Ban

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Idesp seleciona candidatos para bolsas de pesquisa


O Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp) inscreve até o fim deste mês para a seleção de bolsas de pesquisa nas áreas da economia, administração, ciências contábeis, ciências econômicas e engenharia agronômica. 
 

As cinco bolsas serão ofertadas pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), por meio de acordo de cooperação técnica.

 

Os editais vão selecionar graduados e estudantes para a elaboração de estudos em três projetos do Programa de Mobilização da Competência Nacional para Estudos sobre o Desenvolvimento (Promob). 

 

Para a primeira linha de pesquisa, os interessados devem ter formação em nível superior nas áreas de economia, administração ou ciências contábeis.

 

O segundo tema exige um graduado e um estudante, ambos na área da economia.

 

Para o projeto “Economias Baseadas em Bioma” serão ofertadas duas bolsas, com duração prevista de doze meses. 

 

O estudo exige um graduado em ciências econômicas ou engenharia agronômica, com especialização em estatística e mestrado em economia. 

 

A outra bolsa será concedida para um profissional de ciências econômicas ou engenharia florestal com especialização em estatística e mestrado em ciências florestais.

 

O processo de seleção das bolsas é feito em duas etapas. 

 

A primeira é a avaliação do currículo lattes. 

 

Se aprovados, os candidatos são convocados para uma entrevista, que consiste na segunda fase. 

 

Em todas as seleções é criado um cadastro de reserva e todos os resultados são publicados no Diário Oficial do Estado. 

 

As inscrições para a seleção de bolsas do Idesp podem ser feitas na sede do instituto, na rua Municipalidade, 1.461, Umarizal.

 

Segundo a procuradora chefe do Idesp, Ana Grossinho, o instituto desenvolve diversos estudos e pesquisas nas áreas de meio ambiente, estatística, economia e ciências sociais, com o objetivo de subsidiar as políticas publicas estaduais, pela formulação, execução, avaliação e monitoramento das ações. 

 

“As pesquisas desenvolvidas pelo instituto oferecem ao governo e à sociedade a indicação e a solução de problemas, visando o desenvolvimento Estado”, enfatiza.

 

As bolsas são voltadas para estudantes do nível médio e superior, incluindo mestrandos e doutorandos. 

 

O valor da bolsa varia de acordo com o nível, a linha de pesquisa e o tempo da pesquisa. Os valores vão de R$ 622,50 (nível médio) até R$ 3.785, 81 para doutores com pelo menos dois anos de formação.

 

(Fonte: Danielle Ferreira/Secom)

Nenhum comentário: