Ban

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Edmilson lidera disputa pela Prefeitura de Belém, diz pesquisa IDESA. 62% desaprovam gestão de Zenaldo. Éder Mauro está em segundo, mas também perde para Edmilson, no segundo turno. Pesquisa Doxa também apontou crescimento e vitória de Edmilson.


 


Mais uma pesquisa eleitoral aponta a dianteira do deputado federal Edmilson  Rodrigues, do PSOL, nas eleições para a Prefeitura de Belém: ele chega a 36,9% das intenções de voto, na estimulada, seguido pelo deputado federal Éder Mauro, do PSD, com 24,5%. 

O terceiro lugar é do atual prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, do PSDB, com 10,1%. 

A ex-deputada estadual Regina Barata, do PT, e a jornalista Úrsula Vidal, da Rede, aparecem empatadas com 2,6%. 

O ex-reitor da UFPA, Carlos Maneschy, do PMDB, tem 1,6%. 

Já os candidatos Professor Ivanildo (PRTB), Lélio Costa (PC do B) e Cleber Rabelo (PSTU) têm menos de 1%. 

Brancos e nulos somam 10,5%. Os indecisos são 9,6%. 

A pesquisa também aponta a vitória de Edmilson em um eventual segundo turno, seja contra Éder Mauro, seja contra Zenaldo. 


1.105 entrevistados, margem de erro de 3% 

A pesquisa foi realizada pelo Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social da Amazônia (IDESA), entre os dias 5 e 7 de agosto. O próprio instituto pagou o trabalho. 

Foram ouvidos 1.105 eleitores, em oito distritos e 47 bairros. 

A margem de erro é de 3%, com uma segurança de 95%. 

Ela está registrada na Justiça Eleitoral sob o número PA-09841/2016. O questionário completo e plano amostral podem ser acessados neste link: http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2016/pesquisas-eleitorais/consulta-as-pesquisas-registradas 


Desaprovação e mudança 

A pesquisa do Idesa também detectou um forte sentimento de mudança, entre os entrevistados: quase 66% disseram que é preciso mudar, total ou parcialmente, políticas, projetos e a ação da prefeitura de Belém. 

62,3% desaprovam a gestão do tucano Zenaldo Coutinho, diz o levantamento. 

Apenas 11,6% consideram a gestão dele excelente ou boa.
Já 46,5% a consideram péssima ou ruim.

E quando somada ao regular (que foi dividido em positivo, regular e negativo) a avaliação ruim/péssima de Zenaldo atinge 56,5%.

Já a excelente/boa fica em 24,5%. 


Intenção de voto 

Na pesquisa espontânea (ou seja, quando não são apresentados os nomes dos candidatos ao eleitor), Edmilson aparece com 21,6% das intenções de voto, seguido por Éder Mauro, com 11,9%; e Zenaldo Coutinho, com 8,3%.

Regina Barata tem 1,3%; Úrsula Vidal, 1,2%.

Já Carlos Maneschy, Professor Ivanildo e Cleber Rabelo têm menos de 1%. 


Segundo turno 

Ainda segundo a pesquisa do IDESA, em um eventual segundo turno, Zenaldo perde em todos os cenários. Já Edmilson vence tanto Zenaldo quanto Éder Mauro.

Em um segundo turno entre Zenaldo e Éder Mauro, Éder vence por 53,9% contra 19,1%.

Em um segundo turno entre Zenaldo e Edmilson, Edmilson vence por 56,4% contra 17,6%.

Em um segundo turno entre Edmilson e Éder Mauro, Edmilson vence por 44,4% contra 38%.

Nos dois primeiros cenários, mesmo que todos os votos nulos, brancos e indecisos fossem carreados para Zenaldo, ele seria derrotado.

Já numa disputa entre Edmilson e Éder Mauro, brancos, nulos e indecisos podem alterar esse quadro, levando à vitória de Éder Mauro.

Clique no link para conferir todos os quadros e detalhes da pesquisa: https://drive.google.com/file/d/0B8xdLmqNOJ12eG1ROUw0eEpTa1U/view?usp=sharing 


Edmilson também vence na DOXA 

Edmilson também vence as eleições de Belém na pesquisa divulgada pela Doxa, em 2 de agosto deste ano, e que apresentou resultados semelhantes ao do IDESA.

A pesquisa da Doxa (registrada na Justiça Eleitoral sob o número PA- 08502/2016) ouviu 777 eleitores, entre os dias 26 e 28 de julho.

Na estimulada, Edmilson obteve 33,5% das intenções de voto, seguido por Eder Mauro, com 27,1%.

Na pesquisa anterior da Doxa, Eder Mauro tinha 30,2% e Edmilson 24,7% - ou seja, Edmilson cresceu e Éder Mauro caiu.

O prefeito Zenaldo Coutinho também cresceu: ele tinha 6,9% e foi para 12,7% , na pesquisa mais recente. No entanto, continua em terceiro lugar.

A rejeição de Zenaldo também era a maior entre os candidatos, alcançando 37,5%, diz ainda a pesquisa da Doxa.

A administração do tucano era reprovada por 51,4% dos eleitores de Belém e a aprovação ficava em apenas 12%.

A violência era de longe o problema que mais preocupava a população de Belém (42,4%).

O nível de confiança da pesquisa da Doxa também é de 95%.

Nenhum comentário: