Ban

domingo, 11 de julho de 2010

Fado Errado!

4 comentários:

Anônimo disse...

Ana Célia,

O DIÁRIO DO PARÁ, edição de hoje, no 1º caderno, foi veiculada uma notícia sobre o capotamento de uma HILUX no último final de semana na praia do Atalaia, cujo veículo era ocupado po 4 adolescentes, sendo um "cuspido" e atingido a medula espinhal.
A foto de frente mostra o veículo amassado, mas, estranhamente sem placa.
E no texto não consta a placa do veículo.
Será que estava também sem a placa de trás?
Será que o repórter fotógrafico comeu mosca?
Ou será que foi preservada a foto sem a placa para não identificar o proprietário?
Mas, se não foi por isso, mesmo sem qualquer placa, é praticamente fácil saber seu alfanumérico.
Como?
Qualquer condutor, e os repórteres são habilitados, sabe que, o número do chassi do veículo é gravado nos vidros da frente, de trás e laterais.
E através do número do chassi pode-se chegar tranquilamente a placa do veículo e, consequentemente a seu proprietário.
A notícia saiu sem pé e nem cabeça.
Por que será hem?
Você pode analisar essa notícia e saber ou supor porque saiu dessa forma?
Melhor que não saísse não?
Ou será que o DIÁRIO DO PARÁ está querendo mandar um recado para os papais dos meninos que faziam manobras radicais colocando em risco suas vidas e das demais pessoas, inclusive crianças indefesas naquela praia?
Alguém pode aventar que foi que aconteceu neste caso?
Este me parece um ótimo assunto para você discorrer e elaborar uma pauta.
Que tal saber na Delegacia de Salinópolis? E no DETRAN?
Qual a destinação do veículo?
Foi apreendido? Quem foi resgatá-lo?
Os meninos vão continuar tirando as chaves do veículo "às econdidas" do papai e continuar aprontando?
E se matarem algumas pessoas e deixarem outras hospitalizadas e aleijadas?

Anônimo disse...

Numa postagem abaixo confessaste: "E penso que, pra gente, uma boa eleição é até melhor que um orgasmo..."
Então é por isso que esses políticos, com tua ajuda, vivem fodendo a gente.

Anônimo disse...

Prezada Ana Célia, gostaria de levar ao seu conhecimento que a Coligação “JUNTOS COM O POVO”, (PPS/PSDC/PRTB/PMN/PRP), com candidatos a Deputado Estadual, terá que ser dissolvida pelo Egrégio Tribunal Regional Eleitoral do Pará, pois, a sua composição está diferente da composição da coligação “JUNTOS COM O POVO” (PPS/DEM/PSDC/PRTB/PMN/PRP/PSDB) para Deputado Federal. A Coligação somente poderia receber o mesmo nome se nela constassem os mesmos partidos que compõem a coligação para Deputado Federal. Porém, na composição da coligação para Deputado Estadual faltaram o DEM e o PSDB. Logo, esta, teria que receber outro nome. Agora, ao ser dissolvido, as agremiações partidárias terão que concorrer de forma isolada.

moara disse...

hummm....gostei deste blog, vou adicionar...
mas ta parado até novembro?

um abraço

mo