Ban

quinta-feira, 20 de junho de 2013

2 presos em Belém, segundo as ORM. Manifestantes tentam invadir PMB.


No portal das ORM:    

Protesto termina em confusão na Prefeitura de Belém

Grupo de manifestantes tenta invadir Palácio Antonio Lemos. Dois foram presos

20/06/2013 - 18:27 - Belém

Atualizada às 19h12

Terminou em confusão o protesto que reivindica a redução da tarifa de ônibus e passe livre para estudantes em Belém nesta quinta-feira (20). Duas pessoas foram detidas pela Polícia Militar e encaminhadas para a Divisão de Operações Especiais (Dioe).

Neste momento um grupo de manifestantes tenta invadir a sede da prefeitura. Foram quebrados vidros na lateral do prédio. A polícia tenta conter a situação na parte externa do Palácio Antônio Lemos.

Segundo a assessoria de comunicação da prefeitura, o prefeito Zenaldo Coutinho esteve do lado de fora do prédio na tentativa de conversar com os manifestantes e pediu a formação de comissão para se reunir com ele para tratar das reivindicações.

Entretanto, no início da conversa um grupo de manifestantes começou a atirar pedras. Um guarda municipal foi atingido no rosto e desmaiou no local. Ele foi atingido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O prefeito Zenaldo Coutinho já deixou a sede da PMB.

Mas, de acordo com a assessoria, logo no início do diálogo um grupo isolado de manifestantes começou a realizar um tumulto e partiu para a violência, inclusive jogando pedras no local.

A assessoria da Prefeitura confirmou que um homem da Guarda Municipal foi atingido por uma pedra no rosto e chegou a desmaiar no local, mas foi imediatamente socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). A princípio, o prefeito não deve mais tentar um novo diálogo com os manifestantes hoje.

A maioria dos manifestantes pedia paz e que a confusão terminasse. A Polícia Militar confirma a participação de 15 mil pessoas no ato, que iniciou no Conjunto Arquitetônico de Nazaré (CAN), no centro da capital paraense, por volta das 16h desta quinta-feira (20). Os manifestantes saíram do CAN e seguiram pelas avenidas Nazaré e Presidente Vargas em direção ao Palácio Antônio Lemos.

Oitocentos homens do sistema estadual de segurança pública - polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Detran - acompanham a manifestação. Os PMs fizeram policiamento a pé e, também, com motocicletas e cavalos até a dispersão do público. O helicóptero da Secretaria de Segurança Pública (Segup) também foi usado no esquema de segurança.

Em nota oficial enviada à imprensa o Ministério Público do Pará declarou apoio à população que defende saúde, educação, transporte e demais direitos fundamentais nas ruas. O texto ressalta que os direitos reivindicados hoje são defendidos diariamente pelo órgão.

http://noticias.orm.com.br/noticia.asp?id=654483&|protesto+termina+em+confus%E3o+na+prefeitura+de+bel%E9m#.UcOILNjoOig

Nenhum comentário: