Ban

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Vereadora pede que Fumbel reveja posicionamento arbitrário que excluiu movimentos culturais da IV Conferência Municipal


A vereadora Sandra Batista (PCdoB) requereu hoje, atendendo solicitação do Fórum Municipal de Cultura, que reúne diversas manifestações culturais da cidade, que a presidente da Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel), Heliana Jatene,  reveja a posição tomada no último dia 19, na IV Conferência Municipal de Cultura.

"A direção da Fumbel rasgou de forma totalmente irresponsável o compromisso firmado com os movimentos sociais para tentar salvar a IV Conferência Municipal de Cultura, e ainda desrespeitou e usurpou as funções da Comissão Organizadora da Conferência", reitera o documento.

O requerimento solicita a imediata retomada do acordo feito durante a IV Conferência Municipal de Cultura, "que se não revista implicará na judicialização de todo o processo de Conferência para garantia dos direitos dos movimentos culturais e da sociedade civil organizada".

Em discurso durante a sessão de hoje da Câmara Municipal de Belém (CMB), a vereadora Sandra Batista criticou o posicionamento da presidente da Fumbel, Heliana Jatene, por ter desrespeitado acordo firmado com os movimentos culturais na IV Conferência Municipal de Cultura.

A vereadora requereu que a presidente da Fumbel honre o compromisso assumido com os movimentos culturais.

"Estamos no começo de um governo que disse que seria melhor do que o anterior, mas se comporta como um governo tímido em relação às políticas públicas necessárias à cidade", analisou.

Para a presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos da CMB, o relatório enviado por Heliana Jatene ao Ministério da Cultura (MinC), que excluiu as propostas e delegados escolhidos pelos movimentos culturais, alijou quem faz a cultura na cidade de um processo tão importante e rico, que poderia contribuir com o governo.

"Havia uma base do governo, de DAS's, que teve direito de voto em detrimento daqueles que fazem a cultura", denunciou.''

Coletivos culturais questionaram a lista divulgada pela Fumbel, com os nomes de 24 delegados e 21 suplentes que representarão a capital na Conferência Estadual de Cultura, agendada para setembro. 


(Fonte: Ascom/Vereadora Sandra Batista)

Nenhum comentário: