Ban

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Ô gente má!






Sem brincadeira, caro leitor: estou pensando em dar entrada em uma reclamação contra esse tal de CNJ.

Aliás, já estou até me preparando pra puxar um abaixo-assinado através da Avaaz.

Pois não é que o malino desse CNJ afastou o Flavinho dos processos do Eike?

Mas onde é que já viu uma coisa dessas? Que país é este, afinal?

Como é que pode o órgão de controle da Magistratura tratar dessa maneira o nosso Flavinho?

Tanta gente má neste mundo, tanta notícia ruim.

E de repente, nos últimos dois dias, Flavinho nos fez rir como poucas vezes  em nossas vidas.

É ou não é um sujeito bacanão?

Duvido que tenha havido alguém tão comentado no Face. Duvido!

Teve o Flavinho de saltos altos e ropita íntima cor de rosa, apreendida da Luma.

Teve o Flavinho com singelo chapéu de gatinha e aquela antológica coleira com o nome do Eike...

Quer dizer: Flavinho foi responsável por uma explosão de criatividade dos internautas deste país.

E aquela entrevista do Flavinho, com aquele sorriso maroto, tão chuchuzinho ele, dizendo que ia esquadrinhar a alma do Eike, vocês perderam?

Quanta maldade desse tal de CNJ, não é? Quanta maldade...

Afinal, que mal tem o Flavinho ter dado umas voltinhas naqueles carrões bacanas do Eike que ele mandou apreender?  Que mal tem ele ter levado pra casa até o piano do Eike?

Ele por acaso levou a Luma? Não, ele não levou a Luma!!!... Tão vendo como o Flavinho é um cara respeitador?

E agora, o que será de nós sem o nosso Flavinho, que, como disseram internautas, nos deu uma aula de grátis sobre trânsito em julgado, condução dos autos e justiça com as próprias mãos?

Égua, que o pessoal desse tal de CNJ não tem mesmo o que fazer; só sabe é acabar com a alegria alheia. Deve de ser tudo um bando de amargurados, só pode.

Não deram nem tempo de o Flavinho dar uma voltinha no iate do Eike...

Este país não tem mais jeito, não.

Nenhum comentário: