Ban

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Representação ao Conselho Federal pede afastamento imediato de Ophir Cavalcante Junior da presidência nacional da OAB

O presidente deposto da OAB do Pará, Jarbas Vasconcelos,  acaba de protocolar no Conselho Federal da entidade pedido de afastamento do presidente nacional da Ordem, Ophir Cavalcante Junior, devido às acusações de corrupção que pesam contra ele.
Jarbas quer que as denúncias contra Ophir sejam apuradas por uma comissão formada apenas por ex-presidentes da OAB.
E quer, ainda, que essa comissão determine o licenciamento compulsório e imediato de Ophir até o término dessa apuração.
Eis a íntegra do documento. Clique na imagem para ampliá-la:

















Atualizada às 11h10:

Além do pedido de afastamento de Ophir Cavalcante Junior da presidência nacional da OAB, Jarbas Vasconcelos também protocolou no Conselho Federal duas outras representações.

A primeira pede o afastamento de Ophir e de Alberto de Paula Machado dos cargos de presidente e vice, respectivamente, do Conselho Federal. A acusação é de conluio para prejudicar a defesa dele, Jarbas, no processo que acabou resultando em sua deposição da presidência da OAB paraense.

A outra representação pede o afastamento da corregedora nacional da OAB, Márcia Melaré, que nada teria feito para apurar supostas irregularidades financeiras na gestão de Ophir como presidente da OAB paraense.

Eis as duas representações na íntegra. Clique nos links para acessá-las.


E aqui a Perereca coloca o link da representação que pede o afastamento de Ophir Cavalcante da presidência da OAB, que está nos quadrinhos acima, mas que agora também pode ser lida no Google docs:

9 comentários:

Anônimo disse...

Só o afastamento é muito pouco para o que o Senhor Ophir Cavancante anda fazendo, esperamos que a Justiça dê um basta aos atos irregulares desse senhor. Advogados em Defesa do Pará

Wandersatt disse...

Como diz o ditado: Aqui se faz aqui se paga, agora e hora do Dr. Jarbas revidar contra as perseguições politicas que o Dr. Ophir pediu a intervenção e que gerou o seu afastamento da OAB/PA. Quero ver se o Conselho Federal vai ter força de fazer cumprir a Lei, e cassar o seu presidente Mor, como fez com presidente da OAB/PA.

Anônimo disse...

Esse Ophir Júnior, já foi por demais protegido, já é hora do Brasil saber quem é essa figura acostumada a mamar no Estado do Pará sem trabalhar, garantir status de professor de Universidade Federal sem dar aulas, receber das empresa públicas mesmo estando licenciado do trabalho para o Estado e por fim de receber para advogar contra a fazenda pública(IPALEP) do Estado do Pará, mesmo estando licenciado para advocacia do estado!!!! FORA OPHIR!!! NUNCA MAIS VOLTARÁS PARA NOSSA QUERIDA OAB/PA, NUNCA MAIS!

Anônimo disse...

O Ophir Cavancante não possui mais condições morais de presidir a OAB, ele sim está corroendo a imagem da instituição, a cada dia mais ilegalidades, não é só terreno, é falta de trabalho, dinheiro recebido de forma questionável, lincenças ilegais, autoritarismo, golpe, sujeito baixo, a casa caiu - nós advogados nunca mais esqueceremos esse farsante!!!

Anônimo disse...

Concordo com o anônimo das 12:10h, ao dizer q só o afastamento é pouco. O Senhor Ofhir tem que ser tb afastado, deve responder civil e criminalmente e devolver ao cofre público o $$$ que recebeu sem trabalhar. INTERVENÇÃO NO OFHIR

Anônimo disse...

Esse Ophir nunca me enganou, a OAB FOI TOMADA POR UM SENHOR ARROGANTE, QUE SE ACHA UM SEMI DEUS, a exemplo de ditadores que defendem terem sido investidos de poder divino, mas loge disso, os seus atos são sempre assim as escondidas, como foi a intervenção em sessão secreta, agora ele de forma covarde afirma que não agiu para esse desiderato, que não pressionou a seccionais no estados, é um covarde que não enfrenta seus erros, fora Ophir Jr!

Anônimo disse...

Afastamento só é pouco, ele deve é ser condenado a ressarcir todo o dinheiro público gasto em vão. Isso é falta de moralidade e Ética.

Anônimo disse...

Isso é que dá quem tem rabo sujo falar do rabo mal lavado!

Anônimo disse...

Jogar pedra no telhado do vizinho só se o seu for muito seguro.