Ban

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Espelho de viração.


Orly e Ney: não carece nem de óleo de peroba, porque o espelho é de R$ 0,99



A comunicação de Jatene “odia” a Perereca da Vizinha.

Todo santo dia, entope o email do blog com uma montanha de calhaus&arirus.

Mas não foi capaz de enviar a nota do Hemopa sobre a decisão do juiz Claudio Hernandes Silva Lima, que mandou exonerar a procuradora da instituição, Bárbara Ribeiro Ferreira e Ferreira, por entender que a contratação dela caracterizou nepotismo (Leia aqui a matéria: http://pererecadavizinha.blogspot.com.br/2013/10/nepotismo-juiz-manda-exonerar.html)

O blog só soube da nota através do Diário do Pará de hoje.

Segundo o jornal, o Hemopa afirma que a procuradora foi exonerada antes da decisão judicial e que isso “estancaria” a ação de improbidade ajuizada pelo MP.

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Mas não precisa nem ser “dotô” pra perceber o absurdo dessa afirmação.

Quer dizer, então, que eu cometo uma improbidade e, quando sou apanhada, não tenho de devolver o bufunfão?

Mas assim até eu quero, “mermão”, esse caldinho de gurijuba!...

No mês passado, Bárbara recebeu R$ 7.293,87 de remuneração-base e mais R$ 300, 00 de auxílio alimentação e transporte. Com os descontos, levou líquidos pra casa R$ 6.046,96.

Ela foi contratada em maio, com R$ 7.058,59 de remuneração-base, o que deu um ganho líquido de R$ 5.576,38.

Veja nos quadrinhos, extraídos dos demonstrativos de remuneração do governo (clique em cima deles para ampliar).

Aqui, o de setembro:



Aqui, o de maio:



Ora, isso quer dizer que ela recebeu do Hemopa, nesses cinco meses, uns R$ 28 mil – e isso numa conta bem por baixo, que considera apenas o salário líquido de maio.

A contratação, diz o juiz, foi irregular – tanto assim que mandou exonerá-la.

E quem é que vai pagar por isso? Eu? Você?

Segundo o MP, a presidenta do Hemopa, Luciana Maradei, sabia que Bárbara é filha da diretora técnica da instituição.

Aliás, Luciana teria até simulado um processo seletivo, para justificar o contrato.

Ou seja, tudo teria sido feito na cara dura, sabendo que era ilegal.

E agora, só porque Bárbara já foi exonerada (e isso é o que diz o Hemopa) não vai pegar nada com ninguém?

Simplesmente acaba o processo e todo mundo vai pra casa, feliz da vida?

No fundo, caro leitor, a comunicação do Jatene acha que você e eu somos uns otários, dispostos a engolir tudo que é lári-lári.

É por isso que o Orly e o Ney Messias vivem metendo os pés pelas mãos: eles se acham os únicos seres pensantes da face da terra.

São uns “iluminados”, a quintessência da inteligência humana.

É isso que dá, caro leitor, comprar espelho de R$ 0,99, lá na viração do Ver-o-Peso... 

Não carece nem de óleo de peroba: só o espelho já faz barba, cabelo e bigode...

Veja as notas do Repórter Diário:

Nenhum comentário: