Ban

segunda-feira, 2 de março de 2015

Marinor vai denunciar Zenaldo ao MP. Vereadora considera “acinte” contratação de mais de 100 assessores para gabinete do prefeito de Belém. Zenaldo tem mais assessores do que prefeito de São Paulo, a 7ª cidade mais populosa do planeta, mostrou, com exclusividade, A Perereca da Vizinha. Fato provoca protestos nas redes sociais.


Marinor: denúncia contra Zenaldo no MP por "farra com dinheiro público"


A vereadora Marinor Brito (PSOL) vai denunciar o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, ao Ministério Público Estadual. Motivo: a enorme quantidade de assessores de Zenaldo, que supera a do prefeito de São Paulo, a maior cidade do País e a sétima mais populosa do mundo.

O fato foi revelado em reportagem exclusiva da Perereca da Vizinha, na última sexta-feira, e gerou protestos e centenas de compartilhamentos nas redes sociais. 

Até o início da madrugada de hoje, mais de 19 mil pessoas já haviam lido a matéria, apenas na página da Perereca no Facebook, sem contar o mural do Face, o Google+, emails e o próprio blog. 

Marinor considerou a contratação de tantos assessores um “verdadeiro acinte”, tendo em vista a precariedade dos serviços públicos em Belém. 

Leia a reportagem: “Incrível! Prefeito de Belém tem mais assessores do que prefeito de São Paulo, a maior cidade do Brasil e a 7ª mais populosa do planeta”: http://pererecadavizinha.blogspot.com.br/2015/02/incrivel-prefeito-de-belem-tem-mais.html 

E leia o que escreveu a Assessoria de Marinor, na noite de ontem, na página da vereadora no Facebook: 

“VEREADORA VAI DENUNCIAR PREFEITO AO MPE - "A reportagem 'Prefeito de Belém tem mais assessores do que prefeito de São Paulo", da jornalista Ana Célia Pinheiro, dando conta de que o prefeito Zenaldo (PSDB) tem mais assessores que o prefeito de São Paulo necessita de uma investigação imediata sobre o governo tucano de Belém.
Por isso, já acionei minha assessoria jurídica que vai trabalhar neste final de semana para que no início da próxima semana possamos ir ao MPE solicitar imediata apuração.

É um verdadeiro acinte esse tipo de farra com o dinheiro público, enquanto a cidade de Belém vai ao fundo com uma chuva de meia hora, os hospitais e unidades de saúde municipais vivem na UTI por falta de tudo, as escolas sucateadas e os trabalhadores de educação, assim como todo o funcionalismo municipal, sendo desrespeitados em seus direitos mais elementares", disse Marinor. 

Nenhum comentário: