Ban

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Manobras arriscadas esquentam campanha

Desculpem voltar novamente aqui, mas prometo que é a última vez que interrompo a minha “desincompatibilização”.


É que acho importante deixar aqui algumas colocações, pra gente refletir.


Os petistas estão desde ontem a tentar o impossível: tapar o sol com a peneira.


Saltam de jornal em jornal e de blog em blog, a levantar dúvidas acerca dos números do Ibope, que deram a Jatene uma vantagem de dez pontos sobre a minha xará, a governadora Ana Júlia Carepa.


O problema é que as atitudes dos companheiros petistas acabam por desmentir o discurso.


Os programas da Acelera Pará sofreram uma clara mudança de tom: Ana apareceu mais humilde e as críticas a Jatene ficaram mais incisivas.


Ora, bater em adversário repentinamente – e não para demarcar território ou se defender de um ataque - indica claramente que se está a tentar fazê-lo cair.


Em outras palavras: que o incômodo provocado pelo adversário é tão grande, que vale até o risco de um ataque frontal.


Já a tentativa de mexer na imagem de candidato em plena campanha é ainda mais complicada: é manobra que só se justifica se o navio estiver, de fato, prestes a afundar.


Porque é como pegar um personagem e reescrevê-lo durante a encenação da peça: o distinto público nota – ah, se nota! E pode até vaiar...


E eu fico a pensar, cá com os meus botões: o que levaria os companheiros petistas a manobras tão arriscadas, se Ana e Jatene estivessem apenas “empatados”, como foi plantado em tantas notas pela blogosfera, e se inexistisse o risco de ele liquidar essa fatura ainda no primeiro turno?


O problema é que a pesquisa do Ibope não mostrou apenas Jatene dez pontos à frente de Ana.


Aliás, a maior dor de cabeça dos petistas não é nem mesmo a  possibilidade de Jatene se eleger já no primeiro turno.


A questão central é a pesquisa revelar a forte probabilidade de que nem Dilma Rousseff consiga salvar a companheira Ana Júlia, mesmo num eventual segundo turno.


Um fato que este blog, aliás, antecipou, a partir de um mero exercício de lógica.


Dilma sobe decididamente, mas não consegue arrastar Ana Júlia, que caiu já durante a campanha – uns dez pontos, entre a pesquisa do Ibope divulgada em junho e esta agora.


O fato de 40% dos eleitores de Jatene votarem em Dilma deixa isso patente: o paraense se define por Dilma, mas não quer Ana Júlia; quer Jatene.


E nem a tentativa de colar Ana em Dilma e Jatene em Serra, que vem sendo realizada desde os primeiros programas do PT, parece ter a capacidade de reverter esse quadro – taí esses 40% “dilmo-jatenistas” que não me deixam mentir...


Por isso a mudança da atitude petista, a esquentar a campanha, apesar do discurso de “tranqüilidade”, que nada mais é, penso eu, do que a tentativa de segurar os partidos da aliança, para evitar um “salve-se quem puder”.


Sinal de que razão tinha mesmo um certo filósofo: a prática é, de fato, o esmagador demonstrativo da verdade.


FUUUUIIIIIII!!!!!!

28 comentários:

Zeca disse...

Perereca, o fato de você ultimamente e com certa freqüência interromper a sua "desincompatibilização" (Decisão esta de livre iniciativa sua) para discutir a respeito da pesquisa mostra a preocupação do seu candidato e a sua em garantir a credibilidade da campanha divulgada, e que foi feita por um instituto reconhecidamente "simpático" ao PSDB.

Não estou colocando em dúvida a pesquisa, mas assim como é suspeita a atitude dos petistas em tentar desacreditar, também é suspeita a sua insistência em defender.

Haverá novas pesquisas e a verdade virá à tona seja ela qual for.

Anônimo disse...

É isso mesmo, Ana Célia. Só os trouxas petistas anajulistas acham que podem enganar todo mundo. Enganam-se a si mesmo. Na forma e no conteúdo.
É a tal coisa: a gente até vota na Dilma, mas na Ana Júlia, jamais. As mulheres do Pará não merecem esta mulher.

Anônimo disse...

Os grandes culpados da situação caótica do PT são:
1) Ana Júlia, por não ter pulso (e preparo) diante dos irmãos Monteiro e André Farias.
2) Os irmãos Marcilio e Maurilio Monteiro, que sempre se acharam superiores e tentaram fazer da DS o governo do Pará, não dando espaço para as outras tendências.
3) André Farias, que gritava com a governadora desreipeitando-a dentro do Palácio, na frente dos outros
4) O gaúcho Paulo Heineck que enriqueceu como consultor da área de comunicação do governo paraense e só fez Merda. Ultra-autoritário, usava da sua grosseria para se impor no governo.

O resultado está aí.

Anônimo disse...

Eu sabia que esse gaúcho era um picareta. Quero ver o PT demonstrar como é que paga pra esse forasteiro cantar de galo em terra alheia.

Ana Célia Pinheiro disse...

Zeca:

Na verdade, estou toda enrolada e só vim aqui hoje porque procurei na internet comentários nesse sentido e não encontrei.

Achei importantíssimo esse dado de que 40% dos eleitores do Jatene votam na Dilma.

No entanto, a única coisa que vi na internet - até mesmo em comentários postados neste blog - foram especulações de que, se houver segundo turno, o Jatene perde, porque a Dilma vai inflar a candidatura da Ana.

No entanto, Zeca, não é nesse sentido, não, que apontam tanto a queda da Ana já durante a campanha, quanto esse percentual expressivo de eleitores "Dilmo-Jatenistas".

Pelo contrário: essas duas sinalizações apontam é para a probabilidade de que nem a Dilma consiga turbinar a campanha da Ana.

Daí eu ter vindo aqui, hoje, até para que as pessoas pensem acerca disso.

Ademais, eu ainda não havia nem divulgado, nem comentado a pesquisa do Ibope: apenas fiz um exercício de lógica, a partir de uma postagem do Ananindeua Debates (e, sem querer, acabei até antecipando a pesquisa do Ibope).

Agora, fico muito triste que você não me queira aqui, no meu próprio blog, "visse"?

Magoei.

Abs,

Ana Célia

Wellyn Nascimento disse...

Querida. Nós não estamos "serreando" nossa campanha. emos projetos, propostas e o melhor para o povo do Pará. Independentemente de se estar a frente ou não de pesquisa do Ibope( instituto este que previu que Edmilson não seria reeleito para o 2º mandato; que Almir ganharia as eleições no 1º turno em 2006,e que Valéria Pires Franco seria a atual prefeita de Belém)a campanha VITORIOSA da companheira Ana Júlia continua. Eleição só se ganha quando todas as urnas estiverem apuradas. E no que depender de mim e de toda a militância do PT e dos partidos coligados o seu candidato NÃO vai voltar a desgovernar este Estado.

Saudações Petistas!

Ana Célia Pinheiro disse...

Olha, anônimo das 7:38: quase, quase que censuro o seu comentário.

Só não fiz isso porque rrrealmente detesto censura.

Mas, sinceramente, não gostei muito da maneira como você se referiu a minha xará.

O anônimo das 5:06 pelo menos foi genérico quando falou em "trouxas anajulistas".

Mas você veio citando nomes e colocando a minha xará como uma pessoa quase que sem vontade própria, o que não me parece que seja o caso.

Não sei se você presenciou os episódios que cita - acredito que não.

Até porque não me parece crível que uma mulher como a Ana Júlia, que abriu caminho sozinha num meio dominado pelos homens, não tenha tutano suficiente pra mandar calar a boca a quem venha se meter a gritar com ela.

E eu acho complicado a gente não respeitar adversário, sabe anônimo, porque é direito líquido e certo de cada um de nós acreditar naquilo que considera o melhor pra sociedade - e lutar por isso.

E eu tenho pelos companheiros petistas e pela minha xará o maior respeito do mundo. Divirjo, mas, respeito. Até para poder pedir que eles me respeitem também.

Assim, eu acho que você deveria rever a sua posição. Ou, se quiser insistir nesse tipo de acusação, que pelo menos assuma, assine embaixo, até para que as pessoas que você cita possam se defender adequadamente - o que é um direito inalienável delas.

É isso aí. Só publiquei, mesmo, para não censurar. Mas, rrrrealmente, acho isso lamentável e até machista e preconceituoso.

De qualquer forma, obrigada pela participação.

Abs,

Ana Célia

Anônimo disse...

Deu no Informe JB de hoje, 31/08/2010:

"Tô fora

Não há esforço do PT em fazer Lula aparecer no Pará para reverter o quadro. O fato é que ninguém no Planalto quer incomodar Jader Barbalho, expoente do aliado PMDB na região norte, mas que apoia... Jatene."

Ana Célia Pinheiro disse...

Ei, Wellyn, saudações tucanas!

No que depender de mim, o meu candidato, Jatene, é que vai acabar com o atual desgoverno. Pro Pará voltar a crescer.

Abs e volte sempre.



PS: Essa eleição tá sendo bacana, num tá?

Isa disse...

Olha só Perereca Célia como a coisa mudou alguns meses atrás antes de começar de fato a campanha só se ouvia essa frase "quem tem a máquina ganha à eleição e com a ajuda do Lula ta muito fácil". Agora me vejo a refletir sobre essa eleição e sinto um orgulho enorme de ter nascido no Estado do Pará, somos um povo inteligente e não é qualquer trocado que vai mudar nossa consciência. Nosso direito é soberano e vamos fazer uso deste, quando chegar 03 de outubro, seja lá Jatene ou Ana Júlia.
Anote: FALOU E NÃO CUMPRIU TEMOS TODO DIREITO DE DIZER NÂO.E VIVA A DEMOCRACIA E O VOTO CONSCIENTE.

Anônimo disse...

Soube de fonte segura que a vinda de Lula e Dilma ao Pará é, por assim dizer, a última cartada do PT paraense.

Mas não acredito que isso mude significativamente o desempenho da governadora.

A rejeição ao nome dela é muito grande, até mesmo entre o povão (classes C e D), sem contar que o Jatene consegue passar a mensagem de alguém experiente e competente.

Assim, informo que não gosto de comemorar nada antecipadamente, mas já tirei do meu guarda-roupa a grande bandeira amarela com o número 45 azul inscrito bem no meio dela...

Reyson Gibson disse...

Duas coisas devem ser notadas:

1 - A cada dia cresce o sentimento de vitória da candidatura Jatene (antes de iniciar a campanha havia uma massificação na mídia do Governo petista. Contudo, durante a campanha, a realidade está sendo desfraudada).

2 - Aliado a esse sentimento há a expectativa de se resgatar a competência admistrativa do Governo Jatene (e isso foi comprovado pela sociedade, ou seja, fica fácil para o eleitor fazer um comparativo entre o modelo tucano e o modelo - se existe - petista).

Luis Miranda disse...

perereca o blog é teu ou da campanha do jateve.
mais uma vez eu te digo, essa coisa de vir para frente dos meios de comunicação falar uma coisa e fazer outra é típico de psdbistas.
não fuiiiiiiiiiiii!!!!!!

Anônimo disse...

Essa pesquisa do Ibope faltando mais de um mês para a eleição do primeiro turno tem o meu descrédito total: campeão de erros em eleições anteriores no Pará, novamente contratado pela ORM, esse instituto vai perder mais crédito junto aos eleitores, mas continua a engordar a conta bancária com resultados errados até em boca-de-urna.

Anônimo disse...

O Ibope também anunciou, para atender os contratantes, a vitória no primeiro turno de Almir Gabriel para suceder o próprio Simão Jatene nas eleições para o governo, em 2006. O resultado foi a peia de Ana Júlia no Ibope, em Almir, em Jatene, em Ana Célia e no resto da trupe. A história se repete e o raio vai cair de novo nas cabeças dos tucanos.

Anônimo disse...

Viva o Pará que se anuncia.
Viva o meu Pará sem Ana Júlia.

Chega de desmandos.

Anônimo disse...

Ana Célia,

Estou contigo, meu voto também é Jatene. Aliás, ele é pop na faculdade.

Bjim

Magá Lobo

Anônimo disse...

Ana Célia,

Estou contigo, meu voto também é Jatene. Aliás, ele é pop na faculdade.

Bjim

Magá Lobo

Anônimo disse...

Ana Célia, isso é apenas uma parte do que foi feito em menos de 50% do tempo de governo do PSDB. Portanto, não dá para falar em projeto do PSDB que pense no seu João e na dona Maria, não é, Perereca?

No fundo, no fundo, por mais profissional que vc seja, imagino que sua consciência não esteja em paz, pois vc sabe bem qual é o diferencial do projeto do PT...

Compare 12 anos do governo tucano com 3 anos e oito meses do governo Ana Júlia, apoiado por Lula.

Concursos para a PM

No passado:10 anos sem concurso
No governo Ana Júlia: contratação de 3.700 policiais

Delegacias de Polícia

No passado: delegacias precárias, sem manutenção
No governo Ana Júlia: 37 unidades reformadas e 22 construídas

Viaturas

No passado: frota sucateada de 600 viaturas
No governo Ana Júlia: aquisição de 800 viaturas e aluguel de 450

Direitos humanos

No passado: não havia política de direitos humanos
No governo Ana Júlia: criação da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos

Violência no campo

No passado: 24 mortes, em 2006, incluindo massacre de Eldorado de Carajás
No governo Ana Júlia: índice cai para 7 mortes (de 2007 a 2009)

Ação Metrópole

No passado: projeto engavetado há 20 anos
No governo Ana Júlia: Investimentos de R$ 131 milhões tiram do papel a maior obra viária da história da RMB

Meia-passagem intermunicipal

No passado: proposta emperrada há 20 anos
No governo Ana Júlia: sancionada lei do executivo que garante meia-passagem intermunicipal em todo o estado

Ophir Loyola

No passado: equipamentos parados há 3 anos
No governo Ana Júlia: investimentos de R$ 10 milhões; hospital é reconhecido pelo MEC e Ministério da Saúde como Hospital-Escola

Saúde

No passado: ribeirinhos sem atendimento médico
No governo Ana Júlia: programa Rios de Saúde atendeu a mais de 70 mil ribeirinhos

Saúde da Família

No passado: cobertura de 38,48% da população
No governo Ana Júlia: cobertura de 82,23% da população

Hemodiálise

No passado: serviço só havia em Belém
No governo Ana Júlia: atendimento em Belém, Santarém, Redenção, Altamira, Castanhal e Marituba

Educação

No passado: Escolas sucateadas
No governo Ana Júlia: 658 escolas reformadas e construção de mais 23

Diretores escolares

No governo passado: nomeação política
No governo Ana Júlia: eleição direta

Escolas tecnológicas

No passado: 12 escolas tecnológicas
No governo Ana Júlia: 18 escolas tecnológicas em 11 municípios

Capacitação profissional

No passado: Capacitação de jovens era inexistente
No governo Ana Júlia: bolsa trabalho para 60 mil bolsistas - 20 mil já contratados com carteira assinada

Funcionalismo público

No passado: perdas salariais acumuladas em 75%
No governo Ana Júlia: reajustes salariais acima da inflação

Habitação

No passado: 5.082 casas construídas
No governo Ana Júlia: 30 mil casas construídas

Saneamento

No passado: R$ 68,152 milhões investidos na Cosanpa
No governo Ana Júlia: R$ 522,62 milhões

Idesp

No passado: tucanos extinguiram o Idesp
No governo Ana Júlia: o Idesp foi reconstruído e fortalecido

Estradas vicinais

No passado: tucanos só ajudavam municípios aliados
No governo Ana Júlia: municípios de todo o Pará receberam 534 patrulhas mecanizadas para recuperar estradas

Siderúrgica

No passado: tucanos privatizaram a Vale e não trouxeram sequer uma siderúrgica para o Estado.

No governo Ana Júlia: garantia de implantação da Alpa, em Marabá, e da fábrica de vagão de trem, em Castanhal

ISSO É ACELERAR, NÃO É MEEEERMO, PERERECA????????

Anônimo disse...

HAHAHA PERERECA SE ESSE PTISTA (9:49) RAIVOSO TE PEGA NÃO DEIXA UM FIO DE CABELO É MUITO DESESPEROOOOOOOOOO.

Soldado disse...

Frota da PM, aí incluídos carros, motos, aeronaves e embarcações:

- em 2006, último ano do governo dos tucanos (12 anos) = 863 (oitocentos e sessenta e três)

- em 2010, governo Ana Júlia (03 anos e oito meses) = 2.286 (dois mil, duzentos e oitenta e seis).

Laura disse...

A oposição tenta convencer que o governo popular de Ana Julia gastou menos com saúde, mentem!


As críticas desesperadas da oposição mostram seu desconhecimento sobre os valores aplicados em saúde pelo governo Ana Julia, o que não corresponde à realidade dos fatos:

1) Entre 2007-2010 , foram gastos R$ 228 milhões com obras e equipamentos na área da saúde , enquanto que o total dispendido em serviços de publicidade e propaganda foi de R$ 189 milhões, conforme dados extraídos do SIAFEM (Sistema de Administração Financeira de Estados e Municípios), corrigidos pelo índice de preço ao consumidor amplo (IPCA). Portanto, a oposição mente descaradamente quando afirma o contrário.

O governo popular realizou despesas 20,6 % maiores em saúde do que em serviços de publicidade, ficando evidente que, diferente do mencionado pelo candidato Simão Jatene no debate televisivo ocorrido no dia 26 de agosto de 2010, os gastos em saúde foram superiores aos com publicidade.

2) De 2003 a 2006 os gastos em saúde foram de R$ 3,9 bilhões enquanto no governo atual foi de R$ 5,3 bilhões, 37,5% a mais.

3) O governo popular gastou duas vezes mais com os hospitais regionais que o governo anterior, pois além de concluir as instalações inacabadas, colocou-os em funcionamento e ampliou os serviços prestados:

3.1) Dos hospitais que haviam concluído obras na gestão anterior, apenas os de Ananindeua e de Marabá encontravam-se em funcionamento parcial, tendo seus serviços sido ampliados e cadastrados no Ministério da Saúde na atual gestão.

3.2) As obras dos hospitais de Altamira e Redenção só foram concluídas no primeiro ano do atual governo. Em 2008, foram concluídas as obras de Santarém. Em setembro de 2010, serão concluídos os hospitais de Breves e Tailândia.


4) Os recursos aplicados nos hospitais regionais na gestão anterior (2003-2006) e na atual gestão (2007-2010) foram de R$ 342,7 milhões e R$ 688,4 milhões, respectivamente, verificando-se um aumento de 101%, conforme dados da Secretaria de Obras e da Secretaria da Saúde do Estado.

5) Na gestão anterior, 67% dos investimentos foram financiados por empréstimos junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), representando pouco mais de R$ 119 milhões, valor esse que está sendo pago desde janeiro de 2007 na atual gestão e já soma mais de R$ 57,7 milhões .

Continua...

Laura disse...

A oposição tenta convencer que o governo popular de Ana Julia gastou menos com saúde, mentem!PARTE II



6) Na Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, o governo popular (2007-agosto de 2010) já investiu R$ 10 milhões em reformas, ampliações e aquisição de novos equipamentos na UTI-neonatal; UTI- adulto; banco de leite; ambulatório de clínica médica, atenção integral à saúde da mulher e de clínica cirúrgica; enfermarias Santa Maria, Santa Ludovina e São Roque; sala de endoscopia, centro obstétrico e centro cirúrgico.

Na construção da Nova Santa Casa os investimentos já somam R$ 18,5 milhões e o valor total estimado é de R$ 110 milhões.


7) Em relação ao Hospital Ophir Loyola, os investimentos na radioterapia e medicina nuclear do governo anterior ficaram em R$ 3,26 milhões e no atual governo foram superiores a R$ 12 milhões. O serviço de radioterapia do hospital não recebia investimentos há mais de 10 anos e estava com equipamentos sucateados e com tempo de vida útil ultrapassados.

8) Na Atenção Básica, o governo popular investiu R$ 36,17 milhões no repasse fundo a fundo, para apoiar os municípios na estratégia de saúde da família e saúde bucal.

9) O atual governo inovou, repassando recursos financeiros para a compra de medicamentos para a farmácia básica. O estado disponibilizou R$ 19,12 milhões para os 143 municípios, no lugar dos kits entregues no governo anterior.

10) Outra informação relevante é que as despesas pagas com funcionamento e manutenção dos hospitais são mais onerosas que o valor dos investimentos em hospitais, conforme demonstrado na tabela 1:

• 13 meses para custeio do hospital Metropolitano representam todo o valor gasto com a obra e a aquisição de equipamentos
• 13 meses, para o hospital de Marabá
• 25 meses, para o hospital de Santarém
• 18 meses, para o hospital de Altamira
• 19 meses, para o hospital de Redenção


Tabela 1 – Investimento x Custeio dos Hospitais Regionais
Hospitais Regionais Investimento
(obras e equipamentos)
R$ mil Custeio médio mensal
R$ mil Custeio dos hospitais, em meses
2003 a 2006 2007 a 2010* Investimento x Custeio
Metropolitano 60.412 4.787 13
Marabá 29.679 2.289 13
Santarém 84.736 3.329 25
Altamira 46.454 2.525 18
Redenção 48.486 2.516 19
TOTAL 298.898 15.447 19

Fonte: SEOP/SESPA
Valores correntes
* Dados até agosto de 2010

Constata-se, então, que a afirmação é inverídica e sem fundamentação.

guilherme disse...

Dá-lhe Laura! O problema dessa gente é que estão totalmente desnorteados e não tem como comparar com o governo (?) de doze anos deles. Só para botar mais "peso",aí vai:
No Banpará, agências não sofriam sequer uma pintura (Ex: Tucuruí,etc.); há mais de 14 anos não se inaugurava qualquer agência (fecharam muitas), abertas em Jurutí, Parauapebas, Arterial Ananindeua, Pedro Miranda, Vila dos Cabanos; os resultados dos balanços apresentados eram pífios quando não negativos, hoje somente no primeiro semestre deste ano + de R$-30 milhões, mantendo-se um crescente desde o início do atual governo; suas agências eram sujas, péssimamente refrigeradas e sucateadas quanto ao aspecto tecnológico (link e equipamentos), hoje dotada de equipamentos modernos e de ponta, nova logomarca, agências a maioria já reformadas ou em processo de padronização, e o que é mais importante com seus funcionários tendo resgatado sua autoestima e voltando a acreditar em um futuro melhor.Vou parar, dúvidas perguntem aos funcionários. Fuuiii!

Anônimo disse...

cadê os argumentos dos tucanos? cadê números, seu Jateve?????????

Acelera, Pará!!!!!!!!

Anônimo disse...

Das 1.36, vamos por partes porque quem não é do Pt tem que trabalhar pra ganhar a vida. Hoje falo de segurança:

No tempo de Jatene:
Veículos novos entregues para policiias e bombeiros: 1.225
1 helicóptero
2 motoplanadores
824 viaturas policiais
1 navio
35 embarcações
4 lanchas de ação rápida
39 bass móveis de policiamento
2 auto-tanques
Motocicletas, bicletas e quadriciclos.

E tudo isso sem precisar fazer a maracutaia DELTA.
Tá sabendo porquê o povo tem horror de Ana Judas?
É porque ela mente.

É Jatene e ninguém tasca essa.
Amanhã volto pra te botar em mais outro piriri de chicote.

Paulo Bastos

Anônimo disse...

Ana,

Ana Júlia nunca mais, o Pará merece ser crescer, queremos ver a estrela (que não é a do PT) brilhar na constelação do Norte.

Os números mostrados são duvidosos, aqui no Nordeste Paraense (Belém Brasília) só dá Jatene e Juvenil, Ana Júlia não mostrou para o que veio, saúde, educação, cultura, esporte, cultura, tudo isso é história para boi dormir.

Ana Júlia NUNCA MAIS

Ex-militante do PT, arrependida de um dia ter votado na Ana Júlia

Anônimo disse...

Aqui na Belém Brasília, o coro é um só
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS
Ana Júlia NUNCA MAIS



Para o Pará crescer, nunca mais vote em Ana Júlia e no PT

Para o Pará crescer, nunca mais vote em Ana Júlia e no PT

Para o Pará crescer, nunca mais vote em Ana Júlia e no PT

Para o Pará crescer, nunca mais vote em Ana Júlia e no PT

Para o Pará crescer, nunca mais vote em Ana Júlia e no PT

Para o Pará crescer, nunca mais vote em Ana Júlia e no PT

Para o Pará crescer, nunca mais vote em Ana Júlia e no PT

Para o Pará crescer, nunca mais vote em Ana Júlia e no PT

Para o Pará crescer, nunca mais vote em Ana Júlia e no PT

Para o Pará crescer, nunca mais vote em Ana Júlia e no PT

Para o Pará crescer, nunca mais vote em Ana Júlia e no PT

Para o Pará crescer, nunca mais vote em Ana Júlia e no PT

Para o Pará crescer, nunca mais vote em Ana Júlia e no PT