Ban

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Cidadão denuncia e o xerife entra em campo: Ministério Público vai investigar Pregão da Segup que pode render à Delta Construções quase R$ 83 milhões dos cofres públicos do Pará.



O Ministério Público Estadual vai instaurar procedimento para investigar o Pregão 003/2011, realizado em maio deste ano pela Secretaria de Segurança Pública (Segup), para a locação de veículos aos órgãos que compõem o Sistema de Segurança Pública do Pará.
 
Em Sistema de Registro de Preços (SRP), o Pregão  já rendeu à Delta Construções contratos acima de R$ 22 milhões por ano.

Mas a ela foram adjudicados 2.100 veículos, a um custo de R$ 6,9 milhões por mês, ou quase R$ 83 milhões anuais.

A Delta é acusada de uma profusão de irregularidades em vários pontos do País e, em agosto do ano passado, um dos diretores da empresa chegou a ser preso pela Polícia Federal em Belém, por suspeita de participação em fraudes licitatórias, num esquema que envolveria corrupção, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, em obras rodoviárias no estado do Ceará.  
  
A investigação do MPE será aberta a partir de denúncia encaminhada por email diretamente ao Procurador Geral de Justiça, Antonio Barleta, por um cidadão paraense que mora no estado do Amapá e leu a reportagem “Pregão da Segup vira caso de polícia: acusada de irregularidades em vários pontos do país, Delta Construções poderá faturar até R$ 83 milhões dos cofres públicos paraenses”, publicada pela Perereca da Vizinha.


O denunciante é José Francisco de Oliveira Teixeira, que trabalha no Ministério Público daquele estado.

Ele também enviou ao blog cópia do email encaminhado ao Procurador Geral de Justiça, no qual requer “as providências cabíveis” em relação aos fatos noticiados na reportagem.

A Perereca confirmou com a Assessoria de Comunicação do MPE a autenticidade da denúncia.

Segundo a Assessoria, Barleta já encaminhou o caso ao promotor de Justiça Nelson Medrado, que coordena as Promotorias de Direitos Constitucionais e Patrimônio Público.

Na tarde de ontem, Medrado disse que já existe uma investigação aberta no MPE que envolve a Delta Construções e o contrato de locação de veículos firmado pela empresa com a Polícia Militar do Estado, no governo da petista Ana Júlia Carepa.

A investigação – que já resultou, inclusive, em um processo judicial – está nas mãos do promotor Sávio Campos.

“Vou conversar com ele (Sávio) para ver se essa denúncia tem relação com o que ele está fazendo. Se não, o caso vai para redistribuição entre os promotores”, explicou Nelson Medrado.

Segundo ele, o fato de a denúncia ter sido enviada diretamente ao procurador geral de Justiça obriga à abertura de procedimento investigativo, já que ela terá de ser necessariamente levada ao Conselho do Ministério Público.

A Perereca volta daqui a pouco com nova reportagem sobre o Pregão da Segup.

10 comentários:

Anônimo disse...

Perreca,
Depois dessa informação, o secretario de Segurança pública, anda muito nervoso. Será porque?

Domingos aparecido

Anônimo disse...

Não esqueçam que com a volta do jatene, voltou também, o Alyrio Sabbá.

Anônimo disse...

E junto com ele deveria ficar o Jatene.Se elegeu com discurso da mudança mas seu governo está sendo marcado por escandalos com maior potencial de gravidade que o da Ana Julia.SESPA é outro foco.

Anônimo disse...

Perereca, belíssimo trabalho, pena que no Pará o lema é "Esta tudo como dantes no ESTADO d'Abrantes"

Anônimo disse...

Essa da loja virtual faz o cara não dispensar perereca

Anônimo disse...

Vamos relembrar a professora Raimundinha de Matemática.

R$6,9 milhões divido por 2.100 viaturas resulta em R$3.285,71 mensais por viatura.

Multiplica os R$3.285,71 por 12 meses chega-se a R$39.428,57.

A contaratação foi em Sistema de Registro de Preços e pode ser renovado anualmente, e também pode ser validado em até 05 cinco anos.

Em um ano de locação já é pago o valor do carro, os outros 04 anos será só de lucro.

Isso é uma verdadeira festa!!!!

Ana Célia verifique se essa empresa contribuiu para a campanha de governador???, se contribuiu é a hora de cobrar a conta.

O dinheiro público é jogado no ralo, para o interesse de poucos isso é um absurdo.

Anônimo disse...

Se nao estou enganado, pelo contrato, a Delta teria que trocar TODA a frota a cada ano de contrato, com a preferencia de compra os policiais do estado. Se o contrato ja tem mais de um ano por que as baratinhas da Ana Julia ainda nao foram substituidos por pererequinhas novas?

Anônimo disse...

Continuo me perguntando porque quando a Ana Julia aderiu um registro de preço para contratar a Delta por Dez milhões por ano o MPE foi prq cima com tudo, e agora, quando os Tucanos fazem pior, e ainda por cima contratam a mesma empresa, Delta Engenharia, o mesmo MPE fica silente, como se dessa vez a Delta fosse realmente a melhor opção. Quando foi o PT, ela não prestava, agora com o PSDB está tudo bem??

Anônimo disse...

Eu Acho que tem gente muito ruim de matemática!!

1-Procurem entender do contrato e do Pregão em vez de ficar fazendo insinuações ou Suposições !

2-Aprendam a Montar um Orçamento, Receitas e DESPESAS ( Aquisição de Frota , Embarcados e etc...) Depois disso postem com fundamento .

É por isso que nosso estado é o Pior em quase Tudo , Noticia a nível nacional com os piores índices .

Tem muito Conterrâneo desinformado ,sem Humildade de aprender o novo, diria até sem capacidade de Gerir sua Propriá casa .

Anônimo disse...

E o tribunal do faz de contas aprovando tudo na maior cara de pau. Também pudera, com vários parentes nomeados em cargos públicos, esses pobres coitados conselheiros, que ganham uma miséria tem outra opção?