Ban

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Assembleia Legislativa lança acervo histórico patrimonial e iconográfico do Poder Legislativo



Será nesta terça feira (08), às 14 horas, a sessão especial de lançamento do Acervo Histórico Patrimonial e Iconográfico do Poder Legislativo do Pará, desde a constituição da Assembleia Provincial, em 1824, até os dias atuais.

O acervo vai reunir documentos como atas e anais que registram as atividades do parlamento, bem como o levantamento patrimonial de móveis e obras de arte e o registro fotográfico.

Uma comissão foi formada para fazer o levantamento, localizar documentos e objetos e reunir o acervo.

O trabalho foi iniciado no dia 1º de julho e tem prazo de seis meses, podendo ser prorrogado por mais seis meses.

Uma das curiosidades descobertas pela comissão é sobre os registros do parlamento na década de 50. 

Na época, a Assembleia Legislativa funcionava no prédio do Palacete Azul, onde é hoje a prefeitura de Belém.

Um incêndio teria destruído toda a documentação oficial.

Mas a comissão conseguiu resgatar os registros, que na verdade estavam espalhados em arquivos de outras instituições, como o Grêmio Literário Português, Arquivo Público do Estado e até em arquivos pessoais de famílias de ex-deputados da época.

Um exemplo disso é a galeria de quadros de ex-presidentes da Alepa, que está incompleta.

Alguns quadros foram levados da sede da Assembleia ao final da legislatura.

O mesmo aconteceu com o registro fotográfico de momentos importantes da história do Poder Legislativo.

Pelo menos seis ex-presidentes da Casa chegaram a ocupar também o cargo de governador do Estado. Esta parte da história será resgatada.

A proposta é que além de reunir todo esse acervo, a Assembleia Legislativa publique um livro álbum, que também poderá ser disponibilizado no site da instituição.

A comissão é coordenada pela chefe do Departamento Legislativo (DL), Dilma Antunes, e é formada pelos servidores Ednelson Figueira (DL), Luíza Monteiro (DL), Elias Benone (DL), Eduardo Bezerra (Seção de Anais), Sílvia Guerreiro (Seção de Anais), Hélio Leite (Escola do Legislativo) e Ana Marialva (Taquigrafia). Também conta com a consultoria externa de Tyago Vianna. 


(Fonte: Ascom/Alepa)

Nenhum comentário: