Ban

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Falta de sangue pode comprometer atendimento da rede hospitalar. Hemopa convoca doadores. Mas você também pode fazer a diferença: sua doação pode salvar até quatro vidas.



 A Fundação Hemopa informou, na manhã de ontem, 17, que o estoque técnico de sangue caiu de 700 bolsas para apenas 100 unidades, o que interfere no atendimento transfusional da rede hospitalar. 
 
Por conta disso, a fundação convoca os doadores a comparecerem à sede da instituição. 

No momento, está sendo priorizado o atendimento de pacientes de urgência e emergência, assim como está sendo feita a transferência de cirurgias eletivas (sem risco de morte), considerando que, com a redução do estoque, a oferta do sangue raro (tipo Negativo) também é prejudicada, especialmente os tipos A e O Negativos.

Segundo a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, alguns fatores vem contribuindo para evasão gradativa dos voluntários, entre eles, a greve dos rodoviários, intenso período chuvoso, especialmente pela parte da tarde, e o aumento dos casos de resfriado, o que impossibilita o doador de efetivar o processo. 

No entanto, ela ressalta que este é o momento crucial para a mobilização da sociedade, visando a regularização do atendimento da rede hospitalar do estado, que atualmente é composta por mais de 200 hospitais.

Somente na capital são 85. Isso significa centenas de pacientes que necessitam da transfusão para sobreviver. 

Ela também enfatiza a necessidade do fortalecimento da parceria com o corpo clinico dos hospitais para incentivar a reposição do sangue recebido pelos pacientes. 

“A colaboração de familiares e amigos é de fundamental importância para reverter a situação crítica”, comentou, revelando que o índice de reposição de sangue dos hospitais é de apenas 19%, quando o ideal seria de, pelo menos, 50%.

Outra vertente de parceria, lembra Juciara Farias, é a intervenção das empresas privadas que possuem número suficiente de funcionários para a inclusão no “Programa de Empresa Cidadã” para o desenvolvimento de campanhas interna ou externa.

O hemocentro também disponibiliza os sábados para a coleta de sangue, oportunizando aqueles que nos dias úteis por motivo de trabalho não podem exercer o gesto solidário.

Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses, e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.

Serviço:
O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109.
Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

(Fonte: Vera Rojas/Hemopa)

Nenhum comentário: