Ban

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Ligações Perigosas: Sobrinho do governador do Pará é sócio do empresário acusado de mandar matar o advogado Jorge Pimentel. Empresário, que é pai do prefeito de Tomé-Açu, está foragido.



O empresário Carlos Antonio Vieira e o filho dele, o prefeito de Tomé-Açu, Carlos Vinícius: procurados pela polícia.

O empresário castanhalense Eduardo Salles, sobrinho do governador  Simão Jatene, é sócio do também empresário Carlos Antonio Vieira, acusado de ser um dos mandantes do duplo homicídio ocorrido no último dia 2 de março, no  município de Tomé-Açu, no Nordeste do Pará.

O caso, que ganhou repercussão nacional, teve como vítimas o madeireiro Luciano Capaccio e o advogado Jorge Guilherme de Araújo Pimentel, assassinados por pistoleiros quando jantavam em um restaurante no centro daquela cidade.

Segundo a polícia, Carlos Antonio Vieira e o filho dele, Carlos Vinicius de Melo Vieira, prefeito de Tomé-Açu, seriam os mandantes do crime. Ambos tiveram decretada a prisão preventiva, mas se encontram foragidos.

A Perereca obteve informações da Junta Comercial do Pará (Jucepa) de que Carlos Antonio Vieira é sócio majoritário e administrador da empresa Valle Empreendimentos Imobiliários Ltda (CNPJ: 12.429.651/0001-80).

A Valle Empreendimentos e a E Salles Construções, que pertence ao sobrinho do governador, são sócias na empresa Salles e Valle Empreendimentos Imobiliários, que executa o loteamento Salles Jardins, no município de Castanhal.

Informações divulgadas pela polícia no mês passado dão conta de que os assassinatos de Luciano Capaccio e Jorge Pimentel teriam sido motivados por disputas políticas e por denúncias sobre supostas irregularidades em um empreendimento imobiliário de Carlos Antonio Vieira.

A Perereca volta mais tarde com uma reportagem detalhada sobre o caso.  

Nenhum comentário: