Ban

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Carta aberta ao desembargador Milton Nobre






Em primeiro lugar, eu queria lhe parabenizar, doutor Milton Nobre, porque o senhor conseguiu, de fato, uma proeza: transformar o Judiciário paraense no prostíbulo mais arreganhado de todos os tempos.

Sob o seu comando, esse Poder magnífico, que é o Judiciário, transformou-se em mero capacho desse chefe de quadrilha que é o governador Simão Jatene.

Tornou-se, portanto, um mero fantoche da corrupção política e do crime organizado.

Nenhum processo contra essa quadrilha, por maior que seja o crime que cometa, consegue prosperar neste estado, devido a sua ação nefasta.

No entanto, todos os cidadãos mais bem informados sabem que é o senhor quem coordena essa  rede de corrupção e tráfico de influência que hoje domina o Judiciário paraense, através da distribuição de benesses aos bandidos togados da sua marca, pelo governador.

Todos sabem que o senhor manipula a distribuição de processos, para que eles acabem nas mãos dos meliantes que integram a sua organização criminosa.

Todos sabem, mas ninguém fala, já que todos morrem de medo do senhor.

Porque de nada adiantarão provas, advogados ou o que quer que seja: ao fim e ao cabo, a sentença em um eventual processo será escrita pelo senhor, e alguma magistrado de quinta categoria apenas a assinará.

Hoje, o Judiciário paraense, sustentado pelos milhões de impostos dos cidadãos, serve apenas aos seus interesses e às quadrilhas que dominam este estado.

Os processos que o senhor determina, tramitam com celeridade impressionante, digna de uma Suécia. Já aqueles que o senhor não quer que andem, são simplesmente travados por algum de seus comparsas.

Corajosos e honrados juízes de primeiro grau, ainda tentam fazer Justiça, insurgindo-se contra a sua máfia.

Mas no Desembargo, o seu controle é quase total: um ou outro desembargador é que ainda busca, cada vez mais solitariamente, honrar a toga que veste.

Imagino como tamanho poder não lhe provoca quase um orgasmo, não é, doutor?

Imagino como o senhor se imagina “bom” e “puro”, ao papar uma hóstia, enquanto milhares de pessoas são assassinadas em nossas ruas, devido a sua psicopatia.

E eu creio que ao ver religiosos como o senhor, a papar hóstias ou a gritar aleluias, Deus deve é sentir uma tremenda ânsia de vômito.

Sei que ao publicar esta carta, doutor Milton, o senhor e a sua gangue transformarão a minha vida em um miserável inferno, até o fim dos meus dias.

Sei, também, que estarei sozinha; que muitos se afastarão de mim, como se portadora de algum vírus; e que outros tantos, a seu serviço, farão de tudo para destruir a minha reputação.

No entanto, depois de muito pensar, acabei concluindo que não há maneira de acabar com as quadrilhas que se apoderaram deste estado, sem antes desarticular a organização criminosa que o senhor comanda.

Nunca tive “vocação” para heroína, doutor Milton.

Sou é uma sobrevivente – e me orgulho disso.

Mas nestes últimos dias, ao refletir sobre a minha vida, percebi que não tenho rigorosamente nada a perder, ao enfrentar abertamente a sua gangue.

Vou fazer 56 anos. E como vivi desbragadamente, se Deus me conceder mais quatro, terei é que me dar por satisfeita.

Além disso, quando o Senhor meu Deus me chamar, voltarei pra Ele apenas com o meu espírito, que, por sinal, nem sequer me pertence, mas a Ele, como tudo o mais no Universo.

Processe-me, doutor Milton, como, aliás, já o fez, e o senhor me arrancará quase nada, já que o pouco que acumulei ao longo da vida não vale nem R$ 2 mil.

Mande me prender, e eu continuarei a pensar e a escrever, para que todos saibam, no presente e o futuro, o bandido que é o senhor.

Mande me matar através dos jagunços da quadrilha do seu comparsa, Simão Jatene. Mas tenha certeza de uma coisa: só partirei daqui quando Aquele lá em cima determinar, porque nem o senhor nem ninguém é mais poderoso do que Ele.

Vamos, portanto, jogar o “phoda-se”, doutor Milton, até o derradeiro fôlego de cada qual.

Eu contra o senhor e toda essa bandidagem togada que empesta este estado.

Desta feita, sem acordos, sem sorrisos, sem dissimulações.

Vamos jogar de maneira crua, tratando o senhor da maneira que merece, porque assim, quem sabe, desperte o sonolento CNJ.

O que não dá mais é pra suportar o triunfo dos seus crimes, à custa de milhares de vidas, em todo o estado do Pará.

FUUUIIIIII!!!!!!

50 comentários:

Anônimo disse...

A justiça está falida

Walbert Monteiro disse...

Depois de ler as sandices que escrevestes sobre o Milton Nobre, só posso depreender que enlouquecestes de vez. Sempre te vi como anormal, pelos comportamentos inusitados que costumas ter com as pessoas, inclusive as que procuraram, no passado, te ajudar (como o Orly Bezerra).
Creio que deverias ser internada e com “camisa-de-força”, em razão dos despautérios que assacas contra não apenas um homem que construiu sua vida e seu sucesso exclusivamente por seus méritos, entre os quais a honradez e a honestidade, mas contra todo o Poder Judiciário do Pará a quem rotulas de “prostíbulo” e de “quadrilha”.
Não tenho pena de ti, nem compaixão. Necessitas de urgentes cuidados médicos e de psquiatras e de providências acauteladoras que evitem, de futuro, que os meios de comunicação social de que usas para tuas infâmias e calúnias sejam utilizados para denegrir imagens e criar, junto ao público que ainda te prestigia, falsos conceitos sobre pessoas e instituições que merecem respeito. WALBERT MONTEIRO

Anônimo disse...

A crença que tudo pode ser resolvido no Judiciário Paraense é balela!!! Aos amigos do Rei tudo aos inimigos nada!!! Uma pena!!! Judiciário Falído e pago pelo contribuinte!!!

Anônimo disse...

Parabéns Ana Célia! Por dizer o que todo mundo sabe mas não tem coragem de falar!

Anônimo disse...

Ana Célia Pinheiro seu sinônimo é coragem! DESEJO FORÇA, FÉ, SAÚDE E LUZ!

MAIRATA disse...

A Justica no Brasil faliu

Fátima Gonçalves disse...

Você levou minha alma e a de muita gente. Precisamos de reforma nesse judiciário podre.

Anônimo disse...

Qyem disse que ela nao tem razao no que diz??? A justiça do Pará esta sim corrompida!!!! È fato!!! E o sr, sr Walbert Monteiro, parece muito afoito e intetessado em desmoralizar a autora da carta denuncia!!! Fico me perguntando o que havera por tras disso!

Anônimo disse...

Posso Dizer no MÍNIMO CORAJOSA ! Diz verdades que TODOS SABEM !
A MAIORIA não diz por MEDO !
Os que reagem negativamente o FAZEM por Desinformação ou por Dependerem dessa Elite Que Suborna a JUSTIÇA - vamos no Popular: puxa saco !
Meus Parabéns Célia ! Conte com o meu apoio e Com certeza de outros que se indignam com a Corrupção Que domina nosso Judiciário, infelizmente não só no PARÁ !
Um forte abraço
Paulo Santana
paulosantana1@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Não custa nada o CNJ investigar. No mundo em que vivemos eu não duvido de nada. Independente de qualquer coisa, os CORRUPTOS têm que ser punidos.

Anônimo disse...

Cada TJ com o Gilmar Mendes que merece! E o lobby dele pra fazer o filho Desembargador? Acho que se deve aprofundar a questão! Continue o trabalho e que Deus abençoe! Lucky

Paulo Roberto disse...

Agradeço pelas palavras esclarecedoras . Confesso que não sabia que a situação do judiciário era tão degradante

Egle Couto disse...

São acusações muito graves, mas não vi indícios de provas. Onde estão as provas? Escrever é fácil, o papel aceita tudo, o difícil é provar. Não digo que a matéria é falsa. Só pergunto: onde estão as provas do alegado!

Anônimo disse...

Ao término do texto, imagino o alívio profundo da autora em expressar suas percepções, a certeza da contra ofensiva, que não tardou,nao é Walbert, não a intimidou e contagia a todos que ainda têm esperança de mudanças na nossa terra...

Anônimo disse...

Infelizmente os que possuem as provas não possuem coragem para apresenta-las.E outra,na maioria das vezes corrupção não passa recibo.Aliás,os tucanos são especialistas em apagar vestigios e "cegar" juízes.

José Maria de Lima disse...

UMA VITÓRIA NAS URNAS NÃO PODE SER GANHA NO TAPETÃO. VIVA A JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ.

Jose Maria de Lima disse...

QUERO ME SOLIDARIZAR COM O DESEMBARGADOR MILTON NOBRE, PELO ATAQUE ANTI DEMOCRÁTICO QUE LHE FOI DIRIGIDO, POR PESSOA QUE NAO RESPEITA O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO E QUE QUERIA VENCER NO TAPETÃO O QUE PERDEU NAS URNAS.

Anônimo disse...

Interessante!
Li o texto e você não fala nada de concreto. Como tens a coragem de achincalhar alguém (seja autoridade ou não)sem nem ao menos provar o que escreves?! Quer dizer que posso te xingar a vontade sem provar nada que estará tudo certo.
Você deveria ter vergonha e honrar pela sua profissão (se é que ainda te consideras assim pois estás a cada dia mais sem crédito). Escrever é falar sem provar qualquer um faz mas o bom profissional investiga (ah, esqueci que você só saber falar mal) e outra, já dizia minha avó: "Não jogue pedra no telhado do vizinho se o seu é de vidro".
No mais, sozinhas já deve estar pelo comportamento que tens.
#ficaadica.

Anastacio Campos disse...

A sorte esta lançada e meu processo contra o tce dorme em alguma gaveta togada. Parabens Ana Celia pela atitude. Quanto a solidariedade religiosa acima temos apenas que abominar

Anônimo disse...

Parabéns Ana Célia pela coragem, pela pressa do walbert em responder em tom de ameaça da pra notar que muita gente já tá vestindo a carapuça

Larissa Medeiros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Larissa Medeiros disse...

Não sei se as denúncias são verdadeiras, mas quando vejo este senhor Walbert Minteiro incitanto práticas Manicomiais e violentas como internação e camisa de força, práticas de higienização muito denunciadas e que já representaram um holocausto no Brasil com a morte de milhares em hospitais psiquiátricos, dá pra ter uma ideia dos interesses aos quais este Walbert serve, na contramão inclusive da legislação brasileira (lei 10.2016). Aí então vejo o quanto é muito possível que essas denúncias sejam verdade.

Anônimo disse...

Nojo de comentário. Outro psicopata de colarinho

Anônimo disse...

A questão levantada trás a incerteza do bom direito, qdo o alicerce vem de nossa suprema corte de justiça. Temos observado manobras de seus pates em seus julgamentos . Estamos na descrença, não pelo Dr Milton Nobre, que acredito ser pessoa de conduta ilibada. Vamos com calma, o Brasil passou 16 anos sendo esculhambado por doidos de poder esquecendo de seu povo . São uns pseudos comunistas da elite.kkkk

Anônimo disse...

Este judiciário é completamente podre. É a maior banca de negócios do Brasil.

Marcelo Sarraf disse...

Nao sei se a senhora liberará esse comentário! Mas confio no seu senso democrático tão apelado nos seus textos.

A respeito como jornalista, de trajetória independente e corajosa.

Nao obstante, sua "denúncia" torna-se verborragia, quando atenta ao principio primário do jornalismo: Cadê os fatos?!

Contra fatos não há argumentos! Sem fatos, a senhora tergiversa e usa sofismos do inicio ao fim... e ataca não apenas a um cidadão mas todo um poder legitimamente constituido, pilar da democrácia, tão apreciada por todos nós!

Como auto-defesa de seu atentado,já insinua que qualquer medida para reparar a calúnia (já que não a fatos a serem apurados!) será medida extravagante e calculada, da bala de calhão contra a mosca.

Melhor que se vitimizar seria honrar seu juramento e apurar fatos, enquanto os magistrados, todos eles, honram o de de manter "O Estado Democrático de Direito" salvaguardado-o de kamikazes!

Tudo afinal, trata-se do valor da Honra.

Anônimo disse...

Isso é grave, muito grave e merece uma atenção das autoridades, principalmente do CNJ para averiguar a veracidade, mas é o que muitos imaginam.

Luiz Mário de Melo e Silva disse...

Não é mais possível negar o fato de que o Pará é uma amazônica arena romana, onde os "imperadores" se deleitam e enriquecem enquanto o povo se mata, um contra o outro.

Anônimo disse...

tudo verdade!!

Anônimo disse...

Parebenizo e não há nenhuma inverdade, é um judiciário somente comprometido com o alto tucanato. Bem, em relação ao resto do Brasil não é muito diferente: o golpe em curso tem a varinha de condão do judiciário e da mídia oligárquica.

Claudio Carvalho disse...

No mínimo ela expressou opinioes que sao compatíveis às que centenas de pessoas pensam e criticam do nosso judiciàrio. Nao é absurdo pensar que nas esferas do serviço publico paraense, reina mesmo esse conjunto de denuncias que ela fez.
Sobre isso podemos até confirmar que a dinamica e o cotidiano do nosso judiciario passou a ser dar desculpas pela kilometrica pilha de processos que nao andam, se contraem por falta de sequencia e se materializam na espera da inexatidao do tempo. Nenhum serviço publico por mais incompetente que seja deixa sua pratica e suas tarefas no dia a dia chegarem a tal constrangimento operacional. Falta vontade politica para fazer e solucionar problemas, mas parece tem tambem muito conluio que emperra a organizaçao e deteriora a moral do nosso judiciario paraense.

Fábio Cruz disse...

Tem que acabar com esse judiciário corrupto e vendido! aplausos

Anônimo disse...

Alguem pediu provas? Muito bem. Eu aposto um pirulito prá quem adivinhar prá qual lado o recurso vai ser julgado. Duvido que alguém adivinhe. Querem mais provas? TJ e MP paraense os mais corruptos do Brasil.

Anônimo disse...

Todos que tem qualquer relação com o judiciário sabe que a matéria é na sua totalidade Real, apenas faltou acrescentar que o Dr.Milton "todo poderoso dos tucanos Jatene" lava o seu dinheiro de corrupção através da terraplena... bastava um moro no Pará para comprovar os fatos alegados e mostrar a todos o balcão de negócio e interesses em que transformou o tribunal. Ana você deveria encaminhar todas as suas matérias para a sede da Polícia Federal, Ministério Público Federal pois se ficar a depender do daqui nada sairá do papel e a corrupção prevalecerá pelos corredores e escritorios

Rovane Sardo disse...

Eu não acredito faz um bom tempo em justiça de toga no Brasil!

Anônimo disse...

Como assim não existem provas, gente? E todo o nepotismo cruzado que existe no judiciário e no governo, um acobertando o outro? Tá tudo registrado em Diário Oficial, é só consultar! Todos sabem disso há anos, várias denúncias na imprensa alternativa já foram feitas. Parem de se pautar pela Liberal que também é uma vendida e faz parte desse esquema corrupto e nefasto. E tô bem curiosa para saber como o judiciário vai fazer para o nosso excelentíssimo senhor prefeito reeleito escapar de 3 processos de cassação e das mais de 12 mil denúncias, incluindo flagrantes, de crime eleitoral. Vamos aguardar!

Unknown disse...

Será mesmo que ela precisa de cuidados médicos? Ou não seria o caso de colocar tudo à limpo, pro bem da sociedade. Taí uma grande oportunidade pra esse judiciário mostrar que faz justiça. Porque como cidadão comum isso é o que a gente não vê.

Anônimo disse...

Vale resaltar que toda classe de Advogados estão felizes por essa divulgação, pois todos sabem, Belém toda sabe, os juizes todos sabem, que esse tribunal é a maior CORRUPÇÃO já vista em um poder publico.
Essas Palavras proferida pela autora do BLOG, retrata muito bem a realidade em que o judiciário vive, nunca denunciaram por que são covarde e CORRUTOS, desejo boa sorte a BLOGUEIRA pela sua coragem.

Marcos Paulo disse...

Alguém pode negar que há lentidão em processos envolvendo o PSDB? O caso Cerpasa, por exemplo, porque não temos quaisquer informação a seu respeito? O Pará não é esse estado todo que o Orly Bezerra propagandeia. É?
Ana Célia, saúde, grande abraço. Que a força esteja com você!!!

leandro borges disse...

Acho que todos(as) que tem processos que o pleno do TJEpa vai julgar e aonde tem a participação do Ilustre Desembargador , tem que colocar ele sobre suspeicao

Genylton Rocha disse...

Alguém tem que abrir a boca. Ela abriu cabe agora alguém isento e honrado investigar. Assusta-me estes defensores temporaes

cleandrece Maciel disse...

É grande sua coragem cara Ana Célia e rezo para q sua proteção seja em mesma escala, pois as ratazanas sempre co seguem o que querem. É comum vermos a intimidação de pessoas de bem que querem justiça e o bem do cidadão, quando vemos os grotescos absurdos que o judiciário comete e os que fecha os olhos para ver, entendemos sua preocupação em denunciar.
Parabéns mulher corajosa!

cleandrece Maciel disse...

É grande sua coragem cara Ana Célia e rezo para q sua proteção seja em mesma escala, pois as ratazanas sempre co seguem o que querem. É comum vermos a intimidação de pessoas de bem que querem justiça e o bem do cidadão, quando vemos os grotescos absurdos que o judiciário comete e os que fecha os olhos para ver, entendemos sua preocupação em denunciar.
Parabéns mulher corajosa!

Anônimo disse...

não existe pior bandido do que quando se é nas entranhas do judiciário, pois é esse que garante aos demais que podem ser marginais. Por isso, nação que não quer ser apenas bem próxima de algo dominado por um bando de escórias sociais corrupta, cuida para que o seu judicário seja limpo

Prof Marsily Andrei (um subordinado da Matemática) disse...

Te cumprimento, Ana Célia, pela coragem. E te digo que não estás sozinha. Procuras ajuda com o povo trabalhador que já está cansado de ser usurpado por esses meliantes. Sou paraense, sou professor, sou lutador.

Anônimo disse...

É Notório que a justiça no Pará de justa não tem nada, tem muita ipocrisia e nenhum resultado prático para o cidadão, basta fazer o levantamento de quantos parentes de desembargadores estão lotados na Casa Civil, é o toma lá da cá.

Anônimo disse...

Um desabafo daqueles. Muita coragem e desprendimento e, também, conhecimento da podridão do judiciário. Conte com o meu apoio.Esse pessoal é funcionário público e pago com o dinheiro de todos os contcribuintes.

Anônimo disse...

O Walber Monteiro é o da VIVENDA?

Eduardo Araújo Rocha disse...

Parabéns pelo trabalho, pela denúncia, coragem. O Jornalista mais admirável não é aquele que conta uma história almejando a capa do Jornal, mas sim por tentar mudar o mundo pra melhor.

Anônimo disse...

Não sei se é felizmente ou infelizmente, mas tens toda razão Ana Célia.