Ban

sábado, 29 de outubro de 2016

Explode, coração: na véspera do segundo turno, eleição para Prefeitura de Belém continua indefinida, naquela que já é uma das disputas mais acirradas da cidade.





Pesquisa Ibope divulgada na noite de hoje, 29, aponta empate técnico entre Edmilson Rodrigues (PSOL) e Zenaldo Coutinho (PSDB), que disputam o segundo turno da eleição para a Prefeitura de Belém, cuja votação acontece amanhã, 30. 

Na pesquisa estimulada, diz o Ibope, Zenaldo tem 44% contra 43% de Edmilson. Isso significa um empate técnico, já que a margem de erro é de 4%, para mais ou para menos. 

Além disso, os indecisos são 3% e a quantidade de pessoas que afirmaram que anularão o voto é de 10%. 

85% dos entrevistados afirmaram que a escolha é definitiva, ou seja, não mudarão o voto. 

Mas 13% disseram que ainda poderão mudar o voto e 2% não souberam responder, o que demonstra ainda mais a indefinição da disputa. 

Nos votos válidos (quando são retirados os nulos e indecisos), Zenaldo tem 51%, e Edmilson 49%, permanecendo o empate técnico. 

O Ibope ouviu 602 pessoas, entre os dias 26 e 28 de outubro.

A pesquisa foi encomendada pela TV Liberal, tem nível de confiança de 95% e está registrada sob o número 08366/2016. 

Veja os números do Ibope (na estimulada):
Zenaldo Coutinho (PSDB): 44%

Edmilson Rodrigues (PSOL): 43%

Brancos ou nulos: 10%

Não sabe (indecisos): 3%

Só os votos válidos:

Zenaldo: 51%

Edmilson: 49%

Margem de erro de 4%, para mais ou para menos.



Acertar também aponta empate técnico 

Pesquisa do Instituto Acertar, divulgada pelo jornal Diário do Pará deste domingo (30) também aponta empate técnico na disputa pela Prefeitura de Belém.

Segundo a pesquisa, na estimulada, Edmilson tem 42,5%, e Zenaldo 40%, mas a margem de erro é de 3,1%, para mais ou para menos. 

Além disso, a quantidade de indecisos e de pessoas que declararam que anularão o voto é ainda maior: 17,5%.

Quando são computados apenas os votos válidos, permanece o empate: Edmilson tem 51,5%, e Zenaldo 48,5%.

O nível de confiança do levantamento é de 95%.

A pesquisa do Acertar foi realizada nos dias 27 e 28 de outubro, ou seja, na mesma época do Ibope, e ouviu 1.080 pessoas.

Ela está registrada sob o número 03709/2016.

Veja os números do Acertar (estimulada):

Edmilson: 42,5%

Zenaldo: 40%

Indecisos: 7,5%

Brancos ou nulos: 10%

Só os votos válidos:

Edmilson: 51,5%

Zenaldo: 48,5%

Margem de erro de 3,1%, para mais ou para menos.

Confira no Diário do Pará deste domingo: http://digital.diariodopara.com.br/pc/edicao/30102016/cidade 


Pesquisa da Doxa volta a divergir das demais 

Já na pesquisa da Doxa, que chegou a apresentar Zenaldo 10,2% à frente de Edmilson, na estimulada, um resultado impressionantemente diferente das pesquisas de quatro outros institutos, todas realizadas na mesmíssima semana, o prefeito de Belém agora aparece com uma vantagem de 7,2%.

Segundo a Doxa, Zenaldo teria 46,8%, na estimulada, contra 39,6% de Edmilson, com margem de erro de 3%, para mais ou para menos.

Mesmo nela, porém, os indecisos e os que declararam que anularão o voto somam 13,6%, confirmando a indefinição da disputa.

Diz a Doxa que a confiança de seu levantamento é de 95%.

Ele foi realizado entre os dias 26 e 28 (ou seja, no mesmo período das pesquisas do Ibope e do Acertar) e ouviu 1.110 pessoas. Está registrado sob o número 03386/2016.

Veja os números da Doxa (estimulada):

Zenaldo: 46,8%

Edmilson: 39,6%

Brancos ou nulos: 9,8%

Indecisos: 3,8%

Só os votos válidos:

Zenaldo: 54,2%

Edmilson: 45,8%

Margem de erro de 3%, para menos ou para mais. 


Leia as postagens anteriores da Perereca sobre as pesquisas eleitorais: 

24/10/2016 - “Eleição para prefeito de Belém continua indefinida: indecisos e votos nulos superam “vantagens” de Edmilson e de Zenaldo, mostradas pelas pesquisas”: http://pererecadavizinha.blogspot.com.br/2016/10/eleicao-para-prefeito-de-belem-continua.html 

25/10/2016 - “Veritate dá empate técnico entre Zenaldo e Edmilson e confirma número expressivo de indecisos e votos nulos”: http://pererecadavizinha.blogspot.com.br/2016/10/veritate-da-empate-tecnico-entre.html

Nenhum comentário: