Ban

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Perobal: Arruda pede perdão por “erros” do mensalão



No jornal O Globo:




BRASÍLIA - O governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido) , pediu nesta quinta-feira perdão pelo que chamou de erros no seu primeiro discurso público em que fez referências diretas ao escândalo do mensalão do DEM, esquema de cobrança de propina e pagamento de mesadas a políticos aliados . Durante a cerimônia de posse de diretores de escolas públicas no DF, Arruda disse perdoar seus adversários, reconheceu que as imagens mostrando ele e membros do governo recebendo dinheiro são fortes, mas disse que pecou pela ingenuidade ao manter no governo o ex-secretário de Relações Institucionais Durval Barbosa, antigo aliado do ex-governador Joaquim Roriz (PSC) e pivô das denúncias.


- Talvez ingenuamente eu permiti que esses interesses contrariados ficassem tão próximos de mim. Devo também ter cometido erros, é claro. Quero dizer de coração que já perdoei todos que me agrediram. Eu perdoo a cada dia os que me insultam. Eu entendo as suas indignações pela força das imagens. E sabem por que eu perdoo? Porque só assim posso pedir perdão pelos meus pecados - discursou Arruda, sem citar quais seriam esses pecados.


O pedido de perdão lembra o episódio da violação do painel do Senado em 2001, quando Arruda subiu na tribuna da Casa para pedir desculpas pela fraude.



Arruda volta a se colocar como vítima



No discurso, o governador voltou a se colocar como vítima, lembrou a origem pobre e disse que ninguém está livre de ser acusado injustamente.


- Tento dizer há 40 dias que aquele dinheiro que recebi dois anos antes de ser governador foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Sei que o tempo é senhor da razão e irá explicar à sociedade por que essas pessoas se voltaram contra mim. Eu sei. Porque não conseguiram repetir no meu governo o que faziam antes - afirmou.


A participação de Arruda na solenidade não estava prevista na agenda. Após o escândalo, o governador parou de divulgar os compromissos oficiais e tem evitado a imprensa.



Mais aqui:
http://oglobo.globo.com/pais/mat/2010/01/07/em-discurso-arruda-pede-perdao-pelo-que-chamou-de-erros-em-escandalo-de-corrupcao-no-governo-do-df-915485451.asp


Nenhum comentário: