Ban

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Polícia promete proteger manifestação por uma Belém Livre, que sairá hoje do Mercado de São Brás



No Face do Movimento Belém Livre (https://www.facebook.com/events/507814239274208/):

"O Movimento Belém Livre reuniu-se na Praça da República com a Polícia Militar para garantir o caráter pacífico e tranquilo da Manifestação que acontece hoje.

A polícia mostrou-se 100% disposta a estar PROTEGENDO a manifestação e os seus manifestantes, estando na escolta e deslocando um quantitativo de seus quadros para, junto com a CTBEL, garantir a passagem tranquila dos manifestantes pelo trajeto proposto, com o bloqueio dos cruzamentos, e contenção do trânsito. Assim como nós, a polícia também quer que a manifestação siga sem conflitos de nenhuma natureza, garantido assim nosso direito constitucional de nos manifestar.

Na concentração para a manifestação, daremos algumas orientações para que todos possam fazer um ato com ordem e organização, mas desde já adiantamos algumas precauções e posturas que devemos tomar para resguardar nossos direitos legais enquanto cidadãos:

 1. SEM BEBIDA ALCOÓLICA OU DROGAS: Aquele não é o local e nem o momento de beber ou usar drogas, entendendo o que isso pode acarretar em motivo para prisão temporária.

2. SEM DEPREDAÇÕES. A coisa pública também é nossa e merece nosso total respeito. Depredar deliberadamente qualquer patrimônio público tira a legitimidade de qualquer ato pacífico.

 3. SEM INVASÃO A REPARTIÇÕES PÚBLICAS OU ESCOLAS: Não temos o direito de invadir ou entrar no espaço, ou ainda depredar, qualquer repartição pública ou escolas que estejam no meio do trajeto. Lembre-se o ato é pacífico.

 4. LIMITAÇÃO DE BARULHO DIANTE DE HOSPITAIS: nas áreas hospitalares, o silêncio será mantido, respeitando o espaço de 50 metros, após o prédio do hospital, para retomar com nossas manifestações sonoras.

 5.A POLÍCIA MILITAR ESTÁ PROTEGENDO A MANIFESTAÇÃO: Não serão toleradas brigas, depredações, bebidas. Essas pessoas serão retiradas pelo grupo de segurança ou pela PM, para mantermos a ordem da manifestação.

 6. DIANTE DE QUALQUER PROBLEMA ESTRANHO AO MOVIMENTO, DEVERÁ SER CHAMADA A PM. Existe sempre a possibilidade de furto, roubo e/ou agressão. Nestes casos devem ser chamados o grupo de segurança e/ou a PM, para conter qualquer descontrole que porventura aconteça por parte de alguém.

 7. DIANTE DE QUALQUER AÇÃO DA PM, DEVEMOS NOS INFORMAR ANTES DE AGITAR CONTRA. Basta uma acusação contra a PM para que se crie uma confusão. Um PM pode estar detendo alguém por furto e isso pode ser confundido como agressão a um manifestante. Vamos nos reportar sempre a um membro da comissão de segurança, pra estarmos informados do que de fato está acontecendo, antes de explodir em reações.

UM AVISO: Seremos milhares, mais o efetivo da PM e Guarda Municipal. Basta um ato impensado para que se crie uma grande confusão. Por isso, SEJAMOS ORDEIROS; SEJAMOS PACíFICOS; TENHAM CALMA E PENSEM SEMPRE NOS SEUS ATOS E ATITUDES.

Qualquer pessoa que pense em ir com a ideia de partir para o confronto com a PM ou com qualquer outra pessoa e/ou movimento, está desde já desconvidada a comparecer hoje às ruas da nossa capital".
 ............


Atualizada às 16h05:


No portal do Diário Online, que acompanhará ao vivo a manifestação:


Cerca de 800 policiais vão acompanhar protesto


Uma reunião realizada na manhã desta segunda-feira (17), definiu que cerca de 800 homens do Sistema de Segurança do Estado, Prefeitura de Belém e União acompanharão os manifestantes no protesto intitulado "Manifesto por uma Belém Livre", que será iniciado na tarde de hoje.


De acordo com a major Leno Carmo, da Polícia Militar, participaram da reunião representantes das Polícias Civil e Militar e Corpo de Bombeiros que atuarão pelo estado; Autárquia de Mobilidade Urbana (Amub) e Guarda Municipal (Gbel), pela prefeitura; e Polícia Rodoviária Federal (PRF) representando a União. "O sistema de policiamento vai acompanhar a movimentação com cerca de 800 homens através de viaturas, controlando e orientando o trânsito, além de prezar pela ordem pública", disse o major.


O Sistema de Segurança não informou nada sobre o uso de pelotão de choque, balas de borracha, spray de pimenta e bombas de gás.


O protesto já teve confirmação, até o início da tarde de hoje, através de uma comunidade criada em uma rede social, a participação de mais de 10 mil pessoas, que concentrarão na Praça do Operário, em São Brás, e deve seguir em caminhada pela avenida Almirante Barroso até o Entrocamento.


(Kleberson Santos/DOL)

http://diarioonline.com.br/noticia-247689-.html

5 comentários:

Anônimo disse...

Ora viva! Parabéns! Os cidadãos, jovens ou não, estudantes ou não, acordaram!
Viva a INDIGNAÇÃO CONTRA TUDO ISSO QUE ESTÁ AÍ!
E vamos manter a ordem, tudo pacífico, para os "puliças" não terem motivos pra usar seus "argumentos porradícios".
E que a finada UNE descance em paz; ela tem milhõe$ de motivo$.

Anônimo disse...

Outra bandeira que temos que fazer é NÃO VOTEM MAIS NESSES POLITICOS JÁ. Na forma de outdoor, faixas e em outros meios de comunicação.
Vou pagar 30 outdoor no ano eleitoral.

Anônimo disse...

acorda brasil.

Toquinho disse...

Égua!Será que querem domesticar o movimento?
Todo protesto seja por terra, salário ou emprego é, por via de regra, uma manifestação contra a ordem social burguesa, que garante a concentração de renda, terra e riqueza nas mãos de poucos, enquanto a maioria da massa trabalhadora é socialmente excluída, convivendo, com a fome, miséria e desemprego.
Alguém já imaginou os trabalhadores sem terra fazendo um protesto preocupado com a ordem burguesa, que garante a concentração de terra? Ou os índios Terena do Mato Grosso fazendo um protesto pacífico dentro dessa mesma ordem, com o latifúndio armado ate os dentes?
Portanto, chega de balela! Protesto dentro da ordem é festa, como organização de carnaval fora de época. Por isso, todo à rua contra a ordem burguesa, pela defesa de bandeiras como: o passe livre JÁ, 10% do PIB para a educação, serviços de saúde de qualidade, pela Reforma agrária, etc.

Anônimo disse...

Deixem ps oficiais maçanetas da puliça nos gabinetes com ar condicionado do mp, tje, tce/tcm, susipe, guarda municipal etc.... Só quem pode se rebelar contra a corrupção debochada do nosso dinheiro somos nós mesmos.