Ban

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Na carreira!...

15 de setembro de 2011.
Faz tempo, né, queridinhos?
Faz tempo que tudo acontece e este blog... necas de pitibiribas!
E quem entrar aqui pela primeira vez certamente dirá: égua, que “velocidade” desinternetiana!
Que impressionante incapacidade de acompanhar a instantaneidade da vida!
Leio a minha última postagem: 2 de junho!
E, é claro, as minhas promessas de retorno, no mês subseqüente.
Ouço o “Tô Voltando” e penso: quero, sim, voltar...
Mas voltar para o quê?
Estes três meses foram um “Deus nos acuda” na minha vida.
Mudei-me para fora de Belém.
E, de repente, descobri em Ananindeua um certo ideal campestre.
A casa – e que me parece magnífica – está cercada de verde.
E, pela manhã, vêm os passarinhos a cantar no meu quintal!...
(e não há nada mais magnífico do que o cantar de passarinhos bem no nosso  quintal...)
Pra completar, a minha filha adotou uma cadela – uma vira-latas estranhamente curiosa, inquieta e inteligente.
(Pronto! Encontrei o meu Eu cachórrico!)
Aqui, a bem da verdade, só falta o mar...
Um marzão azul, extremo, profundo – impossível em todos os sentidos...
Um marzão feito o mar de Algodoal!...
Mas já “sube” – já me disseram – que lá nos fundos tem um igarapé.
(tem água cristalina e indômita, a varrer a vida e os meus amores...)
E eu sigo encantada por esta vida campestre...
E, se pudesse, nunca mais a deixaria.
Tomaria esta vida em meus braços e diria: vem!
Vem, com toda a tua impossibilidade! Com  toda a tua grandeza, magnificência! Com tudo o que desconheço e que sempre pensei: não pode ser!
Vem, como um estupor... Como a palavra que procuro e não encontro! Como o sentimento que me rasga as estranhas e que  não consigo expressar!...
Vem, como a Natureza!... Como a força que nos chama!...
Quero voltar com a Perereca?
Não sei.
Este blog para mim sempre foi uma obrigação.
Quer dizer: no início, era uma brincadeira, para publicar meus “poemas” e as minhas “peças teatrais”.
Depois, a vida o empurrou para que se tornasse cada vez mais uma fonte de jornalismo investigativo.
(e eu fico me perguntando o que vem a ser jornalismo investigativo... Afinal de contas, se é jornalismo, deveria, a priori, ser investigativo – ou não?)
Tenho perfeita consciência da importância da Perereca em termos sociais.
Não tenho compromisso com ninguém. Não tenho nenhuma dívida com nenhum desses “picões” que comandam a nossa política. Não tenho necessidades além de um teto e de um pedaço de pão.
Não tenho necessidade de “aparecer” – e até me sinto constrangida ao perceber o quanto me tornei conhecida nestes cinco anos...
(pra falar a verdade, sou tão tímida e tão necessitada de me enturmar que, se pudesse, não permitiria que ninguém, nem mesmo a minha família, soubesse quem é que escreve este blog...)
Sei que tenho de voltar...
Apesar dos passarinhos, dessa cadelinha estupenda e das receitas que preparo (para quem não sabe, sou uma excelente cozinheira!) tenho de largar tudo isso e voltar.
Meu talento não é meu. Na verdade, foi construído por todos os que vieram antes de nós.
FUUUUUIIIIIIIIIIIIIIIIII!!!!!!!!!!! 


20 comentários:

Yúdice Andrade disse...

Bem vinda de volta. Nós aguardávamos há muito.
A descrição da nova casa dá a ideia do encantamento que deve estar sendo a nova fase. Felicidades nela. Esperamos então as novidades.

Anônimo disse...

Seja Bem-vinda à Ananindeua, espero que continuem a fazer suas postagem com inteligência e a sabedoria que lhe é peculiar.
Ananindeua está Feliz por ter você em seu território.

ANTONIO Valentim disse...

LEGAL, Perereca! Volte logo, então. Na verdade, é como vc. disse, de início tudo parece apenas uma brincadeira, mas à medida que aparecem os visitantes/leitores (que no seu caso são muitos), o que era apenas um passa-tempo acaba virando coisa séria (ou mais ou menos isso). No meu blogue foi a mesma coisa, e agora, ainda que não são muitos, 100, 120, às vezes menos por dia, sinto o compromisso com eles.
Volte logo, pois!

BLOGUEdoValentim.com
2Vizinhos, PR

ANTONIO Valentim disse...

EM TEMPO:
NÃO sei o que está havendo, mas o meu blogue está aí ao lado com post atrasado. Todo santo dia postamos.

ANTONIO Valentim disse...

JÁ sei o que houve. É que o blogue mudou de endereço.
O atual é http://www.bloguedovalentim.com

Obrigado!

Jorge Caddah disse...

Ana Célia,

Seja bem vinda...

Jorge Caddah

Anônimo disse...

Volte, pois sinto sua falta!!!!!

Anônimo disse...

É isso ai perereca, "volte, volte para o seio de seus amados, eles esperam ver você voltando...." Diariamente dezenas de pessoas acessam seu blog na expectativa de te-la de volta a "ribalta" Volte, Volte com todo gás e não nos deixe só!!!E tenho dito! Pronto falei!!
julio paixão - icoaraci

diariodeumamulherdespeitada disse...

Volte sim, Ana. Tive meu momento ecológico também, por cinco anos num paraíso, em Benevides. Mas um lixão e a bandidagem me expulsaram de lá. Na verdade, o ex marido deu uma força, kkkkkkkkk
Beijinhos
http://diariodeumamulherdespeitada.wordpress.com/2011/09/17/viagens-espirituais-na-lua-cheia/

Anônimo disse...

Seja bem vinda nessa sua volta. Os seus leitores agradecem.

Ana Paula Freitas disse...

Voltouuuu!!!!!! :)))

Marcelo Carvalho disse...

O que os professores devem fazer diante da decisão do governo do estado de não cumprir a Lei do Piso?

Acesse: http://midiasnaeducacaopara.blogspot.com/

E vote na enquete

Marcelo Carvalho

Anônimo disse...

Foi enfrentar cachorro grande...deu no que deu....fique com seu vira-lata.

Anônimo disse...

Obrigado por voltar a escrever neste blog,você fez muita falta.

Luh Lima disse...

Estavamos com saudades já! obrigada por conceder o seu tempo, pra nos mostrar a triste realidade que nos rodeia, a realidade triste dessa cidade linda :/ . Mesmo que pra mostrar isso vc tenha que sair do seu maravilhoso e novo habitat! rsrsrs

Eduardo disse...

Perereca, estás (ou estavas) sendo usada para dar a cara ao tapa. Se achaste teu paraíso faz como na parábola bíblica do tesouro, vende tudo que tens para ficar com ele.

Não pega mais corda. Os que te apoiam nos comentários, na verdade estão rindo de ti.

Sai dessa.

Anônimo disse...

Ei Dengosa..

O Barata pegou os prefeitos que gastam de dinheiro público pra se promover, inclusive com links dos vídeos que eles pagam pra sair nos caríssimos horários nobres das TVs de Belém.

Dá uma ajudinha ai pra acordar o MPE nessa batalha e por um fim nessa farra. Ninguem quer proibir os gestores públicos de comunicar os atos de governo, só queremos por um fim na promoção pessoal com dinheiro público, o que é crime de improbidade.

Bjs
Dengoso

Anônimo disse...

Você faz muita falta!

Val-André Mutran  disse...

Volta logo.

Anônimo disse...

Perereca,
O Milton Nobre - que te tirou da blogosfera - deve estar feliz por ter prestado um excelente serviço aos cidadãos e cidadãs que foram vítimas das tuas lambanças denegridoras da honra alheia. Não explicas o principal: qual a tua fonte de renda para pagar aluguel e viver bem sem trabalhar ? Será que o Helder te adotou? Com certeza!