Ban

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Perereca em chamas



De um anônimo na caixinha de comentários da postagem O nepotismo tucano e o nepotismo petista: há diferença?:
“Anônimo disse...
Cara Célia o que falar do Sahid Xerfan, pois ele foi condenado pelo TCU sendo considerado pessoa inabilitada para exercer função pública, é só entrar no site do TCU para confirmar na lista de inabilitados. Agora me diga como uma pessoa que foi condenada pelo tribunal que fiscaliza as contas públicas ser nomeado secretário de Estado”.
A Perereca foi conferir. Ao que consta, Xerfan recorreu da decisão do TCU. Mas o nome dele permanece, sim, na lista de inabilitados para a função pública. Aqui: http://portal2.tcu.gov.br/portal/page/portal/TCU/comunidades/responsabilizacao/arquivos/Inabilitados.html
........
De outro anônimo, na mesma caixinha, sobre a celeridade e apetite do senador Mário Couto, que colocou o próprio filho para cuidar das turbinadas contratações do Detran.
(Pobre Detran!... Depois do Carmona, o Couto.)
Aqui:
“Anônimo disse...
 O senador não perde tempo no Detran.Este cargo comissionado tem como função fazer as compras e contratos para o órgão.Por questão de responsabilidade e fidelidade, o escolhido tem nome e sobrenome do indicador:
DIÁRIO OFICIAL Nº. 31833 de 14/01/2011
SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA
DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO ESTADO DO PARÁ
 Admissão de Servidor
Número de Publicação: 196330
Órgao: DEPARTAMENTO DE TRANSITO DO ESTADO DO PARA
Modalidade de Admissão: Comissionado
Ato: PORTARIA 055/2011-DG/CDRH
Data de Admissão: 13/01/2011
Nome do Servidor Cargo do Servidor Observação
MARIO AUGUSTO LISBOA COUTO COORDENADOR DE LOGISTICA (DAS-04)
Ordenador: ANTONIO FERNANDO CARVALHO DE OLIVEIR”
.....
Tenho de sair para uma entrevista. Mas não deixe de passar nas caixinhas de comentários, que estão ardendo mais que a Perereca.
FUUUUIIIIIIIIII!!!!!!!!!

21 comentários:

Anônimo disse...

Atenção funcionários concursados do Detran e membros do Sindicato !! de olho nas ações deste rapaz nos corredores do Detran. De preferência "plantem" alguém na Logística. Aqui por fora, nós ficaremos atentos. Principalmente nas regionais do Órgão. O ex-superintendente do órgão, João Marques, dizia que o Detran é primo rico do estado. E, é verdade. Uma fábrica de dinheiro diário. Alguém duvida???

Anônimo disse...

Já dá para entender o porque a Perereca faz esta campanha anti-psdb-jatene no início do recém eleito governo: È marketing. Observem o blog , mais "ornamentado" que árvore de natal, repleto de banners de publicidade. A Perereca sabe que o esquema petista de desqualificação e terrorismo político vai aderir em peso visitando o blog apara fazer a unica coisa que os petistas sabem fazer bem:- Quando na oposição mentir e desacreditar seus desafetos políticos. É, a Perereca precisa de uns "clics" para ampliar suas rendas, coitada.

Anônimo disse...

E ainda tem gente que acreditou que este governo vai ser diferente do anterior. Só mudam as caras e nomes, continuam os mesmos desmandos e atos. Parabens Pará pelo novo (velho) governo.

servidor do HUJBB disse...

À Sociedade Civil Organizada

Os servidores do Hospital Universitário João de Barros Barreto - HUJBB solicita sua atenção para a triste situação de uma organização hospitalar que tem meio século de existência; que é referência nacional, regional e estadual em saúde pública e que tem superado crises ao longo de sua história, mas jamais comparado ao que vivemos atualmente e que se agrava a cada dia. Para que sejamos objetivos, faremos um relato sucinto de situações deveras absurdas e facilmente comprovadas pelo corpo funcional, especialmente os profissionais ligados à assistência, pelos pacientes e acompanhantes de pacientes. O HUJBB possui quatro elevadores, dos quais apenas um (às vezes, nenhum) funciona, ocasionando todo tipo de não-conformidades como remoção de corpo pela escada como ocorreu recentemente, transporte de pacientes, visitantes, funcionários, alimentos e outros, juntos no mesmo elevador. Com relação a materiais e equipamentos e estrutura física a situação é dramática. Cirurgias são suspensas por falta de fios de sutura, faltam medicamentos básicos para o atendimento, o material esterilizado é frequentemente processado fora do hospital em virtude de panes corriqueiras na autoclave, em todas as unidades assistenciais há pacientes críticos sem condições de atendimento digno porque o CTI não suporta a demanda, as instalações elétricas e hidráulicas estão péssimas em vários pontos do prédio, cresceu significativamente o absenteísmo por adoecimento em decorrência da sobrecarga de trabalho, pois o déficit de recursos humanos chegou a níveis insustentáveis, mas a gestão quer manter, e até aumentar serviços e com qualidade. Como? Vale ressaltar que estamos sustentando o hospital pelo compromisso com o usuário, mas a saúde de todos está comprometida, dos pacientes, familiares e servidores. É notória a falta de planejamento e o amadorismo da gestão, e um dos sintomas é quando tenta convencer a todos que os problemas do hospital são causados apenas por insuficiência de verbas ou não reajuste da tabela de procedimentos do SUS. O HUJBB está, sem exagero, à beira do colapso. Para finalizar temos a dizer que este relato é apenas uma amostra de realidade de dimensões profundas, porém, facilmente detectáveis por uma auditoria.

Estamos precisando da sua ajuda para salvar o nosso hospital!

Anônimo disse...

É triste mesmo, inclusive enquanto funcionário digo que o mais deprimente é saber que os elevadores nao funcionam mesmo que estejam encachotados os 04(QUATRO) elevadores comprados nos final de 2009, ou seja, mais de um ano pra montar um equipamento necessário e já disponivel. Resumindo o problema do HUJBB não é só a insuficiencia de recursos, mas principalmente o despreparo da atual gestão.

Anônimo disse...

Detran vocacionado pelo Jatene para ser um valhaCOUTO...

Anônimo disse...

Também trabalho no HUJBB e reitero tudo que foi descrito, as condições de trabalho são péssimas e para piorar a situação ainda vivemos sobre pressão de uma DIREÇÃO AUTORITÁRIA E INCOMPETENTE. Precisamos de condições dignas para atender aos usuários do SUS.

paciente do hospital disse...

Já estive internada no Barros Barreto no ano passado no 3ºleste e realmente a situação é critica, não havia lençol para trocar, não havia agua pra beber,faltava medicamento e só se ouvia reclamação por parte dos médicos pela falta de condições para cuidar dos doentes.

Anônimo disse...

Este Mario Couto vivia no senado falando das corrupções do governo da Ana Julia.Melhor ele não sabe falar.Berra e dá socos na tribuna.Vamos esperar.

Residente de Medicina disse...

Sou residente de Medicina do HUJJB e também observo tais problemas, pois muitas vezes há falta de equipamentos (monitores cardíacos, aparelho para medir pressão,entre outros) para atender os pacientes; há falta também de medicamentos, há casos de entubarmos o paciente e não temos medicamento para manté-lo sedado, fora a estrutura física que encontra-se caindo aos pedaços como é o caso do 3ºoeste em que o posto de enfermagem está interditado. E diante disto me pergunto onde está sendo empregado o dinheiro que o Ministério da Educação e da Saúde mandam para este hospital

Anônimo disse...

sou funcionário do HUJBB e digo não é só a falta de material para trabalhar que temos, mas também atraso no vale-alimentação e vale transporte dos funcionários da FADESP. Amanhã estamos realizando um ato reinvidicatório na frente do hospital. Não estamos mais aguentando essa situação

Anônimo disse...

sou funcionário do HUJBB e digo não é só a falta de material para trabalhar que temos, mas também atraso no vale-alimentação e vale transporte dos funcionários da FADESP. Amanhã estamos realizando um ato reinvidicatório na frente do hospital. Não estamos mais aguentando essa situação

Anônimo disse...

Realmente precisamos não só do apoio dos politicos, mais também da população paraense, não podemos deixar que uma administração mediocre leve o HUJBB que é um hospital de extrema relevancia no estado para o buraco, falta de medicamentos, de aparelhos, em geral de uma infraestrutura digna para se atender uma população carente é que necessita muito deste hospital.

usuário do SUS disse...

isso que está acontecendo é uma vergonha e deveria ser denunciado ao ministério público, cadê as autoridades da saúde que não veêm isso

Servidora com muito orgulho disse...

Célia, como vc pode comprovar, há algo de podre no "reino" do HUJBB. Sabemos que desmandos num hospital repercutem principalmente na assistência aos pacientes, afora a precarização das condições de trabalho.
Célia, faço uma solicitação a vc: faça um levantamento da situação do hospital Barros Barreto, como jornalista, e vc verá que o desmando com a coisa pública (um hospital federal!!!) assume patamares estratosféricos.
Aliás, faços essa solicitação também à Franssinete Florenzano. Vcs duas são duas mulheres porretas, literalmente falando.

Carlos Augusto - Advogado disse...

os servidores desta instituição deveriam ir ao ministério público para fazer uma denúncia oficial e o reitor o que tá fazendo que não ver isso

Anônimo disse...

HUJBB EM CHAMAS!!!
É Sr. Reitor.
Asituação do HU está escandalosa com a visão implantada na atual gestão arbitrária, de retaliação com os servidores, desrespeitosa,e alheia à relidade do serviço.O hospital está sem plano de gestão voltado para o tripé- ensino, pesquisa e extensão- que faz uma universidade.O que juntos poderemos fazer para uma solução a curto prazo?Nessas bases o HU não sobreviverá, visto a debilidade dessa administração.Não há democracia,respeito aos profissionais e usuários,ética,transparência.É fácil dirigir assim, tirando quem está honestamente trabalhando e colocar outras pessoas sem projeto para a universidade que a maioria defende, de excelente qualidade.Nós,a comunidade do hospital estamos inconformados e indignados,também preocupados com os rumos desta incompetencia.É um alerta antes que seja tarde.S alve a democracia...

Anônimo disse...

Grande pianista afinado com o Governo do Estado e com a corrupção. Não sei como o nosso tradicional povo ordeiro e honesto pode optar por um Governo desse e ainda não completamos nem as três primeiras semanas e já explodem as bombas na SEEL e na Fundação Carlos Gomes... e vem mais ...

Anônimo disse...

Sou médico do Hospital de Clínicas e até hoje, não recebemos o pagamento por serviços prestados em dezembro. Além disso, o atual gerente de ensino e pesquisa do hospital, é oftalmologista, nunca trabalhou no hospital e, por melhor que seja, não conhece ás áreas em que o hospital atua: Cardiologia, Nefrologia e Psiquiatria, assim, certamente, parcerias nessas áreas serão perdidas, cabe uma pergunta: será que o hospital, em seu corpo clínico, não tem ninguém capacitado para o cargo?

Anônimo disse...

hujbb,mais que coisa!
O que falta mesmo p/ mudar esta direção?A comunidade não aguenta mais,a cada dia pioram as coisas.É só enrolação ninguém faz nada...Queremos eleger os nossos representantes já,aqueles que tenham afinidade com nossa causa.Foi feito levantamento de toda a problemática do HUJBB, agora falta a decisão.Ânimo reitor e comunidade universitária, vamos juntos à mudança...Quem tem pressa é a comunidade trabalhadora, usuários,visto as reais condições de trabalho precarizadas.

Anônimo disse...

Caros colegas de trabalho/HUJBB.
Realmente estamos sob a égide da corrupção,e que deverá ser investigado a grave denúncia postada em blogs sobre a cobrança de propina no setor de registro do HUJBB.Pobres usuários do SUS,que com muita luta chegam com seus entes p/ internar em sua maioria graves, depois de toda uma maratona a correr p/ conseguir leito, ainda se depara com a coisa macabra da propina para poder ser atendido.Isto é muito desalentador para o segmento social que atendemos .Fora incompetentes!!!