Ban

sábado, 6 de outubro de 2012

Um segundo turno como nunca se viu!





Belém merece um segundo turno entre Edmilson Rodrigues e Zenaldo Coutinho.

Edmilson e Zenaldo, ou Zenaldo e Edmilson, como vocês preferirem, são dois grandes candidatos.

Dois cidadãos de seu tempo; dois sujeitos realmente comprometidos com a sociedade em que vivem.

Dois companheiros que realmente fizeram por merecer o respeito de todos nós.

Dois homens públicos com uma vida limpa – e a maior prova disso é a inegável compatibilidade entre aquilo que possuem e os ganhos que obtiveram ao longo da vida.

Penso, também, que a presença desses dois grandes cidadãos no segundo turno dá a Belém uma oportunidade ímpar: a possibilidade de realmente discutirmos ideias, projetos, caminhos, para a cidade mais humana que todos almejamos.

Edmilson e Zenaldo, ou Zenaldo e Edmilson, realmente acreditam – e com enorme paixão – naquilo que defendem.

E é esse o primeiro ganho, pra nós, sociedade: não estaremos diante de dois farsantes ou demagogos. Mas diante de dois homens públicos que levaram toda uma vida a amadurecer um ideário.

Além disso, Edmilson e Zenaldo ou Zenaldo e Edmilson, sabem fazer política daquela maneira que realmente dá tesão: no gogó, na gastação de cuspe, no convencimento.

De sorte, caros leitores, que a se confirmarem os prognósticos das pitonisas de plantão, teremos um segundo turno pra ficar na História.

Serão duas ou três semanas para conquistar corações e mentes da forma mais bela que há: pela palavra, pela cumplicidade de ideais.

E nós, os habitantes de Belém do Pará, terra do maior movimento social de todos os tempos, merecemos isso, sim.

É claro que preferiria que, no segundo turno, estivessem Alfredo Costa e Zenaldo Coutinho.

Afinal, faço parte dessa massa de brasileiros que elegemos tucanos e petistas como os melhores quadros políticos que já conseguimos parir (embora, é verdade, às vezes nos causem tanta vergonha, mas tanta vergonha que sentimos é vontade de afogá-los...).

Também nunca tive grande simpatia por Edmilson, pela metodologia de Edmilson.

Votei em Edmilson na primeira eleição dele, como boa parte dos tucanos e petistas de Belém. Mas não repeti o voto. E se agora, em 2012, ainda votasse em Belém, estaria balançando entre Alfredo e Zenaldo.

No entanto, respeito profundamente Edmilson e o PSol, e todos os egressos da antiga Força Socialista.

Nunca vi nem Edmilson nem o PSol nem o pessoal da antiga FS defendendo indignidades, como o fim das cotas, das bolsas sociais ou a menoridade penal.

Pelo contrário: é preciso reconhecer que esses companheiros têm, de fato, compromisso com a população oprimida, neste país escravocrata.

No entanto, divirjo de seus métodos, que considero, no mínimo, equivocados.

A Zenaldo conheço desde que ele foi eleito vereador pela primeira vez, há uns 30 anos.

Naquela época, o nosso “Zé Gotinha” era tão direitista, mas tão direitista, que quando abria a boca a gente sentia vontade de se esfaquear umas 75 vezes...

Mas Zenaldo evoluiu tanto, que é preciso admitir que possui uma qualidade muito, muito rara: a capacidade de reconhecer os próprios erros e de se reinventar.

Por suas origens e pelos dons que possui, o nosso Zé Gotinha poderia ser apenas um Mauricinho, ou um advogado podre de rico.

Mas a vida (e, principalmente, o exemplo de dona Helena) o levaram a perceber que bem mais importante do que o carrão, a mansão ou o status, é a capacidade de se dar a quem precisa de nós.

Mas, novamente, divirjo é quanto à metodologia - e especificamente na campanha eleitoral. E devo confessar que me sinto até desapontada com Zenaldo, por ter permitido determinadas práticas neste pleito, das quais, aliás, nem precisa...

É claro, arguto leitor, que Edmilson também pode ter evoluído desde aqueles tempos das tristemente famosas “brigadas cabanas” - e ponha tristemente famosas nisso...

Mas penso que o importante, de fato, é isto: ambos, Zenaldo e Edmilson, são dois cidadãos com qualidades extraordinárias, que poderiam ter usado apenas para “se dar muito bem na vida”, sem enveredar por esse caminho tenebroso que é a política.

No entanto, ambos preferiram dividir com todos nós as riquezas, os talentos, as experiências que possuem.

Ambos dedicaram uma vida inteira à coletividade.

Ambos revelaram a profunda consciência de que devem ao todo a melhor parte do que são.

Ambos têm ideias precisas, lapidadas, acerca do “como” chegar a sociedade que queremos.

Ambos são, enfim, como que um presente a todos nós, nestes tempos tão tristes da nossa querida Belém.

Pra Zenaldo e Edmilson, ou Edmilson e Zenaldo. 

Mas, sobretudo, pra vocês, nesse dia magnífico que é a eleição:

26 comentários:

Anônimo disse...

Perereca, bonito post, mas prefiro acreditar que o Edmilson cresceu e evoluiu naquilo que poderia evoluir, e isso foi demonstrado na campanha, do que num ex-mauricinho que hoje tem na sua sobra, Jatene, Mario Couto e Flexa Ribeiro.

Anônimo disse...

Ana Celia, o que seria mais pernicioso para Belem, o Edmilson e sua intransigencia, em alguns pontos, ou o Zenaldo, que tem do de um lado Mario Couto e do outro Flexa Ribeiro?

Anônimo disse...

Só que há uma genética ideológica abissal entre os dois, Edimilson defende os interesses dos trabalhadores e excluídos, Zenaldo defende os interesses da burguesia nativa e de políticos corruptos

Anônimo disse...

"nem precisa...". Dizer que o PSDB usa dinheiro público pra comprar votos e manipula e frauda pesquisas.

Anônimo disse...

O Ed não tem padrinho forte para gastar o nosso dinheirão em campanha publicitária. Esse "privilégio" só o Zenaldo (candidato do governador) e o Anivaldo Vale (do atual prefeito) prossuem. Daí, não tenho escolha: fico com o Ed novamente.

Anônimo disse...

Realmente, duas figuras que não são ricos e tirando o Jordy, o resto é picareta.
Eles lutam pela coletividade, até porque, sou da mesma época mas vou de Edmilson pelo simples fato de que ele é decisivo, sabe comandar e, acima de tudo, estudioso. Tem um lema que lhe é muito peculiar "tudo pelo povo para o povo" (sempre esteve nas ruas como Alcaide, já o atual só andava com a tal da Rondac de carrão e todos os apetrechos de Segurança).
Os seus oito anos de Governo lhe credenciam e por isso está em primeiro lugar.

Já o teu "Zé Gotinha" como bem delineado em sua narrativa, tem esse defeito que é a pressão de terceiros, de pessoas que sempre o ajudaram e querem um pedaço da fatia e que sabemos quem são.

Parabéns pela acertiva de sua opinião. Adoro vc. como Jornalista de Verdade em suas opiniões, inclusive, as de cunho pessoal. Saude.....

Anônimo disse...

Achei o comentário um pouco fora da realidade. Afinal o método tucano (diga-se de passagem) desesperado de fazer política e principalmente campanhas eleitorais, não condiz nem um pouco com o Estado Democrático de Direito. Só quem não vive em Belém (excluindo aqueles que estão aqui, mas parece que estão na lua) para não perceber, ou talvez, não querer enxergar a realidade do que foi o período pré-eleição. Afinal com um tratamento diferenciado por parte da imprensa belenense, que envolve inclusive a suspeita de atuação sorrateira em prol do dito candidato Zé Gotinha, comparar Edmílson com Zenaldo é no mínimo total falta de senso. Enquanto um sai de baixo, estuda, trabalha e ainda consegue fazer política (num Estado em que a miséria, inclusive a política, é comandada por oligarquias); o outro, político profissional, cresceu no seio de um partido que possui íntima ligação com o neoliberalismo, conservadorismo e as ditas oligarquias. O que se coloca a prova nesse segundo turno não é essa comparação, porque nesse campo EDMÍLSON está anos luz a frente de ZENALDO. O que merece destaque é a dúvida sobre a capacidade do PSOL em fazer política na própria política. Também não esqueçamos que Belém do Grão Pará volta com toda força no cenário nacional. Quem diria que dois anos depois o embate está lançado. Tudo depende do comportamento do PSOL. Qual será? Ninguém sabe, ou será que alguns já têm essa informação. O partido fará parte do governo federal. LULA e DILMA descerão na campanha do antigo partidário? Não esqueçamos que o PT vendeu barato o Estado do Pará, graças à ineficiência do governo anterior, cujo expoente máximo era ANA JÚLIA. Mas não nos esqueçamos do JATENE, com seus índices pífios, que representam os 16 anos de PSDB. Ficará equidistante do que se aproxima? Acho que não! Provavelmente a partir de segunda-feira, depois da ressaca, PSOL, PT, PMDB e PSDB vão buscar seus caminhos. Uns querem apenas a PREFEITURA; mas todos olham para 2014.

Helio Monteiro disse...

Parabenizo pelo post. Não sou contra jornalistas revelarem sua intenção de voto. Mas defendo que o façam abertamente e expunham de forma transparente os motivos que o fazem votar em um candidato, ao contrário do que fazem muitos jornalistas que, por trás do manto de imparcialidade, atacam sistematicamente alguns candidatos enquanto protegem outros.

Anônimo disse...

Pior de tudo pra mim é a proximidade do Zenaldo com o grupo Liberal.Na minha avaliação esse grupo é mais pernicioso que o Mário Couto e o Jáder Barbalho juntos.

Anônimo disse...

A Zenaldo conheço desde que ele foi eleito vereador pela primeira vez, há uns 30 anos.

Naquela época, o nosso “Zé Gotinha” era tão direitista, mas tão direitista, que quando abria a boca a gente sentia vontade de se esfaquear umas 75 vezes...

Tá bom, nao precisamos dar 75 facadas no Ze gotinha, basta 50 rsrs.

Anônimo disse...

O problema é que com Zenaldo, que já foi chefe da Casa Civil e secretário de Proteção ( que rege a SESPA) neste governo Jatene, vamos ter mais desse governo ineficiente e nefasto. É hora de pensar nos perigos a que estamos submetidos neste estado sem lei, na saúde pública ineficiente, nos apadrinhados ocupando os cargos de concursados e nas alianças puramente eleitorais como a do PPS.Se o Zenaldo ganhar aí endossamos o pouco que tem sido feito em políticas publicas.

Anônimo disse...

E o PMDB, vai caminhar com quem ? Se Zenaldofor eleito vai ter uma luta imensa em compor com os vereadores, aonde teve uma renovação significativa. Ali pelo menos há uns 15 esquerdistas eleitos.

Anônimo disse...

Noooooossa Perereca, até paresque que tu tá querendo vortá para o suvaco do Orly. Será?

Anônimo disse...

Para mim, ao contrário do que expõe a jornalista de maneira apaixonada, e até, porque não dizer, infantil, Belém não será uma cidade melhor nem com Edmilson, que deixou uma herança nefasta para Belém, principalmente para o trânsito da cidade com as suas obras de R$ 1,99, e muito menos com Zenaldo, que tem uma pífia atuação parlamentar na Cãmara Federal e praticamente apagada como chefe da Casa Civil do atual Governo, e além do mais, está cercado de políticos que não tem uma reputação lá muito ilibada. Em suma, não vejo nenhum motivo para a empolgação e os elogios desmedidos que a jornalista faz dos dois políticos que foram para o segundo turno em Belém e, também, não acredito que nenhum dos dois candidatos conseguirá fazer com que a nossa cidade chegue aos 400 anos (em 2016) melhor do que está hoje. Infelizmente!!!

Anônimo disse...

Gente,pelo amor de Deus,não podemos dar mais poder ainda ao PSDB.Votar no Zenaldo é referendar o governo de Simão Jatene.

Anônimo disse...

Houve um upgrade na Câmara Municipal e com certeza os 2 melhores foram escolhidos para o segundo turno, mas cuidado que Zenaldo é do grupo do Flexa Ribeiro, Mário Couto e Jatene e unha e carne com o Grupo Liberal, que foi cabo eleitoral do Zenaldo.

Anônimo disse...

Zenaldo é a renovacao, jovem, idealista, sabe lutar e deve fazer um grande governo. O Edmilson e bom sujeito, mas nao fez nada de excepcional nos 8 anos para lhe credenciar novamente na frente da prefeitura de Belem.
Agora, seria interessante que tanto Edmilson quanto Zenaldo ja mostrassem para o eleitorado quem vao ser seus secretarios, isso sim e muito importante porque prefeito nao governa sozinho. Se eu fosse o Edmilson, para fazer diferente nesse segundo turno, eu listava os principais secretarios que irao compor sua administracao.

Anônimo disse...

Edmilson Nunca Jamais este Sr é o maior Rolando lero da Paroquia aparece um oreba e Diz que Ele é candidato dos oprimidos Ha ha ha. Nesta terra onde uma moça do interior chegou com 09(anos)estrupou um deputado. Acreditar em Quem; que Opera "OH minha Belém Saqueada". Nulo neles

Anônimo disse...

Do blog do Barata.
A Edmilson Rodrigues se segue o candidato do PSDB, Zenaldo Coutinho, que tem o apoio do governador tucano Simão Jatene, o Simão Preguiça, protagonista de uma administração pífia, mascarada pelo estelionato midiático, que mantém silente a grande imprensa paraense, em troca de gordas verbas publicitárias. Por uma afinidade histórica, em um segundo turno Zenaldo Coutinho também deverá contar com o apoio do atual prefeito, Duciomar Costa (PTB), o nefasto Dudu, catapultado inicialmente para o Senado, em 2002, e depois para a Prefeitura de Belém, em 2004, com o decisivo apoio das tucanalha, a banda podre da tucanagem.

Mestre Chico Barão disse...

CUIDADO PERERECA MESMO TU GOSTANDO DE BREJO!

Cara Perereca se quiserem trocar o certo pelo duvidoso, o povo vai com Zenaldo!!!

Se quiserem trocar o duvidoso pelo certo, os votos serão do Edmilson!!!

No caso, o duvidoso, com o respaldo de quem tem o DNA do governo no estado, carrega consigo a promessa de mudança, de novas práticas administrativas, de novos ares para a cidade.

O certo traz consigo a 'bagagem', a experiência e a concretização de um trabalho executado muitos anos atrás na capital paraense..., mas não deixa de despertar dúvidas quanto a um terceiro mandato, principalmente se terá o mesmo empenho!!!

Da mesma forma que o duvidoso, sem nenhuma experiência administrativa, pelo menos que se saiba, não tem nada de concreto para dar a certeza de que o melhor será o novo!!!

Difícil missão a do Belenense !!!

Será que o modo de governar do novo espelhado no estado supre as atuais necessidades?

Será que o certo mostrara que sua maneira de administração é suficiente?

Se não saírem do campo de prometer “céu abstrato” e mostrarem como acabar com o “inferno de concreto” que Deus te proteja e lhe de muita sabedoria na hora de apertar a tecla!

MCB

Guilherme disse...

Postado no blog do deputado Claudio Puty:

Carta da direção da DS aos petistas de Belém
>
> Unir as forcas democrático-populares contra o PSDB
>
> Passado o primeiro turno das eleições municipais, observamos em todo o Brasil um processo de crescimento das candidaturas do campo popular.
> A ida de Nelson Pellegrino, Elmano e Fernando Haddad ao segundo turno são exemplos da combinação vitoriosa de candidaturas de alto perfil com resoluta defesa dos avanços empreendidos pelos governos de Lula e Dilma e das experiências petistas locais. Vamos ao segundo turno nas capitais com o objetivo precípuo de consolidar os avanços e derrotar a direita, particularmente seu partido dirigente, o PSDB.
> O segundo turno em Belém coloca claramente dois campos em disputa e a Democracia Socialista defenderá nas instâncias partidárias que o PT declare apoio imediato à candidatura de Edmilson Rodrigues e Jorge Panzera. Esperamos ainda que o PSOL se una ao campo popular nas cidades onde o PT disputa o segundo turno com as forças conservadoras.
> Nossa militância irá para as ruas e se dedicará integralmente à tarefa de derrotar a direita em nossa querida cidade.
>
> Grupo de Trabalho da Democracia Socialista-Pará
>

Lafayette disse...

"...realmente discutirmos ideias, projetos, caminhos, para a cidade", quem me dera!

Como hoje vi no twitter, será como sempre foi: Comparações estapafúrdias de obras do Paulo Chaves (movidas a muuuuuito dinheiro), com as obras populares (movidas ao parco dinheiro de uma Prefeitura tungada) do Edmilson.

Com sobras de soberbas pra todo lado.

Triste fim!

Ps: Com o Duciomar & Cia, conseguindo se manter perto dos cofres.

Lafayette

Anônimo disse...

Agora é hora de o PT pensar nas eleicoes de 2014, principalmente para presidencia. Sendo assim, deixar o PSDB ganhar corpo nas capitais, e ter certeza que a reeleicao da Dilma vai ser muito dificil, ainda mais com o mensalao, que vai ser explorado a rodo na proxima eleicao.
Portanto, para nao deixar o PSDB ganhar terreno, creio que é a hora de a Dilma usar seus 80% de aprovacao, contra o PSDB, a presenca dela em Belem, pessoalmente, apoiando o Edmilson, e a acao mais concreta que pode tirar a prefeitura da capital das maos so PSDB e consequentemente forrtalecer o PT para as proximas eleicoes.

Anônimo disse...

Perereca, voce acredita em papai noel e em duende?
Olha essa do Ze Gotinha.

Zenaldo garantiu que a servidora Mônica Pinto, como tantos outros servidores, foram nomeados legalmente durante sua gestão e sempre conduziram de forma irretocável, não ensejando qualquer reparo ético no exercício das funções para as quais estavam incumbidos na Assembleia Legislativa do Estado.
"Tanto a Mônica como tantos outros foram contratados e se portaram de forma absolutamente séria. Durante minha presidência, todos se conduziram com a maior seriedade possível. E o Ministério Público comprovou isso inteiramente", reforçou o tucano.
Zenaldo disse que, se Edmilson quiser partir para ataques de baixo nível, será uma opção que o candidato psolista terá que assumir. Mas avisou que não se furtará a travar qualquer debate sobre questões de interesse interesse público. "Eu não fugirei ao debate. Aliás, acho que os debates serão necessários para esclarecer e expor as nossas posições, as nossas propostas", disse o tucano.

Anônimo disse...

Caríssima Perereca, espero que sua empolgação já tenha sido esfriada pelo bom senso e que como muita gente avalie que foram escolhidos os 2 candidatos menos piores. Zenaldo é mais desse péssimo governo Jatene, Edmilson é mais do gestor medíocre de 8 anos atrás. Para não sermos campeões de votos nulos/brancos é bom que eles caprichem nos programas de gestão, digam logo quem serão os secretários e tenham vergonha na cara para não fazer campanha milionária neste estado e capital tão carentes dos serviços públicos básicos.

Anônimo disse...

Nao voto em partidos, mas, em candidatos. Moro fora de Belém e no primeiro mandato de Edmilson, fiquei encantada com obras de sua Prefeitura, lembro-me bem do espanto que me causou a 14 de março ser aterrada e algumas outras ruas.Fiquei Fã, mas, para meu desgosto no segundo mandato, Edmilson igual a outros politicos (DUdú por ex)não fez nada...aí caiu para mim na vala comum...no primeiro mandato tudo e no segundo nada, abandonou minha iha de Mosqueiro às moscase minha Belém tb! se eu votasse aí com certeza daria a chance de um novo Prefeito a minha cidade. Até pq fico desconfiada com politicos que trocam de partido (Pt p/Psol)e depois fecham coligação com este mesmo partido que o desagradou a ponto de troca-lo, por estas e outras é que votaria ZENALDO.