Ban

sábado, 17 de abril de 2010

Puty, Couto e Élida Braz no “Jogo Aberto”

O ex-chefe da Casa Civil, Cláudio Puty, será um dos entrevistados do programa “Jogo Aberto” deste sábado, na Rádio Tabajara FM 106.1, produzido e apresentado pelo jornalista Carlos Mendes e com participação do jornalista Francisco Sidou.


Puty disse que havia 90% de chance de ir ao programa, mas até o meio-dia não havia confirmado sua participação. Se aparecer, falará sobre temas como reeleição de Ana Júlia e a relação PT- PMDB.


O programa também exibe entrevista em que o senador Mário Couto faz polêmicas declarações sobre o governo estadual e sobre a governadora Ana Júlia Carepa.


Ao vivo, do estúdio, André Lobato, o Caveira, e sua mulher, Élida Braz, falam sobre a nomeação-demissão de Élida pelo governo em razão da repercussão do fato na imprensa local e nacional.


O julgamento do pedido de cassação do mandato do prefeito Duciomar Costa, feito pelo Ministério Público Eleitoral (procurador Ubiratan Cazetta) é outro assunto do programa.


Das ruas, o repórter Mário Filé ouve o povo sobre o julgamento do prefeito.


A Tabajara FM pode ser sintonizada no rádio, no celular ou pela Internet, no endereço http://www.radiotabajara.com.br/

2 comentários:

Anônimo disse...

Querida Perereca:
Olhe só essa porrada que o Vic levou. E ele, covardemente, não publicou a tréplica:

Blog do Vic
"Uma Vergonha
17/4/2010
É no mínimo uma falta de respeito com o funcionalismo público estadual essas contratações de assessores especiais para o gabinete da governadora Ana Julia Carepa
Pra não dizer uma indecência !
O funcionalismo sendo enrolado pelo governo, e sua excelência contratando "assessores especiais" como a dançarina Élida Braz.
Um escárnio !
O Ministério Público Estadual precisa urgentemente investigar o que faz cada um desses mais de dois mil assessores especiais nomeados nesse governo, em troca de apoio político para o PT e para a reeleição da governadora Ana Júlia Carepa.
0 Comentários Comente

Comentário do Informante Invisível:
Vic:
Não sejas cínico.
Há muito tempo os governadores nomeiam uma cambada de assessores especiais, aspones, igualzinho como a Ana Júlia está fazendo.
Que é ridículo? É
Que é desonesto? É
E muito mais "És" eu poderia dizer.
Mas tu não tens moral para criticar a governadora sobre esse assunto.
Quantos "aspones" tu indicastes e o jatene nomeou, quando a Valéria era Vice-Governadora.
Se tú disseres que nunca indicaste ninguém, aí, cara pálida, tú és, também, um canalha.
Mas há muita coisa mais importante para eu perder meu tempo contigo e com este assunto.
Só não deu para ficar calado com a tua infame crítica, não sei se maior ou menor que o autor dela.
Tenho dito.
Blog do Vic responde:
Você está mais pra imbecil invisível e covarde"

Anônimo disse...

Cláudio Puty poderia aproveitar a entrevista e a companhia sempre agradável da esposa do ex-vereador do PV para explicar pelo menos duas coisas: a) se nomear a Ëlida foi um erro, porque ela só foi exonerada depois que a imprensa caiu em cima? b) Se o governo diz que está a serviço da valorizaçao do trabalhador paraense, por que Ana Júlia está contratando toda sua equipe de comunicaçao de fora do Estado? No domingo o Diário do Pará estampou mais essa canalice do governo de donAna: a contrataçao, via uma agência que presta serviço para o seu governo, de uma outra agência, esta de fora do estado, para fazer a sua campanha, em uma evidente triangulaçao para pagar com o nosso dinheiro a campanha dela. Na matéria, tentando se explicar, o dono da empresa Link, que já reuniu várias vezes no Palácio dos Despachos com Ana, Puty e companhia e já viajou em avião oficial com a governadora acompanhando agendas de inauguraçoes, diz que está aqui só "prospectando" clientes e que tem um contrato de assessoria assinado com o PT. Como Puty explica o fato do secretário de comunicaçao do PT do Pará, Bira Rodrigues, negar a existência de tal contrato. Como Puty explica mais essa patetice financiada com dinheiro público?