 89,12 – a despesa foi dividida em duas notas.

28) CNPJ  05.259.208/0002-24: M. Rocha Martins. É o Pomme D’Or Plaza, na avenida Governador José Malcher, 2388. Data:

Em 08/04/2012, um domingo, R$ 79,00

29) CNPJ:  04.810.182/0001-17: Amaral e Cia. Ltda. Consta no portal da Transparência do Senado que é o Doçura’s  Delikatessen, que fica ou ficava na travessa Jerônimo Pimentel, 54. Datas:

Em 03/04/2011, um domingo, R$ 37,00 e mais R$ 52,50, em notas separadas.
Em 02/07/2011, um sábado, R$ 28,50
Em  18/09/2011, um domingo, R$ 32,00
Em  02/11/2011, uma quarta-feira, R$ 60,00

30) CNPJ: 42.591.651/0981-00:  Arcos Dourados Comércio de Alimentos Ltda. Não consta nome de fantasia na Receita Federal, mas o endereço é da lanchonete McDonald's, que funciona na avenida Magalhães Barata, 44, desde 2005. Datas:

Em  24/04/2011, um domingo, R$ 17,50, mais R$  20,25, em notas separadas.
Em 10/04/2011, um domingo, R$ 22,50
Em 01/05/2011, um domingo, R$ 39,00
Em 20/09/2011, uma terça-feira, R$ 17,75
Em 27/09/2011, uma terça-feira, R$18,50
Em 25/10/2011, uma terça-feira, R$ 31,75
Em 08/11/2011, uma terça-feira, R$ 18,50  
Em 20/01/2012, uma sexta-feira, R$ 19,00
Em  28/01/2012, um sábado,  R$ 49,50
Em 28/02/2012, uma terça-feira, R$ 19,00
Em 14/02/2012, uma terça-feira, R$ 18,25
Em 06/03/2012, uma terça-feira, R$  20,75
Em 13/03/2012, uma terça-feira, R$ 19,00
Em 01/05/2012, uma terça-feira e feriado, R$ 29,00
Em 08/05/2012, uma terça-feira, R$ 19,25
Em 22/05/2012, uma terça-feira, R$ 17,00
Em 28/05/2012, uma segunda-feira, R$ 12,00
Em 12/06/2012, uma terça-feira, R$ 19,75
Em  06/08/2012, uma segunda-feira, R$ 37,25
Em 07/08/2012, uma terça-feira, R$ 14,00

31) CNPJ: 10.937.039/0001-93:  MDR Restaurante Ltda. É o Hikari Sushi, na avenida Serzedelo Correa, 210. Datas:

Em  28/04/2011, uma quinta-feira, R$ 80,30
Em 13/10/2011, uma quinta-feira, R$ 101,00
Em 03/12/2011, um sábado, R$ 244,70
Em 10/12/2011, um sábado, R$ 53,00
Em 03/02/2012, uma sexta-feira, R$ 157,52
Em 24/02/2012, uma sexta-feira, R$ 132,70
Em  31/05/2012, uma quinta-feira, R$ 170,99
Em 30/06/2012, um sábado, R$ 84,50

32) CNPJ  07.087.234/0001-67:  Thiago Quadros C. Santos Restaurante-ME. É o Remanso do Peixe, a melhor peixaria de Belém – e uma das mais caras. Fica na travessa Barão do Triunfo, conjunto Celso Malcher, 64. Datas:

Em  24/07/2011, um domingo, R$ 292,38
Em 03/09/2011, um sábado, R$ 235,62
Em 06/04/2012, uma sexta-feira, R$ 274,50
Em 21/04/2012, um sábado, R$ 189,40
Em 10/06/2012, um domingo, R$ 244,70

33) CNPJ 10.484.399/0001-87:  E F O dos Santos – ME. É o restaurante o Rei da Picanha, especializado em churrasco e espetinhos, na avenida Conselheiro Furtado, 1906. Datas:

Em 01/06/2011, uma quarta-feira, R$ 133,00
Em 02/06/2011, uma quinta-feira, R$ 53,02
Em 08/06/2011 , uma quarta-feira, R$ 44,00

34) CNPJ  07.048.472/0001-63: É a Doceria Abelhuda, que fica ou ficava na rua Boaventura da Silva, 341. Datas:

Em 02/07/2011, um sábado, R$ 79,00
Em 04/12/2011, um domigo, R$ 75,00

35) CNPJ 11.348.254/0001-11:  João Roberto B. da Silva-ME. É a Doceria Abelhuda da avenida Gentil Bittencourt, 2113, em São Braz. Datas:

Em  20/04/2012, uma sexta-feira, R$ 130,00
Em 26/05/2012, um sábado, R$ 43,00

36) CNPJ 83.905.133/0001-34: É a Doceria Tia Maria, na travessa Benjamin Constant, 1337. Datas:

Em 05/08/2011, uma sexta-feira, R$ 57,20
Em 30/11/2011, uma quarta-feira, R$ 42,50
Em 27/01/2012, uma sexta-feira, R$ 30,80 mais R$ 32,30, em notas separadas
Em 10/05/2012, uma quinta-feira, R$ 65,90
Em 30/03/2012, uma sexta-feira, R$ 41,80

37) CNPJ  08.736.574/0001-34:  NC Restaurante e Com. de Alimentos Ltda. É o Point do Açaí, na Veiga Cabral, 450, na Cidade Velha. Datas:

Em  29/04/2011, uma sexta-feira, R$ 60,00

38) CNPJ  08.055.453/0001-27: Rodízios do Pará Restaurante. É a Churrascaria Rodeio, no KM 04 da rodovia Augusto Montenegro. Datas:

Em  30/01/2012 , uma segunda-feira,  R$ 19,37
Em 24/02/2012, uma sexta-feira, R$ 171,00
Em 20/03/2012, uma terça-feira, R$ 62,00
Em  21/06/2012, quinta-feira, R$ 30,32
Em 03/08/2012, uma sexta-feira, R$ 35,32

39)  CNPJ  09.301.446/0001-20: João Victor V da Paz-ME. É o Bambu Sushi restaurante, na rua João Balbi, 49. Data:

Em  24/05/2012, uma quinta-feira, R$ 150,81

40) CNPJ  07.965.201/0001-72:   TS Oliveira Buffet Ltda. Na Receita Federal, não consta nome de fantasia. Mas o endereço (travessa Padre Eutíquio, 1128, loja 34, terceiro piso da Visão) e outra nota fiscal apresentada por Mário Couto ao Senado indicam que se trata da Estação Gourmet, que funciona desde o final do ano passado dentro da Visão, no shopping Pátio Belém. Datas:

Em  02/03/2012, uma sexta-feira, R$ 39,25
Em 22/04/2012,  um domingo, R$ 88,90
Em  06/05/2012, um domingo, R$ 142,98
Em 14/05/2012 , uma segunda-feira, R$ 75,50
Em  27/05/2012, um domingo, R$ 97,00
Em 12/07/2012, uma quinta-feira, R$ 106,50

41) CNPJ 14.197.041/0001-24. É a Tapioquinha do Mosqueiro, na rua dos Pariquis, 1981, no bairro de Batista Campos, em Belém. Data: 

Em 14/07/2012, um sábado, R$ 39,00

42)CNPJ  02.825.803/0001-00: É o restaurante Izumo, na travessa 14 de Abril, 1949, em Belém. Data:

Em 25/02/2012, um sábado, R$ 71,20


Em Salinas (apenas o gasto mais significativo):

CNPJ  08.090.815/0001-10: M.A. Dias Barros – ME. É o Restaurante do Nicolau, na avenida Almirante Barroso, 594, em Porto Grande, no município de Salinópolis. 
Data:

Em  20/04/2012, uma sexta-feira, R$ 186,45


Em Brasília (apenas os mais altos sem soma):

CNPJ  14.504.676/0001-27:  Le Vin Bistrô. Em 07/02/2012, R$ 187,72.

CNPJ  12.550.441/0001-46: Restaurante Soho, no Lago Sul. Em 29/11/2011, R$ 204,50

CNPJ  02.910.827/0001-68: Restaurante Feitiço da Vila, na Vila Planalto. Em 30/11/2011, R$ 80,30.

CNPJ  04.116.689/0001-75: Restaurante Fortunata, no Lago Sul. Em    01/12/2011, R$ 777,48

CNPJ  04.116.689/0001-75: Restaurante Fortunata. Em 12/05/2011, R$ 90,82

CNPJ  06.088.770/0001-14: Restaurante Oca da Tribo, no setor SCE/SUL. Em 13/04/2011, R$ 110,00. Em 02/06/2011, R$ 84,50

CNPJ  00.683.748/0018-84: Marietta Café ou Marvin-American Burguer, no SGVC/SUL. Em 11/04/2012, R$ 101,70.

CNPJ  01.855.395/0001-77:  Crepe au Chocolat, na Asa Sul. Em 11/07/2012, R$ 96,50.

25 comentários:

Anônimo disse...

Vou começar uma campanha, quero ser amigo e e almoçar com o contraventor...ops...digo bicheiro, mais um ops...digo senador mario Couto.

Anônimo disse...

Ainda tem a verba de gabinete, que no caso dos estaduais, passa dos 40 mil mensal. Com mais esse nosso dinheiro eles pagam os assessores que, em muuuuuuitos casos, são "laranjas", e até retornam uma grande parte aos sa, digo: políticos.
Cada deputado estadual aqui no Pará, representa mais de 90 mil por mês. Creia! Imagine agora os federais. Multiplique pelos quase 600 do Brasil inteiro. É por isso que eles se matam para ganhar eleições. Fui!

Anônimo disse...

Este senador tem a cara do lobo. Lobo devorador do meu, do seu, do nosso imposto. Aposto que em sua declaração do imposto de renda não há uma devolução como o Leão requer. É ridículo, é triste um parlamentar como esse aí, pras bandas deste nosso belo País. Espero que o eleitor não o deixe se reeleger tão cedo, já que a justiça brasileira nada faz para combater um problema como esse. Este senhor não se criaria em país como o Irã.

Anônimo disse...

Mas come muito esse senador!!! Na Alepa, quando ele era presidente, foram milhôes só de tapioca. Aliás, o Pará está muito mal representado no senado. Sáo dois ex-algemados pela PF (Flexa e Jader Barbalho)e mais esse bicheiro aí.

Anônimo disse...

Os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) barraram até agora a candidatura a prefeito de 317 políticos com base na Lei da Ficha Limpa nos 26 Estados do país. O levantamento foi publicado pelo jonal Folha de S. Paulo deste sábado. Em 16 tribunais ainda há casos para serem julgados. O PSDB é o partido que possui o maior número de fichas sujas, são 56 candidatos, politicos, fichas sujas, o equivalente a 3,5% dos tucanos. O PMDB vem logo atrás, com 49. O PT tem 18 'barrados' e aparece na oitava posição, 1% do total.

-O levamento da Folha mostra, por exemplo, que até o PSD de Gilberto Kassab tem mais condenados do que os petistas. O PPS, que é muito menor do que o PT, tem 9 condenados.

Os nomes barrados pelos TREs irão aparecer nas urnas eletrônicas niormalmente, no entanto todos os seus votos serão considerados sub judice até uma eventual decisão no TSE. No caso de o candidato ficha-suja ter mais votos e seu recurso for rejeitado, assume o segundo colocado na eleição.

Exemplo: se o ficha-suja tiver mais votos, mas seu recurso for rejeitado, assume o segundo colocado na eleição."

PSDB o partido dos FARSANTES!

Anônimo disse...

Deixa o homem comer para poder trabalhar pelo povo do Para. Uma pergunta, nao tem cozinheira na casa dele nao?

Anônimo disse...

Perereca, seria interessante fazer uma investigacao nos gastos do senador com o auto posto salinopolis, porque o comilao passa a semana toda comendo e bebendo nos melhores restaurantes da capital, como e que pode gastar tanto dinheiro com gasolina em Salinas?

Anônimo disse...

Egua! Vai gostar de pratos finos e caros lá no senado!

Anônimo disse...

Equanto isso o povo pobre de cuiarana passa fome.

Anônimo disse...

Perereca, eu acho que o Senador bicheiro está levando todo o time do Santa Cruz de Cuiarana para pegar o bandeco nos melhores restaurantes de Belém, só pode ser!

Anônimo disse...

O nosso inferno é aquí na terra mesmo. Pois, nós, o povo, elegemos democraticamente esse Senhor, um bicheiro, um sujeito, grosseiro, rude, arrogante, metidos em várias falcatruas como o escandalo da Assembléia Paraense, um homem dsprovido de qualquer graça, que graça aos seus "conscientes eleitores" vive como um marajá, come como um marajá, tudo pago com o nosso dinheirinho. Realmente o modelo de democracia eleitoral brasileiro é um verdadeiro umbral moral, e nós nos ferramos cotidianamente.

Anônimo disse...

Perereca, faz uma investigacao no santa cruz de cuiarana. A lavanderia por la esta a todo vapor.

Anônimo disse...

Todo povo tem o representante que merece. E o judiciário, leeeeeeeeento.

Anônimo disse...

Estivessemos em um país sério, com um Judiciário de respeito, isso seria um escândalo.

Aqui ??

Só uma noticiazinha perdida num dos milhares de BLOGS...

Anônimo disse...

Eu nãoa acredito que ele tenha ido a todos esses estabelecimentos comerciais. É quase que impossível que alguém saia tanto para comer por aí. Não seria a família, os amigos e outros que comem e passam a notinha para ele?
Outra coisa estranha são os centavos na grande maioria das contas. Exemplo: "R$ 63,12 na sorveteria Cairu".
Que produtos custariam com esses centavos, onde se sabe que tudo ali é 3,00; 3,50; 4,00; 4,50; 5,00; 5,50; 6,00; 6,50 e por ai vai.

O que custaria então R$ 3,04; 5,03; 6,02; 7,01 etc, para dar esse montante?

Tem boi na linha!

Anônimo disse...

Ninguém que votou neste senhor pode dizer que foi enganado. Todo mundo sabe e sabia de tudo que este senhor é capaz. pena que ele não faz mal apenas para aqueles que votaram nele, o sujeito é senador da república, faz mal pra todo mundo.
São tantas as denuncias, tantos os escândalos, tá tudo ai pra todo mundo ver, essa matéria da Perereca é prova suficiente, e nada acontece, por isso que ele é tão arrogante, sabe que ficará sempre impune. Infelizmente.

Anônimo disse...

Cadeia nese bicheiro.
Gabriel Lima

Anônimo disse...

Ana Célia, você já pensou na hipótese de esses gastos terem feitos não pelo Senador, mas por terceiros? Digo isso porque, em geral, os políticos aproveitam o fim de semana para percorrer as suas bases no interior. Se assim for, a situação fica ainda mais escabrosa.

Anônimo disse...

O problema não são os gastos do Senador, mas o sistema que disponibiliza dinheiro público para essa putaria. O Senador está fazendo o que todos fazem: gastando o dinheiro que está à sua disposição nesse país de merda onde milhões passam fome.
Deveríamos criticar a disponibilização da verba. Esse aí apenas é mais um que está mamando nas tetas do governo, como muitos aqui fariam se lá tivessem!!!!

Anônimo disse...

E pra cagalizar o coreto, o senador bicheiro botou no detran um desiquilibrado como diretor geral. O trator é conhecido como walter. Vive assediando os servidores com um discurso moralista e que retirará a gratificação de tempo integral, mas no gabinete segue direitinho a cartilha das maracutaias do senador educação. A truculencia é tanta que os servidores estão colhendo assinatura num abaixo assinado que pede a cabeça do diretor brucutu, que se diz "filósofo".

Anônimo disse...

Rapaz! De bicheiro esse vagabundo não tem nada. É simplesmente um ladrão requintado. Mas êle está certo. Errado foi quem o elegeu e nós é que pagamos a conta. Triste Pará, triste Brasil.

Diógenes Brandão disse...

É-G-U-Á!

Anônimo disse...

é Ana Célia, preisa dar um jeito nesse LOBO, mas nos consta que ele também é dono de um hotel em São Caetano de Odivelas, que dize foi construido em cima do mangue e possui um testade ferro chamado Jango, mas o Senador rei do Bicho vive por la "pescando" investigue se tem alguma nota em nome desse hotel, se nao tiver e por qe ele é mesmo o dono e não pagaria nada em utilizar algo de sua propriedade. So nos resta chorar e tentar nao votar mais no mesmo!!!!!!

Anônimo disse...

Gente vamos sair pra jantar com o senador? Uma coisa é certa: ele não vai te levar pra tomar sopa nem pra comer capim!
Bom caráter ele não tem, mas tem bom gosto pra comida!

limabelém disse...

Égua, paid'egua essa mamata, que empregão!!!Não me culpe, não votei neste cidadão, então não diga que "somos"culpado! e sim quem quizer assuma esta responsabilidade!!!O problema que estou pagamendo também essa gastança toda né...vê se vcs não votem mais nele em 2014 tá!!