Ban

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

CGU faz campanha pelo “Direito de Saber”




Nova fase da campanha "Direito de Saber", promovida pela Controladoria-Geral da União (CGU), está no ar desde o dia 1º de janeiro. A campanha tem o objetivo de divulgar o Portal da Transparência (
www.portaldatransparencia.gov.br ) e tornar os seus serviços mais conhecidos pelos brasileiros. A veiculação das peças está prevista para o período de 1º de janeiro a 28 de fevereiro de 2010.



A novidade agora fica por conta da inserção da campanha também nas emissoras de rádio de todo o País. Além dos três filmes publicitários sobre o tema "Dinheiro público é da nossa conta", a campanha passa a contar com três spots de rádio, com 30 segundos de duração, com os mesmos personagens. As peças buscam chamar a atenção do cidadão, de forma bem-humorada, para a importância de as pessoas se informarem sobre as ações e os investimentos do Governo Federal.



Campanha



Pedro, um pescador matuto que sabe tudo sobre rios; Haroldo, um taxista carioca que conhece de cor e salteado todos os caminhos da Cidade Maravilhosa; e o astrólogo Lauro, profundo conhecedor das conjunções planetárias. Esses são os personagens da campanha publicitária "Direito de Saber" que a Controladoria-Geral da União (CGU) lançou em agosto de 2009 para divulgar o Portal da Transparência do Governo Federal.



"Dinheiro público é da nossa conta" é o conceito síntese da campanha, e o objetivo é popularizar ao máximo o acesso ao portal, criado para dar transparência às contas públicas.

Com personagens que caracterizam tipos comuns do povo brasileiro, vistos de modo bem-humorado, a proposta das peças é brincar com a idéia de que todo brasileiro se considera especialista em algum assunto. Pedro, Haroldo e Lauro conhecem tudo sobre os ofícios que exercem, mas ficam cheios de dúvidas quando perguntados sobre o destino dos recursos públicos.


Tem mais informação aqui:
http://www.cgu.gov.br/Imprensa/Noticias/2009/noticia13409.asp
Os vídeos e spots da campanha estão aqui:
http://www.cgu.gov.br/Imprensa/MateriaisDivulgacao/Index.asp


(Fonte: Controladoria Geral da União)

Nenhum comentário: