Ban

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Priante pede ao MP abertura de inquérito para investigar pesquisas da Vox Populi em Belém. Advogado diz que há indícios de irregularidades e vê incoerência em suposta migração de votos de Edmilson para Zenaldo. Representação já está nas mãos do procurador eleitoral Igor Nery.





O deputado federal José Priante pediu ao Ministério Público Eleitoral a abertura de inquérito para investigar as pesquisas de intenção de voto à Prefeitura de Belém, realizadas pelo instituto Vox Populi.

   A Representação, protocolada ontem, está assinada pelo próprio Priante, que concorre à Prefeitura pelo PMDB.

Segundo o advogado Carlos Botelho, da Assessoria Jurídica do candidato, o pedido foi motivado pela “discrepância” dos levantamentos da Vox, em relação aos resultados dos demais institutos de pesquisa.

No último desses levantamentos, publicado pelo jornal O Liberal do último domingo, 30, os candidatos Edmilson Rodrigues (PSOL) e Zenaldo Coutinho (PSDB) aparecem tecnicamente empatados, com uma diferença de apenas 2% em favor do psolista.

“Queremos que seja apurada a seriedade de todas as pesquisas da Vox, inclusive dessa última e daquela que ainda será publicada” – disse Botelho – “Os resultados são muito discrepantes, e não apenas em termos de números. Desde a primeira pesquisa, a Vox apresenta resultados com diferenças grandes em relação aos outros institutos, inclusive o Ibope”.

Botelho acredita que há indícios de irregularidades, especialmente no levantamento divulgado no último domingo. Um deles seria a incoerência  da suposta migração dos votos de Edmilson para Zenaldo.

“Quando você observa essa última pesquisa, percebe uma movimentação de 15 pontos em relação a anterior” – explica o advogado – “Desses 15 pontos, 12 correspondem a uma perda de votos por Edmilson. Na mesma pesquisa, o Zenaldo cresceu 9 pontos. Isso significa que a maioria dos votos perdidos pelo Edmilson foram para o Zenaldo. Ora, essa é uma mudança de perspectiva política inusitada. Quer dizer, então, que um eleitor de franca oposição ao Duciomar, que ia votar num candidato de ultraesquerda, de repente agora vai votar num candidato de direita?”

Segundo Botelho, essa migração permanece incoerente, mesmo que se imagine que seria originária de eleitores apenas “insatisfeitos” com a administração de Duciomar.
   
“Não seria mais lógico esses votos virem para o Priante, que sempre foi de oposição ao Duciomar?”, indaga. “É um negócio sem lógica. O Zenaldo nunca foi de oposição ao Duciomar. Então, como é que esses votos foram quase todos para ele e não foram parar nem mesmo no PT, por exemplo?”

De acordo com Botelho, a Representação pede que o MP requisite e mande periciar todo o material de todas as pesquisas da Vox, inclusive quebrando o sigilo da identidade dos entrevistados, para que possam depor no inquérito, que deverá ouvir, também, os entrevistadores.

“Queremos o material bruto da pesquisa, inclusive os formulários, que contêm a identidade e endereço dos entrevistados”, disse ele, “E se, após a perícia e as investigações, o MP constatar que houve fraude, então que mova as ações judiciais cabíveis”. 

Segundo o advogado, “é preciso que uma instância isenta avalie a higidez dessas pesquisas da Vox”.

Ele informou que Priante fez questão de assinar a Representação porque pretende continuar acompanhando o caso, qualquer que seja o resultado da eleição.

Hoje, a Assessoria de Comunicação do Ministério Público Federal informou que a Representação já está nas mãos do procurador eleitoral Igor Nery Figueiredo, que analisa o caso e ainda não pode adiantar o que fará.

Há pouco, a advogada Ângela Salles, da Assessoria Jurídica de Edmilson Rodrigues, informou que a Vox não depositou em Juízo todo o material da última pesquisa, conforme requisitado pela coligação do psolista, e determinado, na última segunda-feira, pela juíza Vitória do Carmo, da 76 Zona Eleitoral.

“Já tenho conhecimento de que há uma petição justificando a falta de material e estou aguardando a chegada desses documentos, para analisar e decidir o que será questionado juridicamente”, informou.

