Ban

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Queda de braço entre Governo e a briosa se acirra. Mas é amostra grátis do que pode vir por aí.

Na noite de ontem, a PM decidiu em Assembléia Geral que esperaria por uma nova rodada de negociações com o Governo, marcada para as 9 da manhã de hoje, antes de decretar ou não a greve geral.

Pouco depois, porém, efetivos de pelo menos três batalhões – Icoaraci, Marituba e Ananindeua – paralisaram as suas atividades. E o estado inteiro amanheceu num mar de informações desencontradas, já que, aparentemente, a greve branca dos quartéis assume proporções bem maiores que as admitida pelo Governo, em nota da Segup (leia ao final).


Hoje, no começo da manhã, a Secom, a secretaria estadual de Comunicação, informava ao Diário Online (http://www.diarioonline.com.br/noticia-184153-militares-protestam-e-pedem-reuniao-com-o-governo.html ) que o Governo não havia agendado nenhuma reunião com a categoria.


E isso apesar de ter sido um telefonema do Governo que, segundo representantes da Associação de Cabos e Soldados, levou a PM a suspender a Assembléia Geral de ontem, para aguardar pela nova rodada de negociações, embora permanecendo em estado de greve (leia a matéria anterior da Perereca).


Como previsto, centenas de policiais se aglomeravam desde cedo na porta do CIG, o Centro Integrado de Governo, na avenida Nazaré.


Mas com a negativa do governo de que houvesse reunião agendada, os tenentes-coronéis Noura, da Casa Militar do Palácio dos Despachos, e Osmar, da Assembléia Legislativa, tentavam marcar para outro dia a nova rodada de negociações. 

Os PMs, porém, protestaram e não arredaram pé do CIG – e o governo teria, inclusive, acionado o Pelotão de Choque, que, no entanto, se recusou a investir contra os próprios camaradas (eheheh).


Daí que circulem boatos na internet de que integrantes de dois pelotões do Batalhão de Choque estariam amargando prisão administrativa – fato que é desmentido pelo Comando da PM.  


Todo esse estica-encolhe fez com que a nova reunião entre o governo e os representantes dos semigrevistas só começasse no finalzinho da manhã – e a negociação, a portas fechadas, ainda está a rolar, segundo os portais das ORM e do DOL.


Mas do governador Simão Jatene, que se esperava que estivesse presente na reunião de hoje, não há sinal: os integrantes da briosa acabaram recebidos apenas pelo secretário de Segurança Luiz Fernandes e pela secretária de Administração (Alice Viana), com os quais, aliás, já vinham negociando; e pela chefe da Casa Civil, Sofia Feio.


Como o inteligente leitor da Perereca já percebeu, o que há, desde ontem, é o acirramento da queda de braço entre o Governo e a PM do Pará.


E é nesse contexto que se inserem a guerra de informações, inclusive nos blogs e redes sociais, e a greve branca de alguns batalhões: tudo é amostra grátis do que pode vir pela frente, caso fracasse a nova rodada de negociações.


Simplesmente, de nada adiantará acionar o jornalismo chapa-branca, para “queimar a foto” dos possíveis grevistas perante a opinião pública, como aconteceu com os professores; nem ameaçar com isso ou aquilo: um simples dia de greve da PM num estado como o Pará, será, certamente, a antevisão do inferno.


Há dois blogs que acompanham de perto o desenrolar dos acontecimentos.
O primeiro é o Saiba das Coisas: http://saibadascoisas.blogspot.com/ 


O segundo é o Boca de Jambu: http://bocadejambupaidegua.blogspot.com/

Gostaria de fazer uma postagem sobre os bastidores dessa queda de braço, mas estou muito, mas muito enrolada desde cedo e, agora, preciso, desesperadamente, sair.


Leia a nota da Segup, que roubei do Saiba das Coisas:


“Com relação às negociações para o reajuste salarial dos policiais e bombeiros militares, a Secretaria de Estado de Segurança Pública informa que:
1)   Dentro do limite que é possível  oferecer sem ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal o Governo do Estado apresentou proposta de reajuste que eleva os salários dos soldados para  R$ 2.128,80. Com o reajuste, as tropas paraenses passarão a ter o oitavo maior salário pago a policiais militares no Brasil.
2)  Há uma clara disposição do governo em negociar com os militares por reconhecer a importância e a responsabilidade do trabalho desempenhado por estes servidores, tanto que uma mesa permanente de negociação foi criada para discutir, a partir de março, outros pontos previstos na pauta de reivindicação como auxílio moradia, auxílio alimentação e gratificação por risco de vida.
3)  Apenas os batalhões de Icoaraci (10º), Marituba (21º) e Ananideua (6º) decidiram manter a paralisação de advertência, mesmo após a decisão tomada em assembleia de manter-se apenas em estado de greve até nova negociação.
4) Nos batalhões de Icoaraci e Marituba a paralisação durou poucas horas e o trabalho começou a ser retomado por volta de meia-noite.
5) Para evitar descontinuidade de policiamento e manter a segurança dos cidadãos nas áreas onde houve paralisação, a Polícia Civil foi deslocada para as ruas, junto com as Tropas de Missões Especiais da PM e com dez viaturas do Conselho de Segurança Pública do Meio Norte (Conen).
6) O Delegado Geral de Polícia Civil, Nilton Atayde, o  Delegado Geral Adjunto, Riomar Firmino, o Comandante geral da Polícia Militar, coronel Daniel Borges Mendes e todos os comandantes de batalhões da Região Metropolitana de Belém também estão nas ruas para assegurar a tranquilidade da população.
7) O Governo do Estado reafirma seu posicionamento pela negociação amigável com a categoria e, como foi colocado na última reunião acontecida na última terça-feira (17), garante que em nenhum momento haverá retaliações aos integrantes do movimento ao contrário do que vem sendo divulgado na imprensa.

14 comentários:

Anônimo disse...

Qdo. vai aparecer um Político, com P maiusculo, pra sugerir a extição no estado do Pará ou no Brasil da tal briosa, braço direito do Exercito (glorioso).
Esse bando de galardão que onera a policia militar tem que acabar Coronel, Tenente Coronel e vai baixando até chegar no pobre do soldado raso, é um verdadeiro atraso nos dias de hoje. Temos que transformar esta PM em uma policia tipo a de NY que não tem esse monte de patente, isso era antigamente. Essas patentes militares estão onerando e prestando um desserviço ao Estado, pois no tucanato, veio a tona uma grande bandalheira de desmandos e roubos no oficialato. Coronel mandando soldado pintar a casa d'ele, pricipalmente no interior do estado; superfaturando os bens a serem comprados; desvios de bens e mercadorias, etc, etc....... Apelar a quem?

Anônimo disse...

Cadê os super secretários?

Eles não foram criados para resolver problemas importantes, por que estão ausentes?

Anônimo disse...

Esse governo não respeita os servidores públicos,sejam civis ou militares. Depois de 4 anos de ostracismo ,Jatene e seu grupo só querem saber de cargos e lucro, enquanto isso segurança,saúde e educação são deixados de lado.

Anônimo disse...

Enquanto a polícia ameaça cruzar os braços, os larápios estão em polvorosa na SEOP....

Procure saber a quantas anda a licitação para retomada das obras da Sta. Casa...dizem que já está tudo certo para que a empresa Schahin leve a obra...dizem !!!!

Anônimo disse...

Queria saber se no dia da greve acionaram os policiais acochados que perambulam pelos corredores dos tribunais, no MP, ALEPA. Esses "boas vidas" se pelam de medo quando o assunto é atuar nas ruas. E os coronéis que vivem infurnado nos gabinetes, fazendo sabem lá o que e ganhando altos soldos? Esqueceram que a base de praças um dia poderiam se rebelar, ainda mais quando passaram mais de 20 anos a pão e água.
E que não venham os defensores da Ana Júlia dizer que seu governo foi transformador na área de segurança, pois o que ela concedeu aos praças foi repor a inflação nos míseros salários e a implantação do vale alimentação, também conhecido como "vale-tampero" de tão ridículo que é o seu valor. O jatene, então nem se comente, se pudesse privatizar a PM, o faria sem vacilar. A PM tá totalmente sucateada, seus soldados pra sobreviver têm de fazer "bico" e se equilibram no fio da navalha do mundo do crime e da contravenção.

Anônimo disse...

Perereca, esta tua bola de cristal esta completamente doida e desacreditada neste caso.

Anônimo disse...

Fizeram bem os policiais que forçaram a aparecer dinheiro para seu aumento.AGORA VAMOS EM BUSCA DE AUMENTO PARA OS CIVIS. Se acabar com todos os aspones,secretarias desnecessarias e parentes e protegidos políticos com Dass,dá pra pagar quem tem direitos por concurso.Jatene ,é uma vergonha ter governador fraco e covarde!

Anônimo disse...

Que se cuide o Prefeito de Marapanim, Sr. Ribamar, que emprega a familia toda na prefeitura e que troca um pote por uma geladeira e faz a maior propaganda como se isso fosse coisa de outro mundo. Andava de bicicleta e agora so anda de carro zero. Cabe uma investigacão profunda na sua admiistracão.

Anônimo disse...

Na semana que passou uma tal de autrabel reuniu meia dúzia associados, sei lá de onde, e resolveram eleger a CELPA como “melhor empresa de serviços público da região metropolitana de Belém”. Jesus - Maria - José! Essa foi o fim da picada! Como uma empresa que vive aviltando os usuários com tarifas que mais parecem um assalto, constantes quedas de energia, uma estrutura sucateada e um sistema de atendimento que faz qualquer “zen” sair do sério, de tão avacalhada, pode ser considerada exemplo de eficiência?! Fala sério! E ainda vem o Diário do Jader soltar notinha paga dessa fuleiragem.
O governo jatene tem de parar com essa ganância de cobrança do ICMS nas contas dos pequenos e lascados consumidores, enquanto os mega corporações industriais levam energia de Tucuruí a preço de banana. E o falsário duciomar fazer valer a taxa de iluminação pública cobrada e tirar a cidade da escuridão, pois basta ir lá no bairro da Brasília no outeiro pra constatar tal abandono.

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkk....kkkkkkkkkk...

Pererequinha querida, me perdoe a gargalhada inicial, mas não estava tudo resolvido na segurança pública do estado do Pará???

Aquele imbecil do ney messias não aparecia arrotando isso? E o secretário de segurança despreparado também não aparecia com a mesma balela?

Esse (des)governo não sabe nem o que está fazendo (além de roubar, é claro!!)...não sabe gerir, não tem projetos e nem carisma...é sofrível...

Vê aí, Pererequinha, quais são os projetos do jatene: ação metrópole, navega pará, bolsa trabalho...o que mais? Tudo do governo passaso..

Vc é demais...só aqui mesmo que sai isso...

Anônimo disse...

Depois de tantas violências à inteligência humana causadas pelas cretinices como as do Michel Teló, da "Luiza no Canadá” e do Bordel Bizarro do Bial 12, sobreviveremos à ameaça do fim do mundo em 2012.

Anônimo disse...

Perereca,
Onde foi que o Jatene, arrumou esse Secretario de Segurança Pública, Porra o cara é muito fraco e despreparado, e está desgastando e muito o Simão Preguiça. É fácil, constatar, basta sair as ruas e perguntar a População.

João Costa

Anônimo disse...

Perereca verifica para nós se é verdade que tem Oficial superior da PM no tribunal de contas que ganha mais de 10.000,00 de gratificação.

Anônimo disse...

Enquanto não mudarem a estrutura dessa torre de babel que é a polícia militar, a segurança vai ser um desastre. Prá que tanto coronel, ten coronel, major, capitão e tanta porcaria? acabem com essas patentes, e a remuneração desses inúteis e prepotentes usem prá pagar os praças. Eu tenho certeza que a segurança vai melhorar cem por cento.