Ban

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Jader vai ao aniversário do PT. Será?



A festa de 30 anos do PT, no próximo dia 30, tem tudo para alvoroçar os arraiais petistas, peemedebistas, tucanos, petebistas – enfim, todos os arraiais políticos paraenses.


Tudo pelo ilustre convidado que já confirmou presença: Jader Barbalho.


Quem informa é o presidente regional do PT, João Batista.


“Entreguei o convite e ele (Jader) disse: eu vou lá”, contou João ao blog.


Além de Jader, também já confirmou presença na festança o deputado e ex-ministro Zé Dirceu.


O presidente Luís Inácio Lula da Silva já disse que não vem, e periga a presença do presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, que está com a agenda apertada, devido a compromissos em Brasília.


Mas os petistas paraenses cruzam os dedos para que se confirme a vinda de outra estrela vermelha: a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, que ficou de chegar no sábado.


Caso Dilma venha de fato, o que, devido às regras de segurança, só será confirmado na sexta, ela deverá conceder coletiva à imprensa, no Hangar.


As comemorações petistas começarão à tarde e se estenderão pela noite.


Às 15 horas, na sede do Pará Clube (na Lomas), haverá a posse dos novos dirigentes estaduais e municipais (140).


E João Batista, como se sabe, permanecerá à frente do PT estadual: ele foi reeleito para a Presidência com mais de 90% dos votos válidos.


Depois, a partir das 6 da tarde, haverá um grande arrasta-pé, pra petista nenhum botar defeito, na Aldeia Cabana, com músicos locais e nacionais.


A governadora Ana Júlia Carepa participará das comemorações.


E mesmo que nenhuma outra estrela apareça, só a presença do Barbalhão já transformará o evento no tititi político da semana.


A Perereca agradece o convite para a festança e até deixa uma homenagem aos irmãos petistas.


Afinal, 30 anos de história não é pra qualquer um.








6 comentários:

Anônimo disse...

Bela lembrança, bela música de uma bela campanha dos tempos em que o PT era um belo partido e valia a pena. Bela homenagem, Ana Célia.

Anônimo disse...

Com certeza a presença mais importante é a de Jader, mais que da governadora. Lá estará Puty sorrindo amarelo pró Barbalhão.

Ana Célia Pinheiro disse...

É, anõnimo das 3:01, eu acho que Vermelho é uma música que toca fundo no coração da gente. É um hino a tudo o que a gente acredita - e aí pouco importa se somos petistas, tucanos, ou do PC do B, ou do "partidão" ou do PSOL. É um hino que pertence a todos nós, porque reflete o sonho que sempre nos embalou e, quem sabe, nos embalará até o fim dos nossos dias. O sonho de ver um mundo sem miséria, um mundo de igualdade, um mundo de Democracia e de Cidadania verdadeiras.
Se o PT já não vale a pena? Não sei, isso é lá com os petistas.
Mas sei que todos os de esquerda tivemos de transigir, de fazer coisas absolutamente complicadas, para chegarmos, enfim, onde chegamos. Se valeu a pena? Penso que valeu, sim. Hoje temos um País bem melhor. Não é, certamente, o que queremos e o que sonhamos, mas, já avançou muito, sim.
Que bom que você gostou dessa homenagem. Muito obrigada. Volte smepre. Abs, Ana Célia

Ana Célia Pinheiro disse...

Bem, anônimo das 10:26, se o Barbalhão for mesmo nessa festança eu vou estar lá, rente que nem pão quente. Não apenas para ouvir o que ele vai dizer. Mas, sobretudo, os silêncios...
Muito obrigada pela participação. Abs, Ana Célia

Ana Célia Pinheiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

so tem um problema na festa do pt parece que convidaram o dudu e ai o diretorio proibiu vaia nele, o negocio vai pegar dudu pode ate entrar mais não vai sair