Ban

segunda-feira, 18 de abril de 2016

A luta continua, companheiro! Não vai ter golpe!

Milhares, ontem, em Copacabana, no Funk pela Democracia


Se você defende a Democracia e a Legalidade, não desanime com o resultado da votação de ontem, na Câmara dos Deputados.

Perdemos uma batalha, é verdade.

Mas foram muitas e muitas as batalhas que perdemos, ao longo de décadas, até a ditadura cair e o Brasil começar a mudar.

Em verdade, já avançamos muito desde o começo dessa guerra contra o fascismo.

Conseguimos fazer com que a sociedade brasileira começasse a tomar consciência do que está por trás desse golpe; das forças tenebrosas que lutam contra a nossa Democracia.

Nossas manifestações são crescentes e as pesquisas (inclusive, as deles) mostram a queda acelerada do apoio social aos golpistas.

Crescemos nas ruas, nos movimentos sociais, entre os intelectuais, os artistas, a classe média.

E hoje vemos até mesmo o povão, o maior agente histórico de todos os tempos,  já começando a se mobilizar em defesa das conquistas dos últimos anos.

Por isso, não desanime.

As grandes vitórias históricas são feitas, também, de derrotas.

E, às vezes, até de uma sucessão de derrotas que fazem descrer na possibilidade de vitória.

Não esqueça: Hitler, um dia, também pareceu invencível.

Mas a reunião de homens e mulheres, persistentes e comprometidos com um mundo melhor, conseguiu, afinal, derrotá-lo.

A nossa guerra, neste país,  tem 500 anos. E foram muitos os que morreram lutando por tudo aquilo que hoje continuamos a defender: um Brasil mais justo, um Brasil de todos. Um Brasil soberano e democrático.

E é por isso que essa derrota de ontem tem até um gostinho de vitória.

Porque se aquela Câmara dos Deputados, que exalta corruptos, racistas, homofóbicos e até torturadores, tivesse votado maciçamente conosco, seria o caso de nos perguntarmos o que foi que andamos a fazer de errado...

Daí que não dá nem pra falar em erro de negociação do governo: até Al Capone teria dificuldade em negociar com aquela escória que vimos, ontem, na Câmara dos Deputados.

Uma gente que deveria lavar a boca com sabão, quando fala em Constituição, em Democracia e no povo brasileiro.

Uma gente cínica, hipócrita, acanalhada, que vive a invocar o nome de Deus pra esconder o ódio que carrega contra mulheres, gays e todos os que não rezam pelo figurino de sua intolerância.

Uma gente que se aproveita da pobreza e da simplicidade do povo brasileiro para rapinar as riquezas da Nação.

E, no entanto, apesar daquela gente, tivemos 137 valorosos companheiros que votaram conosco, além de outros 7 que se abstiveram.

144 companheiros que não se deixaram intimidar nem por aquelas criaturas, nem pela mídia, nem pelas hordas fascistas que ameaçam, até fisicamente, quem ouse lhes fazer frente.

144 companheiros, que, apesar de dentro da toca daquelas hienas, permaneceram firmes, em defesa da Democracia e da Legalidade.

Por isso, nada de choro: é sacudir a poeira e continuar nas ruas.

É ir pro corpo a corpo com a nossa família, com os nossos amigos, com os nossos vizinhos.

É denunciar cada vez mais firme e pra cada vez mais gente a Idade das Trevas que aquelas criaturas pretendem implantar no Brasil. E isso deu pra ver muito bem durante a votação de ontem.

A guerra será terrível, companheiro! Mas vamos à luta!

Porque o que está em jogo é o futuro dos nossos filhos!

É o futuro deste país!

Pra você!






Um comentário:

Anônimo disse...

Ana Célia,
com esse texto você se superou, tanta mediocridade, não seja ridícula, querer defender esse governo corrupto (quiçá o mais corrupto da história do Brasil), chefiado por uma guerrilheira que queria implantar uma outra ditadura (do proletariado, do partido único). Mas como não acredito que vc seja ignorante, logo ao defender essa corja que faz apologia a Fidel, Chaves, Marighela, Lamarca é porque deve ser por interesse financeiro (essa boquinha vai acabar).
Ou vc acha que Dilma, Lula, Delubio, Vacareza, Dirceu não enriqueceram as custas do povo.