Ban

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Com a DS. Até o fim...

Veio do blog do Hiroshi Bogea(aqui: http://hiroshibogea.blogspot.com/2010/10/rearrumando-casa.html ), ainda na noite de anteontem, a informação do surpreendente troca-troca no comando da campanha de reeleição da governadora Ana Júlia Carepa.
Saiu André Farias, entrou Marcílio Monteiro, ex-marido de Ana, e também Cláudio Puty, que será um dos subcoordenadores da campanha.
A notícia surpreende não tanto pela saída de André, já que uma das funções do técnico é servir de bode expiatório.
O que realmente estupora é a ascensão pública – e não apenas no “mundo das sombras” – de Marcílio e Puty.
Se os tucanos resolvessem sugerir uma mexida no comando do “exército” adversário, certamente que nem eles pensariam em algo assim. 
Afinal, Marcílio e Puty, os chefões da DS, provocam verdadeiros arrepios no PMDB, cujo apoio é disputado à tapa neste segundo turno.
Ambos devem ser uns arus dificílimos de engolir até para o frio e pragmático Jader Barbalho.
O que dizer, então, de seus comandados?
Se a minha xará pretendia provocar um momento de puro ódio nos arraiais peemedebistas, deve tê-lo conseguido.
E não apenas nos arraiais peemedebistas, mas, também, em boa parte do PT.
Afinal, a ascensão de ambos ao comando da campanha sinaliza que Ana irá, sim, até o fim com a DS. E, na hipótese de se reeleger, tudo continuará como dantes no quartel de Abrantes. Ou até pior.
Mas o troca-troca na coordenação de campanha também sinaliza que o jogo será pesadíssimo neste segundo turno.
O Hangar vai virar brincadeirinha de criança. E não estão descartadas cenas explícitas de truculência, como aquelas vivenciadas por peemedebistas na campanha de 2008.
Uma pena para o eleitor, trabalho à beça para o Ministério Público.
Mas, ainda assim, o caso de se dizer: que venga el toro!
(Dois touros, por sinal, pra lá de gatíssimos...)

4 comentários:

Anônimo disse...

Marcílio Monteiro sempre fez corpo mole enquanto funcionário do BB. Será que agora ele vai pegar firme no batente??? Duvi-d-o-dó!

Anônimo disse...

De fato, os tucanos foram premiados de sul a norte: Ciro Gomes coordenador da campanha Dilma e a dupla vai-que-racha, Marcílio Petralha e Puty, coordenadores da campanha Ana Júlia.

Val-André Mutran  disse...

Desagregação da base de apoio à reeleição da governadora.
Teimosia tem termo.
Lamento, sincermente, a não eleição de Paulo Rocha.
O Pará perde um de seus mais brilhantes políticos.

Cãndido Messias disse...

Essa dupla tem tudo para ser consagrada como os "coveiros de Ana". Os dois também são amigos do peito da Franssinete Florenzano, desde o café-da- manhã do "Diálogo Aberto" quando tempo fechou. Também são os artífices do fechamento da Rádio Tabajara Fm para agradar a governadora Ana Júlia. Interessante como o fechamentoda Tabajara FM, uma rádio tão pequena obteve tanta repercussão não só na mídia nacional e até internacional, a ponto de tirar preciosos votos de Ana Júlia, por conta de seus desastrados assessores polítiicos. Eles se merecem e irão para o túmulo da história política do Pará, tambem por serewm os coveiros do PT no Estado.