Ban

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Estação das Docas recebe Grupo Sabor Marajoara nesta sexta-feira.



Com o fim da quadra nazarena, o Grupo Sabor Marajoara prepara apresentação em homenagem a uma das tradições culturais mais antigas do Pará: a Marujada bragantina. 
  
No feriado desta sexta-feira, 2, eles cantam e dançam a religiosidade paraense a partir das 18h, no projeto Pôr-do-Som. 

Manifestações culturais de Alter do Chão, da Ilha do Marajó e de outros municípios também compõem o espetáculo.

A apresentação tem como tema a religiosidade paraense. 

Para o grupo, o mês de outubro é todo dedicado a Nossa Senhora de Nazaré e o de dezembro à festa da Marujada – homenagem a São Benedito que dura mais de 200 anos e mobiliza os moradores e visitantes de Bragança durante um mês de comemorações. 

A Marujada é conhecida por ser composta quase exclusivamente por mulheres, pela forte presença do retumbão e pela quantidade de cores que enche os olhos de quem assiste às danças.

Após a passagem pela religiosidade bragantina, o Sabor Marajoara apresenta a Chula Marajoara – homenagem a Nossa Senhora do Rosário -, o Murambiré – originário de Alter do Chão e interpretado durante o Sairé. 

De acordo com o presidente do Grupo, Evaldo Torres, a ideia dos espetáculos é manter a cultura paraense ativa.

“Nosso grupo existe há 23 anos e durante todo esse tempo, a busca é pela mistura da cultura popular, com estilização de músicas e coreografias. Mas, mesmo com a ideia de mesclar o antigo e moderno, nós sempre temos em mente a importância do folclore tradicional”, revela.

O grupo foi criado em 1989, no bairro do Umarizal. 

Eles foram um dos primeiros a participar do Pôr-do-Som e acompanham sua evolução desde então. 

“Nós acreditamos que o projeto está crescendo a cada ano. Ele já virou cultura da cidade. As pessoas já sabem que toda sexta-feira é dia de manifestações culturais paraenses na Estação. A apresentação é boa para o grupo, que fica mais visível, e para o turista, que conhece um das culturas populares mais ricas do país”, opina Evaldo Torres.

O projeto Pôr-do-Som é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), em parceria com a Organização Social Pará 2000, que promove todas as sextas-feiras programações culturais gratuitas à população.

(Fonte: Isa Arnour/-Pará 2000)

Nenhum comentário: