Ban

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Bancos pagam R$ 1 bi para executivos em 9 meses




Itaú Unibanco foi a instituição que mais gastou para remunerar a direção nos primeiros nove meses deste ano: R$ 504 milhões, ou 7,35% do lucro.





Os bancos gastaram mais de R$ 1 bilhão com a remuneração de seus executivos nos primeiros nove meses de 2009. Os três maiores privados, Itaú Unibanco, Bradesco e Santander, gastaram juntos R$ 890 milhões com salários, contribuições a planos de previdência, participação nos lucros e outorga de ações. O valor gasto corresponde a 5,36% do lucro registrado por essas instituições no período.



A informação foi publicada nesta quarta 2 pelo jornalValor Econômico, que fez o levantamento a partir das demonstrações financeiras dos bancos.



O Itaú Unibanco foi o que mais gastou: R$ 504 milhões até setembro de 2009, valor que corresponde a 7,35% do lucro no período. O Bradesco gastou R$ 267,4 milhões, o que equivale a 4,6% do lucro e o Santander comprometeu R$ 128 milhões, aí incluídos os dirigentes do Real.



A remuneração dos executivos nos bancos públicos é muito inferior à registrada nos privados. No Banco do Brasil e na Caixa Federal, o estudo do Valor só conseguiu levantar os dados referentes ao terceiro trimestre, período no qual o BB pagou R$ 13,6 milhões aos integrantes da administração, enquanto a Caixa gastou R$ 7 milhões.



A partir do balanço anual deste ano, os bancos serão obrigados a divulgar detalhadamente esse tipo de despesa por determinação do Conselho Monetário Nacional (CMN). A decisão objetiva permitir aos acionistas minoritários acesso à forma como o dinheiro é gasto e também evitar que os incentivos de curto prazo façam com que os executivos fiquem tentados a assumir posições irresponsáveis, como aconteceu no episódio da crise sistêmica que teve inicio em setembro de 2008.



(Fonte: Valor e Seeb-SP)

http://www.artebancaria.blogspot.com/


Nenhum comentário: