Ban

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

SERVIDORES DA SEGURANÇA PÚBLICA E DETRAN PROMETEM DEFLAGRAR GREVE GERAL NO PARÁ A PARTIR DE HOJE






ASCOM SINDPOL/PA - Em reunião realizada na noite de ontem, na sede do SINTEPP, entre sindicatos e associações das polícias civil e militar, Detran e professores, ficou decidido que nesta sexta-feira, às 17 horas, em frente ao prédio da Assembleia Legislativa do Estado do Pará - ALEPA, será deflagrada GREVE GERAL NO ESTADO das categorias de Segurança Pública - POLÍCIA CIVIL, CORPO DE BOMBEIROS MILITAR, POLÍCIA MILITAR, além do DETRAN, incorporando à greve dos PROFESSORES.

O Sindicato dos Servidores Públicos da Polícia Civil do Estado do Pará - SINDPOL PA está convocando toda a categoria para a Assembleia Geral que deflagará a greve nesta sexta-feira, 08 de novembro, a partir das 17 horas.

A categoria reivindica não somente melhorias salariais, como a incorporação do abano já concedido aos demais funcionários públicos estaduais, progressão funcional, isonomia, como também melhores condições de trabalho nas delegacias e nas missões, cumprimento da carga horária, etc...

Os policiais civis do Pará estão em Assembleia Geral permanente desde o dia 1º de Março deste ano, e o Sindpol/ PA vem denunciando incansavelmente todo o CAOS em que se encontra a Segurança Pública no Estado, por meio de dossiês, investigações e acompanhamento da situação em todos os municípios, cujo sistema de segurança encontra-se totalmente falido e sem condições de garantir à população a tranquilidade necessária para que a sociedade possa viver em paz.


.............................. 


No DOL: 


Policiais prometem fechar a Lomas e iniciar greve 
Quinta-Feira, 07/11/2013 - Atualizado em 07/11/2013, 22:51:40 

Nesta sexta-feira (8) os trabalhadores da segurança pública do Pará fazem manifestação na travessa Lomas Valentina a partir das 10h.

O objetivo é sensibilizar o governo para conversa sobre a segurança no Estado.

“A nossa única reivindicação nesse momento é que o governo nos atenda apara discutir sobre os novos rumos da segurança no nosso estado, para tentar solucionar os problemas instalados no nosso sistema de segurança. Estão morrendo policiais, se a categoria se encontra receosa, imagine a sociedade”, disse Cabo Quadros, coordenador da Associação de Defesa dos Direitos dos Militares do Pará – ADDMIPA.

A manifestação vai ocorrer em frente ao local onde ocorre o velório de Feliciana Mota, esposa do sargento Antônio Hélio Borges, morta durante a fuga de três assaltantes no centro de Belém nesta quarta-feira (7). O PM permanece internado em estado grave. 


PARALISAÇÃO 


Ainda na sexta-feira (9), às 17h , policiais civis, militares, bombeiros e demais profissionais de segurança reúnem na Assembleia Legislativa do Estado do Pará para definir o início de uma greve.

Eles pretendem juntar-se aos educadores, que já estão parados há 46 dias, para tentar dialogar com o governo.

Após reunião com o governo, cada categoria pretende apresentar as suas propostas.

Estarão envolvidas na manifestação e assembleia oito entidades de segurança, entre elas ADDMIPA, Sindicato dos Servidores Públicos da Policia Civil do Pará – Sindipol, Sindicato dos Servidores do Departamento de Trânsito do Estado do Pará – Sindetran, Associação dos Cabos e Soldados da Policia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Pará – ACSPMBMPA, Associação dos Subtenentes e Sargentos da Polícia – ASSPM”. 


Leia sobre o assalto ocorrido nesta quinta-feira, no centro de Belém, que vitimou a esposa de um sargento da PM: 

Assaltantes atiram contra militar. Esposa morre: http://www.diarioonline.com.br/noticia-262545-.html 

Esposa de PM lutava por causas sociais: http://www.diarioonline.com.br/noticia-262587-esposa-de-pm-lutava-por-causas-sociais.html?91989316  


E leia as reportagens da Perereca sobre as denúncias da OAB contra a impunidade e a violência no estado do Pará. 


Decidido: OAB vai denunciar governador do Pará por crime de responsabilidade e já estuda fundamentação legal. Ineficiência do Estado será denunciada a organismos internacionais. “Clima de medo e terror se espalhou no Pará por conta dos crimes de pistolagem”, diz presidente da OAB. Levantamento mostrará o tamanho da impunidade existente no estado: http://pererecadavizinha.blogspot.com.br/2013/11/decidido-oab-vai-denunciar-governador.html

2 comentários:

Anônimo disse...

A VIOLENCIA SÓ TERÁ CONTROLE SE ACABAR COM PODER DOS DIREITOS HUMANOS.E DEIXAR O POLICIAL FAZER SEU PAPEL NÃO TIRANDO SEU PODER E DANDO PARA OS BANDIDOS. EX:SOU POLICIAL E DURANTE UMA ABORDAGEM O VAGABUNDO ME ATIRA E EU ME DEFENDO ATIRANDO NELE,E ELE MORRER.DURANTE O PROCESSO SOU CONDENADO PQ EXECUTEI O MESMO.ORA CADÊ MEU DIREITO CONSTITUCIONAL DE FAZER USO DE MINHA ARMA PARA AUTO DEFESA.SÃO ESSE PRERROGATIVA QUE INTIMIDA O POLICIAL A RESPONDER POR OMISSÃO QUEM QUER SE BRONQUEAR? NINGUÉM NO MUNDO. QUE SAUDADE DA DITADURA. PODIA TER SEUS DEFEITOS COM ABUSO DE PODER. MAIS O PAÍS ERA MORALIZADO.

Anônimo disse...

Violência e criminalidade, nada tem a ver com direitos humanos. O Problema, é a total incompetência do Jatene e de seu secretario de segurança Pública.