Hoje, também, a Assessoria de Comunicação da Vox Populi respondeu ao email encaminhado pela Perereca da Vizinha à empresa, na última segunda-feira.

No email, o blog pediu que a Vox lesse a reportagem publicada naquele dia e se manifestasse sobre o caso.

A resposta da Assessoria, porém, foi lacônica: “Amanhã sairá outra pesquisa para Belém”, escreveu, apenas, o assessor.

Leia as reportagens publicadas pela Perereca sobre a pesquisa da Vox:

Coligação de Edmilson requisita informações sobre pesquisa da Vox Populi. A suspeita é de manipulação: http://pererecadavizinha.blogspot.com.br/2012/10/coligacao-de-edmilson-requisita.html

Orly Bezerra nega manipulação de pesquisas em favor de Zenaldo.Justiça dá 48 horas para que Vox apresente dados técnicos: http://pererecadavizinha.blogspot.com.br/2012/10/orly-bezerra-nega-manipulacao-de.html

Direto do túnel do tempo: as pesquisas e os jornais das eleições de 2008: http://pererecadavizinha.blogspot.com.br/2012/10/direto-do-tunel-do-tempo-as-pesquisas-e.html

12 comentários:

Helio Monteiro disse...

Pressão tá aumentando sobre o Vox Populi. A resposta é mais do que suspeita. Se os dados da pesquisa foram disponibilizados ao TRE, não deveria haver dificuldade em disponibilizar os dados.

Anônimo disse...

A manipulação é tão sórdida contra os seus adversários que olhem a matéria publicada hoje:
Justiça apreende fortuna

Edição de 03/10/2012 - Jornal Amazônia



Juiz e polícias civil e militar encontram R$ 1,1 milhão no aeroporto de parauapebas. dinheiro seria para campanha.

A Justiça Eleitoral do Pará apreendeu, na manhã de ontem, pelo menos R$ 1,130 milhão em notas de R$ 20,00 e R$ 50,00 dentro de uma aeronave que acabara de aterrissar no aeroporto de Parauapebas, na Serra dos Carajás. O juiz da 75ª Zona Eleitoral de Parauapebas, Líbio Araújo Moura, recebeu, há alguns dias, a denúncia de que o avião chegaria a Parauapebas transportando um grande volume de dinheiro que seria usado na campanha eleitoral do candidato do PT, José das Dores Couto, o "Coutinho do PT". Na operação foram detidos Adinaldo Correa Braga, Rosangela Noronha Machado Braga e o piloto da aeronave Lucas Silva Chaparra. O candidato do PT não foi localizado para falar sobre a apreensão feita pelo Justiça eleitoral.

O dinheiro estava no interior da aeronave dentro de três grandes mochilas que foram apreendidas pela justiça eleitoral em uma operação que contou com o apoio das polícias civil e militar de Parauapebas. Todo o dinheiro foi levado para uma agência do Banco do Brasil de Parauapebas, onde foi contado e depositado em juízo, onde ficará à disposição da justiça até que seja detectada a procedência e a sua destinação. A numeração das cédulas apreendidas será encaminhada ao Banco Central para possível rastreamento da origem dos recursos.

Na tarde de ontem, uma fonte da Polícia Civil que participou da operação e pediu para não ser identificada relatou que no momento do flagrante os três detidos afirmaram que o dinheiro foi trazido de Belém para Parauapebas, onde seria distribuído entre coordenadores da campanha do candidato José das Dores Couto, o "Coutinho do PT". No final da tarde de ontem, os três acusados foram transferidos para Marabá, onde foram apresentados na Superintendência da Polícia Federal, sendo autuados pelo crime de formação de quadrilha. Ao Portal G1, Nilson Dias, presidente do PT e da coligação petista em Parauapebas, afirmou que o dinheiro não está ligado à campanha do candidato "Coutinho do PT" e que os detidos chegaram a trabalhar para o PT nas últimas eleições, mas não estão mais ligados ao partido.

