Ban

terça-feira, 2 de julho de 2013

Manifestação era pacífica e desocupação foi violenta, diz no Face a vereadora Marinor. Segundo um manifestante, há pessoas feridas


No face da vereadora Marinor Brito: 

“POLÍCIA DO PREFEITO ZENALDO DESOCUPA COM VIOLÊNCIA E BRUTALIDADE CÂMARA DE VEREADORES

Cerca de 500 guardas municipais de Belém, fortemente armados com bombas de gás lacrimogênio, de efeito moral e balas de borrachas com ordem expressa do prefeito Zenaldo Coutinho (PSDB) desocuparam por volta das 11h15 da manhã de hoje a CMB. 

Desde ontem, cerca de um mil lideranças de diversos movimentos sociais e de juventude ocupavam a parte de entrada do prédio com o objetivo de sensibilizar os vereadores que compõem a base de sustentação do prefeito para que fosse votada emenda ao PPA que previa a implementação do Passe-Livre na capital paraense.

Hoje, logo cedo, por volta das 10h00, o parecer contrário à emenda foi aprovado por 16 votos a 7, mesmo assim, as lideranças dos movimentos sociais garantiram a manifestação tranquila, embora, a todo momento, sofressem vários tipos de intimidações da guarda do prefeito. 

O clima ficou tenso e por volta das 11h15, um grupo de lideranças se dirigiu à entrada principal do plenário, quando começou o tumulto.

"A guarda do Prefeito agiu com força desproporcional e é a única reponsável por todas estas cenas lamentáveis de muita violência e quem deve responder por tudo isso é o próprio Zenaldo e o presidente da CMB, vereador Paulo Queiroz. Há pessoas feridas", disse uma liderança.

Nenhum comentário: