Ban

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Tropa de choque dispersa manifestantes em Belém




No G1, há pouco:






20/06/2013 19h57 - Atualizado em 20/06/2013 20h19




Tropa de choque da PM chega na prefeitura para dispersar grupo. Confusão começou após prefeito ser hostilizado por manifestantes. Prédio foi atingido por pedras e rojões.




Do G1 PA




A tropa de choque da Polícia Militar chegou ao Palácio Antônio Lemos, sede da prefeitura de Belém, para tentar dispersar o grupo de manifestantes que causa tumulto em frente ao prédio nesta quinta-feira (20). Homens da tropa de escudos da Guarda Municipal ocupam a prefeitura para zelar pelo patrimônio público enquanto manifestantes chutam as portas na tentativa de invadir a sede do governo municipal. Os policiais conseguiram fazer um cordão de isolamento para impedir que os manifestantes invadissem a prefeitura.



Os policiais usam bombas de efeito moral e disparos de balas de borracha para dispersar a população que permanece na frente do prédio, agitando bandeiras. A confusão começou quando o prefeito Zenaldo Coutinho desceu do gabinete para dialogar com cerca de 15 mil pessoas que participavam de um protesto pacífico em Belém nesta quarta-feira (20), mas o prefeito foi recebido com pedradas e disparos de rojões por uma minoria de manifestantes exaltados que acompanhavam o ato pacífico.



Um guarda municipal ficou ferido e teve de ser removido do local. O prefeito também deixou o prédio, que teve janelas quebradas pelo grupo.Segundo a polícia, pelo menos 30 pessoas foram detidas e encaminhadas para a Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE) em Belém.



http://g1.globo.com/pa/para/noticia/2013/06/tropa-de-choque-da-pm-chega-na-prefeitura-para-dispersar-grupo.html




Também no G1, mais cedo




20/06/2013 18h34 - Atualizado em 20/06/2013 19h22




Manifestantes estouram rojões e apedrejam prefeitura de Belém.Confusão começou após prefeito descer para falar com manifestantes.Policiais entraram no prédio para evitar confronto.




Ingrid Bico e Ingo Müller Do G1 PA




Policiais da tropa de escudos da Guarda Municipal ocuparam a prefeitura de Belém nesta quinta-feira (20), após uma minoria dos manifestantes que participam da caminhada contra pela melhoria dos serviços públicos terem hostilizado o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho. Diante da confusão, milhares de manifestantes gritavam "sem violência".



O grupo, que caminhou da Praça Santuário até o Palácio Antônio Lemos, sede da administração municipal, seria recebido pelo prefeito. Porém, segundo a prefeitura, quando Zenaldo desceu do gabinete para dialogar com os manifestantes, os ânimos foram se exaltando. Algumas pessoas atiraram pedras contra o prefeito. Um guarda municipal ficou ferido com pedradas no rosto, mas já foi removido do local e passa bem. A guarda foi orientada a recuar para evitar o confronto.



Várias explosões ocorreram na frente do palácio, dando início a uma grande correria. Apesar da confusão, a maioria dos manifestantes permanece no local. Policiais Militares revistam manifestantes em busca de armas improvisadas e artefatos explosivos. De acordo com o delegado Neivaldo, pelo menos cinco manifestantes foram detidos e encaminhados para a Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE) da Polícia Civil.



http://g1.globo.com/pa/para/noticia/2013/06/manifestantes-estouram-rojoes-e-apedrejam-prefeitura-de-belem.html

Um comentário:

Anônimo disse...

Porque que esses policiais corruptos e covardes pagos por nós não prendem os que depredam e saqueiam os cofres públicos? FIM DA IMPUNIDADE E DA CORRUPÇÃO.