Crime - "Há indícios de que seria de campanha", afirmou o delegado Antônio Miranda, titular da delegacia de Parauapebas, responsável pelas investigações, sobre o dinheiro apreendido. Questionado se os detidos estão ligados a algum partido, o delegado não respondeu. Já o juiz eleitoral Líbio Araújo Moura avalia que, mesmo que o dinheiro não seja caixa dois de campanha eleitoral, trata-se, aparentemente, de um recurso não declarado, o que pode configurar o crime de lavagem de dinheiro. "Tínhamos a informação de dinheiro chegando e que estava envolvido em campanha. A contabilidade está sendo feita e vamos apresentar à Polícia Federal, porque se trata de crime eleitoral ou lavagem de dinheiro, já que não apareceu o proprietário dessa quantia", disse o juiz.


Anônimo disse...

ja nao comprava este jornal mesmo pelo seu preço ainda mais agora. 10 x 0 para os blogs como este. Parabéns.

Anônimo disse...

Perereca, sabia que voce era vermelha, agora voce mudou para azul do Priante?

Anônimo disse...

Quero ver o que vai acontecer depois das eleições.

1 - O Priante vai entregar a SEIDURB onde tem um tal de Márcio Espíndula colocado por ele e que não entende nada de Infraestrutura?
2- O PMDB vai romper com o PSDB?
3- Os deputados do PMDB vão aprovar o emprestimo que o governador quer fazer?
4- Como fica o Jader em Ananindeua com a derrota de seu candidato Chicão?
5- O Helder Barbalho vai sair cadidato a governo contra o Jatene?
6- O PMDB vai se fortalecer nessa eleição?
7- O Jatene com seu PSDB vai eleger o presidente da Assembleia?

Muita coisa vai acontecer depois dessas eleições. Quem se habilita a responde?


Davi Batalha disse...

TV Liberal: o vexame das Eleições Municipais 2012.
Pela 1ª vez na história da capital paraense há uma eleição tão disputada para a Prefeitura de Belém. Nada menos do que 10 candidatos disputam o comando de Belém, sendo a campanha por si só um espetáculo de democracia. Apesar disso, a democracia e a isonomia, o tratamento igualitário que as leis do país exigem dos meios de comunicação para com os candidatos, não parecem fazer parte dos princípios das ORM.
A TV Liberal, afiliada da TV Globo no Pará e em Belém, se traduziu neste 1º Turno como a pior cobertura das Eleições 2012, o que se traduziu em erros grosseiros, no desrespeito às leis eleitorais e à Constituição Federal e no fiasco de uma proposta de debate obscura e confusa, que foi marcado, remarcado e depois cancelado por culpa da irresponsabilidade da própria TV Liberal. Vamos aos fatos que se seguiram:
1. Logo no inicio da campanha, a TV Liberal apresentou uma proposta de cobertura a todos os candidatos, que impunha a todos estes a assinatura de um Termo no qual esses candidatos abririam mão de participar do debate na TV – neste, só participariam os 05 primeiros colocados na pesquisa do IBOPE; os demais ganhariam uma entrevista no Jornal Liberal.
2. No entanto, o acordo proposto pela TV Liberal exigia unanimidade, o que não foi alcançado, pois os candidatos Alfredo Costa, do PT, Sérgio Pimentel, do PSL, e Marcos Rêgo, do PRTB, entraram e ganharam na justiça o direito constitucional de participarem do debate – diante da negativa da justiça para suas regras absurdas, a TV Liberal cancela o debate.
3. No lugar do debate a TV Liberal transmitiu o programa humorístico “A Grande Família”, pois suas regras arbitrárias – opostas e mesmo transgressoras às determinações da Justiça Eleitoral – não foram acatadas por candidatos nem pela Justiça. Porém, as trapalhadas da TV Liberal não parariam por aí, fazendo ruborizar até um Agostinho Carrara, personagem do humorístico transmitido que sempre quer se dar bem e acaba se atrapalhando e aos outros.
4. Já no último dia da Propaganda Eleitoral Gratuita na televisão, a TV Liberal simplesmente – e de forma inexplicável – cortou (isso mesmo: CORTOU!) parte do programa de Anivaldo Vale e Priante, coincidentemente os candidatos que disputam diretamente uma vaga no 2º Turno eleitoral com Zenaldo Coutinho, candidato oficial das ORM e da TV Liberal.
5. O constrangimento acintoso obrigou juízes a sentenciarem a TV Liberal a abrir espaço em sua grade, que transmitiu em rede – pois as TVs SBT, Cultura e TV Nazaré fizeram seu trabalho profissionalmente, porém terão de retransmitir em rede o erro exclusivo da TV Liberal – os 54 segundos roubados do programa de Anivaldo Vale nesta quinta-feira, e nesta sexta-feira, véspera da eleição, terá de transmitir os programas de Anivaldo Vale e Priante.
6. Porém, o prejuízo causado na transmissão dos programas de Anivaldo Vale e Priante não pode ser mensurado e reparado, apenas minimizado, o que já constituiu beneficio direto para o candidato oficial da TV Liberal, o tucano Zenaldo Coutinho.
Como diria Boris Casoy, isso é uma vergonha, tanto para a TV paraense quanto para a população de Belém, que não via uma manipulação tão grosseira desde a época da ditadura, quando tentou fraudar os resultados das Eleições1982 para prejudicar Leonel Brizola, e das Eleições 1989, quando houve a manipulação da edição do debate entre Collor e Lula, beneficiando o primeiro. Os eleitores não mereciam nem precisavam estar diante de tamanho desrespeito às leis, às regras eleitorais e, principalmente, aos telespectadores.





Anônimo disse...


'Perereca' é encontrada em picolé de chocolate em Montes Claros.

Na tentativa de amenizar o calor que faz em Montes Claros, no Norte de Minas, funcionários de um posto de combustíveis compraram alguns picolés de um ambulante, mas tiveram uma surpresa nada agradável. Ao morder o produto, um deles encontrou um animal que seria uma perereca. "Quando ele mordeu o picolé, viu a perna do bicho pendurada e começou a passar mal", explica o chefe de pista, Erivelton Gonçalves Barbosa, colega de Rogério, a vítima.
Os colegas compraram o picolé recheado no fim da tarde desta quinta-feira (04), como fazem com frequência. Mas a repercussão continuou durante esta sexta. A vítima não foi trabalhar, por estar de folga, mas muitos curiosos que passam pelo posto fazem questão de chegar perto para registrar.

O gerente, Humberto Kenedy Viana, cobra fiscalização mais rigorosa por parte da Vigilância Sanitária. "Isso é um absurdo. A vigilância tem que ficar de olho, tem que ir atrás de onde são produzidos esses produtos", protesta. "Poderia ter alguma coisa venenosa no picolé".

Os funcionários do posto disseram que foram atrás do vendedor do picolé, mas não o encontraram. No rótulo do produto não há indicação de quem é o fabricante.

Fonte: G1

Anônimo disse...

Ja esta tudo negociado. Priante apoiaria o PsDB caso haja segundo turno. PSDB tenta a reeleicao com Jatene, com o apoio do PMDB. PMDB vem com Helder Barbalho para o senado com o apoio do PSDB. Tudo dominado. Lembrando que Jatene é padrinho de batismo do Helder. E Helder esta em plena campanha no interior do estado apoiando prefeito.

Anônimo disse...

Vai continuar a mesma farsa!

Anônimo disse...

O Governador do Pará, quando era candidato, anunciou um POLICIAMENTO ORIENTADO PREVENTIVO, mas nem a Secretaria de Segurança Pública e nem a Polícia Militar praticam o mínimo de policiamento comunitário. O que está acontecendo? O governador mentiu ou as autoridades são incompetentes? Cadê a polícia comunitária?
Fernanda Nobre

Anônimo disse...

Cadê o governo voltado para diminuir a desigualdade e modernizar a cadeia produtiva do estado? Votar no Zenaldo é apoiar e fortalecer essa verdadeira fraude eleitoral que elegemos: Jatene e seu grupo.

Anônimo disse...

OH caboclo PANEMA, vai dormi Politico vampiro. Que tralha que o Seu Jalde carrega.Deixa os CIENTISTAS POLÍTICOS ANALISAREM O SEGUNDO TURNO; A propósito como se forma um cientista político, faz Antropologia/Quimica/Mecatronica/Filosofia. Em que faculdade forma E quem seriam os tutores/professores: Sarney/Jader/Perillo/Lobão/Jatene/Flexa/Dirceu. me comprem um Bode e me tragam o troco de ovelhas.